“Como começar a programar?” — 7 dicas práticas de como aprender a programar em 2024

“Como começar a programar?” — 7 dicas práticas de como aprender a programar em 2024
Beatriz Coelho
Beatriz Coelho

Compartilhe

Para começar, é importante ter em mente que a programação já faz parte da vida das pessoas. Sejam elas programadoras ou não.

Só para ter uma ideia, de acordo com a Forbes, 75% das empresas vão incorporar novas tecnologias nos próximos 5 anos.

A IDC Predictions Brazil 2024 chegou à mesma conclusão: a previsão é que o setor de TI cresça 12% em 2024.

Quer dizer, uma coisa é certa: não está nem perto da hora de a tecnologia recuar. Pelo contrário, as soluções tecnológicas estão vindo com força em todas as áreas.

Isso também quer dizer que, cada vez mais, as pessoas vão querer aprender a programar. Inclusive, o Guia Salarial 2024 da Adecco constatou que, na área de tecnologia, a profissão mais requisitada do ano será a de pessoas programadoras.

Diante desse contexto, é possível que surjam questões importantes por aí, mas a principal é: “como começar a programar?

A verdade é que não existe uma única resposta para essa pergunta. Mas nesse artigo vou trazer alguns caminhos que podem te ajudar a traçar um caminho interessante. Então, vamos lá? :)

Como começar a programar do zero em 2024

Se você gosta muito de tecnologia, é realmente possível que começar a programar seja um caminho interessante para você.

Só que, apesar de muitas promessas de emprego garantido, se tornar uma pessoa programadora exige tempo e esforço. Não existe uma fórmula mágica.

Peter Norvig, cientista da computação e atual diretor de pesquisas do Google, tem um artigo com o título “Aprenda a programar em 10 anos” (Teach yourself programming in 10 years).

A ideia do texto é justamente a que o título passa: na concepção de Norvig, você precisa de uma década para ser realmente uma pessoa incrível em programação.

Ou seja, não existem atalhos. Você precisa de tempo para fazer e refazer. Aprender com a prática: com os seus erros e acertos.

Isso não significa que você vai demorar 10 anos para começar a programar. Na verdade, a reflexão propõe que o estudo de programação é algo contínuo e que as pessoas nunca terminam de aprender.

Sempre vão surgir novas tecnologias, novas linguagens. E você precisa se manter em constante atualização.

Agora que você já sabe disso, vamos às principais dicas para ajudar quem quer começar a programar.

Banner da Escola de Programação: Matricula-se na escola de Programação. Junte-se a uma comunidade de mais de 500 mil estudantes. Na Alura você tem acesso a todos os cursos em uma única assinatura; tem novos lançamentos a cada semana; desafios práticos. Clique e saiba mais!

7 dicas para começar a programar

Aqui estão 7 dicas práticas sobre como começar a programar do zero:

Comece pela lógica de programação

O primeiro passo é aprender a lógica de programação. Ou seja, você precisa aprender a forma de traduzir seu pensamento em uma estrutura que pode ser escrita através de uma linguagem de programação.

Inclusive, você pode fazer os dois ao mesmo tempo: escolher uma linguagem de programação para aprender e, simultaneamente, colocar em prática a lógica.

E essa questão leva a outro ponto: “*qual é a melhor linguagem de programação para aprender?”. Já sei que você vai fazer essa pergunta.

E a resposta é: não existe. Assim como também não existe a melhor linguagem para trabalhar com programação. Existem contextos e opiniões diferentes.

Ainda assim, na concepção de Paulo Silveira, cofundador e CEO da Alura, para quem está começando a programar do zero, as melhores linguagens são Java e Python.

O JavaScript por ser uma linguagem muito importante no mercado e por estar no seu navegador. Você não precisa instalar nenhum software ou algum aplicativo no seu computador. Pode começar a testar e a praticar agora mesmo.

O Python, por sua vez, é importante porque compreende outras áreas. Você pode, por exemplo, trabalhar com dados em uma área de negócios.

Neste vídeo, você pode entender melhor a lógica desse argumento:

Essas são linguagens de programação grandes e com grande mercado de trabalho Mas se você já está ganhando familiaridade com outra linguagem, pode focar nela.

Pratique constantemente

Não é exagero dizer que a melhor forma de começar a programar é simplesmente começando a fazer. Aprender fazendo. Na área de programação, essa regra funciona muito bem.

Coloque em prática o que você está aprendendo. Pode ser um projeto pessoal. Não precisa ser, necessariamente, algum projeto empresarial.

É necessário não apenas aprender comandos e estruturas, mas também repeti-las à exaustão. A fluência é uma medida importante na experiência de uma pessoa programadora: o quão confortável ela está em escrever código em uma linguagem específica?

Para ter sucesso na programação, é realmente necessário muita repetição e exercício das habilidades de lógica e de conhecimento do vocabulário da linguagem.

Comece seu portfólio

É importante criar um portfólio a partir dos projetos em que você estiver praticando.

Você precisa criar, pelo menos, um Github e um LinkedIn para servirem como repositórios dos projetos que você estiver desenvolvendo.

De forma geral, o portfólio é uma vitrine para pessoas programadoras. Ele serve principalmente para mostrar uma visão ampla sobre o que você está estudando e quais os projetos está desenvolvendo.

Ou seja, ele serve para mostrar o seu racional: como você está colocando em prática o que você aprendeu nos cursos, nos livros e nos podcasts.

Sendo assim, o portfólio é uma excelente ferramenta para te ajudar a se destacar em um processo seletivo e também para registrar a sua evolução.

Como se não bastasse, também exige um processo de autoconhecimento: para montá-lo você precisa analisar o seu desempenho e os seus resultados.

Esse movimento faz com que você entenda pontos importantes sobre o seu processo de aprendizagem: o que você precisa ajustar? Em quais temas precisa se aprofundar? Quais assuntos você já domina?

Escolha uma área de estudo para focar

Sem dúvidas, uma exploração inicial entre todas as áreas é muito importante. No entanto, assim que você se identificar com alguma área, se aprofunde nela. Isso significa entender bem os conceitos fundamentais dessa área.

Comece com a lógica de programação e, depois, se aprofunde nos conceitos: quais são os fundamentos de front-end, frameworks e bibliotecas, fundamentos de back-end, como funcionam os algoritmos e daí por diante.

Esses conceitos são fundamentais para construir a base do seu conhecimento. Depois disso, vai ficar mais fácil compreender conceitos e projetos mais complexos.

Faça cursos com bons qualificações

Além de criar uma rotina de estudos, você precisa criar uma trilha de aprendizagem. Ou seja, um planejamento do percurso do seu estudo.

Existem inúmeros cursos que podem te ajudar a se aprofundar em cada linguagem. Escolha fazer cursos com boas qualificações.

E, se você estiver se perguntando: “será que a Alura vale a pena?”, saiba que a Alura é a maior escola de tecnologia do Brasil.

Aqui você pode aprender tecnologia com a escola referência em educação tech, amplamente reconhecida pelo mercado.

São mais de 1.450 cursos e novos lançamentos toda semana. Você tem acesso a infinidade de cursos para conhecer e se aperfeiçoar em novas tecnologias.

Além do mais, a Alura conta com uma didática única que prioriza conteúdos práticos e aprofundados. Logo nas primeiras aulas, você já começa a colocar a mão na massa para criar seu primeiro projeto.

Inclusive, o Tech Guide da Alura é uma excelente referência para seus estudos. Lá você vai encontrar um caminho estruturado para cada linguagem que você quiser aprender.

Participe de uma comunidade de tecnologia

Para começar a programar, é muito importante estar em uma comunidade e receber direcionamentos durante a sua jornada.

Nas comunidades de tecnologia, você pode fazer amigos, networking e conhecer uma galera incrível que talvez você não conheceria se ficasse estudando sozinho.

É muito importante ter pessoas por perto que estão passando pelos mesmos desafios que você ou que são mais experientes e podem resolver suas dúvidas.

A Alura tem a maior comunidade dev do país. São mais de 100 mil pessoas conectadas no canal do Discord para trocar experiências e conhecimentos.

Leia livros sobre programação

Os livros são ótimos aliados tanto para formar as bases de conhecimento quanto para se aprofundarem nos assuntos. É tudo que você está precisando, não é?

Então, para começar a programar, não deixe de ler livros sobre tecnologia e programação.

Neste episódio do #HipstersPontoTube, Paulo Silveira e Roberta Arcoverde deram dicas dos livros de tecnologia que marcaram suas carreiras:

Como se aprofundar no assunto

Se você quer mergulhar mais profundamente no assunto, vai gostar de conhecer esses materiais:

Bons estudos :)

Beatriz Coelho
Beatriz Coelho

Beatriz é Bacharela e Mestra em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. É responsável pela estratégia e gestão de conteúdo do blog da Alura. Escreve para blogs desde 2020. Acredita que conhecimento bom é conhecimento compartilhado e construído por todas as pessoas.

Veja outros artigos sobre Programação