Primeiras aulas do curso Mindset digital: Técnicas e habilidades para liderança remota

Mindset digital: Técnicas e habilidades para liderança remota

Visão geral do home office - Apresentação

Olá, boas-vindas. Eu sou Ana Rocha, sou consultora de educação corporativa e coach. Acompanharei você nesse curso sobre liderança remota.

Esse curso é para você que tem interesse em aprimorar a sua atuação na gestão de pessoas no modelo de home office.

O que é que você vai aprender? A conceituar o sistema de home office e como preparar as pessoas para uma adaptação mais tranquila neste modelo de trabalho. Assim, como entender o papel das lideranças para garantir times engajados e de alta performance.

Caso seja seu primeiro contato com o tema, não se preocupe, pois estaremos juntos passo a passo do processo.

Fazendo esse curso, você conseguirá refletir sobre as habilidades que as lideranças necessitam para comunicar, construir confiança e engajar. Ou seja, os comportamentos mais esperados da liderança remota. Assim, como é possível alcançar um mindset digital?

A partir de exemplos práticos, você aprenderá como a empatia e a escuta ativa tornam a liderança mais humanizada e necessária em uma relação profissional à distância.

Além das competências comportamentais, apresentaremos dicas de como estabelecer métodos de trabalho que tornem as equipes mais autônomas e consequentemente empoderadas.

Você terá acesso a dicas de alguns especialistas de universidades, de institutos renomados e influenciadores digitais, que divulgam pesquisas, insights e dicas valiosas para capacitá-lo a ser uma liderança remota que toda empresa procura.

E por fim, como zelar pela cultura organizacional, garantindo que a sua equipe não se distancie da companhia só porque está trabalhando de forma remota?

Quer saber mais? Então te convido a fazer o curso completo, pois tenho certeza que você terá novos insights que contribuirão na sua jornada como líder.

Visão geral do home office - Home office

Olá. O nosso curso contará a história de uma multinacional canadense que comprou uma empresa de tecnologia aqui no Brasil e transformou-se na Teck Digital.

A Teck Digital está num momento importante de transição, já que seus colaboradores vêm de uma cultura familiar, tradicional e com um único sistema de trabalho: o escritório presencial.

Em menos de 2 meses, a empresa mudou radicalmente com a chegada de uma nova direção. A forma de trabalhar tem que ser adaptada rapidamente e o grupo de líderes teve muitas questões a tratar.

A residência passou a ser o escritório, sendo que alguns não tinham esse espaço adequado e outros nunca haviam trabalhado dessa forma. Suas equipes também sofreram, pois elas estavam acostumadas a ter aquele acesso rápido à gestão, aquele relacionamento corpo a corpo e a cultura forte do relacionamento interpessoal. Ou seja, os funcionários tiveram que aprender um novo formato de trabalho, atendendo expectativas desse novo comando.

Os líderes agora terão o desafio de engajar as pessoas para essa mudança, e para entregar os resultados, principalmente. Por isso, esse grupo de líderes precisará ganhar ou aperfeiçoar competências comportamentais, como resiliência, empatia, escuta ativa, para que possam demonstrar uma liderança mais humanizada.

E para ajudá-los, vamos começar com uma conceituação breve do que é realmente trabalhar em sistema de home office? Segundo especialistas da FIA – USP, trabalhar em home office significa realizar as atividades profissionais fora do prédio, fora daquele espaço físico, de forma remota, que pode ser parcial ou integral, o dia todo. E podemos também chamar essa modalidade de teletrabalho.

A Organização Mundial do Trabalho entende o teletrabalho como uma forma de designar um lugar distante do escritório, ou longe de um centro de produção, uma fábrica; algum lugar que permita a separação física entre o colaborador e a empresa e que implique, obviamente, no uso de uma nova tecnologia que facilite a comunicação entre funcionário e empresa.

Parece que esse termo é algo moderno, dos tempos atuais. Mas desde a década de 80, quando a internet e computadores pessoais se popularizaram, trabalhadores e organizações começaram a experimentar o trabalho nessa modalidade de home office. E de lá para cá, apenas uma porcentagem pequena das empresas no mundo utilizam esse formato. Você sabia disso?

Apesar de ser realizado à distância, o teletrabalho costuma ser monitorado e mensurado de alguma maneira. Afinal, as pessoas que estão trabalhando mesmo à distância são funcionários daquela organização.

O trabalho remoto tem sido considerado por empresas e por pessoas colaboradoras como uma estratégia para incentivar as equipes, claro que conjuntamente às vezes com outras aberturas, como uma jornada flexível. Então você pode trabalhar alguns dias da semana em casa, outros dias às vezes na empresa; ou então trabalhar em sistema de banco de horas, eu trabalho um pouco de manhã e posso folgar à tarde e depois compensar, enfim.

Além daquelas que utilizam dress code informal, que é a vestimenta sem necessidade de seguir padrões.

O sistema de home office apresenta algumas vantagens para quem consegue trabalhar dessa forma: mais qualidade vida, com ganho tempo que seria gasto no deslocamento entre a casa e a empresa; economia para a empresa, que não precisa arcar com a estrutura de um posto de trabalho; mais empoderamento das pessoas, que passam a trabalhar com menos supervisão; e, obviamente, a autonomia do funcionário, entre outras coisas.

Mas também apresenta algumas desvantagens: sensação de isolamento; dificuldade para estabelecer uma rotina de trabalho; grande quantidade de distrações, às vezes os filhos que estão dentro de casa, barulho dos vizinhos, obras dentro do prédio em que você está ou do lugar onde você mora, uma visita inesperada, ou seja, ausência de um local silencioso dentro da sua da casa, que sirva como um posto de trabalho.

Além disso, maior distanciamento da cultura organizacional e do sentimento de pertencer àquela marca, àquela empresa; entre outras coisas.

Mas assim como a Teck Digital aderiu ao sistema de home office, será que o futuro das empresas é esse? Segundo uma pesquisa da Fundação Dom Cabral, 86% das empresas ouvidas devem manter esse sistema como algo definitivo daqui para frente, pois elas já estão enxergando que na balança entre vantagens e desvantagens há muito mais benefícios para atrair talentos e mantê-los motivados.

A questão é que o fator cultural é algo que pode atrasar a mudança. Estudos indicam que os trabalhadores brasileiros, em geral, gostam do convívio com colegas; do momento do cafezinho, daquelas conversas de corredor, das reuniões presenciais, do happy hour no final do expediente, e também alguns preferem um suporte próximo do gestor.

E boa parte dos líderes também gosta de controlar mais olho no olho a equipe, fazer uma gestão à vista, principalmente os mais controladores.

Por isso que ao longo deste curso nós traremos subsídios para que esse grupo de líderes da Teck Digital possa impulsionar a mudança cultural e aderir com eficiência a esse sistema de trabalho.

Visão geral do home office - Mindset digital

O grupo de líderes da Teck Digital tem trajetória de carreira e vida bem diversificada, com idade entre 28 a 50 anos e com alguma experiência em gestão no mínimo há três anos. Muitos deles estão desde a fundação da empresa, e eles são bem conectados com a cultura do antigo dono.

Assim que souberam da notícia que a empresa passaria a ter um sistema de home office, pelo menos 50% do grupo de líderes teve grande dificuldade em acreditar que daria certo, pois eles nunca tinham trabalhado dessa forma, em momento nenhum da carreira profissional.

Os outros 50% aceitaram bem a ideia, estavam tranquilos. Eles até acreditavam que trabalhar nesse formato era a mesma coisa que no escritório. Só mudaria o fato de não estar mais naquele prédio físico. E por isso, eles não teriam que fazer nenhuma mudança nos processos de trabalho.

Eles acreditavam que a ideia poderia até ser boa no sentido de ter mais flexibilidade, trabalhar com roupas mais agradáveis, ou até acordar mais tarde, já que o tempo de deslocamento não aconteceria.

Toda vez que nós precisamos aprender um novo hábito, habilidade ou comportamento, nós escolhemos qual é a melhor forma de encarar uma situação. Ou seja, qual é a forma que nós vamos processar aquele sentimento - que pode ser medo, angústia, incerteza -, para que possamos distinguir como vamos reagir, principalmente quando a questão é inevitável.

No grupo de líderes da Teck Digital, tanto os que aceitaram bem como aqueles que tiveram maior resistência precisaram mudar o seu mindset, o seu modelo mental. Porque não é possível replicar integralmente as práticas do ambiente offline, as práticas de gestão de um escritório presidencial corpo a corpo para um ambiente digital.

Trabalhar em home office exige muita disciplina para que os objetivos possam ser cumpridos com qualidade e eficiência, até porque cada um está num lugar. O comprometimento com as atividades é essencial para o bom funcionamento nessa modalidade remota.

A tecnologia já atua a favor do modelo do teletrabalho. Mas quando o mindset das pessoas está acostumado com o escritório físico, onde eu vou lá, vou bater o ponto, tenho um espaço de trabalho meu, onde eu coloco as minhas coisas, as minhas fotos, com supervisão e controle, enfim, pode atrasar o desenvolvimento dessa mudança de mindset.

Mas então o que é preciso fazer para dar certo esse sistema de home office? Para os líderes da Teck Digital, é entender que esse novo cenário pede um mindset digital, ou seja, a capacidade de trabalhar de forma remota com autonomia, menos supervisão, mais protagonismo no processo do trabalho e com a habilidade de criar um ambiente organizado dentro da dinâmica da própria residência e, consequentemente, da família.

Ou seja, o novo mindset exige habilidade de autogestão. E isso é um desafio a ser vencido, pois nunca foi exigido das pessoas tal comportamento, não é mesmo?

Além dos próprios líderes, as equipes também precisavam realizar a transição para o mindset digital, porque senão eles terão dificuldades na relação com sua chefia, com os métodos de trabalho e, consequentemente, apresentarão menos engajamento, improdutividade e até possíveis doenças emocionais, como ansiedade e etc.

Pedro é um dos líderes da Teck Digital, gerente de cobrança, tem 45 anos. Ele nunca tinha trabalhado nesse formato. Para ele, estava muito difícil se adaptar. Ele duvidava da produtividade trabalhando em casa, por causa da dispersão. E ele queria gerenciar o time olho no olho.

Seu mindset de comando e controle teve que passar por uma revisão de valores para mudar seus paradigmas, para que ele pudesse conseguir lidar melhor com as emoções que ele estava sentindo e ser um bom gestor para a equipe.

Mas não foi fácil e ainda não é. Ele criou algumas sistemáticas para conseguir comandar com mais tranquilidade, já que ele não está vendo olho no olho. Como, por exemplo, ele pediu uma reunião de alinhamento todos os dias, assim que começava o expediente e outra no final do dia. Se alguém da equipe não estava online ali no chat, ele já ficava preocupado e procurava no WhatsApp, e perguntava se estava tudo bem ou precisava de ajuda.

Pedro ainda é controlador, e ele imagina que alguns dos seus colaboradores precisam de mais acompanhamento de hora em hora. Mas será que Pedro está correto? Será que a sua equipe é imatura ou indisciplinada, que precisa desse contato diário, desse controle de hora em hora? Será que Pedro está preparado para trabalhar neste formato home office de forma um pouco mais fluida? E a equipe, como é que ela está se sentindo também com essa pressão do Pedro?

Ao longo do curso, nós vamos apoiar Pedro e outros líderes da Teck Digital a fazer a transição para o mindset digital, oferecendo alguns caminhos para uma liderança remota de alta performance. Vamos lá?

Sobre o curso Mindset digital: Técnicas e habilidades para liderança remota

O curso Mindset digital: Técnicas e habilidades para liderança remota possui 97 minutos de vídeos, em um total de 35 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Gestão Corporativa em Inovação & Gestão, ou leia nossos artigos de Inovação & Gestão.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Gestão Corporativa acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas