Compre agora Login
Artigo

Como e por que calcular o headcount tech na sua empresa

Athena Bastos

Athena Bastos


O headcount tech é um importante indicador para o setor de RH, especialmente diante de um contexto sócio-econômico paradoxal: de um lado, muitos episódios de layoff em tecnologia; de outro, muitas empresas que precisam aumentar seu headcount para garantir o seu planejamento estratégico.

Mais do que apenas contar o número de pessoas na empresa, o headcount indica a saúde da empresa.

Assim, o cálculo de headcount envolve diversos fatores sobre a empresa, como o bem-estar das pessoas colaboradoras, as atribuições de cada uma delas e as necessidades da empresa para cumprir suas metas.

Afinal de contas, o headcount tem influência direta na execução do planejamento estratégico da empresa e na capacidade de realizar o roadmap.

Por isso, neste artigo, vamos explorar o cálculo de headcount, sua conexão com outros indicadores de People Analytics, por que acompanhá-lo e qual a sua importância na área de tecnologia.

headcount tech

O que é headcount

A palavra headcount, em português, significa literalmente “contagem de cabeças”. Então, em resumo, o headcount é a quantidade de pessoas que trabalham em uma empresa em um momento específico.

É importante entender que esse número compreende vários tipos de contratos, tanto pessoas colaboradoras em período integral ou meio período, quanto contratos temporários ou prestação de serviços.

VEJA TAMBÉM:

Ou seja, trata-se de um cálculo simples e objetivo de se fazer. Basta calcular o número de pessoas que trabalham na ou para a empresa.

No entanto, para que, de fato, seja um indicador estratégico e auxilie na tomada de decisões, a análise do headcount deve levar em consideração outros dados da empresa.

Indicadores de RH - baixe agora

Como calcular o headcount

Em primeiro lugar, como já mencionado, o cálculo do headcount é bastante simples: basta somar o número de pessoas que trabalham na e para a empresa, tanto pessoas colaboradoras quanto prestadoras de serviço.

Em seguida, é necessário fazer um organograma mais detalhado da empresa e incluir outras informações como, por exemplo, o cargo de cada pessoa e o tempo que está na função.

Além do mais, a análise do cálculo de headcount pode servir para prever e planejar cenários futuros, tendo em vista as metas estratégicas do negócio.

Isto é, pode fazer parte dos planos para garantir que a empresa terá número suficiente de pessoas para executar o planejamento estratégico e, por consequência, alcançar as metas previstas.

Em outras palavras, é possível calcular o número de pessoas necessárias (e o orçamento necessário) para contratar ou manter na empresa para atingir os objetivos da empresa.

Esse cálculo deve compreender muitos outros fatores como, por exemplo, as competências e as habilidades necessárias, as metas de contratação, as taxas de turnover, a criação de planos de desenvolvimento individuais e a avaliação de desempenho das pessoas colaboradoras.

É importante ter em mente que, em todas essas situações, o RH precisa ter uma visão da área baseada em dados para a tomada de decisão estratégica a partir desses indicadores.

Outros indicadores de RH para acompanhar

Sendo assim, o simples cálculo de headcount, por si só, não aumenta a capacidade analítica para tomada de decisão estratégica da empresa.

Os principais benefícios se relacionam à análise desse dado em alinhamento a outros indicadores da empresa, tais como:

eNPS

O eNPS é o NPS das pessoas colaboradoras. A sigla vem do termo em inglês Employee Net Promoter Score.

Ou seja, o índice de satisfação e lealdade das pessoas colaboradoras em relação à empresa.

Em geral, a ideia é verificar em que nível as pessoas colaboradoras estão engajadas e dispostas a promover a própria empresa como um bom lugar para trabalhar.

A pergunta central para o eNPS é: “em uma escala de O a 10, qual é a probabilidade de você recomendar a empresa para outra pessoa?”.

Absenteísmo

O absenteísmo, por sua vez, refere-se à taxa de ausências no trabalho. De forma geral, essa é uma taxa que também demonstra desmotivação ou as condições de saúde das pessoas colaboradoras.

O cálculo dessa métrica se baseia, portanto, na quantidade de faltas injustificadas e de atestados médicos em um período de tempo.

Vale lembrar que o absenteísmo é um ponto de atenção para empresas que lutam contra o turnover.

Taxa de turnover

A taxa de turnover é o indicador que mede a rotatividade das pessoas colaboradoras de uma empresa, a partir da relação entre o número de demissões e de novas contratações em um período.

Vários fatores podem influenciar nesse indicador, como a competitividade do mercado, o crescimento (ou não!) da empresa, o número de aposentadorias e aí em diante.

Internamente, a taxa de turnover tem relação direta a outras métricas da empresa, como a própria produtividade e o cumprimento de metas.

Por que acompanhar o headcount nas empresas

Em primeiro lugar, a análise do headcount nas empresas parte do pressuposto de que as pessoas colaboradoras são pilares importantes nas estratégias de crescimento da empresa.

Afinal de contas, são as pessoas colaboradoras que executarão, em grande parte, os planos da empresa para alcançar as metas.

Além do mais, a análise de headcount traz luz ao planejamento orçamentário da folha de pagamento para alcançar os objetivos do negócio. Nesse ponto, deve-se considerar o número e a qualificação necessária das pessoas colaboradoras.

Então, especialmente em um mercado altamente competitivo, a empresa precisa se certificar que sua base de talentos está alinhada tanto aos custos previstos quanto aos seus objetivos estratégicos.

E o cálculo do headcount é suficiente para fazer essas duas análises centrais, especialmente para considerar as taxas de turnover e a necessidade de pessoas com qualificação no planejamento.

Para isso, a partir de sua análise, é possível criar um planejamento que considere:

  • O número de pessoas colaboradoras necessárias para suportar a estratégia da empresa;
  • A necessidade de desenvolvimento das pessoas colaboradoras (e, por consequência, a necessidade de treinamento);
  • Os custos com as folhas de pagamento, incluindo as promoções e as novas contratações.
Maior escola de tecnologia do país - saiba mais

Qual a importância do headcount para a área de tecnologia

A análise do headcount traz alguns benefícios específicos para as empresas da área de tecnologia. Os mais importantes são:

Recrutamento e seleção tech

Não é novidade que as particularidades do mercado de tecnologia trazem alguns desafios, como altas taxas de turnover e a dificuldade de encontrar pessoas ideais para preencher as vagas disponíveis.

Afinal de contas, com a necessidade de implantar soluções tecnológicas, a demanda por profissionais de programação e desenvolvimento tornou-se maior do que a quantidade de pessoas capacitadas disponíveis no mercado.

Assim, a análise do headcount fornece dados suficientes para auxiliar no processo de recrutamento e seleção tech a tomar decisões com mais segurança, considerando as promoções, as admissões, as demissões e os processos de treinamento e desenvolvimento.

Não é demais supor, nesse caso, que essas análises auxiliam tanto na redução da taxa de turnover, quanto na contratação de pessoas qualificadas para o cargo.

Projeção de orçamentos

Além do mais, o indicador de headcount tem impacto direto no setor financeiro, especialmente em relação à folha de pagamentos.

Afinal de contas, o cálculo pode servir para fazer projeções nos gastos com pessoal, tendo em vista o planejamento estratégico da empresa: admissões, promoções, aumento de salários, benefícios e pagamento de impostos.

Ou seja, é a partir desse controle que são previstos todos os gastos futuros com pessoas colaboradoras.

Por exemplo: quantas pessoas - e quais pessoas - são necessárias para o roadmap do seu produto? Com base nisso, você pode definir o orçamento que será necessário para a sua área.

Planejamento de roadmap

No que se refere aos planejamentos futuros, o indicador de headcount atinge outras áreas, não só o setor financeiro.

Já que, a partir de sua análise, é possível verificar as possíveis reestruturações e necessidades da empresa para cumprir o roadmap do planejamento estratégico.

Isto é, através desse cálculo, a empresa pode criar planos de ação estratégicos (que considere, por exemplo, a quantidade necessária de pessoas colaboradoras) em prováveis e diferentes cenários.

Em outras palavras, o cálculo permite a identificação de diferentes variáveis que podem virar realidade, como contratações, promoções e até demissões.

É por essa razão que, quando analisado junto a outros indicadores, o headcount é um indicador relevante para os RHs que têm uma visão baseada em dados, especialmente diante das potencialidades de aplicação no planejamento estratégico e na capacidade analítica da empresa.

Quer saber mais sobre o mercado de tecnologia e educação corporativa? Receba a newsletter da Alura Para Empresas com insights mensais, direto em sua caixa de entrada!

Athena Bastos
Athena Bastos

Supervisora de Conteúdo da Alura Para Empresas. Bacharela e Mestra em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Pós-graduanda em Branding: gestão estratégica de marcas pela Universidade Castelo Branco - UCB. Escreve para blogs desde 2008 e atua com marketing digital desde 2018.

Organizações que confiam nas nossas soluções corporativas

Junte-se a mais de 5000 empresas que já capacitaram seus times com nossas formações.

  • Logo daa Dasa class=