Power BI ou Excel: qual a melhor opção para Business Intelligence?

Power BI ou Excel: qual a melhor opção para Business Intelligence?

Ao longo dos anos, a Microsoft desenvolveu uma diversidade de ferramentas para o mercado e, entre elas, uma que se destaca é o Excel — uma ferramenta bastante popular que tem diversas finalidades produtivas.

O Excel serve para fazer análise de dados e, como consequência, otimizar o desempenho de diversos setores de empresas como, por exemplo, controle de finanças e controle de compra e venda de mercadorias.

Em razão dessa sua versatilidade, ele também pode auxiliar tanto na vida pessoal das pessoas, quanto no controle de gastos de uma organização.

No entanto, com o crescimento do uso de dados pelas empresas para a tomada de decisões importantes e estratégicas do negócio, o mercado precisou ir além: foi quando surgiram várias ferramentas de Business Intelligence (BI).

De forma geral, as ferramentas de BI compreendem todo o processo de ETL (extract, transform e load) em um único lugar.

Nesse cenário de criatividade e de dominância no mundo tecnológico, a Microsoft criou o Power BI –- uma ferramenta poderosa que nos permite extrair, transformar e carregar os dados de diversas fontes, além de desenvolver relatórios completos para o auxílio na tomada de decisão de uma empresa.

Diante dessa realidade, será que existe alguma possibilidade de utilizarmos as duas ferramentas no contexto prático do Business Intelligence (BI)? Vamos descobrir :)

O que é Excel?

O Excel é uma ferramenta do pacote Office, da empresa Microsoft. Trata-se de um software que serve para construir planilhas, em formatos de tabelas com linhas e colunas.

A praticidade do Excel nos permite sair da zona de conforto e realizar cálculos, criar tabelas, gráficos, listas, entre outros recursos que a ferramenta disponibiliza para a manipulação e análise de dados.

Assim como o Power BI, esta ferramenta também possui recursos para o BI, como, por exemplo, a criação de dashboards.

Banner promocional da Semana Carreira Tech, organizada pela Alura e FIAP. Texto: 'Descubra como graduações tech estão transformando o futuro. Cinco lives gratuitas para você mergulhar nas áreas mais transformadoras da atualidade, desde o que se estuda nas graduações até a prática do mercado. Garanta sua vaga de 01 a 05 de julho.' Imagem de profissionais usando equipamentos tecnológicos avançados, como óculos de realidade aumentada. Botão destacado com a chamada 'Garanta sua vaga'. Logotipos da Alura e FIAP no canto superior direito.

O que é Power BI?

O Power BI é um software de Business Intelligence da empresa Microsoft, uma ferramenta que serve para se conectar a diversas fontes de dados diferentes.

É importante ter em mente que, dentre tantas possibilidades, isso também pode ser feito com o próprio Excel.

Assim, dentro dessa ferramenta há alguns diferenciais que a tornam bem particular, se comparada ao Excel. Por meio do Power BI conseguimos:

  • (1) Realizar o tratamento desses dados, que podem estar em diversos formatos e padrões;
  • (2) Desempenhar análises para retirar insights importantes;
  • (3) Montar relatórios impactantes com as informações obtidas.

O que é melhor: Power BI ou Excel?

A escolha entre usar o dashboard Excel ou Power BI, depende muito das necessidades da tarefa e também de preferências individuais.

O Excel é uma ferramenta bastante comum, principalmente nas empresas, para analisar dados e criar relatórios.

Afinal de contas, oferece inúmeras funcionalidades, como fórmulas, gráficos e tabelas dinâmicas, que permitem manipular e visualizar dados de forma flexível. Por outro lado, o Power BI é uma ferramenta que permite criar painéis interativos, relatórios e visualizações de dados em tempo real.

Ele é especialmente útil quando se trata de lidar com grandes volumes de dados ou quando se deseja criar visualizações de dados mais avançadas.

Portanto, se você procura uma ferramenta mais flexível e intuitiva para fazer uma análise de dados básica, o Excel pode ser a melhor opção.

No entanto, se você precisa lidar com grandes volumes de dados ou quer criar visualizações e análises mais complexas, o Power BI pode ser mais adequado.

Em alguns casos, pode ser interessante usar ambos, para aproveitar as vantagens que cada um oferece.

Quando utilizar cada uma?

Gif animado mostra o Drauzio Varella de frente sentado à mesa com um notebook. Ao fundo, de forma desfocada, há no espaço estantes com diversos livros, uma TV e outros equipamentos eletrônicos. No centro inferior da imagem aparece escrito a seguinte mensagem: “Agora eu fiquei na dúvida”.

Cada ferramenta tem as suas particularidades, como também têm recursos em comum, principalmente o de lidar com uma grande quantidade de dados.

No entanto, você pode usar ambas de forma simultânea, seja em projetos distintos ou em paralelo, em um mesmo projeto.

No Power BI, por exemplo, podemos utilizar a DAX (Data Analysis Expressions) - uma linguagem de expressão de fórmula criada pela própria Microsoft.

Com ela é possível realizar o tratamento e análise dos dados, bem como processar e praticar a criação de cálculos. Porém, este não é um recurso nativo do Power BI.

O DAX também pode ser utilizado no Excel, mais especificamente no Power Pivot através das medidas, utilizado para realizar a modelagem dos dados.

Essa é apenas uma das três ferramentas que podem ser utilizadas dentro do Excel para realizar essas análises.

Assim como no Power BI, o Excel também possui há mais de 10 anos o Power Query, uma ferramenta utilizada para formatar os dados.

Tanto o Excel como o Power BI podem ser utilizados para desenvolver dashboards. No Excel é utilizado o Power View, a terceira ferramenta para análise dos dados, através da qual podemos desenvolver relatórios utilizando diversos visuais.

Os dashboards desenvolvidos no Power BI são bem mais dinâmicos, possibilitando clicar em um visual e filtrar, automaticamente, os demais.

Além disso, eles permitem nos conectarmos a uma diversidade de fontes de dados diferentes em um mesmo projeto, como banco de dados, arquivos no formato de texto, e até sites da web. Isso pode ser observado na imagem abaixo, que possui algumas das fontes de dados disponíveis no Power BI.

Captura de tela em recorte do Microsoft Power BI, que mostra a seção de importação de dados. Na imagem, é apresentada uma janela com um menu lateral, onde a opção “Tudo” é selecionada. À direita, uma lista com várias opções para obter dados. Na lista é possível observar os nomes: “Pasta de Trabalho no Excel”, “Texto/CSV”, “XML”, “JSON”, “Pasta”, “PDF”, “Parquet”, “Pasta do Sharepoint” e vários tipos de bancos de dados. No canto inferior direito, também é possível observar os botões de “Conectar”, em amarelo, e também uma opção “Cancelar” ao lado.

Dentro do Power BI, também podemos criar e manipular o relacionamento entre as tabelas existentes, mesmo que tenham vindo de fontes de dados diferentes.

Já o Excel é sua própria fonte de dados, já que todos os dados utilizados são armazenados dentro da própria ferramenta.

Um ponto positivo, que vale destaque, é o fato de não precisarmos realizar a instalação do Power BI para utilizá-lo, pois a ferramenta possui uma versão online, o que facilita no compartilhamento dos dashboards desenvolvidos.

Do mesmo modo, para desenvolver dashboards e compartilhar com outras pessoas, também é possível utilizar o Excel pelo modo online.

Então, qual das duas ferramentas devo utilizar?

As duas ferramentas são ótimas opções para se trabalhar em BI. Se você possui dados armazenados em uma planilha no Excel, você pode utilizar a própria ferramenta para analisar e desenvolver dashboards com esses dados.

Agora, se os seus dados estiverem armazenados em locais diferentes, você pode optar pelo Power BI para centralizar todas as informações, realizar o tratamento e desenvolver os seus relatórios.

Caso a sua realidade seja a necessidade de montar dashboards mais dinâmicos, você pode utilizar o Power BI, que disponibiliza uma diversidade de visuais dentro da própria ferramenta e diversos outros que você pode importar e utilizar nos relatórios.

Mas se você precisa desenvolver dashboards mais simples e rápidos, ou gerar relatórios no estilo de tabelas, o Excel é uma ótima pedida.

Além de ser uma ferramenta tradicional e conhecida, utilizada há anos por muitas pessoas e empresas.

Como vimos, é possível desenvolver projetos onde as duas ferramentas podem ser utilizadas em conjunto.

Mesmo sendo desenvolvido após o Excel, o Power BI não veio para substituí-lo, e sim para suprir necessidades que o Excel não conseguia entregar.

O Power BI foi criado a partir da junção de ferramentas já existentes no Excel: Power Query, Power Pivot e Power View.

Com isso, a Microsoft conseguiu desenvolver uma ferramenta mais moderna e segura.

Conclusão

Dentre as diferentes possibilidades que o Power BI e o Excel oferecem, vimos neste artigo apenas alguns dos recursos disponibilizados pelas duas ferramentas, que podemos utilizar para desenvolver nossos projetos pessoais ou profissionais.

E aí gostou deste conteúdo? Se quiser saber mais, conheça alguns cursos da Alura nestes segmentos:

Venha estudar conosco e mergulhar no mundo da tecnologia! 🤿

Créditos

Danielle Oliveira
Danielle Oliveira

Danielle é formada em Sistemas de Informação. Fez parte do Scuba Team. Atualmente é instrutora de Data Science, nas áreas de Banco de dados, Business Intelligence e NoSQL. É apaixonada por livros, música e tecnologia.

Veja outros artigos sobre Data Science