Alura > Cursos de UX & Design > Cursos de Motion Design > Conteúdos de Motion Design > Primeiras aulas do curso Adobe After Effects: desenvolvendo uma peça para o Instagram

Adobe After Effects: desenvolvendo uma peça para o Instagram

Construindo o layout - Introdução

Eu sou Marcos Cropalato e nesse vídeo eu dou as boas-vindas a vocês, a mais um curso aqui na Alura de After Effects, onde o nosso intuito não vai ser só entender a ferramenta juntamente com os conceitos de animação, mas teremos um objetivo estético, que é a produção de um post para o Instagram, visando os Stories, que são essas mídias na vertical, que temos uma grande crescente de demanda por meio dos clientes, tanto se você trabalha em agência, estúdio, produtora e por aí vai.

Durante o curso vocês vão pegar a parte de montagem de layout, o entendimento de algumas organizações que são necessárias. A parte de exportação, visando a aplicação mobile, que é para você levar do teu computador para o celular e fazer a publicação no próprio Instagram, como eu falei, ou até mesmo no Facebook, que também tem esse tipo de mídia.

Vocês vão perceber recursos, por exemplo, direcionamento de efeitos, e também controle de expressão, onde você vai estar desenvolvendo o loop e vai estar controlando alguns elementos específicos que vão ser aplicados dentro da arte.

É claro que todo esse conceito também vai ser lidado com as teorias de animação e alguns princípios que já vimos em alguns cursos aqui na plataforma. Então pode ficar tranquilo que tudo isso vai ser trabalhado de maneira bastante fluida e com certeza vocês vão entender e montar a peça do zero.

Qualquer dúvida que vocês tenham no decorrer do curso, aqui está a questão do link do fórum, para que vocês possam estar discutindo sobre e que consigamos trabalhar em cima do nosso objetivo.

Para que vocês vejam o resultado final, está aqui a nossa peça, vamos dar um play, vamos ter a questão da ambientação. No nosso exemplo eu estou trabalhando com o portfólio de um fotógrafo, que tem aqui o Alura Photo, o nome dele, a sua profissão. E você vê que eu tenho o pedido do arrastar para cima e o portfólio direcionado, tudo isso para que possamos trabalhar de maneira bastante legal.

E também com as questões de ambientação, você vê que tem aqui um tratamento de cor, trabalho de máscara, você tem algumas partículas que podem ser visíveis quando aproximamos, você tem uma partícula sendo bastante destacada. Tudo isso vocês vão ver no decorrer do curso. Então é isso, espero que vocês gostem. Te vejo na próxima aula.

Construindo o layout - Preparando a composição

Vamos agora de fato começar o nosso curso. A primeira coisa que vamos estar lidando, como vocês viram no título da aula, é estar criando a composição onde todo o nosso processo vai acontecer.

Aqui eu estou com o nosso exemplo, que está para vocês fazerem o download também, logo após essa aula você tem o download do material, para que vocês possam estar vendo a evolução do conteúdo.

Eu vou chegar no menu “File”, vou estar fechando esse projeto e vou estar começando um novo, do zero. Estou aqui com ele, em “New Composition” eu vou estar gerando essa composição.

Aqui vale a pena vocês terem atenção, que é o seguinte, no momento em que você for criar, vai ser comum o After Effects vir com algum preset definido. No caso, se você está trabalhando, por exemplo, em full HD em outros projetos ou até mesmo ligando o After pela primeira vez, ele vai estar assumindo para nós o padrão HDTV 1080 24, por exemplo.

E como o nosso objetivo é estar trabalhando com a mídia na vertical, mais alta do que larga, é legal você ter essas proporções definidas desde o início, para que você não tenha uma exportação que fuja desse padrão.

Aqui no caso, basicamente o que eu preciso me preocupar é o seguinte, eu vou chegar na questão da largura e vou falar que eu quero ter a resolução de 1080, eu vou trabalhar dessa forma, e a minha altura eu vou pôr de 1920, que aí eu tenho a estrutura do full HD mais invertido, nesse modo de retrato, e o meu aspect ratio fica 9:16.

É legal, no momento em que você for fazer essa alteração, porque se você estiver em HDTV 1080, por exemplo, se você estiver com o “Lock Aspect Ratio”, quando você colocar aqui os 1080, ele vai também alterar o outro e por mais que eu escreva aqui, eu vou ter a alteração desses valores, então vale a pena você tirar essa propriedade e colocar os 1080 por 1920. Isso é um ponto legal para vocês se atentarem.

Feito isso, o aspect ratio eu vou confirmar aqui quadrado, para eu ter essa proporção certinha. Em relação ao FPS, ao frame rate, como eu quero manter uma fluidez de animação e assumir os padrões que o aplicativo ensina, no caso o Instagram assume, ele por default roda em 24 frames por segundo, o meu frame rate também eu vou estar colocando em 24. Então nas predefinições eu boto 24, já tem essa estrutura e já posso começar a trabalhar.

Um ponto legal aqui para se atentar é o seguinte, no caso da duração, nós sabemos que esse padrão de publicação de story tem 15 segundos, e vai de cada usuário. Eu, particularmente, não gosto de trabalhar com a minha composição no limite, eu sempre coloco um pouco a mais para eu ter mais espaço para trabalhar.

Mas se você quiser, até para ter um controle maior e ver exatamente o que vai ser exportado, você já pode colocar a duração da sua peça com os 15 segundos que vão ser direcionados para ela, vou deixar dessa forma. Quando eu der um ok eu já tenho a minha composição vertical para começarmos a trabalhar.

Um ponto interessante, pode acontecer desse projeto ter várias outras pré-composições, e no momento da exportação é legal você saber qual de fato vai ser exportada.

Uma coisa que eu faço é, durante a criação desse elemento, eu gosto de estar deixando o nome dele como principal. Isso foi uma organização que eu recebi dentro de algumas produtoras, alguns canais de TV que eu trabalhei, e isso acaba ajudando bastante a organização quando você for renderizar, quando você for exportar ou até mesmo uma segunda pessoa for fazer a exportação do seu projeto.

Após a composição criada, aqui no “Composition” você tem essa opção chamada de “Composition Settings”, ou utilizando o atalho “Ctrl + K”. Com ele, ele volta a abrir essa tela de comunicação com todas as configurações que você tem, podendo alterar alguma coisa, caso seja necessário.

No meu caso, eu só vou alterar o nome da composição, que eu vou chamar de “MAIN”, principal, traduzindo para vocês, e eu vou assumir esse padrão com o meu projeto desde o início. Dei um ok, já tenho essa estrutura e eu já posso começar a trabalhar.

Criada a composição, configurada do jeito que eu realmente quero produzir, o que eu vou fazer agora é só estar estruturando o elemento de fundo. E aí é legal vocês terem noção do seguinte, esse fundo que o After Effects traz, principalmente quando você está criando uma composição, [ONDE] ele te pergunta: “Qual cor de background você vai assumir? Você quer preta, você quer branca, você quer um tom específico?”.

Essa cor aqui muitas vezes é usada só como referência, porque por mais que eu coloque uma cor aqui, dependendo do codec que você vai utilizar para exportar, isso nós vamos ver um pouco mais à frente, em outros cursos aqui já falamos sobre isso, se você tem algum codec específico que exporta com transparência, com Alpha, por exemplo, essa cor aqui não sai, como ela é uma cor de fundo, não é um elemento, ela não sai. Eu não tenho nada aqui na minha timeline.

E fica fácil de você perceber isso, porque se por acaso você vem aqui e clica nesse botãozinho, ele vai estar ativando para nós a questão da transparência. Eu clico aqui, você percebe que a minha composição [TRAZ] transparente e eu não tenho de fato uma saída.

Vou tirar aqui a transparência e vou voltar a cor para a composição preta mesmo, não tem problema. E para criar um elemento que só sirva de fundo, aqui no menu “Layer”, “New”, você tem esse cara chamado de sólido, ou assumindo o atalho “Ctrl + Y” ou “Command + Y”, se você estiver trabalhando no Mac.

Clicando aqui ele abre essa telinha de comunicação, onde ele vai perguntar para você a altura e a largura desse cara que, no caso, como é fundo, ele vai ter o mesmo tamanho da composição, que caso não esteja, você pode colocar aqui, “Make Comp Size”, para você fixá-lo com a mesma estrutura da sua composição e também com o aspect ratio da sua composição, e eu vou chamar aqui de “BG”, para background.

Está lá, vou tirar aqui o zoom, dei um ok e eu já tenho o elemento no fundo para que possamos trabalhar. A partir disso – vou até deixar bloqueado para não correr o risco de tirar do lugar – eu já posso iniciar o nosso projeto.

No próximo vídeo nós começamos a criar os elementos, criar a ornamentação do nosso layout para que possamos fazer as animações. Espero que vocês tenham entendido, até o próximo vídeo.

Construindo o layout - Construindo o layout a partir do Shape Layer

Vamos de fato dar início à nossa produção. A primeira coisa que vamos fazer é estar criando os elementos essenciais que vão fazer parte do nosso layout.

Se nós darmos uma olhada na nossa referência, você percebe que você tem a foto do fotógrafo que nós temos e esses elementos vetoriais que eu preciso estar produzindo e entendendo que cada um deles vai ter um comportamento isolado, ele vai ter a sua animação, ele vai ter a forma que eles vão surgir no decorrer da minha peça.

Aqui no projeto, no link de download, eu cedi para vocês essas quatro imagens que vocês podem estar utilizando ou até mesmo outras que sejam do interesse de vocês. O legal de vocês as usarem não é só para seguir o que eu estou entregando, mas também estar criando algo com a imagem já em alta qualidade.

O site que eu utilizei para estar fazendo o download delas de forma gratuita é o Pexels, eu vou deixar o link de acesso a esse site, para que vocês possam estar pesquisando outras imagens para esse projeto ou outras coisas que vocês queiram desenvolver.

Eu vou estar pegando esse link e vou estar levando lá para o meu After Effects. Vou vir aqui, vou criar uma pasta de “FOOTAGE” para estar organizando e vou estar importando o material, vindo aqui no menu “File”, “Import” ou utilizando o atalho “Ctrl + I”.

Abriu aqui, deixa eu só colar esse endereço. Eu tenho aqui as quatro imagens. Eu vou importar as quatro, só para que tenhamos essa possibilidade, e vejo, no que eu vou clicando em cada uma aqui em cima, no meu “Project”, eu vou tendo a pré-visualização delas.

Eu vou estar pegando essa daqui, não está mudando um pouco da referência que nós temos, vou trazer no meu projeto e, obviamente, ela é bem maior do que a peça que nós estamos propondo, e vou lá, apertando o “S” do scale do meu elemento, eu vou estar reduzindo e reenquadrando-o aqui dentro da cena.

É legal para que você tenha um controle fino dos valores, pressionando “Ctrl” você consegue estar mudando aqui os valores em casas decimais ao invés de você estar mudando o número nos inteiros, pressionando “Ctrl” eu vou tendo esse controle mais fino e eu consigo reposicioná-lo tranquilamente.

Algo que é legal, quando você estiver gerando essa peça dentro do After Effects, é você se acostumar a ativar o que seria o “Title/Action Safe”. Vindo nesse botãozinho, no “Choose grid and guide options”, clicando nele, ele abre essas opções e eu vou clicar para trazer o nosso Title/Action Safe, e eu consigo ter uma noção do reposicionamento, para encontrar o centro e trabalhar com ele mais ou menos dessa maneira.

Criando isso, vou até deixá-lo mais baixo, porque como vocês podem ver na referência, eu vou ter essa borda delimitando o meu conteúdo, agora eu vou estar me preocupando em criar os elementos dentro da peça.

Basicamente o que eu vou fazer vai ser o seguinte, primeira coisa, vou bloquear esse cara por enquanto, para não correr o risco de eu estar criando formas vetoriais sobre a minha imagem e acabar gerando uma máscara, então o bloqueei. Peguei aqui o meu retângulo, deixando a borda branca, sem o preenchimento, então você percebe que eu já anulei isso daqui clicando em “Fill” e deixando aqui, eu vou lá e crio essa borda, delimitando mais ou menos esse espaço.

O legal é que eu estou assumindo essa proporção do meu Title/Action Safe. Nesse caso aqui, se você achar que essa estrutura não é interessante para [DENTRO DA] sua peça, por exemplo, olhando aqui a referência, vamos supor que, legal nesse caso menorzinho, mas imagina que ao invés de deixá-lo desse tamanho, eu queira estar mudando-o a partir dessa segunda marcação do Title/Action Safe.

E aqui entra um ponto que muita gente se confunde dentro do After Effects, em estar mudando o tamanho de elementos vetoriais das formas primitivas. Então como funciona?

Muita gente foi educada ao mudar o tamanho pressionando “S” e você tem um scale aqui, como eu fiz na imagem. Mas quando você tem a forma vetorial como essa, é legal você entender que a camada tem uma complexidade um pouco maior, vamos dizer assim, em relação aos elementos importados, a imagens e a vídeos.

Você vai notar que no seu jogo de camadas, além do “Transform”, que é comum vocês terem, você tem o “Contents”, onde ele relata para você que tipo de conteúdo você tem dentro da sua camada.

E o processo vai ser o seguinte, o que eu preciso fazer agora, olhando dentro do meu Contents, você percebe que eu tenho o retângulo e na sua opção chamada de “Rectangle Path” eu tenho as propriedades que são voltadas para a maneira que esse retângulo vai se comportar, que é o seu tamanho, a sua posição e até o seu arredondamento das extremidades, caso seja necessário.

Você vai perceber que, diferente do Scale, onde ele trabalha em porcentagem, aqui eu tenho um controle exato dos pixels que esse cara está ocupando, eu tenho uma área ali fiel que eu consigo trabalhar com ele, e não fico na suposição de quanto equivale os 100% desse elemento.

Basicamente, se eu tenho um shape, eu chego aqui e falo para ele o seguinte, eu vou desbloquear aqui a corrente, e vamos supor que nas proporções eu quero trabalhar mais ou menos dessa maneira, no meio do caminho no meu Title/Action Safe, tanto horizontal como vertical, trabalhando dessa forma, e eu vou gerando essa estrutura.

Fiz isso, vou manter esse cara aqui selecionado, vou mandar o [ANCHOR POINT] para o centro, você vê que ele já está mais ou menos no centro, mas eu vou confirmar utilizando um atalho extremamente importante, que é o “Ctrl + Alt + Home” ao mesmo tempo, ou no Mac, “Command + Alt + Home”, você já tem essa estrutura. E agora o que eu vou fazer é estar criando os outros elementos.

Aí vale a pena você entender o seguinte, os objetos que vão surgir no decorrer fazem parte dessa mesma estrutura vetorial? Será que tem como eu criar todos os outros elementos dentro da mesma camada?

Como eu quero ter uma organização interessante, eu vou manter o Shape Layer, vou até renomear pressionando “Enter”, vou chamar de “ELEMENTOS VETORIAIS”, formas básicas, você pode dar o nome que for do teu interesse, e eu vou estar criando os outros objetos.

Agora vindo aqui, vou criar aquela borda para nós, mais ou menos dessa forma, você vê que aqui tem como “Rectangle 2”, e nela eu vou colocar a opção de preenchimento. Você vê que ele vem apagado, eu vou tirar o “Stroke” e em “Fill”, em vez de vermelho, obviamente, eu vou colocar branco, já para ter essa estrutura. E a mesma coisa com a barra de baixo.

Olhando lá a referência, eu tenho a barra maior aqui para o título, a mesma coisa vai acontecer lá com o elemento. Então mantendo o meu “Contents” selecionado, eu vou continuar criando.

E aí vale a pena você ter atenção, que como eu tenho dois objetos, Rectangle 1 e Rectangle 2, dentro da mesma camada, quando eu clico na camada o After Effects aqui em cima não sabe me dizer qual a informação de preenchimento e qual a informação de borda, ele nega isso para nós, você vê que eu não tenho essa informação aqui.

Para eu trabalhar com isso eu preciso clicar no elemento, ele me diz: “Esse cara, o Rectangle 2, tem a cor branca de preenchimento, o Rectangle 1 só tem a borda”, eu tenho essa particularidade que é interessante você ter atenção.

E pensando nisso, eu vou lá, vou criar mais esse outro elemento, dessa maneira, e nele eu coloco o preenchimento branco e tiro a borda, e eu já tenho meio que a estrutura principal do meu objeto. Trabalhando dessa maneira eu já consigo pré-visualizar de uma forma bem legal.

Eu vou tirar por enquanto meu Title/Action Safe, para que vejamos proporcionalmente a peça, criei essa estrutura. Acho que eu posso pegar esse elemento e diminuir um pouco mais a largura dele. Rectangle 1 vou deixar um pouquinho mais magrinho, vou levar o Rectangle 2 mais para o centro, utilizando a seta direcional mesmo, para trabalhar dessa forma, eu já crio essa estrutura para nós. Peguei esse elemento, trouxe um pouco mais para cá e eu já consigo tê-los posicionado da forma que me interessa.

Criamos aqui todos os elementos principais, vamos dizer assim, para essa peça. No próximo vídeo vamos entender como os deformadores de forma funcionam, para eu dizer qual elemento vai se modificar, para estar criando aqui esse espaço onde as setas vão acontecer.

Espero que vocês tenham entendido, qualquer dúvida deixem aqui no fórum, para que possamos estar discutindo sobre, e é isso. Até o próximo vídeo.

Sobre o curso Adobe After Effects: desenvolvendo uma peça para o Instagram

O curso Adobe After Effects: desenvolvendo uma peça para o Instagram possui 136 minutos de vídeos, em um total de 27 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Motion Design em UX & Design, ou leia nossos artigos de UX & Design.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Motion Design acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas