Tree Testing e Card Sorting: entenda a diferença entre eles e quando usá-los

Tree Testing e Card Sorting: entenda a diferença entre eles e quando usá-los
Gabriela de Lima Silva
Gabriela de Lima Silva

Compartilhe

Você já navegou em um site ou aplicativo usando o menu para encontrar determinado produto?

Saiba que esse elemento não é criado aleatoriamente: para que um menu seja assertivo e traga bons resultados, é preciso um estudo com as pessoas usuárias.

Para isso, existe uma especialidade que nos ajuda na organização de um site ou app, conhecida como Arquitetura da Informação. Essa é uma área focada na organização estratégica do conteúdo, cujo objetivo é otimizar a navegação das pessoas usuárias. Em resumo, profissionais dessa área cuidam dos fluxos, nomes de categorias, ordenação de páginas e tudo aquilo que esteja ligado à organização do conteúdo dentro de um site, aplicativo ou produto.

Dentro dessa área, é possível encontrar alguns métodos de pesquisa que auxiliam no processo de organização dos conteúdos.

Neste artigo, vamos bater um papo sobre dois populares métodos: o Card Sorting e o Tree Testing. Ao longo da leitura, você vai saber:

  • O que é Card Sorting e quando utilizá-lo;
  • O que é Tree Testing e quando utilizá-lo;
  • Qual a diferença entre ambos os métodos.

Vamos lá?

O que é Card Sorting?

alt text: uma pessoa em pé de frente para uma mesa longa organizando cartões em 04 grupos diferentes

Já parou para pensar em como grandes sites e aplicativos como Google, Youtube, Netflix e Amazon criaram as categorias e subcategorias que existem em suas plataformas? Por exemplo: a Netflix possui categorias como “Aclamados pela crítica”, “Campeões de Bilheteria” e “Para a família toda”.

Apesar dessas empresas terem uma forte cultura de conhecer quem são seus usuários, as categorias não são nomes que simplesmente “surgiram do nada”.

Para entender melhor como organizar um produto digital, é preciso entender como o público organiza e classifica os conteúdos mentalmente. O Card Sorting nos ajuda exatamente com essa necessidade!

Card Sorting ou Ordenação de Cartões é um método de pesquisa na qual oferecemos cartões com nomes de itens que existem no site ou no app, e pedimos para que os(as) participantes, que são usuários e usuárias finais convidados para participar do projeto, separem todos em grupos que façam sentido para eles. Ao final, orientamos para que nomeiem cada um dos grupos separados da maneira que acharem melhor.

Uma forma bem legal de entender melhor como o Card Sorting funciona e qual sua importância é utilizar o exemplo da lista de itens de supermercado. Se você oferecer uma mesma sequência de alimentos para diferentes pessoas e pedir para que cada uma organize da maneira que quiser, será possível perceber que existem milhares de formas de agrupar e classificar as coisas.

Abaixo, temos dois exemplos simples, mas que já impactam bastante a forma na qual os itens estão distribuídos!

No primeiro exemplo, observamos que a pessoa participante achou melhor separar tudo de acordo com o sabor de cada um dos itens:

alt text: Exemplo 01 de Card Sorting. A imagem possui uma lista de alimentos e do lado mostra uma forma de agrupar esses itens dentro de classificações. A primeira classificação se chama “Doce” e contém os itens “sorvete”, “refrigerante”, “biscoito recheado” e “suco”. A segunda classificação é “Salgado” e contém os itens “arroz”, “feijão”, “macarrão”, “frango”, “salsicha”, “pão” e “carne bovina”. A terceira classificação é “Amargo” e contém o item “café”.

Logo abaixo, temos um segundo exemplo de organização, em que a pessoa participante considerou organizar a lista por divisões já existentes em supermercados:

alt text: Exemplo 02 de Card Sorting. A imagem possui a mesma lista de alimentos, mas do lado mostra uma forma diferente de agrupar esses itens dentro de classificações. A primeira classificação se chama “Padaria” e contém o item “pão”. A segunda classificação é “Bebidas” e contém os itens “café”, “suco” e “refrigerante”. A terceira classificação é “Mantimentos” e contém os itens “arroz”, “feijão”, “macarrão” e “biscoito recheado”. A quarta classificação é “Açougue” e contém os itens “frango”, “salsicha” e “carne bovina”. A quinta classificação é “Sobremesa” e contém o item “sorvete”.

Note como a organização das listas mudou radicalmente de uma pessoa para a outra! Isso é algo extremamente normal, pois pessoas pensam e organizam coisas de formas diferentes e o método Card Sorting existe para nos ajudar a compreendê-las melhor.

É importante destacar também que podemos convidar as partes interessadas de um negócio, os chamados Stakeholders, para participarem do Card Sorting dependendo do tipo de projeto. Por exemplo: caso o produto desenvolvido seja uma intranet, nome dado aos sites feitos exclusivamente para pessoas que trabalham dentro de uma determinada empresa, é recomendado chamar os próprios colaboradores do local para aplicar a pesquisa, pois esse será o grupo de usuários finais que utilizará o produto.

Dessa maneira, conseguimos entender a forma como as pessoas usuárias pensam, organizam, classificam e nomeiam conteúdos em suas mentes. Isso é uma grande vantagem, pois nos ajuda a estruturar produtos de forma assertiva e que podem facilitar a vida da pessoa usuária.

Quando utilizar o Card Sorting?

alt text: imagem de duas pessoas olhando para um quadro branco, enquanto uma terceira pessoa está colocando alguns post-it no quadro

Como vimos, o propósito principal do Card Sorting é ajudar a equipe a entender como melhor organizar o conteúdo de um produto para que a pessoa usuária possa ter uma experiência fluida e tranquila. Então, em momentos em que for necessário dividir o conteúdo em grupos e classificá-lo, a aplicação de um Card Sorting é muito bem-vinda!

Por exemplo, em estágios iniciais de um produto ou quando há a necessidade de uma reestruturação das categorias e subcategorias de um site, são os momentos em que o Card Sorting é solicitado e aplicado nos projetos.

O que é Tree Testing?

alt text: imagem de quatro pessoas de frente para uma mesa cheia de papéis com telas desenhadas, post-its coloridos com anotações e um computador

Se primeiro nós pensamos em como estruturar as categorias e subcategorias de um site, agora vamos entender como testar uma organização que já está pronta.

O Tree Testing, ou Teste de Árvore, é um método de pesquisa na qual nós mostramos a estrutura do site pronta para a pessoa usuária, com apenas os nomes das categorias e subcategorias, e pedimos para que ela realize algumas tarefas, como encontrar itens específicos dentro dessas divisões.

Imagine que você está participando de uma pesquisa Tree Testing e está sendo testado o menu do site Netflix. As tarefas a serem solicitadas seriam ações como: “procure a sua série preferida”, “encontre o seu filme favorito”, “procure filmes que estão super em alta”, etc. Esses pedidos fazem com que você utilize o menu e as categorias e subcategorias que estão nele, pois essa será a forma de navegação disponível para realizar as tarefas.

Esse teste nos permite analisar se a forma como estruturamos o site, aplicativo ou o produto está de fato funcionando e fazendo sentido para a pessoa usuária. Conseguimos analisar se os conteúdos estão em divisões que combinam com o que realmente são e se as pessoas participantes estão encontrando o que precisam com rapidez e de forma intuitiva.

Quando utilizar o Tree Testing?

alt text: foto de uma mulher em pé, olhando para um quadro branco cheio de papéis pendurados e apontando para dois post-its específicos

O foco principal do Tree Testing está em testar a estrutura da divisão dos conteúdos de um produto, então sempre que houver pontos ligados a essa questão, o Tree Testing pode ser levado em consideração. Por exemplo: caso um novo tipo de filme surja no mundo cinematográfico e a Netflix tenha que adicionar uma categoria 100% nova dentro da plataforma, é indicado aplicar o Tree Testing para entender se a nova organização e o nome estão fazendo sentido para as pessoas usuárias.

Um exemplo muito popular é o uso de Tree Testing em e-commerce, lojas virtuais focadas em vendas. Hoje em dia temos sites que possuem uma grande estrutura e uma quantidade infinita de produtos, como a Amazon e o Mercado Livre. Nesses casos, uma organização mal feita pode resultar na perda de muitos possíveis clientes e, consequentemente, na queda nos lucros, pois a pessoa usuária desiste de realizar compras quando não consegue encontrar o que procura com facilidade e/ou se sente perdida no site. Por isso, a testagem da estrutura do conteúdo em e-commerce, por exemplo, é crucial.

Além disso, é necessário manter uma cultura de pesquisa constante. Pessoas não permanecem as mesmas para sempre e a forma como pensam também muda com o passar do tempo. Por conta disso, é necessário ter a cultura de testar a estrutura do site ou app de tempos em tempos para entender se a organização ainda está fazendo sentido ou se precisa de atualização.

Qual a diferença entre Card Sorting e Tree Testing?

alt text: imagem de materiais de papelaria, como post-its coloridos, papéis sulfite coloridos, e canetas de diversos formatos e cores, tudo dentro de uma maleta

As duas formas de pesquisa apresentadas estão ligadas diretamente à organização de conteúdo, e por isso acabam sendo semelhantes e gerando uma pequena confusão.

Apesar dessa semelhança, as duas possuem focos diferentes. Uma dica interessante é pensar nessas duas formas de pesquisa como se fossem irmãs que são gêmeas, mas que não são idênticas: podem ser muito parecidas, mas não são iguais.

O foco principal do Card Sorting está em organizar conteúdo, enquanto o Tree Testing está direcionado para testar a organização do conteúdo.

No Card Sorting as pessoas vão colocar itens dentro de grupos e dar nome a esses conjuntos, e no Tree Testing as participantes vão procurar esses conteúdos dentro das categorias e subcategorias já prontas.

Revisando

Nesse artigo, conversamos sobre:

  • Card Sorting ou Ordenação de Cartões é um método de pesquisa na qual oferecemos cartões com nomes de itens que existem no site ou no app, e pedimos para que os(as) participantes, que são usuários e usuárias finais convidados para participar do projeto, separem todos em grupos que façam sentido para eles. Ao final, orientamos para que nomeiem cada um dos grupos separados da maneira que acharem melhor.

  • Em momentos em que for necessário dividir o conteúdo em grupos e classificá-lo, a aplicação de um Card Sorting é muito bem-vinda!

  • O Tree Testing, ou Teste de Árvore, é um método de pesquisa na qual nós mostramos a estrutura do site pronta para a pessoa usuária, com apenas os nomes das categorias e subcategorias, e pedimos para que ela realize algumas tarefas, como encontrar itens específicos dentro dessas divisões.

  • O foco principal do Tree Testing está em testar a estrutura da divisão dos conteúdos de um produto, então sempre que houver pontos ligados a essa questão, o Tree Testing pode ser levado em consideração.

  • O foco principal do Card Sorting está em organizar conteúdo, enquanto o Tree Testing está direcionado para testar a organização do conteúdo. Em um as pessoas vão colocar itens dentro de grupos e dar nome a esses conjuntos, no outro os(as) participantes vão procurar esses conteúdos dentro das categorias e subcategorias já prontas. Essas são as principais diferenças entre esses dois métodos de pesquisa.

Curtiu o nosso papo? Quer mais conversas parecidas com essa? Então vem com a gente, pois aqui na Alura temos diversos conteúdos para que você possa mergulhar cada vez mais em tecnologia. Para te ajudar, confira estas super dicas de materiais e saiba por onde você pode começar:

Esperamos te ver por lá! Bora mergulhar em tecnologia?

Até mais!!


Créditos

Conteúdo e escrita: Gabriela de Lima

Revisão Didática e Técnica: Ana Raquel Cruz e Luiz Lima

Gabriela de Lima Silva
Gabriela de Lima Silva

Olá, eu sou a Gabi Lima! Sou designer gráfica, UX Designer e UI Designer. Amo ter contato com pessoas e entender seus sonhos e receios. É um alegria dizer que, hoje em dia, trabalho compartilhando meu conhecimento com todos vocês!

Veja outros artigos sobre UX & Design