Alura > Cursos de DevOps > Cursos de AWS > Conteúdos de AWS > Primeiras aulas do curso Observabilidade na AWS: utilizando o CloudWatch

Observabilidade na AWS: utilizando o CloudWatch

Como funciona o CloudWatch - Apresentação

Boas-vindas a este curso de Observabilidade na AWS. Meu nome é Ricardo Merces e serei seu instrutor ao longo deste curso.

Ricardo Merces é uma pessoa de pele clara, com rosto arredondado e olhos escuros, sem cabelo e com barba por fazer. Veste uma camiseta rosa clara com o desenho de uma bicicleta. Está sentado em uma cadeira preta com detalhes vermelhos, em um ambiente com iluminação azul. Ao fundo, há um suporte com uma bicicleta na parede e uma estante com caixas pretas e outros objetos.

Imagine que você já tem um projeto na AWS — uma instância EC2, um banco de dados, um serviço de armazenamento ou qualquer outro serviço — e, agora, surgiu a necessidade de monitorar esse ambiente. Esse é o objetivo do serviço CloudWatch, o escopo deste curso!

Com o CloudWatch, aprenderemos a projetar um dashboard. Assim, observaremos as informações que realmente interessam para acompanhar a evolução da nossa infraestrutura, examinando as métricas, centralizando logs e configurando alarmes. Por exemplo, se nossa baseline de processamento extrapolar a margem de 60%, a equipe responsável por esse serviço precisa ser notificada.

Vamos estudar!

Como funciona o CloudWatch - Entendendo o CloudWatch

Para estudar o CloudWatch, tudo que precisamos é de uma conta na AWS. Se tiver dúvidas sobre como criar sua conta, você pode consultar os cursos iniciais de AWS na Alura, que possuem instruções detalhadas de como realizar esse processo.

Assim como os demais provedores, a Amazon oferece um período de 12 meses gratuitos de experimentação de serviços. Para saber mais, você pode pesquisar por "AWS free tier" em seu buscador de preferência e explorar a página de informações do nível gratuito da AWS para descobrir os serviços inclusos nessa conta.

Criada a conta, estamos prontos para iniciar nossos estudos sobre CloudWatch!

O que vamos estudar?

Torna-se cada vez mais comum alocar projetos na nuvem e o CloudWatch é uma ferramenta importante para nos auxiliar na análise da nossa infraestrutura.

Quantas instâncias são realmente necessárias para nosso projeto? Será que temos 10 máquinas EC2, mas estamos usando apenas 10% da capacidade de cada uma? Há maneiras de otimizar nossos recursos e reduzir os custos? Nosso espaço de armazenamento é o suficiente? Será que podemos direcionar os logs para um único lugar para que nós e o time responsável consigamos monitorar efetivamente o ambiente? Essa é a proposta do CloudWatch!

Partindo desse cenário, criaremos alarmes, modificações, métricas, dashboards e, pouco a pouco, nos familiarizaremos com esses recursos.

Dica do instrutor: apesar de não ser nosso idioma nativo, é interessante usar os serviços da AWS em inglês para nos familiarizarmos com os termos. Eventualmente, podemos nos deparar com uma questão de prova ou uma documentação sem tradução e, nesses casos, conhecer as expressões em inglês nos ajudará bastante!

Primeiros passos

De início, vamos acessar o console de gerenciamento da AWS. No canto direito superior, clicaremos no botão "Faça login no console".

Na parte superior do console, há uma barra de pesquisa. Vamos buscar por "cloudwatch" e, entre os resultados, clicaremos no serviço do CloudWatch para acessar sua interface.

À esquerda, há um painel de navegação, dividido em seções em subseções. Entre elas, temos:

Essas são algumas das seções que exploraremos ao longo do curso. Para saber mais sobre o funcionamento do CloudWatch, recomendamos consultar a documentação de referência.

Na documentação, note que a primeira pergunta a ser respondida é "O que é o Amazon CloudWatch?". No painel à esquerda, há uma série de outros tópicos pelos quais podemos navegar. No próximo vídeo, vamos explorar o tópico "Como CloudWatch funciona".

Como funciona o CloudWatch - Criando um alarme de custos

Na documentação do CloudWatch, no painel à esquerda, vamos acessar o tópico "Como o CloudWatch funciona". No primeiro parágrafo, temos a seguinte explicação:

"O Amazon CloudWatch é basicamente um repositório de métricas."

Ou seja, uma vez que entendermos as métricas, tudo fará sentido!

Na sequência, temos um diagrama em blocos de forma macro:

Diagrama de funcionamento do CloudWatch. À esquerda, há dois retângulos dispostos verticalmente (inputs). No de cima, está escrito "Resources that use CloudWatch" e há uma nuvem laranja onde se lê "AWS". No de baixo, está escrito "Your custom data". No centro do diagrama, há uma grande área retangular denominada "Amazon CloudWatch". Dentro dela, há três elementos. O primeiro elemento, à esquerda, chama-se "Metrics". Ambos inputs apontam para "Metrics". O segundo elemento, no canto superior direito, chama-se "Amazon CloudWatch Alarm". O terceiro elemento, no canto inferior direito, chama-se "Available Statistics". À direita do diagrama, há dois elementos dispostos verticalmente sob o título "Actions". O primeiro é "SNS email notification", o segundo é "Auto Scalling". "Amazon CloudWatch Alarm" aponta para esses dos elementos. Na parte inferior do diagrama, há mais dois elementos dispostos horizontalmente. À esquerda, "AWS Management Console". À direita, "Statistics Consumer". "Available Statistics" aponta para esses dois elementos.

Nesse diagrama, temos:

Os serviços que provisionamos na estrutura da AWS alimentam nosso dashboard e todo nosso sistema de análise. Eles são o input. Assim como é possível que os próprios serviços da AWS gerem dados para o CloudWatch, também podemos direcionar (via agente) nossos próprios dados e logs que não estão necessariamente na cloud! Estudaremos os agentes mais adiante neste curso.

Uma vez que colocamos esses dados no CloudWatch, eles serão refletidos em dashboards e gráficos dos mais variados tipos. Assim, conseguiremos fazer análises e gerar relatórios. Além disso, também temos as ações. Por exemplo, podemos gerar alarmes que nos notificam por SNS ou e-mail; ou alarmes que façam um auto-scalling, caso nosso ambiente não seja o suficiente. Ou seja, é possível combinar vários recursos do CloudWatch.

Dada essa percepção geral do funcionamento do CloudWatch, vamos partir para os estudos.

Criando um alarme

Mesmo usando a conta de nível gratuito, nem todo serviço da AWS é gratuito. Então, começaremos criando alarmes referentes à verba que temos alocada para nosso projeto.

A princípio, vamos fazer o login no console de gerenciamento da AWS novamente. Na página inicial do console, temos uma lista dos serviços visitados recentemente. Caso o CloudWatch não conste nessa lista, podemos pesquisar por "cloudwatch" na barra de pesquisa no topo da tela e acessá-lo.

Na interface do CloudWatch, no painel à esquerda, temos a seção "Alarms", cujas subseções são:

Vamos acessar a subseção "Billing", pois este é um alarme muito importante. Ao final da nova tela que apareceu à direita, pressionaremos o botão laranja "Create alarm", para criar um alarme relativo à quantidade de dinheiro destinado a este projeto. Como estamos em um cenário de estudos e testes, vamos inserir um valor baixo.

De início, vamos preencher os campos sob o título "Metric". Podemos manter o nome da métrica como "EstimatedChanges". No campo "Currency", vamos informar a moeda que usamos: BRL. No campo "Statistic", definiremos que a métrica usada será o (Maximum), pois queremos ser notificados quando o valor máximo for atingido. No campo "Period", podemos determinar 1 dia:

Em seguida, vamos preencher os campos sob o título "Conditions". Definiremos o tipo de limite (threshold type) como estático. Supondo que temos R$10,00 para esse projeto, quando a métrica atingir um valor maior ou igual a 8 reais, queremos ser avisados:

Dessa forma, seremos avisados quando nossa verba estiver chegando ao limite. Por fim, vamos clicar no botão "Next" no canto inferior direito.

Na sequência, vamos configurar o gatilho (trigger) do alarme, ou seja, o evento que aciona a notificação. No campo "Alarm state trigger", marcaremos a opção "In alarm". Depois, partindo do princípio que não temos nenhum tópico definido, vamos criar um. Basta selecionar a opção "Create new topic".

Ao trabalhar com o CloudWatch, temos uma variedade de serviços coligados. Um deles é o SNS, o serviço de notificação da AWS.

No campo "Create a new topic...", digitaremos o nome do nosso tópico, que será "Alerta_Budget". No próximo campo, é preciso informar o e-mail em que queremos ser notificados:

Vamos clicar no botão "Create topic", logo abaixo do campo em que informamos nosso e-mail. Por fim, clicaremos no botão "Next" no canto direito inferior da tela.

Na nova página, podemos adicionar o nome e a descrição do alarme. Como o segundo é opcional, vamos inserir apenas o nome:

Em seguida, clicaremos no botão "Next" novamente para conferir um resumo dos dados que configuramos para o alarme. Nessa página, temos um gráfico referente à métrica "EstimatedChanges":

Gráfico da métrica EstimatedChanges. O eixo X mostra quatro datas, graduadas de 2 em 2 dias. O eixo Y mostra o valor em reais, graduado de 50 em 50 centavos, do 7 ao 9. Uma linha vermelha horizontal atravessa o gráfico, na altura do número 8. Abaixo do gráfico, há uma legenda, indicando a cor azul para "EstimatedChanges".Assim, se atingirmos os R$8,00, receberemos uma notificação por e-mail. Para finalizar, clicaremos no botão "Create alarm" no canto direito inferior da tela.

O alarme foi criado! Na sequência, faremos alguns ajustes para validar nosso alarme.

Sobre o curso Observabilidade na AWS: utilizando o CloudWatch

O curso Observabilidade na AWS: utilizando o CloudWatch possui 139 minutos de vídeos, em um total de 31 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de AWS em DevOps, ou leia nossos artigos de DevOps.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda AWS acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

De
R$ 1.800
12X
R$109
à vista R$1.308
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

Matricule-se

Pro

De
R$ 2.400
12X
R$149
à vista R$1.788
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Luri powered by ChatGPT

    Luri é nossa inteligência artificial que tira dúvidas, dá exemplos práticos e ajuda a mergulhar ainda mais durante as aulas. Você pode conversar com Luri até 100 mensagens por semana.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas