Tá acabando!

Compre agora com desconto
Corra enquanto há tempo!

dias

:

horas

:

minutos

:

segundos

Como o Design Token pode auxiliar na gestão do seu Design System

Laís Cavalcanti
Laís Cavalcanti

Compartilhe

Paleta de cores.

Será que existe uma ferramenta que pode otimizar estilos e contribuir para manter uma uniformidade na interface de um produto, facilitando o processo tanto para equipes de design quanto de desenvolvimento? A resposta é sim e ela se chama Design Token. Neste artigo, falaremos sobre como os Tokens de Design podem facilitar a coesão e a uniformidade da interface de um produto. Para isso, traremos um exemplo de padronização de cor aplicando Tokens no código de um app. Vamos lá?

Contextualizando

Tudo o que vemos em aplicações é construído a partir de elementos de estilo: cor, espaçamento, tipografia, altura da linha, opacidade, etc. Porém, construir elementos de estilo que sejam coesos com o design do produto é um desafio para a equipe de desenvolvimento e designers.

Imagine a seguinte situação: Uma empresa de delivery de alimentos utiliza a cor rosa como parte da sua identidade visual, porém, o botão de cadastro na versão mobile e na versão web usam tons de rosa diferentes e um deles está inclusive mais próximo ao pink. Bem, isso não é um grande problema, mas demonstra falta de padronização visual entre as diferentes versões de um mesmo produto, o que, na mente do cliente, pode sugerir algum descuido com o serviço (algo que pode ser desagradável para qualquer marca!).

Imagem mostrando dois botões do mesmo produto, porém com códigos de cores diferente: #FF2254 para a versão Mobile e #FF2272 para a versão web.

Como poderíamos alterar do lilás (#FF2272) para o rosa (#FF2254) que faz parte da identidade visual da marca? Num projeto pequeno, não seria uma tarefa tão árdua: basta adicionar de um a um os elementos que recebem a cor rosa. Porém, num projeto com milhares de linhas espalhadas em vários componentes e distribuídos em inúmeras folhas de estilo, isso é extremamente trabalhoso, e demandaria custos e tempo, podendo ainda gerar estresse para toda a equipe. No entanto, os Tokens de Design podem contribuir para facilitar esse processo.

O que são Tokens de Design?

O termo Token de Design foi sugerido em 2014 por Jina Anne, na época designer da SalesForce, empresa do Vale do Silício. A concepção inicial de Jina era criar um tipo de variável que englobasse vários elementos de estilo - espaçamento, cor, tipografia, espessura de borda, sombras, etc. - e que poderiam ser adicionados ao código como um arquivo de dados.

Os Tokens de Design compõem uma parte importante do sistema de design. Para o desenvolvedor, o Token significa maior agilidade, pois é possível fazer várias alterações simultâneas de estilo em um design, sem perda da coesão visual e de experiência do usuário com o produto.

De volta ao nosso problema

No caso dos aplicativos da empresa de delivery, poderíamos aplicar dois Tokens no código:

$color-primary-button: #FF2254;

e

$border-radius: 50px;

A primeira variável pode ser traduzida por: a cor principal do botão. Com ela, podemos adicionar e alterar o estilo de cor em todos os botões principais (Cadastrar, Sair, Enviar, etc.). Já no segundo exemplo, podemos utilizar a variável nos componentes nos quais queremos aplicar o arredondamento da borda.

Esquema mostrando o código #FF2254, seguido do token “color-primary-button e do componente “button label”.

Com os Tokens aplicados no projeto, basta mudar o valor da variável para mudar a cor da variável color-input-border. Assim, as alterações serão escaláveis, isto é, serão replicadas a todos os elementos nos quais o Token se aplica.

Esquema mostrando o valor da variável sendo alterado de color-input-border: #FF2254 para color-input-border: #FF6488.

Mas, atenção: é preciso ter cuidado ao nomear um Token, porque o design deve obedecer a uma hierarquia lógica de taxonomia. No nosso exemplo, quando lemos o nome dado ao Token, entendemos que se trata de cor adicionada à borda de uma caixa de input. A cor é a categoria que recebe o valor do Token (a informação hexadecimal), já o input é o elemento HTML que irá ter estilos aplicados e o border é a propriedade do elemento que será modificada.

Esquema mostrando a categoria: color, o elemento: input e a propriedade: border, seguido do código #FF2254.

A semântica por trás dos Tokens pode se tornar bastante complexa, na medida em que a aplicação demanda elementos sofisticados de interação com o usuário, como animações.

A boa notícia é que os Tokens de Design são agnósticos, ou seja, não estão vinculados a nenhuma uma tecnologia específica, por isso eles funcionam bem em diferentes linguagens, como CSS puro, SASS, JSON, XML, etc. Por outro lado, desenvolvedoras e desenvolvedores deverão adaptar as folhas de estilo para que possam ser aceitas nas diversas plataformas (iOS, Android, Web, etc).

Felizmente, editores de prototipagem como o Figma, o Adobe XD e o Sketch permitem gerenciar os elementos de estilo por meio de tokens, para que, assim, os arquivos finais possam ser exportados em um formato codificável pelos desenvolvedores.

Esquema mostrando um fluxograma: Design Tokens centralizado e acima, “Aplicação Android” e “Aplicação Desktop” no canto esquerdo e “Aplicação IOs” e “Aplicação WEB” no canto direito.

Conclusão

Neste artigo tentamos esclarecer os principais pontos a respeito dos Tokens de Design. Vimos que:

  • Tokens de Design são um tipo de variável que engloba vários elementos de estilo e que podem ser adicionados ao código como um arquivo de dados;
  • Com um Token é possível fazer várias alterações simultâneas de estilo em um design, sem perda da coesão visual e de experiência do usuário com o produto.

Trata-se de assunto complexo, mas muito importante para as pessoas que querem aprofundar o conhecimento em sistemas de design. A formação de Design System da Alura, que sairá em breve, é uma excelente oportunidade para que você possa conhecer esse mundo fascinante da Interface do Usuário, além do curso Figma: Trabalhando na construção de um Design System. Confira!

Até o próximo artigo!

Laís Cavalcanti
Laís Cavalcanti

Como uma boa curiosa, gosto de ler, ver, ouvir e experimentar. Uma entusiasta da web acessível a todos. Hoje, faço parte da Escola de UX e Design na Alura.

Veja outros artigos sobre UX & Design