Primeiras aulas do curso Adobe After Effects: construção do personagem no Photoshop

Adobe After Effects: construção do personagem no Photoshop

Introdução - Introdução

Seja muito bem vindo(a) ao curso Adobe After Effects: Construção do personagem no Photoshop. Nessa primeira aula vamos criar os elementos que animaremos no decorrer do curso.

Primeiro vamos criar um cenário em que possamos perceber a profundidade de campo dos nossos elementos em relação a uma câmera digital e depois criar um personagem e aprender como animá-lo usando o After Effects. Você pode usar as técnicas ensinadas nesse vídeo tanto para as artes digitais criadas no Photoshop, ou em algum outro programa de criação gráfica, quanto para artes manuais fotografadas e tratadas depois no computador.

Vamos começar com nosso cenário. O legal aqui é criarmos elementos que a gente consiga identificar o que está perto da câmera e o que está longe lá no fundo. Fiz um rascunho rápido de um universo. Vamos fazer alguns planetas, estrelas e um foguete voando no meio da nossa cena.

Algo que facilita bastante na hora de recortar esses elementos depois é ter um contorno bem definido em volta dos seus desenhos. No lápis comecei com um rascunho e em seguida passei a caneta nanquim por cima para ter uma imagem melhor finalizada. Com tinta aquarela pintei o foguete sem deixar muito preenchido para que as imperfeições fiquem mais evidentes, assim deixando mais identificável que o desenho foi feito a mão.

Temos que pensar que para a animação funcionar, todos os elementos que forem se mexer tem que estar separados para que a gente possa trabalhar depois. No caso do foguete, o fogo dele vai se mexer constantemente por isso o desenhei em cinco frames para intercalá-los dando a impressão de que estão se mexendo. Caso você não queria esse estilo com o traço forte, não tem problema, só vai exigir um pouco mais de trabalho depois.

Para os planetas, escolhi não ter esse contorno em volta. Com alguns objetos redondos para ajudar, fiz bem de leve um contorno deles com lápis. Agora que tenho uma base para seguir, vou direto com a tinta pintar os meus planetas.

Uma dica boa é sempre estar de olho em referências legais para inspirar o seu trabalho. No meu caso, usei o Pinterest para pesquisar alguns estilos de pintura e me inspirar na hora de criar meus elementos.

Usando uma proporção 16/9 vou limitar o meu papel com marcações de fita crepe e com um grande pincel pintei um fundo azul. O bom é que por ser um trabalho de arte feito com pincel, não preciso detalhar muito, maneira como a tinta trabalha no papel já é rica em detalhes e pequenas formas que ficarão bonitas para meu fundo espacial. Planetas, estrelas, foguete, frames do fogo e fundo prontos, é hora de fotografar.

Essa parte não tem muito segredo, o que precisamos é de uma estabilização da câmera e de uma luz que fique uniforme. Para a luz, uma luminária de cada lado já é suficiente. Para foto você pode tanto usar uma câmera ou até mesmo o seu celular. Independente da câmera que você escolher, tenha certeza de que ela esteja bem estável livre dos micro movimentos que sua mão pode fazer na hora de apertar o botão e de fazer a foto. Neste caso, usei uma 60D com um tripé.

O que procuramos aqui é tirar uma foto com o máximo de resolução possível para que cada elemento fique rico em detalhes e com bom tamanho na tela. Então em vez de tirar uma foto só que cubra todos os desenhos escolha tirar mais fotos com a câmera mais próxima de cada elemento, assim cada uma vai ser registrado com a máxima resolução e detalhes possíveis. No entanto, não precisa ser exatamente uma foto por elementos, no caso das estrelas, por exemplo, couberam todas em uma única foto.

Agora para os planetas entra um trabalho a mais. Como na hora de cortar no Photoshop precisamos de um bom contraste entre os elementos e o fundo, vou recortar um por um e colocar em um fundo que contraste com as cores que eu escolhi para pintá-los. Como nenhum planeta é verde, achei que essa seria uma boa cor, mas isso vai variar dependendo da cor que você escolher para sua arte.

Com o cenário completamente fotografado, vamos para a segunda parte desse vídeo: criar um personagem. Antes de tudo é legal que você já saiba que vai animar seu personagens com uma extensão do After Effects chamada Rubberhose 2. É uma extensão que facilita muito na hora de animar principalmente pernas e braços, isso significa que tanto braços quanto as pernas serão criados pela extensão e na hora da arte vamos apenas fazer uma referência para que ela possa substituí-los.

Como o cenário todo foi feito com arte tradicional, vamos criar o personagem digitalmente. Como sempre fiz um rascunho inicial de como eu quero que ele se pareça e a partir disso vou desenhar a arte definitiva. Usando esse modelo, crio os gráficos do personagem por cima

Como falado anteriormente, tudo que for se mexer deve ser desenhado separadamente e no caso do nosso personagem, não é diferente. Como pernas e braços vão ser substituídos depois, fiz apenas uma referencia da cor que quero usar e não me preocupei em fazer detalhes nessas partes.

Agora que todas as artes estão prontas, no próximo vídeo vamos aprender como tratar e preparar essas imagens no Photoshop para depois levá-las para o After Effects e começar a animação.

Introdução - Tratando fotografias visando a animação

Nesse vídeo vamos partir da premissa de que você já saiba como mexer no Photoshop, por essa razão, caso você nunca tenha mexido no programa, recomendamos que dê uma olhada nos outros cursos sobre Photoshop da Alura antes de dar continuidade neste curso.

Com o Photoshop aberto, vamos começar clicando em Open para selecionarmos as fotos e em seguida Abrir. O programa vai criar um documento para cada arquivo, você poderia fazer todos eles em um aquivo só, mas será mais fácil se os separarmos. Vamos começar aqui com nosso fundo.

O primeiro passo é ir no crop e recortar o desenho deixando apenas ele visível na imagem. Como a imagem de fundo não tem muito no que mexer, vamos apenas deixá-la mais retangular na nossa cena com Filter > Liquify. Essa é uma ferramenta muito legal em que você pode ajustar todos os contornos do seu desenho. Pegando a lupa com o Alt apertado, clicamos na tela para que ela venha para trás e fique menor. Com a ferramenta superior com o ícone de um dedo indicador apontando para baixo deixamos o brush maior facilitando que arrumemos os contornos para que ele fique um retângulo mais reto. Com o Ctrl + Z podemos ver o antes e depois e com Ctrl + Alt + S salvamos a alteração.

Em seguida vamos trabalhar as estrelas. O primeiro passo é pegar o crop e recortar as estrelas para que somente elas fiquem na tela. Vou selecionar o ícone da varinha mágica e clicar no fundo branco. Como você pode ver ele seleciona todo o fundo. Mas vamos inverter essa seleção, para inverter vamos usar o Ctrl + Shift + I e agora se pegarmos o mouse - símbolo com flechas cruzadas - e movimentar teremos só as estrelas selecionadas, porém só o recorte dessa varinha não é o suficiente para nós que queremos um acabamento mais bonito em nosso contorno. Então depois que a seleção foi invertida, vamos ainda manter a varinha selecionada e vamos na ferramente Select an Mask na barra de ferramentas superior.

Aqui vamos conseguir refinar mais o nosso recorte. Por enquanto a visualização do fundo é transparente, mas se formos em View no canto superior direito e mudarmos para On Black tornará o fundo de referência preto. Vamos selecionar a lupa e dar um zoom no contorno e a deixar esse contorno mais refinado de uma maneira mais bonita. Vamos começar mexendo um pouco nas configurações do Select e Mask do Photoshop.

A primeira sugestão para quando você recorta uma imagem e vai no Select Mask é explorar o que esses controladores fazem. Por exemplo, se eu aumentarmos o Smooth para 82 como vai ficar o contorno da nossa imagem? Vemos que essa ferramenta traz uma suavizada para as bordas, mas normalmente não queremos ir tão longe com elas então vamos deixar em 20.

O Feather esfumaça um pouco o contorno. Vamos deixar em 2,5 para não deixar os pixels muito marcados e tornar um pouco mais difuso o contorno. O Contrast também traz esse conceito, se o aumentamos ele reduz muito a suavização deixando o contorno bem duro. Não é sempre que queremos isso, então talvez seja melhor deixá-lo um pouquinho alto o contraste, em 19%. Por último, se aumentamos muito o Shift Edge, cria-se uma borda em nossa imagem e se diminuímos muito ele vai acentua a imagem para dentro. Vamos deixar a borda em 57%

Ainda preciso de fato recortar essas imagens e tirá-las dessa camada que está grudada com o fundo. Apertando Ctrl + X recortamos as estrelas e com Ctrl + V a separamos. Agora em Layer 1 em Background o fundo. Como não vamos usá-lo, deletamos o Background.

As estrelas, porém, estão todas juntas na mesma camada, mas nós queremos que cada estrela esteja em uma camada diferente. Então vamos selecionar o ícone do laço que está acima e selecionar uma por uma, em seguida Ctrl X e Ctrl V. Isso fez com que a estrela selecionada ficasse separada na camada 2. Fazendo isso conseguimos separar todas, em seguida bastante renomeá-las. Quando trabalhamos com animação é muito importante que tenhamos bastante consciência na hora de organizar nossos arquivos e nomeá-los.

Depois de renomear para Estrela 1, Estrela 2, Estrela 3, Estrela 4 e Estrela 5 vamos salvar como PSD. Uma coias legal do Adobe é que todos os seus programas conversam, então se salvarmos um PSD Estrelas quando abrirmos essas camadas no After Effects, ele vai reconhecê-las.

Introdução - Finalizando o tratamento

Agora vamos para o foguete. O processo será muito similar ao que foi feito com as estrelas. Pegamos o crop e cortamos só o desenho do foguete, selecionamos a "varinha magica" e clicamos no fundo. Com Alt conseguimos ver o recorte e com o rolamento do mouse podemos analisar cada detalhe. Para inverter a seleção,Ctrl + Shift + I.

Em seguida vamos em Select and Mask para refinar os nossos contornos. As propriedades dessa seleção são salvas, então eles mantém a mesma configuração feita nas estrelas na outra camada. Baixando o Shift Edge, o contorno diminui um pouco mais, em seguida Ctrl + X para retirar a imagem de fundo, Ctrl + V para excluir o Background e, para finalizar, o salvamos como PSD.

Para o fogo vamos seguir o mesmo caminho das estrelas, mas com a diferença de camadas do fogo tem que estar todas juntas em cima da outra. Pense que o fogo estará tremulando embaixo do foguete então para esse efeito precisamos sobrepor as imagens. Vamos escolher um layer como fixa para definir a posição 0 do fogo e as demais vão sendo colocadas a cima dela para que depois, no After Effects, possamos trocá-as de modo a criar essa tremulação que desejamos. Por fim, vamos renomear as camadas e salvar o arquivo PSD.

Os arquivos dos planetas seguem a mesma lógica. Aqui, usamos o brush para arredondar os planetas, mas isso depende do seu desenho e do seu gosto. Agora todos os desenhos são arquivos de Photoshop com fundo transparente prontos para importamos no After Effects e começarmos a trabalhar a animação lá dentro.

Sobre o curso Adobe After Effects: construção do personagem no Photoshop

O curso Adobe After Effects: construção do personagem no Photoshop possui 84 minutos de vídeos, em um total de 15 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Animação em UX & Design, ou leia nossos artigos de UX & Design.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Animação acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas