Primeiras aulas do curso UX Design: transição de carreira em áreas de tecnologia

UX Design: transição de carreira em áreas de tecnologia

Motivação - Apresentação

Olá! O meu nome é Tuanny Dias, sou instrutora de UX da Alura e Product Designer. Esse é o curso de transição de carreira das áreas de tecnologia para UX Designer. Nesse curso nós vamos ver quais são os processos e ferramentas que um UX Designer utiliza no seu dia a dia e como colocamos a experiência do usuário no nosso trabalho.

E principalmente, se você está fazendo sua transição de carreira porque já trabalha em outras áreas de tecnologia e agora quer se dedicar a ser UX Designer. Vamos ver todos esses processos voltados aos três pilares de UX, que são: usuário, negócio e tecnologia.

Vamos aprender a como fazermos pesquisa com usuários, como colocarmos o design estratégico voltado para o UX Designer, como colocarmos visão de negócio e juntarmos ela com a experiência do usuário para criarmos produtos melhores - como viabilização ideias, utilizando protótipos, e como analisamos se essas ideias são realmente possíveis de codificarmos com a viabilidade técnica.

Por fim, vamos documentar todo esse processo. Um documento similar a um portfólio para contar como foi a jornada de UX utilizada nesse processo. Como projeto desse curso, nós vamos acompanhar a jornada da personagem Anna. Uma desenvolvedora front-end que agora quer fazer a sua transição de carreira e seu UX Designer na empresa XCompany.

Uma empresa que não trabalhava com a experiência do usuário. Então fica a missão da personagem utilizar tudo o que ela aprendeu e colocar no dia a dia e mostrar para a empresa como é importante o Designer voltado para o ser humano.

Esse curso é mais voltado para as pessoas que estão iniciando em UX Designer, que querem fazer a transição de carreira, ou que estão procurando sobre o primeiro emprego.

Seria legal se você fizesse o curso de Fundamentos de UX Designer da Alura, porque aí você vai se familiarizar mais com os termos que nós vamos usar nesse curso. Vamos começar o curso e ver a jornada da personagem Anna!

Motivação - Apresentação do projeto

Vamos conhecer o projeto do nosso curso! Lembrando que esse curso vai ser abordado através de uma narrativa - essa narrativa vai acontecer dentro da empresa XCompany, uma empresa do ramo da tecnologia especializada na criação softwares. É lá que a personagem principal trabalha, a Anna.

A Anna é desenvolvedora front-end, trabalha em um time multidisciplinar junto com análises de negócio, gerente de projeto, desenvolvedores de back front-end, pessoal de banco de dados. Nas horas vagas a Anna curte estudar UX/UI Designer porque ela adora saber como os usuários interagem com os produtos digitais e como é possível criar experiências melhores.

Mas vamos voltar um pouco e conhecer o histórico da nossa companhia XCompany. A XCompany é responsável por criar aplicativos e sistemas. Ela tem hoje uma variedade de clientes, ela já é bem posicionada e conhecida no mercado. Lá eles têm um time grande de tecnologia e trabalham com as mais diversas linguagens de programação.

Eles são realmente especialistas em desenvolvimento de software, mas a XCompany tinha alguns problemas: os usuários, que antes chegavam super felizes porque eles criavam os aplicativos dos sonhos, voltavam reclamando. Eles reclamavam que os usuários não aderiram aos aplicativos. Eles não usavam os produtos criados. Isso resultava no cancelamento de contratos.

Então cada dia que passava a XCompany perdia um cliente novo. Sabe o que isso significa? Moral da história: a empresa não trabalha a experiência do usuário, ela não tem essa cultura do Design centrado no ser humano. Enquanto isso, a personagem Anna pensava em como ela ia fazer a transação de carreira.

Porque ela estava determinada a deixar de ser desenvolvedora front-end e virar UX/UI Designer, mas ela não sabia por onde começar. Ela acreditava que transição de carreira envolvia troca de emprego, começar do zero, tinha que deixar para trás tudo o que ela aprendeu e desenvolveu - e aquilo estava trazendo insegurança e incerteza para a personagem.

E outro ponto relevante da história é que ela adorava trabalhar na XCompany. Lá ela tinha um bom salário, os benefícios eram bons, o clima e as pessoas com quem ela trabalhava eram ótimos. Então, como ela fazer essa transição?

Um certo dia a Anna estava participando de uma reunião quinzenal em que o tema era o desenvolvimento da empresa e a projeção dos seus clientes. Ela se deparou com um cenário de uma perda de um cliente gigante na XCompany, outro contrato cancelado! Aí ela parou para pensar: como ela resolve a dor da empresa, que é perder esses clientes, mais a dor dela, que é fazer a transição de carreira?

Foi aí que ela teve uma ideia! Ela poderia utilizar os processos de UX na XCompany e fazer a tão sonhada transição de carreira. Então, determinada a fazer essa mudança, a Anna usará das ferramentas e processos de UX Designer para aplicar os conceitos na prática.

Mas será que ela vai conseguir mesmo fazer com que a XCompany reconheça esse papel do UX Designer? Afinal, eles nunca tiveram esse cargo lá. Vamos para a próxima aula para vermos como a Anna vai fazer essa jornada!

Motivação - Migrando para UX Design

A Anna, como uma boa designer, começou a montar estratégias de como fazer a XCompany ter contato com o usuário e trazê-lo para o centro da decisão da empresa. Só que, por onde começa? Depois que ela pensou, a Anna chegou a conclusão que ela gostaria que todos os envolvidos da empresa entendessem no que ela estava trabalhando.

Em outras palavras, a Anna gostaria que todos entendessem a definição de UX Designer. Ela retornou em algumas anotações de quando ela estudava os conceitos e definições de UX e encontrou três situações.

A primeira é "o UX design é garantir que o usuário tenha a melhor experiência usando um produto ou um serviço".

A segunda é "experiência do usuário é descobrir como o usuário se comporta, e poder criar melhores ferramentas de acordo com a necessidade do negócio e a viabilidade técnica".

E a terceira é a experiência do usuário, "é poder resolver a dor do usuário". A Anna já sabia como ela ia explicar para o time o que era o UX Designer e qual a posição dele dentro da empresa. Ela até criou esse diagrama, onde colocou esses três pilares: "usuário", "negócio" e "tecnologia" e "UX" no centro dele.

Para que consigamos iniciar uma cultura de Design dentro da empresa, é necessário termos uma estratégia - e essa estratégia está relacionada a como colocamos o usuário no centro do processo.

Depois que conseguirmos localizar esse usuário, nós precisamos ver os objetivos de negócio e depois a viabilidade técnica. Só que falando em viabilidade técnica, essa parte a Anna vai tirar de letra porque ela já trabalha com tecnologia, ela é desenvolvedora.

Quando vamos migrar de trabalho não precisamos nos esquecer e desconsiderar toda a parte boa que trabalhamos, podemos pegar esse conhecimento e agregarmos na nova profissão; e assim sermos profissionais bem qualificados, juntando essas duas experiências que temos.

Só que vamos entender melhor esse gráfico da Anna e cada pilar que ela criou. O primeiro pilar é "usuário". É nesse pilar que conseguimos entender qual é a relação do UX Designer com o usuário. Para que consigamos compreender as necessidades que o usuário tem, é importante que tenhamos uma escuta ativa e criemos realmente empatia para conseguirmos ouvir e entender o nosso usuário.

Assim, conseguimos criar produtos de serviços adequados à necessidade e dor do nosso usuário. Depois, podemos mapear e criar jornadas melhores de utilização desses produtos.

Um outro pilar é a necessidade de negócio. Dentro desse pilar de negócio nós precisamos entender quais são os objetivos de negócio da empresa e precisamos ser parte estratégica disso, precisamos entender qual é a estratégia da empresa para estar alinhada na criação do produto ou serviço para o usuário.

Então, conhecendo essa visão da empresa é que conseguimos gerar ideias. Então é importante que haja essa cocriação com as áreas de negócio. Lembrando que as áreas de negócio podem ser tanto analistas de negócio como até mesmo a equipe de marketing.

Porque a equipe de marketing mostra como a empresa se posiciona e a equipe de comercial é responsável por vender. Então o UX precisa conhecer toda essa abrangência da empresa, todas essas áreas estratégicas da empresa para criar laços. Criando esses laços, ele consegue interagir melhor com essas outras áreas.

Por fim, falando em construir coisas, nós temos o pilar de "Tecnologia". Esse pilar está muito associado à questão de viabilidade técnica. É aqui que utilizamos das ferramentas ao nosso favor. Utilizamos as ferramentas de prototipação de tela, testes de usabilidade e todos os outros que temos dentro desse universo de UX Designer.

Lembrando que o UX não é só fazer telas bonitas. O UI não é só fazer telas bonitas. Precisamos conversar com o desenvolvedor e ver se essas telas que estamos fazendo são possíveis para codificação. Se realmente aquilo que estamos criando é viável. Isso conseguimos fazer nessa aproximação com o desenvolvedor.

Então, conhecendo as restrições de linguagem de programação que possamos ter, conhecendo as restrições do produto que estamos melhorando e criando. Isso faz com que tenhamos colaboração. Essa colaboração entre o UX Designer e o desenvolvedor é essencial.

Agora que sabemos o que é o UX Designer e como o Designer pode trazer experiências melhores, vamos conhecer o mapa de trajetória da Anna e ver quais são os próximos passos dela para ela colocar em prática tudo isso que ela aprendeu. Vamos para a próxima aula!

Sobre o curso UX Design: transição de carreira em áreas de tecnologia

O curso UX Design: transição de carreira em áreas de tecnologia possui 112 minutos de vídeos, em um total de 40 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de UX Design em UX & Design, ou leia nossos artigos de UX & Design.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda UX Design acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas