Alura > Cursos de Inovação & Gestão > Cursos de Métodos Ágeis > Conteúdos de Métodos Ágeis > Primeiras aulas do curso Scrum: agilidade em seu projeto

Scrum: agilidade em seu projeto

O que é Scrum? - Apresentação

Olá, boas-vindas ao curso Scrum: Agilidade em seu projeto. Eu me chamo Maíra Nicoletti e sou instrutora da Alura.

Autodescrição: Maíra é uma mulher de pele branca, olhos castanhos, cabelos longos, lisos e também castanhos. Usa um óculos de armação marrom e preta, brincos redondos e pequenos e uma blusa preta, sem mangas.

Este curso é para quem busca gerenciar projetos de maneira ágil e eficiente, alinhados com diferentes mudanças que o mercado de trabalho exige.

Vamos apresentar detalhadamente o famoso framework Scrum, para que seja possível entender quais tipos de projetos faz sentido desenvolver utilizando essa ferramenta e saber como aplicá-lo em diferentes contextos.

Conheceremos cada parte do Scrum, inclusive seus artefatos e eventos. Aprenderemos como montar um time Scrum, fator importante para obter sucesso com o uso da ferramenta.

Para complementar seus estudos, aqui na Alura, sempre oferecemos conteúdos extras, como:

Em cada aula, você terá acesso a esses materiais e conteúdos, sempre relacionados ao tema apresentado.

Prepare-se, e bons estudos!

O que é Scrum? - Origem do Scrum

Nas últimas décadas, vimos mudanças significativas acontecendo no mundo. Neste cenário, empresas passaram a ser diretamente impactadas por diferentes tipos de inovação e pela acelerada evolução da tecnologia.

Logo, surgiu a necessidade de pensar e fazer coisas de forma diferente, além de ser mais ágil para se adaptar a diferentes mudanças que ocorrem no mundo dos negócios.

Se você buscou este curso, certamente está procurando uma forma diferente e eficiente de fazer as coisas, seja resolver um problema complexo do dia a dia, desenvolver um novo produto ou serviço para seu negócio, gerir um projeto corporativo ou até mesmo reformular um processo dentro da empresa onde trabalha.

Para realizar esse tipo de tarefa, podemos aplicar o Scrum, framework de projetos ágil que vem se consolidando cada vez mais na rotina de pessoas e de empresas inovadoras.

Você realmente sabe o que é Scrum e qual o potencial dessa ferramenta para alavancar diferentes tipos de projeto?

O que é o Scrum?

Se trata de um meio de gerenciar projetos de forma ágil, muito utilizado na área de desenvolvimento de softwares. Entretanto, atualmente, ele é aplicado em diferentes tipos de projeto e contextos de negócio.

Ao adotá-lo, as equipes conseguem trabalhar juntas de maneira mais eficiente, com maior transparência e adaptação às mudanças no ambiente de negócios.

Isso é porque o Scrum é um processo dinâmico e colaborativo, onde uma equipe de projeto trabalha junto com a pessoa usuária ou cliente da solução desenvolvida, promovendo um resultado mais efetivo e que gere mais valor a ela.

Essa colaboração envolve momentos de:

A ideia durante esse processo é eliminar qualquer elemento que não agregue valor ao produto, serviço ou processo que está sendo desenvolvido. Dessa forma, será entregue um resultado assertivo e que satisfaz as necessidades reais da pessoa usuária ou cliente.

Porém, diferente do que muitas pessoas acham, o conceito de Scrum não nasceu no meio da tecnologia como um processo ágil, mas sim criado por dois pesquisadores japoneses — Ikujiro Nonaka e Hirotaka Takeuchi — na década de 90.

Em seus estudos voltados para gerenciamento de produtos em fábricas, os dois observaram que equipes de desenvolvimento de produtos pequenas e multidisciplinares obtinham melhores resultados em projetos.

Eles associaram equipes altamente eficazes à formação tática Scrum do Rugby, onde todo o time está junto, agindo de maneira conjunta e coordenada em função do mesmo objetivo: marcar pontos.

Se uma das pessoas do time sai de sua formação ou perde o passe da bola, todo o time perde. Por outro lado, se uma delas tem a posse da bola e marca um ponto, todo o time ganha.

Para o Scrum, o conceito de time é extremamente importante, pois todas as pessoas da equipe são responsáveis pelo sucesso ou fracasso de determinado projeto. Por isso, o esforço de cada pessoa da equipe deve ser o mesmo e sempre na mesma direção, assim como no jogo.

Além disso, cada pessoa da equipe não precisa ver o que a outra está fazendo para saber o que precisa ser entregue de sua parte. É preciso que cada uma delas tenha confiança de que o restante da equipe dará o seu melhor para atingir a meta acordada — no caso do Rugby, marcar pontos, e no caso de um projeto, entregar a solução planejada.

No início da década de 1990, impactadas pelos estudos de Nonaka e Takeuchi, algumas pessoas desenvolvedoras de software americanas resolveram colocar em prática o estilo de gerenciamento Scrum — entre eles, Jeff Sutherland e Ken Shwaber.

Os dois documentaram o processo feito com Scrum ao desenvolver softwares, compilando-o e apresentando-o numa conferência.

A partir desse aprendizado, surgiu o Scrum como conhecemos hoje. Inicialmente, ele era uma forma colaborativa e iterativa de desenvolver softwares. Já atualmente, ele é conhecido como um framework de metodologia ágil que pode ser aplicado em outras áreas que não envolvem tecnologia.

Vale notar que o Scrum lançado nos anos 90 não é o mesmo dos dias atuais. Ao longo dos anos, as pessoas criadoras do framework resolveram criar um material oficial que orientasse sua essência, seus valores e sua prática: o Scrum Guide (ou Guia Oficial Scrum).

Ele funciona como um guia oficial de Scrum. De tempos em tempos, ele é atualizado.

Disponibilizaremos o Scrum Guide nos materiais extras desta aula.

Este material é muito importante para pessoas que buscam uma certificação oficial de Scrum realizando as provas que mencionaremos ao longo das aulas deste curso.

Aqui, aprenderemos o framework Scrum a partir deste Guia Oficial, criado por seus fundadores.

Já sabemos a origem do Scrum e conhecemos sua essência. A seguir, entenderemos de que forma essa ferramenta pode ser aplicada nos negócios — especialmente aqueles que não fazem parte da área de desenvolvimento de softwares.

Aperte o "Play" e nos vemos lá!

O que é Scrum? - Scrum aplicado em negócios

Como podemos ver, atualmente a agilidade é crucial para diferentes tipos de negócio. Se uma empresa demora para entregar resultados, corre o risco de ficar atrás dos concorrentes e, muitas vezes, perder a chance de inovar e até mesmo de atender melhor as pessoas clientes.

Justamente por isso, muitas empresas buscam novas maneiras de fazer as coisas, buscando diferentes estratégias para implementar em suas rotinas. Entre elas, está o Scrum.

Embora ele seja amplamente utilizado por start-ups ou negócios da área de tecnologia, outros tipos de empresa também podem se beneficiar ao aplicá-lo. Isso porque esse framework permite que qualquer processo de trabalho flua melhor.

Uma dúvida muito comum que surge no dia a dia de pessoas que desejam aplicar o Scrum é quando utilizá-lo, ou seja, em que contexto e tipos de projeto ele é mais indicado.

Essas dúvidas surgem principalmente em negócios tradicionais e naqueles que não são da área de desenvolvimento de softwares.

Quando utilizar Scrum?

Para responder este questionamento, precisamos entender mais sobre a essência do Scrum, ou seja, entender qual a principal diferença entre ele e outras ferramentas de gerenciamento de projetos e desenvolvimento de produtos.

Precisamos entender que tipo de problema ou projeto é mais adequado para usar Scrum, além de conhecer os principais benefícios de colocá-lo em prática na rotina dos negócios.

Ele foi utilizado inicialmente para gestão e planejamento de projetos de TI porque aumentava significativamente a assertividade e a qualidade dos projetos entregues.

Mas qual o motivo desta metodologia ser tão famosa entre empresas de tecnologia?

Por que ele é tão famoso?

Essa ferramenta quebrou paradigmas. Na época em que começava a ser implementada por diferentes tipos de negócio, todos os projetos seguiam o modelo Cascata (Waterfall). Nele, o fluxo dos processos de um projeto ocorrem de cima para baixo, semelhante a uma cascata.

Assim, cada fase do projeto é sequencial, até o momento da entrega do produto. Nesse tipo de processo, tudo é planejado meticulosamente para somente depois ser executado.

Esquema do Modelo Cascata. Quatro retângulos laranjas formando uma linha diagonal descendente, da esquerda para a direita, e conectados por setas pretas. Dentro de cada retângulo, há um texto na cor branca. Partindo do retângulo à esquerda, temos os textos "Requisitos", "Arquitetura", "Implementação" e "Teste". Entre os retângulos "Requisitos" e "Arquitetura", há uma linha pontinhada vertical que aponta para um ícone de três folhas de papel junto ao texto "Documentação". Entre os retângulos "Arquitetura" e "Implementação", há outra linha igual que aponta para um ícone de seis folhas de papel junto ao texto "Documentação". Entre os retângulos "Implementação" e "Teste", há uma terceira linha igual que aponta para um ícone de tela que possui códigos e uma engrenagem em seu canto direito. Abaixo deste, há o texto "Código". Por fim, à direita do retângulo "Teste", há mais uma linha igual que aponta para um ícone de monitor que possui uma engrenagem em seu centro. Abaixo deste, há o texto "Software". Abaixo do esquema, há o título "Modelo Waterfall", em laranja e o subtítulo "(Cascata)", em preto.

O problema deste tipo de modelo é o risco de entregar um produto que não agregue valor para a pessoa usuária, ou mesmo um produto obsoleto. Esse fator fazia com que muitos recursos fossem desperdiçados — não só financeiros, mas também de tempo e dedicação dos times.

Neste quesito, o Scrum revolucionou a forma de criação dos softwares naquela época, já que prevê um processo de desenvolvimento mais flexível, dinâmico e iterativo.

Quando falamos de um processo iterativo ou ágil, falamos de pequenos ciclos que se repetem até a entrega do produto ou serviço. Ele permite o aprimoramento do produto durante o seu desenvolvimento — ou seja, não é preciso esperar o lançamento para validar se ele é eficiente e se conecta com o público.

Esquema do Modelo Iterativo ou Ágil. Quatro quadrantes iguais, lado a lado, separados por linhas pontilhadas verticais. Cada um deles possui duas setas bifurcadas apontando para a direita. A ponta inferior da seta é reta, enquanto a superior possui formato circular, apontando para a base da bifurcação. Abaixo de cada dupla de setas, há o texto "Implementação e teste", em preto. À direita do quadrante direito, ao lado do texto, há um ícone de monitor que possui uma engrenagem em seu centro. Abaixo deste, há o texto "Software". Abaixo do esquema, há o título "Modelo Iterativo", em laranja e o subtítulo "(Ágil)", em preto.

Esse tipo de processo permite que projetos em andamento sejam assertivos, sem desperdiçar tantos recursos quando o modelo Cascata.

Jeff Sutherland, um dos fundadores do Scrum, em seu livro Scrum - A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo diz o seguinte:

"Trabalhar em um produto em ciclos curtos possibilita um feedback inicial do usuário, permitindo que você possa eliminar imediatamente tudo aquilo que constitui um desperdício de esforço".

Ou seja, enquanto projetamos uma solução para determinado problema, podemos testar essa solução durante sua construção, conversando com a pessoa cliente e verificando se ela realmente será efetiva.

Com isso, ao longo do processo podemos eliminar tudo o que não agrega valor ou é desnecessário para o produto se constituir como solução assertiva.

Benefícios do Scrum

O uso do Scrum na gestão de diferentes tipos de projetos traz muitos benefícios. Entre eles:

Agilidade

Com seus ciclos iterativos, conseguimos produzir a solução de maneira ágil e assertiva

Colaboração

Esse tipo de processo é colaborativo, ou seja, por meio dele temos um nível maior de comunicação entre as pessoas envolvidas e também um alto grau de adaptação às mudanças que ocorrerão ao longo do refinamento do produto ou solução.

Melhor gestão de equipes

Quando temos um processo bem delimitado, conseguimos gerenciar as pessoas e saber quais são os responsáveis por cada tarefa, além de nos assegurar que todas as pessoas do time saberão o que deve ser entregue.

Menor desperdício de recursos

Os motivos para este benefício já foram citados anteriormente, como por exemplo, a rápida eliminação de tudo o que é desnecessário para o produto.

Identificação de gargalos

O Scrum também auxilia na identificação de gargalos no desenvolvimento, pois permite que a pessoa gestora tenha uma visão sistêmica de todo o processo, possibilitando que ela entenda quais partes dele não estão funcionando bem e identifique as pessoas responsáveis por elas.

Aumento da motivação do time

Através do aumento da colaboração, este método é ótimo para aumentar a motivação das pessoas colaboradoras. Quando todas trabalham juntas e se ajudam para entregar um projeto e cumprir determinado objetivo em comum, o time se sente mais motivado para dar o seu melhor e cumprir suas tarefas.

O projeto

Para utilizar o Scrum, precisamos ter um projeto. Mas o que é um projeto?

Ele nada mais é do que um esforço temporário empreendido por uma pessoa ou time para criar um produto, serviço ou solução que resolverá um determinado problema.

Apesar de todos os benefícios que o Scrum agrega quando aplicado em um projeto, não são todos que se adaptam a ele.

Em projetos com um escopo de poucas mudanças ou uma entrega de longo prazo — como, por exemplo, a construção de um prédio ou ponte — não se aconselha utilizar o Scrum.

Portanto, o Scrum é mais indicado para projetos mais flexíveis, que podem ser repensados ao longo do processo e conseguem se adaptar a testes e ajustes. Eles podem ser de produtos físicos (como roupas) ou digitais (como sistemas e aplicativos).

O Scrum também é ideal para projetos de serviço que visam, por exemplo, melhorar a experiência de atendimento à pessoa cliente.

Outras aplicações do Scrum

Além de auxiliar no desenvolvimento de produtos e serviços, o Scrum possui diversas aplicações em uma empresa, podendo beneficiar outros tipos de demandas internas do negócio.

O Scrum pode ser utilizado em:

Além disso, esse framework pode ser utilizado para melhorar a gestão de projetos executados em empresas que possuem outras empresas como clientes.

O Google e o Spotify são ótimos exemplos de empresas que utilizam o Scrum em sua rotina. Ao aplicarem essa poderosa ferramenta, elas conseguiram alcançar resultados excelentes de negócio, melhorando não só aspectos internos mas também a experiência das pessoas clientes.

Mesmo que existam muitos mitos envolvendo sua implementação, o Scrum vem conquistando espaço gradativamente nas empresas que buscam novas formas de gerenciar projetos.

A seguir, conheceremos o framework Scrum detalhadamente, entendendo toda a lógica por trás do seu processo. Nos vemos lá!

Sobre o curso Scrum: agilidade em seu projeto

O curso Scrum: agilidade em seu projeto possui 128 minutos de vídeos, em um total de 40 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Métodos Ágeis em Inovação & Gestão, ou leia nossos artigos de Inovação & Gestão.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Métodos Ágeis acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

De
R$ 1.800
12X
R$109
à vista R$1.308
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

Matricule-se

Pro

De
R$ 2.400
12X
R$149
à vista R$1.788
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Luri powered by ChatGPT

    Luri é nossa inteligência artificial que tira dúvidas, dá exemplos práticos e ajuda a mergulhar ainda mais durante as aulas. Você pode conversar com Luri até 100 mensagens por semana.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas