Primeiras aulas do curso After Effects: Técnicas de composição e fluxo de trabalho

After Effects: Técnicas de composição e fluxo de trabalho

Lidando com o projeto e informações iniciais - Introdução

Olá!

Eu sou Anderson Gaveta, bem vindos ao curso de After Effects da Alura. Para quem não me conhece, sou fundador da Gaveta Filmes, uma produtora que atende grandes nomes da internet brasileira como Jovem Nerd, Porta dos Fundos, Rede Globo, dentre outras. Sou conhecido também pelo meu próprio canal no YouTube, e alguns vídeos do canal serão usados como exemplo nas aulas do curso para analisarmos como é o processo de montagem de um projeto no After Effects.

Usaremos o O Manual da Vida, um quadro lançado no meu canal, como exemplo de projeto. O esquema de Manual da Vida é o mesmo implementado em outros projetos, como Nerdologia.

Aprenderemos a fazer um efeito especial de raio sendo lançado através das mãos de um personagem, desvendando os processos de criação por camadas do After Effects para criarmos animações com excelência.

Lidando com o projeto e informações iniciais - After Effects e Premiere

Primeiramente marcaremos as diferenças ente After Effects e Adobe Premiere.

O Adobe Premiere é um software de edição, ou seja, para ditarmos o ritmo do vídeo, adicionar trilha sonora, montar decupagens.

O After Effects não necessariamente é utilizado para edição e sim para efeitos visuais em partes específicas do seu vídeo.

É possível realizar processos de edição no After Effects, mas pensemos na seguinte analogia: O programa Excel é feito para criar e editar tabelas, porém, é possível escrever e editar textos, apenas não é a ferramenta mais adequada para essa função, o ideal é utilizarmos o Word.

Portanto, realizar edições no After Effects não é recomendado, já que existem programas mais adequados para trabalhar ritmo de vídeo e outras propriedades específicas da edição.

Analisaremos de forma prática as diferenças entre as duas ferramentas.

No After Effects, ao lado esquerdo da tela, existe a project panel. A project panel é a área de criação da composição, edição e pós-produção. Nessa área, clicaremos com o botão direito e selecionaremos a opção " Import > File ". Com isso, abriremos o arquivo de vídeo que iremos editar, CENA MANUAL DA VIDA 01.mp4.

project panel

Selecionaremos o arquivo CENA MANUAL DA VIDA 01.mp4 e o arrastaremos até o ícone da composição na parte inferior do painel.

arrastar vídeo para ícone

O arquivo está pronto para ser trabalhado.

arquivo na área de trabalho

Abriremos o mesmo arquivo no programa Adobe Premiere. A primeira diferença existente entre os dois programas que iremos assinalar é o preview.

Para que o arquivo de vídeo seja executado basta pressionar a tecla espaço - com função de play - . Ao lado direito veremos uma imagem com uma qualidade de resolução baixa, trata-se exatamente do preview. Não há interesse em uma alta resolução nesta etapa do processo de edição, pois esse é o momento em que será definido o ritmo do vídeo e fazer a seleção das imagens que de fato serão exibidas.

arquivo adobe premiere

No After Effects, ao acionaremos o comando play, veremos uma certa dificuldade para a exibição do vídeo, uma lentidão. Isso ocorre porque o preview do After Effects está na máxima qualidade de resolução, pois a ferramenta After é feita para os detalhes visuais do projeto, videografismos e efeitos especiais.

É importante destacar que para a construção de composições no After Effects são necessárias outras ferramentas, como por exemplo, Photoshop, Illustrator e o próprio Adobe Premiere. Portanto, é importante saber utilizar múltiplos programas. Para ser um bom motion grapher é crucial estudar o design como um todo.

O próprio conceito de composição vem do campo do design. Pensar no posicionamento dos elementos em uma cena, a escolha de fontes e tantas outras informações visuais.

No projeto Manual da Vida são muito utilizados os conceitos do design gráfico.

projeto manual da vida

Existe uma biblioteca de fontes da Umbrella que é um excelente exemplo da importância da escolha certa da fonte para cada projeto.

biblioteca de fontes Umbrella

Veremos um exemplo de fonte e iremos discorrer sobre os seus efeitos no espectador.

fonte quente

Vemos que o conteúdo escrito sugere a aplicação dessa fonte. "Roasted Red Peppers", "Smoked Cheddar Polenta" estão no universo da comida, ligadas a sensações "quentes".

A mesma fonte "quente" utilizada em um convite de casamento, por exemplo, não traria um bom resultado.

Existe uma ideia cinestésica no design que precisa ser aproveitada para que um determinado projeto seja impactante.

Outra ideia importante em uma composição é o alinhamento. Ao observarmos o logo Chicken Pecker veremos como a URL está alinhada com o quadro acima dela. Há um espaçamento adequado das margens e uma palheta de cores harmoniosa, gerando um equilíbrio visual.

logo chicken pecker

Outro exemplo de alinhamento entre os elementos é o logo BIG SEVEN. Vejam que o espaçamento do título e da ilustração, é o mesmo com relação ao texto inferior, gerando uma proporcionalidade.

big seven logo

Lidando com o projeto e informações iniciais - Configurações básicas do projeto

Faremos a composição inicial no After Effects. Trabalharemos com a resolução padrão da internet que é 1080p Full HD. A definição se baseia na medida de altura e largura - em pixels - de uma composição.

O pixel é o menor elemento de um dispositivo de exibição. Um pixel não possui uma proporção padrão, no computador, possui uma forma quadrangular - chamada square pixel -. Já nas televisões, ele possui um formato mais achatado. Apesar das discrepâncias de forma, a altura de um pixel é sempre a mesma. Quando falamos de uma imagem Full HD, estamos nos baseando na altura de 1080p (sendo que o "p" não significa pixel, e sim "progressivo").

Criaremos uma composição de 1080 de altura e 1920 de largura. Notem que existem as especificações para o formato dos pixels. Nós escolheremos "Square Pixels".

Pixels

Outro item muito importante na hora de criar um novo projeto é o Frame Rate. Se trabalhamos com um vídeo que foi gravado a 30 quadros por segundo e criamos uma composição de 20 quadros por segundo, os frames ficarão desalinhados. Por isso, é fundamental nos atentarmos para o frame rate do arquivo original.

No caso, utilizaremos um vídeo produzido por mim. Sempre tento emular um efeito cinematográfico com o mesmo frame rate normalmente utilizado no cinema, que é 23,976.

Deixaremos uma duração de 20 minutos para a nossa composição.

frame rate

No que diz respeito às necessidades técnicas do After Effects, o programa se beneficia muito de memória RAM, pois isso possibilita uma pré-visualização de melhor qualidade e a construção de efeitos mais pesados, por exemplo. Um bom processador é essencial para que os vídeos sejam renderizados.

Outro fator importante é a placa de vídeo potente, pois isso aumenta muito o desempenho do programa.

Uma dica organizativa: sempre renomeie os arquivos em que você está trabalhando. Através do atalho "Ctrl + S", salvaremos o projeto com o título de GS 88 - ALURA 01.

Outra boa prática de organização é nomear as composições. Na project panel, selecionaremos a composição e pressionaremos "Enter" para habilitar a renomeação. Nossa composição chamará Exemplo.

nomeando composição

Outra opção é pressionar o botão direito no mouse na time line panel e selecionar a opção "Composition Settings". No painel, existe a opção para renomear a composição.

Podemos utilizar também o atalho "Ctrl + K" para ter acesso ao painel.

Clicaremos duas vezes na project panel para importar o arquivo que servirá de base (CENA MANUAL DA VIDA 01) para aplicarmos os efeitos desejados.

importação de arquivo base

Você possui esse arquivo disponível para download na plataforma.

Ainda na project panel, arrastaremos o arquivo CENA MANUAL DA VIDA 01 para o o ícone de composição localizada na parte inferior do painel. Com isso, o arquivo está pronto para ser trabalhado.

arquivo na área de trabalho

Lembrando que o After Effects não é o programa ideal para realizar edições, a ferramenta mais adequada para isso é o Adobe Premiere.

Imagine que em uma situação hipotética estamos editando um vídeo no Adobe Premiere e queremos importa-lo para o After Effects. Para isso, iremos no cabeçalho de ferramentas do Adobe Premiere, localizada na parte superior da tela, e selecionaremos a opção "File > Export > Media".

Teremos acesso ao painel de configuração da exportação.

Se não estivermos exportando uma cena muito grande, utilizaremos o formato "QuickTime".

painel de exportação

Utilizaremos o codec "Animation".

Lembrando: quanto mais você comprimir um vídeo, mais qualidade será perdida. O ideal é trabalharmos como arquivos de pouca compressão, trabalhando sempre em alta qualidade e só reduzi-la no momento em que esse vídeo será exportado para a internet.

codec

Selecionaremos ainda as opções de Frame Rate: 23,976, Field Order: Progressive, Aspect: Square Pixels.

opções da parte inferior do painel

Em "Depth", no caso vídeos que possuem algum efeito de transparência, é necessário marcar a opção "8-bpc-alpha". Neste vídeo que estamos exportando marcaremos a opção mais simples de "8-bpc".

Depth

Marcaremos a opção "Maximium Render Quality" na parte inferior do painel.

maximum render quality

Com isso, podemos exportar o vídeo tranquilamente.

Uma questão interessante de se trabalhar com o pacote Adobe é que os programas dialogam entre si, portanto, esse processo de exportação manual não é necessário.

No Adobe Premiere, basta selecionarmos o projeto na timeline e o copiarmos através do comando "Ctrl + C".

Projeto no Adobe

No After Effects, através do comando "Ctrl + V", colamos o arquivo na timeline. Observaremos que o vídeo encontra-se no no meio da timeline no After Effects, o que dificulta um trabalho preciso das cenas.

projeto colado After Effects

Para corrigir isso, selecionamos a agulha azul e a alinhamos com o começo do vídeo que estamos trabalhando.

alinhando agulha azul

Existe uma forma mais simples de marcar o inicio das cenas na timeline.

Diferentemente do Adobe Premiere, O After Effects separa os cortes das cenas em layers diferentes.

Daremos zoom na timeline. Vemos que a agulha azul não está posicionada no inicio da cena do primeiro layer.

inicio do primeiro layer

Para realizar o reposicionamento da agulha para o início da cena, pressionamos o atalho "I".

agulha início da cena

Percebemos que a agulha está alinhada com o início da cena. O ponto desse alinhamento (o final da cena) é realizado através do atalho "O".

Podemos circunscrever a área do nosso projeto na timeline através do atalho "B" e "N". Por exemplo, ao acionarmos o atalho "I" a agulha se posicionará no início do clipe. Feito isso, selecionamos o atalho "B", que restringirá a área de trabalho da timeline apenas ao projeto.

O mesmo vale para o atalho "O", que posicionará a agulha ao final do clipe e, em seguida, o atalho "N" restrigirá área.

A área de trabalho é marcada por um tom de cinza mais claro. Poderemos clicar com o botão direito sob essa área e selecionar a opção "Trim Comp to Work Area".

Trim Comp to Work Area

Com isso, apenas a composição se torna visível na timeline.

apenas composição

Iremos organizar as nossas composições no project panel. Selecionaremos as duas composições (basta manter o "Ctrl" pressionado ao clicar) e as arrastaremos até o ícone da parte inferior do painel. Com isso, criaremos uma pasta que guardará as composições.

organização das composições

Nomearemos a nova pasta criada de COMPS.

Lembrando que uma das composições faz parte do exemplo dado de como exportar arquivos do Adobe Premiere para After Effects.

comps

Ao selecionarmos um clip,veremos que cada um possui suas propriedades. A que nos interessa no momento é "Transform".

Veremos que existem ainda outras propriedades dentro de "Transform".

propriedede transform"

Scale : diz respeito a propporção do vídeo.

Position: a posição do vídeo na tela.

Achor Point: dita o o ponto âncora do seu video, ou seja, o ponto guia das transformações sofridas pelo vídeo. Muito útil quando realizamos, por exemplo, uma rotação.

Rotation: organiza o movimento giratório do vídeo em torno de um eixo fixo (anchor point).

Opacity: regula a intensidade da visibilidade do vídeo.

Sobre o curso After Effects: Técnicas de composição e fluxo de trabalho

O curso After Effects: Técnicas de composição e fluxo de trabalho possui 179 minutos de vídeos, em um total de 14 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Motion Design em Design & UX, ou leia nossos artigos de Design & UX.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Motion Design acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

  • 1120 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

Premium

  • 1120 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$75
à vista R$900
Matricule-se

Premium Plus

  • 1120 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$100
à vista R$1.200
Matricule-se

Max

  • 1120 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Procurando planos para empresas?
Acesso por 1 ano
Estude 24h/dia onde e quando quiser
Novos cursos toda semana