Alura > Cursos de UX & Design > Cursos de Design Editorial > Conteúdos de Design Editorial > Primeiras aulas do curso InDesign: produção em pequena escala

InDesign: produção em pequena escala

Fase anteprojetual - Apresentação

Olá. Tudo bem? Eu sou o Felipe Labouriau, designer gráfico, instrutor aqui na Alura e quero te convidar a participar do nosso curso de produção no InDesign para pequena escala. Significa que vamos criar uma arte para um uso mais pontual, como uma ação de divulgação interna de uma empresa, uma ação promocional, como é o caso específico desse folder de duas dobras com impressão frente e versão que nós vamos fazer durante o curso.

Vamos ter tanto uma parte mais teórica no início, que vamos conversar sobre pontos importantes para composição gráfica, modos de cores, grid e depois toda uma parte maior mais prática, em que vamos experimentar ferramentas para tanto criar estilos, automações dentro do InDesign, como também trabalhar imagens e texto em uma relação fluída e assimétrica para ter o melhor resultado possível.

Criarmos, em última análise, um material gráfico visualmente estimulante e interessante, que preserve a sua unidade interna, com acabamento que estamos vendo aqui em tela. Vamos trabalhar com o texto que nos foi passado e com imagens que vamos ilustrar todo esse conteúdo.

Esse curso é para você que já mexe um pouco no InDesign, preferencialmente que já tenho feito o nosso curso de introdução aqui na Alura e quer agregar um pouco mais de conhecimento para criação de materiais próprios para impressão em pequena escala. Espero que você tenha curtido a nossa proposta e eu te vejo aqui no curso.

Fase anteprojetual - Overview

Seja bem-vindo a mais um curso aqui na Alura. Muito obrigado pela sua participação. Eu quero aproveitar esse momento para conversamos sobre tudo aquilo que vai ser trabalhado durante o curso. O curso vai ter tanto uma carga teórica, quanto depois uma carga maior, mais prática.

Vamos iniciar pela carga teórica conversando sobre boas práticas na composição visual. O que é uma composição visual? É justamente o trabalho que nós vamos conduzir, de combinar textos, imagens, grafismos, cores em uma mesma mídia, em um mesmo espaço, querendo sempre o melhor resultado possível.

Vamos conhecer três pontos importantes: simplicidade, equilíbrio e movimento, e centro de interesse para ter bons resultados visuais. Depois, vamos falar sobre um artificio de diagramação conhecido como grid, que vai delimitar regras e criar limitações para, no momento que trouxermos todo esse conteúdo para nossa composição, ele aconteça da melhor maneira possível, mas sem, claro, seciar a nossa criatividade.

Na sequência, vamos falar ainda sobre modos de cores, como uma cor na tela, que utliza o modo de cor RGB, pode acontecer de uma maneira totalmente diferente quando impressa, que utiliza um modo de cores CEMIK. Na sequência, vamos de fato para dentro do InDesign começar o nosso trabalho.

Vamos montar um folder de duas dobras para a impressão, com impressão na frente e no verso, entendendo como precisamos organizar as páginas desse folder para que o trabalho com o arquivo na minha tela da maneira como ele vai ser impresso, entendendo, inclusive, o que é um formato aberto e um formato fechado de um arquivo. Vamos montar, então, um grid modular dentro do nosso folder para trazer todo esse conteúdo, as imagens, os grafismos, os textos. Vamos definir estilos para os textos para nós termos um padrão e uma unidade interna para esse nosso material, que vai se traduzir por esses estilos e também pelas cores.

Vamos trabalhar com as automações de estilos de caráter, estilos de parágrafos, entendendo a diferença entre eles e também os estilos aninhados. Vamos, em um primeiro momento, trabalhar com uma face desse nosso folder no formato aberto para montar uma base dessa nossa composição, um etilo que depois vai se repetir no verso. Vamos definir também frames, molduras estilizadas para o nosso trabalho, ver como trabalhar com imagens dentro do InDesign.

Na sequência, quando partimos para essa segunda parte do folder para o miola, vamos outras diferenças de interação de imagem e texto, como por exemplo o text [ININTELIGÍVEL], que é um isolamento que uma imagem pode ter em relação ao texto. Vamos ver como refletir uma imagem e criar esse efeito aqui do smartphone, vamos definir todo esse estilo baseado nos fundamentos de fluidez e assimetria do conteúdo.

Vamos conversar o tempo todo sobre como criar o nosso folder, como agir com a ferramenta, mais tendo em vistas os conceitos todos falados anteriormente. Depois de montar a arte de fato, vamos ver todos os cuidados que são necessários para exportação e a exportação de fato, a criação de um documento pdf para ser encaminhado para gráfica para produção.

Por último, para termos o hábito de começar a montar um portfólio online, para mostrarmos as nossas habilidades, não ficarmos restritos a, por exemplo, uma página de currículo, vamos montar uma simples apresentação que vai ser carrega no Behance, uma plataforma online que funciona como portfólio para designers para sempre termos oportunidade de divulgar o nosso trabalho se assim for necessário.

Mais uma vez, obrigado pela sua presença. Espero que você tenha curtido a proposta e nos vermos durante o curso.

Fase anteprojetual - Pesquisa e referências

Durante o nosso curso, nós vamos conduzir um trabalho criativo, ou seja, vamos criar do zero um folder para impressão que nos foi pedido para alguém. Todo momento que você apresentar o seu projeto é muito importante que as decisões que você tenha tomado durante esse processo criativo sejam baseadas em fundamentos sólidos e não dependam pura e simplesmente do seu gosto.

Se quem te pediu o trabalho perguntar: "por que você escolheu essa tipografia? Por que você escolheu essa cor? Por que a peça tem estilo?", você não vai dizer simplesmente: "ah, porque eu gosto disso". Você vai poder apresentar argumentos sólidos. A primeira coisa que eu quero te recomendar é que pesquise referências. Uma plataforma muito boa para isso é o "behance.net", um portfólio online que designers compartilham os seus trabalhos.

Aqui podemos pesquisar por temas ou formatos de arquivo. Por exemplo, já que estamos trabalho para um banco, vou pesquisar aqui "fintech", e a partir desses resultados, eu posso explorar e entender como que os designers estão trabalhando, cores, tipografia, estilos de comunicação, se é mais minimalista, se é menos minimalista e construir aqui uma referência sólida para o eu trabalho.

Na sequência, eu quero falar com você sobre o site Google Fonts. Aqui vamos poder pesquisar fontes gratuitas para o download. Muito importante pontuar isso, as fontes são produtos de um trabalho comercial de um profissional, então vamos utilizar as fontes que são gratuitas, não vamos baixar uma fonte pirata e utilizar. Aqui dentro do Google Fonts, eu consigo, primeiro, em tempo, enxergar como a fonte está se comportando.

Vou escrever aqui, por exemplo, tecnologia e note que eu consigo enxergar como todas essas tipografias vão acontecer. Aqui ao lado eu posso aumentar a dimensão se eu quiser e posso ainda filtrar as categorias das famílias tipográficas. Digamos que eu queira uma fonte sem serifa, então vou desabilitar as opções com serifa, display, handwriting e monospace, e manter apenas "sem serifa", o Google Fonts me mostra quais que ela tem.

Eu recomendo que você escolha tipografias que têm muitos estilos para te dar uma liberdade criativa maior. Aqui em "Font properties" eu vou habilitar "Number of styles" e vou dizer que eu quero pelo menos seis estilos de tipografia. Digamos, então, que eu tenha ficado satisfeito com a Roboto, eu vou clicar nela e aqui em "download font Family" vou fazer o download dessa família e depois instalar na minha máquina.

Depois tratando das cores do seu trabalho, pode até ser que essas cores tenham sido passadas para você, que você não tenha que escolhê-las, bem como com a tipografia, mas vamos considerar que você precisa escolher. O site Adobe Color te oferece aqui no centro da tela um círculo cromático com cinco amostra de cores para você ir explorando e descobrir a partir de uma regra, que estar aqui do nosso lado, uma relação interessante de cores e montar uma paleta delas, então cores análogas, cores monocromáticas, cores complementares.

No material complementar, em um "Para Saber Mais", eu vou explicar um pouco mais a fundo como você pode mexer nessa ferramenta. Além de você criar a sua patela de cores aqui em "Create", você pode vir em "Trends", tendências, e descobrir as tendências que outros profissionais estão trabalhando para determinados assuntos. O Adobe automaticamente me entrega aqui "Fashion", "Graphic Design", "Ilustration", "Architecture", mas você pode aqui em cima pesquisar, por exemplo, "fintech", que é um tema que estamos trabalhando e entender mais uma vez como os profissionais estão trabalhando com esse tipo de assunto.

Por último, uma vez que você tenha escolhido as cores, eu recomendo que você vá nesse site aqui, "colorshark.io". Não se preocupe que todos os links que eu citei aqui e outros ainda complementares vão estar também em um Para Saber Mais. Aqui eu consigo em tempo real confirmar se as cores que eu escolhi são acessíveis quando combinadas juntas, se eu tenho legibilidade.

Ele me entrega aqui um texto com um fundo com um valor de 7,6 e um ticket, me mostrando que essa cor estar aprovada, que ela vai funcionar bem. Porém, se eu experimentar aqui uma outra cor, editar aqui as propriedades dessa cor e chegar a esse valor de 4,13, o que ele está me dizendo? Que não estar muito bom, tem essa exclamação. Se eu mudar mais ainda, ele fica ilegível, eu não vou conseguir a acessibilidade ideal, principalmente futuramente se você for trabalhar com materiais para tela.

Inclusive, temos um Alura Mais que vai estar lincado no Para Saber Mais para você acessar caso você queira saber mais ainda sobre a acessibilidade de cores. Essa plataforma me dar duas alternativas: clarear o meu texto, "Brighten your text", ou escurecer o meu fundo, "darken your background", ou seja, mudar as cores, e ele me dar essa avaliação. A partir de 4 esse contraste fica aprovado, eu tenho acessibilidade.

Esse vídeo aqui foi para conversarmos sobre essa fase anti-projetual, antes de você começar o processo criativo, para você conseguir escolher o estilo do seu trabalho, pesquisando referências, depois selecionar uma tipografia e uma paleta cromática que seja acessível para sua criação. Vou finalizando essa aula por aqui. Como sempre, gosto de te lembrar que o espaço do fórum estar aberto para você tirar suas dúvidas, fazer seus comentários, compartilhar o seu trabalho e nos vemos na próxima aula.

Sobre o curso InDesign: produção em pequena escala

O curso InDesign: produção em pequena escala possui 138 minutos de vídeos, em um total de 47 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Design Editorial em UX & Design, ou leia nossos artigos de UX & Design.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Design Editorial acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

De
R$ 1.800
12X
R$109
à vista R$1.308
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

Matricule-se

Pro

De
R$ 2.400
12X
R$149
à vista R$1.788
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Luri powered by ChatGPT

    Luri é nossa inteligência artificial que tira dúvidas, dá exemplos práticos e ajuda a mergulhar ainda mais durante as aulas. Você pode conversar com Luri até 100 mensagens por semana.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas