Compre agora Login
Artigo

Conheça os tipos de líderes na Gestão Ágil

fernanda-andrade

fernanda-andrade


A transformação ágil é uma realidade no mundo corporativo, seja em empresas do mercado de tecnologia ou não. Sabe-se que a implementação de frameworks ou métodos ágeis nos dão uma certeza: as equipes devem ser autogerenciáveis, multidisciplinares e podem ser de diferentes tipos (funcionalidade, componente, jornada do cliente), além de proporcionar eficácia, eficiência e qualidade.

Diante desses critérios, como você acha que os estilos de liderança influenciam no sucesso da adoção da gestão ágil nas organizações? Como reconhecer que tipo de líder você pode aplicar em cada contexto?

Para te ajudar a encontrar essas respostas, este artigo reúne alguns dos tipos de líderes que podem impulsionar seu desempenho em sua primeira liderança e trazer insumos para novas formas de orientar para um líder mais experiente.

A seguir, confira detalhes sobre os estilos de líder exponencial, algorítmico, arquiteto de negócios, ambidestro, colaborador, comunicador, construtor de ambientes de aprendizado e ESG.

Imagem formada por 5 perfis de pessoas com roupas de estilo de negócios com objetos diferentes em vez de cabeça. A figura é composta por ilustrações e recortes de fotos reais.

1. Líder exponencial

Esse termo, criado pela autora Lisa Kay Solomon, que atua com foco no auxílio de líderes, tem como referência a matemática!

Quando pensamos em identificação de condições de variação ou crescimento de números, lá está o exponencial.

VEJA TAMBÉM:

A principal skill desse tipo de líder é a inteligência emocional, pois ele está preparado para adaptar-se de maneira rápida a diferentes situações. Além disso, quatro características fundamentais para um líder exponencial são:

  • Futurista: seu olhar está voltado para oportunidades estratégicas que beneficiarão a organização exponencialmente.
  • Inovador: precisa testar as variáveis de modo inovador, verificando qual a mais assertiva.
  • Tecnólogo: reconhece bem as tecnologias e se empenha para aprendê-las.
  • Humanitário: utiliza de sua inteligência emocional para manter a equipe centrada no objetivo com um ambiente confortável.

Como exemplo, imagine que há diversas propostas de campanhas de marketing para a empresa, o líder exponencial se atentará não somente àquela que é rentável naquele momento, mas também à proposta que, exponencialmente, trará melhores resultados.

Manter-se sempre um passo à frente é parte fundamental de ser um líder exponencial. O benefício disso, sem dúvidas, é o aumento de sua capacidade de antecipar mudanças, fazer escolhas mais proativas para um futuro mais produtivo em suas organizações.

Aprimore a sua atuação como liderança tech e aumente a performance do seu time. Baixe nosso kit de materiais exclusivos

2. Líder algorítmico

É possível que a palavra algoritmo remeta imediatamente a tecnologias, inteligência artificial e futurismo. De certa forma, esse tipo de líder tem realmente características que culminarão nesses termos. Essa pessoa é responsável por inserir tecnologia como pilar central na estruturação de uma organização. Nesse perfil, dados, análises e os próprios algoritmos são os principais aliados na hora da construção de estratégias e tomada de decisões.

É importante que esse líder esteja conectado ao mercado tecnológico no que diz respeito a ferramentas, pois é por meio delas que os insights de atividades da equipe e da organização serão obtidos. Ao pensar nas principais características desse profissional, podem ser consideradas estas quatro:

  • Pensamento analítico;
  • Conhecimento tecnológico;
  • Mentalidade orientada a dados;
  • Capacidade de comunicação.

Se há um problema em relação à organização dos pedidos de uma equipe de vendas, o líder algorítmico poderá adquirir, aprender e ensinar à equipe uma ferramenta que ajude na organização desses pedidos, a exemplo de softwares.

3. Líder arquiteto de negócios

Em seu conceito mais comum, uma pessoa arquiteta é a profissional que tem como objetivo desenvolver projetos, como edifícios, parques, casas, pontes e muitos outros.

Quando atrelamos essa ideia ao mundo dos negócios, o autor e pesquisador Sandro Magaldi nos alerta que encontramos nesse tipo de líder a figura de alguém que, para além de um "deal maker (um fazedor de grandes negócios) é um product designer (um designer de estrutura de modelos de negócio)".

Um bom exemplo da aplicação desse perfil é Robert Iger, diretor executivo da Walt Disney Company.

Ao inserir conteúdos orientados à tecnologia, como streamings e conteúdos digitais, ele reestrutura, isto é, arquiteta a crescente de uma empresa centenária, proporcionando um novo desenho de negócio. Logo, ao listar as características desse profissional, você pode considerar estas como as principais:

  • Pensamento estratégico;
  • Habilidades de design e inovação;
  • Orientação para o cliente;
  • Mentalidade orientada a resultados.
Maior escola de tecnologia do país - saiba mais

4. Líder ambidestro

Ao empregar essa terminologia – que associamos diretamente a pessoas que escrevem com as duas mãos ou chutam com os dois pés, – o líder ambidestro combina sua eficiência operacional com seu foco em relação ao futuro. Se, por um lado, esse líder preserva a eficiência das operações atentando-se aos acontecimentos do hoje, consegue, ao mesmo tempo, estar aberto às inovações e às soluções para que o negócio cresça de forma saudável.

A imagem visual da ambidestria pode ser representada pelo deus Jano, aquele que olha para o passado e para o futuro.

Imagem do deus Jano, com uma face virada para a esquerda e outra para a direita. Em ambas as faces, Jano usa barba e uma coroa de ramos na cabeça.

Por conseguir ter essa visão equilibrada, esse tipo de líder é conhecido como uma excelente pessoa conciliadora, uma vez que está atenta aos pontos de argumentação tanto da operação quanto da pós-operação. Entre as diversas características desse perfil tão complexo, estão:

  • Estratégia;
  • Pensamento inovador;
  • Comunicação contínua;
  • Gestão de conflitos.

Como exemplo, em uma situação de pensamentos diferentes dos acionistas sobre novos produtos para uma loja ou ampliação do estoque de produtos já existentes, o líder ambidestro atuará como mediador a fim de identificar qual das propostas (ou ambas) fazem mais sentido à realidade daquele cenário.

5. Líder colaborador

Ao nos depararmos com o líder colaborador, é preciso que, aqui, para além do verbo colaborar, percebamos esse profissional como um construtor de ambientes colaborativos. Seu papel está no integrar, fazer com que a equipe compreenda requisitos como independência e interdependência.

A grande sacada aqui é, durante a horizontalização dos processos, identificar as skills das pessoas lideradas e entender o melhor funcionamento delas como coletivo. Ao associarmos esse perfil de liderança pensando em um papel do método ágil scrum, podemos perceber esse líder colaborador como um Scrum Master.

Como exemplo disso que você pôde conhecer, em uma equipe de desenvolvimento de software, esse líder colaborador, na figura do Scrum Master, resolverá impedimentos que estão atrapalhando o melhor desenvolvimento do trabalho de um Dev Team – sejam impedimentos em relação a horários de daily, datas de entregas, fluxo de demandas entre outros, para que a equipe possa trabalhar da melhor forma. Desse modo, estão relacionadas a esse tipo de líder, as características:

  • Facilitador;
  • Transparência na comunicação;
  • Fomentador da independência;
  • Cultivador da interdependência.

6. Líder comunicador

Comunicar-se pode ser um desafio para diversos profissionais. Algumas pessoas buscam até por funções em que a comunicação seja mínima e que elas não precisem interagir constantemente com outras pessoas. Para uma pessoa líder, a comunicação é parte integral de seu trabalho, sua equipe depende de informações claras e orientações sobre produtos, processos, metas etc.

Um líder comunicador precisa desempenhar bem o papel de ida e vinda de informações. Mais do que saber se comunicar, esse líder precisa ter um grau de entendimento elevado, afinal, a comunicação é a emissão e recepção.

Como característica, a comunicação pode entrar em qualquer um de nossos oito perfis de nosso artigo, porém, neste em específico, essa será a sua principal fonte de resultados. Imaginemos, por exemplo, uma pessoa que lidera uma equipe cuja função dos liderados se chama auxiliar administrativo, e há certa insegurança sobre quais atividades são de responsabilidade dos auxiliares. Esse tipo de líder pode recolher o que a equipe entende das atividades e esclarecer quais atividades pertencem, de fato, àquela função.

  • A composição de um líder comunicador tem como ideias:
  • Ser um solucionador de conflitos;
  • Possuir comunicação efetiva;
  • Estar atento às informações recebidas;
  • Encorajar a troca de ideias entre a equipe.

7. Líder como construtor de ambientes de aprendizado

Quando pensamos em liderança, uma ideia comum que se pode inferir é a de que o líder é aquele que aprende muito, sabe muito e, por isso, está naquela posição. Na ideia de pessoa líder como construtora de ambientes de aprendizado, o líder não aprende sozinho, ele é responsável por sua equipe ser movida pelo aprendizado, proporcionando o melhor ambiente possível para que isso aconteça.

Se estabelecermos como meta principal a inovação, podemos transformá-la em uma consequência, admitindo que a cultura de aprendizagem é que fará com que a equipe inove constantemente.

Uma aplicabilidade para esse perfil é, por exemplo, dentro de uma carga horária de trabalho, um tempo reservado à aquisição de novos conhecimentos como, uma hora por semana para realização de cursos, incentivo a ida a congressos etc. Compõem esse perfil de liderança:

  • Ser facilitador de aprendizagem;
  • Promotor de cultura;
  • Criador de espaços seguros para o aprendizado;
  • Proativo para a aquisição de novos conhecimentos.

8. Líder ESG

Segundo a empresa de consultoria Great Place To Work, o conceito de ESG está relacionado à sustentabilidade e se baseia em três pilares. Os aspectos principais são:

E: environmental ou meio ambiente; S: social; G: governance ou governança corporativa.

Podemos admitir a aplicação desses três pilares como uma metodologia que direciona as estratégias das empresas, tornando-as mais sustentáveis. Desse modo, cabe ao líder ESG conhecer as agendas da empresa, verificar como ela se direciona às questões sustentáveis e zelar pelo compromisso desses princípios.

Na indústria, esse líder pode se deparar com importantes tomadas de decisão que estão associadas à preservação ambiental com a emissão de poluentes e, ainda assim, equilibrar essas decisões com o crescimento da empresa.

Nesse sentido, esse perfil é composto por diversas skills, entre elas:

  • Visão e pensamento sistêmicos;
  • Foco e valorização da diversidade;
  • Transparência e comunicação;
  • Capacitação constante.

Saiba mais sobre os 8 tipos de líderes

Para saber mais sobre esses oito tipos de líderes, você pode aprofundar seus conhecimentos no material de referência que serviu como base para a construção deste artigo, o livro Liderança disruptiva: Habilidades e competências transformadoras para liderar na gestão do amanhã, dos autores Sandro Magaldi e José Salibi Neto.

Além disso, confira, a seguir, uma lista de materiais disponíveis na Alura, relacionados a cada um dos perfis para você explorar aquele que teve mais interesse.

1. Líder exponencial:

Curso de Inteligência emocional: aumente seu potencial de liderança.

2. Líder Algorítmico:

Curso de Análise de dados: cálculos, padrões e estratégias com Excel.

3. Líder arquiteto de negócios:

Formação: Modelagem e Melhorias de Processos de Negócios.

4. Líder ambidestro:

Curso de Mediação de conflitos: construa soluções efetivas.

5. Líder colaborador:

Alura+ - Facilitação de dinâmicas.

6. Líder comunicador:

Formação: Comunicação para líderes.

7. Líder como construtor de ambientes de aprendizado:

Podcast Hipsters Ponto Tech #257: Comunidade, aprendizagem e compartilhamento.

8. Líder ESG:

Curso de Compliance: destaque sua empresa no mercado.

De posse desses materiais, você está pronto para iniciar ou mergulhar ainda mais em seus estudos sobre liderança. A aplicabilidade desses assuntos reside na capacidade das pessoas líderes de compreender e adaptar-se às demandas do ambiente em constante mudança. Ao abraçar esses conceitos e desenvolver as competências relacionadas a cada perfil de liderança, os líderes podem inspirar suas equipes, impulsionar a inovação e alcançar resultados excepcionais.

Quer conhecer outros perfis? Acesse também outro artigo com mais tipos de liderança e explore as possibilidades.

Agora que você já sabe mais sobre os tipos de líderes e suas características, que tal desenvolver essas habilidades com o apoio da sua empresa? Fale conosco e conheça todos os cursos e benefícios da Alura Para Empresas.

Referências:

  1. AMCHAM. Conheça a liderança ambidestra e suas vantagens corporativas.
  2. BLOG TANIA MULLER. Livro Liderança Disruptiva faz sucesso.
  3. EDUCA MAIS BRASIL. O que é a Liderança Exponencial e como aplicá-la? Conceito de líder no mundo atual passa por mudanças. Entenda o que significa o líder exponencial.
  4. EXAME. Para Ram Charan, integrar equipes é a chave para o sucesso.
  5. FOGAÇA, André. Quem é Bob Iger, o CEO da Disney Robert "Bob" Iger está de volta como CEO do maior conglomerado de mídia do mundo.
  6. LINKEDIN. Perfil de Lisa Kay Solomon.
  7. MAGALDI, Sandro; SALIBI NETO, José. Liderança Disruptiva: Habilidades e competências transformadoras para liderar na gestão do amanhã. São Paulo: Editora Gente, 2022.
  8. OCF CONTADORES. Liderança exponencial: você conhece esse conceito?
  9. OLIVEIRA, Cauê. Líderes ESG: 7 principais características desse novo perfil de liderança.
  10. PEOPLE, BUSINESS & SOLUTION. Líder comunicador.

Organizações que confiam nas nossas soluções corporativas

Junte-se a mais de 5000 empresas que já capacitaram seus times com nossas formações.

  • Logo daa Dasa class=