'Hello World' em várias linguagens!

'Hello World' em várias linguagens!
Camila Pessôa
Camila Pessôa

Compartilhe

Olá, Mundo - ‘Hello World’ em várias linguagens!

Olá, Mundo!

A imagem mostra um notebook no centro com as palavras “Hello World” no meio de sua tela e ao lado algumas linhas de código ilegíveis se movimentando. Ao lado esquerdo do notebook há um fone com alguns detalhes em cores piscando e ao lado esquerdo há um mouse com detalhes em cores piscando.

Há muito tempo existe uma lenda que conta a história de um programador que iniciou seus estudos sem dar as devidas “Boas-vindas” e teve má sorte com códigos cheios de bugs a vida inteira!

A animação mostra um gatinho cinza vestido com uma blusa verde listrada. Ele está digitando freneticamente em um notebook em uma mesa de centro de sua sala de estar com um sofá confortável ao fundo.

Embora a lenda urbana não seja mais tão assustadora, o famoso “Hello, World!” não é só uma tradição, mas é interessante para tornar o primeiro contato com a linguagem e sua sintaxe algo mais palatável. Além disso, essas primeiras linhas de código nos ajudam a verificar se a configuração do ambiente se comporta como o esperado. Por via das dúvidas eu vou continuar começando meu aprendizado com o “Olá, Mundo!”. Vamos conferir algumas linguagens?

Arduino é uma excelente forma de começar a programar, pensado para crianças a partir de 8 anos foi a porta de entrada na programação para muitos programadores:

// Hello world in the Arduino programming language 
void setup()
{
        Serial.begin(9600);
        Serial.println("Hello, world!");
}

void loop()
{

}

C#, assim como Java, nunca sai de moda. Muito utilizada em desenvolvimento de games e Back-End.

//Hello World in C#
class HelloWorld
{
    static void Main()
    {
        System.Console.WriteLine("Hello, World!");
    }
}

C++ é uma linguagem robusta:

// Hello World in C++ (pre-ISO)

#include <iostream.h>

main()
{
    cout << "Hello World!" << endl;
    return 0;
}

Uma das vovós das linguagens de programação é a COBOL. Olha só como fica o Hello World na sintaxe dessa velha senhora:

* Hello World in COBOL

*****************************
IDENTIFICATION DIVISION.
PROGRAM-ID. HELLO.
ENVIRONMENT DIVISION.
DATA DIVISION.
PROCEDURE DIVISION.
MAIN SECTION.
DISPLAY "Hello World!"
STOP RUN.
****************************

Delphi também é uma linguagem antiga mas ainda usada por muitos:

// Hello World in Delphi
Program Hello_World;

{$APPTYPE CONSOLE}

Begin
  WriteLn('Hello World');
End.

Elixir vem crescendo a cada ano que passa:

# Hello world in Elixir

defmodule HelloWorld do
  IO.puts "Hello, World!"
end

Já imaginou programar furando cartões? A Fortran também é uma das ancestrais e foi criada pela IBM. É uma das primeiras linguagens que trabalha programação imperativa:

C     Hello World in Fortran

      PROGRAM HELLO
      WRITE (*,100)
      STOP
  100 FORMAT (' Hello World! ' /)
      END

GO é uma linguagem compilada criada pela Google e que conquista espaço no mercado. Sem dúvidas, o desenvolvedor que souber dar um alô para o mundo em GO terá um diferencial:

// Hello world in Go

package main
import "fmt"
func main() {
 fmt.Printf("Hello World\n")
}

Java é a queridinha de todos nós aqui da Alura e dispensa apresentações. Provavelmente essas foram as primeiras linhas de código de todo o desenvolvedor Java:

// Hello World in Java

class HelloWorld {
  static public void main( String args[] ) {
    System.out.println( "Hello World!" );
  }
}

Outra linguagem que é essencial e domina o ambiente Web, JavaScript não poderia ficar fora:

// Hello world in JavaScript

console.log("Hello World");

A linguagem made in Brazil Lua:

# Hello World in Lua

print "Hello world"

Python 3:

# Hello world in Python 3 (aka Python 3000)

print("Hello World")

Assembly é uma linguagem de baixo nível. Na prática isso significa que ela está mais próxima da linguagem em nível de máquina e possui menor abstração do que linguagens de alto nível:

; Hello World for Intel Assembler (MSDOS)

mov ax,cs
mov ds,ax
mov ah,9
mov dx, offset Hello
int 21h
xor ax,ax
int 21h

Hello:
  db "Hello World!",13,10,"$"

As linguagens mais curiosas

Para cada pessoa no mundo há uma linguagem especial, desde os amantes da literatura até os marombas de academia são contemplados. Não acredita? Confere só:

A SPL, ou Linguagem Shakespeare é baseada na obra do famoso autor e sua saudação é simplesmente assim:

The Infamous Hello World Program in Shakespeare.

Romeo, a young man with a remarkable patience.
Juliet, a likewise young woman of remarkable grace.
Ophelia, a remarkable woman much in dispute with Hamlet.
Hamlet, the flatterer of Andersen Insulting A/S.

                    Act I: Hamlet's insults and flattery.

                    Scene I: The insulting of Romeo.

[Enter Hamlet and Romeo]

Hamlet:
 You lying stupid fatherless big smelly half-witted coward!
 You are as stupid as the difference between a handsome rich brave
 hero and thyself! Speak your mind!

 You are as brave as the sum of your fat little stuffed misused dusty
 old rotten codpiece and a beautiful fair warm peaceful sunny summer's
 day. You are as healthy as the difference between the sum of the
 sweetest reddest rose and my father and yourself! Speak your mind!

 You are as cowardly as the sum of yourself and the difference
 between a big mighty proud kingdom and a horse. Speak your mind.

 Speak your mind!

[Exit Romeo]

                    Scene II: The praising of Juliet.

[Enter Juliet]

Hamlet:
 Thou art as sweet as the sum of the sum of Romeo and his horse and his
 black cat! Speak thy mind!

[Exit Juliet]

                    Scene III: The praising of Ophelia.

[Enter Ophelia]

Hamlet:
 Thou art as lovely as the product of a large rural town and my amazing
 bottomless embroidered purse. Speak thy mind!

 Thou art as loving as the product of the bluest clearest sweetest sky
 and the sum of a squirrel and a white horse. Thou art as beautiful as
 the difference between Juliet and thyself. Speak thy mind!

[Exeunt Ophelia and Hamlet]

                    Act II: Behind Hamlet's back.

                    Scene I: Romeo and Juliet's conversation.

[Enter Romeo and Juliet]

Romeo:
 Speak your mind. You are as worried as the sum of yourself and the
 difference between my small smooth hamster and my nose. Speak your
 mind!

Juliet:
 Speak YOUR mind! You are as bad as Hamlet! You are as small as the
 difference between the square of the difference between my little pony
 and your big hairy hound and the cube of your sorry little
 codpiece. Speak your mind!

[Exit Romeo]

                    Scene II: Juliet and Ophelia's conversation.

[Enter Ophelia]

Juliet:
 Thou art as good as the quotient between Romeo and the sum of a small
 furry animal and a leech. Speak your mind!

Ophelia:
 Thou art as disgusting as the quotient between Romeo and twice the
 difference between a mistletoe and an oozing infected blister! Speak
 your mind!

[Exeunt]

A animação mostra um desenho do autor Shakespeare trajado em uma roupa de época. Ele está dançando e há quatro crânios humanos acompanhando sua dança circundando a região dos ombros e cabeça.

Já pensou em escrever em Emoticons? :D

** Hello world in Emoticon **

hello world :-Q S:-P :-Q

Outra linguagem que foi criada para “fritar” os neurônios é a WhiteSpace. Como o nome sugere, você irá programar sem palavras ou números, apenas com espaço, tab e quebras de linha. Dessa forma o espaço em branco é o seu código. Entendeu!?! Acho que nem eu. Mas vamos tentar:

WhiteSpace

A imagem mostra os códigos da linguagem whitespace, que consistem em vários espaços em branco, vários blocos em verde e alguns blocos em vermelho. No início está escrito “Say hello.”

Existe também a Linguagem Birl, inspirada no meme. É verdade! Você pode conferir o código fonte aqui e testar a linguagem no birl language.

A animação mostra um homem musculoso, o Leo Stronda, ao centro com uma regata de academia e um boné. Ele arregala os olhos porque está trabalhando os músculos do trapézio ascendente. Ao seu lado esquerdo há outro homem, que veste uma regata e um boné, e cochicha algumas palavras de incentivo para continuar o exercício.

E para finalizar com chave de ouro um “Hello World” em uma das linguagens mais divertidas que existem!

Scratch

A imagem mostra dois blocos de código do Scratch. O primeiro é o “quando a bandeirinha for clicada” e o segundo é o “diga - Olá, Mundo! - por - 2 - segundos”.

A saída ficará assim:

Ao lado direito a animação mostra dois blocos de código do Scratch. O primeiro é o “quando a bandeirinha for clicada” e o segundo é o “diga - Olá, Mundo! - por - 2 - segundos” sendo executados. Ao lado esquerdo há o gatinho do Scratch falando “Olá, Mundo!”.

Agora temos o maior mistério resolvido: não tem jeito… a melhor linguagem de programação é o Scratch! (Contém ironia).

A imagem está dividida no meio, ao lado esquerdo há três linguagens de programação e ao lado direito há um homem caucasiano com uma roupa preta, o personagem magneto do filme X-men first class. Na primeira linha temos o ícone da linguagem python, e ao seu lado direito o magneto diz “Eu prefiro a melhor linguagem de programação”. Na segunda há o ícone de C++ e ao lado o magneto diz “Eu disse a melhor”. Na terceira e última linha há a logo do Scratch e ao lado o magneto diz: “Perfeição”.

Conclusão

Brincadeiras à parte, a prática é fundamental ao programador e uma excelente forma de começar é por meio da nossa querida saudação às máquinas. A sensação de presenciar as linhas de código que ordenam o “Olá, Mundo!” saltar na tela é como ver a mágica bem diante de nossos olhos e também nos leva a pensar em questões maiores sobre “como isso acontece?” , “será que consigo fazer o hello world se movimentar pelo monitor?”, ou mesmo te encoraja com um desejo de “quero fazer mais!” aliado a certeza do “eu consigo fazer isso!”.

E você, programador experiente, lembra como se sentiu ao escrever seu primeiro “Hello, World”?

Eu me senti assim:

A animação mostra uma cena do filme Matrix. O contorno do personagem Neo, um homem branco com cabelos escuros e curtos, está como várias linhas de código e no instante em que coloca os óculos escuros sua imagem se transforma em real.

Conhece alguma linguagem estranha, divertida ou que não apareceu por aqui?

Compartilha com a gente no servidor da Alura: Link para o Discord da Alura.

E então, vamos aprender mais?:

Camila Pessôa
Camila Pessôa

Olá, sou a Camila ! Tenho 33 anos, sou mãe e ingressei na área de tecnologia por meio da robótica educacional. Participei do Bootcamp { Reprograma } com foco em Back-End /Node.js e curso Sistemas de Informação.Atualmente faço parte do Scuba-Team e tenho grande paixão por educação e tecnologia, pois acredito que essa combinação é transformadora!

Veja outros artigos sobre Programação