Primeiras aulas do curso Photoshop: Crie um esboço de um poster de super herói

Photoshop: Crie um esboço de um poster de super herói

Iniciando desenho digital - Introdução

Esse é o curso de fundamentos de desenho para Photoshop. Nós vamos aprender o desenho desde o início mesmo, para quem não sabe desenhar nada, só sabe fazer uns bonecos de palitinho. Nós vamos trabalhar algumas técnicas e alguns fundamentos, no caso aplicados ao Photoshop, que tem algumas técnicas que facilitam a vida um pouco. E vamos começar desde o boneco de palitinho mesmo. Eu tenho aqui um exemplo de um instrutor da Alura, que só sabia desenhar isso, o boneco de palitinho

Nós vamos evoluindo juntos até chegar no final do curso completo nesse pôster, em um pôster parecido com esse, que é a proposta que nós vamos trabalhar. Essa primeira parte do curso, vamos chegar, mais ou menos, até o meio do caminho. Nós vamos chegar até essa parte, que é o cenário já na perspectiva. O personagem também já encaixado no cenário. Só o esboço das coisas e os logos bem posicionados, já com a composição feita.

Nós vamos chegar aí e na segunda parte do curso vamos continuar no acabamento até chegar na finalização do pôster, já até para a gráfica, prontinho para imprimir, que é esse pôster. O que nós vamos analisar nesse curso? Desde o briefing do cliente, nós vamos olhar o que o cliente pediu. Ele manda algumas referências, o cenário que ele quer, o que o personagem vai estar usando, no caso é uma luva cheia de poder.

Qual personagem ele quer, no caso é o Dread Pirate Roberts, inspirado nele. O tal do Dread Pirate. É parecido, só que ele usa uma luva. Nós vamos começar a analisar isso tudo, vamos pegar algumas referências de pose para começarmos a desenhar em cima. Vamos pegar algumas poses para desenhar e vamos aprender a fazer o volume do personagem. No caso, uma estrutura do personagem, assim.

E depois evoluir um pouco essa estrutura até começar a fazer mais volume do corpo humano. Nós vamos aprender também a dar um movimento nesses desenhos. Vou mostrar como nós fazemos isso mesmo a partir de desenhos de árvores, que é uma coisa inusitada, mas nós vamos mostrar como até a árvore pode parecer ter movimento. E nós vamos ver isso em casos clássicos, como por exemplo em desenho animado, aqui tem o Tex Avery, do Swing Shift Cinderella, que tem uma linha de ação muito marcada.

Nós vamos ver também em obras clássicas, como o Caravaggio, em história em quadrinho também. O Homem-Aranha, que está presente na nossa vida no dia a dia quase. Nós vamos aprender a fazer essas linhas de ação e como elas influenciam o desenho do personagem para ele não ficar muito estático, para ele parecer ter mais vida.

E depois nós vamos analisar um pouco de anatomia, com os clássicos, por exemplo, de Da Vinci, ou até mais modernos, como o Le Corbusier e outros detalhes de proporção. Se você quiser fazer um personagem com corpo mais realista, mais do dia a dia, ou se você quiser fazer uma coisa mais heroica, uma proporção mais heroica.

Nós vamos analisar alguns pedaços do corpo humano mais difíceis de desenhar. Vamos analisar mais especificamente o rosto, pé, mão. Depois nós vamos passar para como quebrar um pouco esse realismo. Nós não precisamos nos ater a esse realismo para desenhar. Então nós vamos aprender a quebrar um pouco essas proporções anatômicas de um jeito legal, para podermos dar uma característica diferente para os nossos personagens, caso seja o nosso objetivo.

Depois vamos passar a analisar cenários, como aqui, por exemplo, são vários cenários mais do estilo de cartoon, que tem o Pato Donald na terra da matemágica. Tem a pantera cor-de-rosa, que já tem um outro estilo de cenário. Tem o Tom e Jerry que tem um estilo até um pouco mais realista do que os anteriores que eu mostrei, que tem um contraste com o personagem, o que é interessante às vezes.

E para aprendermos a construir cenários, vamos aprender perspectiva, que é aprender como os objetos e as coisas se distorcem na nossa visão, de acordo com a distância. Então nós vamos aprender a traduzir isso no papel. Fazer um estudo da grade de perspectiva, pontos de fuga e tudo mais, linha do horizonte, nível do olhar. Nós vamos aprender isso tudo para simular essa distorção que ocorre na nossa visão quando percebemos as coisas.

Depois vamos aprender a compor todos os elementos de forma harmoniosa e de forma que o nosso olho entenda a mensagem, o que estamos querendo contar com aquela imagem. E tem a técnica, por exemplo, da proporção áurea. Tem outras técnicas também, como a regra dos terços. Nós vamos aprender isso tudo para poder compor a imagem.

E nessa primeira parte do curso vamos chegar nesse ponto de poder já posicionar o esboço do nosso personagem no fundo do cenário com os logos que o cliente mandou para nós já bem posicionados ali. Nós não vamos trabalhar com mouse, porque tem alguns problemas de desenhar com mouse. Ele não tem precisão, não conseguimos com ele uma variedade de espessura de forma fácil e nem de opacidade.

Nós podemos usar uma mesa digitalizadora, que é uma caneta e uma prancheta que podemos usar para desenhar. Quer ver? Com isso, nós conseguimos variar um pouco na opacidade, na espessura também. Conseguimos fazer desde o mais fininho, então conseguimos trabalhar de uma forma mais orgânica e com resultados melhores usando uma mesa digitalizadora, que tem desde as mais baratas no mercado, como da Genius e algumas outras.

E tem as Wacon, que tem, de forma geral, as bambu, tem as intuos também, que tem umas linhas mais acessíveis e outras mais profissionais, um pouco mais caras, mas todas elas têm um custo-benefício muito interessante. Espero que tenham um bom curso.

Iniciando desenho digital - Briefing e configuração da página

Oi, eu sou o Rafael Balbi e eu vou trazer o curso de fundamentos de ilustração para o Photoshop. É um pouco diferente de fundamentos de ilustração para papel e lápis, papel e caneta que é o meio analógico, porque no digital temos algumas facilidades em relação ao analógico que dariam mais trabalho para fazer no papel e caneta

Então nós vamos estudar essas técnicas, junto com as técnicas básicas de desenho que são importantes de vermos. Começamos o curso com um briefing que o cliente nos mandou.

Temos aqui um arquivo zipado com todos os arquivos que ele mandou no pedido dele. Vamos abrir em documentos. Eu botei o meu aqui. Você vai baixar o seu. Ele mandou o zip aqui. Vamos abrir. Esse zip todo eu vou disponibilizar para vocês no site e tem aqui referências cliente. Tudo que ele mandou para nós. Abrimos o briefing. O briefing está meio pequeno na tela. Vamos aumentar um pouquinho.

Comand A, Comand mais. Para lermos melhor o briefing. O que ele está pedindo? Está pedindo para criarmos um pôster do personagem Dread Pirate com o nosso estilo pessoal. O que isso quer dizer? Quer dizer que ele quer que nós demos o nosso toque pessoal, o nosso diferencial, o que diferencia você de outros artistas. Este estilo pessoal nós formamos a partir de muitas outras coisas que gostamos visualmente.

Nós podemos ver, por exemplo, spider man. Eu vou botar no Google mesmo spider man, imagens. Nós temos vários Homem-Aranha desenhados em vários estilos diferentes. Vários artistas pegaram esse personagem e cada um deu o seu toque. Você vê que esse tem um estilo bem diferente desse aqui. Um tem umas proporções menos exageradas que o outro. O outro é mais esguio. Tem muitos aqui. Eu gosto de vários e de outros nem tanto.

Nós vamos ver também que tem outro estilo possível, que é um pouco menos heroico, que é o Tin Tin, por exemplo, mas que é um estilo bem legal, que é do hergé. Muita gente gosta desse estilo também e acaba indo por aí. Podemos ver também outros estilos. Tem, vamos supor, o Sin City. Vou botar comics porque tem o filme também. O Sin City tem um estilo completamente diferente, já bem no ar. É um contraste muito forte, preto e branco. Você tem que já tem uma outra uma outra pegada.

Então você vai colecionar essas suas referências e criar o seu próprio estilo. Nós vamos trabalhar justamente isso: tentar descobrir qual o seu estilo a partir das técnicas básicas. Vamos ver aqui. Ele quer um pôster no formato A3 retrato. A3 é o formato do papel. Nós temos esse formato A3, que é retrato nessa posição. Se for paisagem é aqui. Esse aqui, o A3 é como se fossem dois papéis desses normais que costumamos usar para impressora, são A4. Eles têm dois A4 um do lado do outro.

Se fosse um formato A2, por exemplo, seria, dois A3, um do lado do outro. Seria bem maior, mas o A3 já é um bom tamanho para fazermos o pôster. E ele quer para impressão. Vamos abrir o Photoshop. Vamos começar a trabalhar. Nós vamos em Arquivo, Novo para começarmos a trabalhar. Ele já vem com um nome para botarmos. Nós podemos botar Poster Dread Pirate.

Selecionamos Papel Internacional, porque o formato A3 é default. É um formato internacional de papel, então já tem pré-definido o formato A3. 297 milímetros por 420 milímetros. Se eu botar em centímetro fica exatamente que temos aqui: 29,7 por 42. Como vamos imprimir, a resolução tem que ser em 300 dpi mesmo. Ele já vem em 300 e vamos deixar 300, porque isso é a qualidade da imagem. 300 pixels por polegada.

Quer dizer que na tela nós vamos ver 300 pixels a cada polegada. Então se botarmos menor a resolução para a tela, por exemplo, só vamos ter 72, então os pixels vão ser maiores. Perdemos em definição. A impressora, quando vai imprimir, precisa de 300 porque ela imprime cada pontinho daquele para ficar bom. Se imprimirmos com menos pixels, vemos que a imagem fica pixelada quando imprime.

Então vamos deixar 300. E no modo de cores, temos o CMYK, que é cor para impressão mesmo. Porque a impressora, quando vamos imprimir, trabalha com pigmento, com aqueles cartuchos de impressora e ele tem as cores dele, que são CMYK, o C é de ciano, M de magenta, Y de yellow, que é amarelo e K do black, que é o preto.

Então são as 4 cores que ele trabalha junto na hora da impressão. Se fosse no monitor, seria a cor luz, que é o RGB, que é o Red, Green and Blue. É o vermelho, o verde e o azul e as três juntas formam todas as coisas que queremos, assim como o CMYK também. Só que, no caso, para fazer as cores que queremos, vamos combinar as cores CMYK na impressora.

Então vamos dar Ok. Pronto, já temos a tela para começarmos a trabalhar. É como se fosse um papel em branco na nossa frente. No início pode ser um pouco assustador olharmos e falarmos: "nossa, e agora?" Mas esse é o ponto de partida e vamos começar.

Iniciando desenho digital - Pincel e mesa digitalizadora

Vamos encarar essa tela em branco. Vamos rabiscá-la toda? Vamos. Para começarmos a rabiscar essa tela, temos que usar alguma coisa como se estivéssemos rabiscando um papel mesmo. Então vamos pegar um pincel. No Photoshop, o pincel é uma ferramenta que fica nesse menu da esquerda. Então viemos aqui e achamos esse ícone do pincel. Selecionamos ele e seguramos o botão e vão aparecer algumas opções.

Escolhemos ferramenta pincel, em inglês é brush. E já podemos começar a brincar. Quando você traz o cursor do mouse para dentro da parte em branco do Photoshop, você já vê que tem uma ponteira indicando que é o seu pincel. Agora é só clicar com o botão esquerdo do mouse, vai dar um ponto, e arrastar. Conforme você arrasta vai pintando. Uma seta, enfim. Nós já podemos começar a brincar.

Vamos fazer uns formatos para aquecer? Vamos aquecer então. Primeiro um quadrado. Vamos brincar. Não ficou muito bom, mas é isso, vamos aquecendo. Um círculo, um triângulo, agora um zigue-zague, outro zigue-zague. Uma onda. Vamos mexendo. Vamos fazendo linhas, vamos testando. Está achando legal? É que nem desenhar no papel? Mais ou menos. Estamos vendo que tem um problema. Todas as linhas que estamos fazendo, tanto o zigue-zague quanto o quadrado, o círculo, estão ficando com a mesma espessura.

Isso não é o que acontece quando desenhamos no papel. Se apertamos o lápis contra o papel muito forte, vemos que a espessura cresce e diminui. Se formos de leve a espessura fica bem fina, ou então pelo menos conseguimos fazer o tom ficar claro. Mas aqui, como mudamos a espessura? No Photoshop podemos mudar nas opções da ferramenta pincel. Sempre que selecionamos uma opção de ferramenta no Photoshop, essa ferramenta vem com opções no menu de cima.

Aqui nós selecionamos o pincel e agora em cima tem o tamanho do pincel, as predefinições de pincel. A primeira opção dentro dessas predefinições no menu é o tamanho. E se pegarmos esse seletor e arrastarmos para a direita, ele cresce numericamente, você vai ver que ele chega a 180, 200, 5.000 até. E daqui para baixo vai diminuindo. Se escolhermos, por exemplo, 10, é bem melhor do que o tamanho que nós estávamos.

Então vai ficar fino. Vamos ver como fica na tela. Você vai ver que quando puxarmos o mouse para a tela, o cursor já ficou bem menor. Vamos desenhar, vamos apertar o botão direito do mouse e arrastar para ver como fica o desenho. Olha como fica fino. Já dá para fazer detalhes, conseguimos desenhar detalhes e tudo mais. Já começa a ficar mais parecido com o papel. Se queremos um traço fino é só ir ali e escolher o traço fino.

Se quisermos um traço mais grosso, vamos puxar aqui. O traço mais grosso. Vamos fazer outro zigue-zague. Uma onda. Vamos fazer uns retângulos, quadrado, vamos desenhar uma espiral. Legal. Nós vemos que começamos a mexer no papel. O papel já começa a ficar cheio de formas e tudo mais e de espessuras diferentes.

Mas nós estamos com um outro problema aqui. Nós não temos tanto controle assim. Nós tentamos desenhar um círculo e não ficou muito bom. Nós podemos desenhar mais, mas é difícil. Nós até conseguimos nos aproximar, mas não é a mesma coisa como se estivéssemos no papel desenhando. A gente já teria chegado em uma forma mais próxima. Como podemos fazer? Podemos usar essa ferramenta, que é preciosa.

Bom, essa é a mesa digitalizadora. No caso, aqui eu estou com uma mesa digitalizadora Wacom, que é o modelo intuos pen small, que é uma pequena, com um custo-benefício bom, que eu tenho e uso no meu dia a dia. Nós pegamos e vemos como ela funciona. Se você chegar com a canetinha perto da superfície da mesa, você verá que ele começa a controlar o cursor em vez do mouse. Você vê que eu não estou nem tocando no mouse.

Eu já venho aqui e você vê que eu não estou nem tocando na mesa e a caneta já está controlando. Se eu passar do limite do papel, que no caso é a tela branca do Photoshop, o que acontece? Eu continuo controlando, ou seja, consigo ir até o menu. Eu consigo mexer em tudo com essa caneta, como se fosse o mouse. Então eu posso vir no Photoshop e selecionar a ferramenta pincel.

Para clicar, que é como o clique do mouse, é como se eu estivesse apertando a ponta da caneta sobre a superfície. Então é só segurar aqui que eu vou nas predefinições de brush, posso aumentar ou diminuir o tamanho, como eu quiser. Posso até largar o mouse se eu quiser. Então vamos desenhar um pouco para ver. Está ficando bom, mas estamos vendo que está meio confuso. Esse papel está muito cheio e não conseguimos ver qual traço já estava e qual traço estamos fazendo.

Vamos limpar essa tela, como se estivéssemos apagando, para conseguirmos testar isso melhor. Vamos escolher a ferramenta, agora já com a caneta, de apagar, que é a borracha. Ache o ícone da borracha naquele menu da esquerda e clique em cima. Em português é borracha e em inglês é eraser tool. Escolhemos a ferramenta borracha e começamos a apagar. Está fino. Vamos demorar um ano se continuarmos apagando desse jeito. A notícia boa é que conseguimos fazer a mesma coisa que fazemos com o pincel com essa borracha.

Se você olhar, as opções da borracha também estão em cima, que nem acontecia com o pincel. Isso acontece com quase todas as ferramentas que usamos dessa barra lateral do Photoshop. Então é só olharmos. Em cima tem a mesma coisa de tamanho. Podemos aumentar bastante o tamanho da borracha e ir apagando. Está pequeno ainda? Vamos aumentar mais. Já fica bem melhor. Olha como está indo rápido já.

Vamos apagar tudo. Vou até aumentar mais. Pronto. Agora sim. O papel está novinho em folha e já podemos desenhar de novo. Vamos testar o traço da caneta da mesa digitalizadora. Vamos escolher de novo pincel e desenhar. Você está vendo como tem muito mais controle? Eu vou fazer uma espiral. Na espiral você já tem muito mais controle. Você quer desenhar um traço rápido, ele fica rápido. Você percebe que estão variando não só a espessuras? Você consegue variar tanto a espessura quanto a opacidade.

Eu consigo pegar um traço bem escuro e ir fazendo ele ficar mais claro. Por que isso acontece? Porque quando usamos essa ferramenta, temos algumas opções. Quando usamos a mesa digitalizadora, conseguimos mexer melhor nessas opções do Photoshop. Você vê que na barra das opções do pincel, temos alguns botões que conseguimos usar. No caso, temos dois botões pressionados e ativos. Esse botão, que é a caneta, que está em cima de um círculo quadriculado, que quer dizer opacidade.

Quer dizer que o controle de opacidade em relação à pressão que aplicamos da caneta na mesa digitalizadora está ligado. Ou seja, quanto mais firme e forte apertarmos a caneta contra a mesa, mais escuro vai ficar.

E quanto mais leve, mais claro. A mesma coisa acontece nesse outro botão, que é a canetinha no meio dos círculos concêntricos. Esse ícone, quando está ligado, faz com que quando mais forte nós apertemos a caneta contra a mesa, mais grosso fique o traço, que é o que acontece na vida real, quando pegamos um lápis e apertamos bem contra o papel, o traço fica mais grosso.

Se quisermos um detalhe de leve, fazemos de leve. Então conseguimos isso. Se desligarmos esse controle de espessura, veja como ficará sempre com a mesma espessura. Podemos desenhar o quanto quisermos, mas vai ficar sempre com a mesma espessura. Dependendo do que você for fazer no desenho pode ser interessante, mas normalmente usamos primeiro com a espessura variando, porque é o que acontece no papel. Mas se você quiser mudar, pode selecioná-la e tirar o controle de opacidade.

O que acontece? Você vai ter uma variação na espessura, mas por mais de leve que você toque, nunca vai conseguir fazer com que o tanto de tinta que está sendo empregado no papel diminua. Então vai ficar sempre com o mesmo tom de preto. Podemos brincar com milhões de coisas em relação a isso. Inclusive com outras ponteiras do Photoshop na ferramenta pincel. Você clica em cima daquele botão e vê como são as predefinições. Tem muitas.

Tem várias pontas diferentes. Você vê que o formato da ponta, quando trazemos aqui, muda. Se eu pegar esse, vamos aumentar o tamanho. Vamos botar aqui para conseguirmos ver melhor. Olha como é curioso esse formato de pincel. Você vê que ele tem as pontas irregulares? Então quando pintamos é como se estivéssemos pintando com um pincel de formato irregular.

Vou aumentar o tamanho, vamos mexer, diminuir o tamanho. Vamos aumentar também. Tem uma coisa que é o seguinte: quando quisermos aumentar muito o tamanho e ficar diminuindo e aumentando, não precisamos ficar indo na ferramenta e clicando sempre nesse controlador para diminuir e aumentar.

Nós podemos fazer um atalho, que é o que eu ia fazer já. Clicamos em abre colchete para diminuir o tamanho da ponteira. Quando clicamos em fechar colchete, aumentamos o tamanho da ponteira. É um jeito muito mais simples de fazermos aquilo. Não precisa ficar voltando lá toda hora. Então vamos experimentando. Se pegamos uma ponteira mais fina e queremos aumentá-la, clicamos no colchete e já tenho aqui. Você vê que até o formato do pincel aparece aqui no cursor. Ele representa o formato.

Então é só irmos brincando. Aqui nós já temos bastante elementos para ficar brincando. Vamos treinando. Eu sei que no início vai haver um pouco de dificuldade. É uma coisa nova ficarmos trabalhando desenho nesse meio digital, mas rapidinho você pega. Então você já vai ter uma noção das ponteiras do pincel, dos tamanhos e tudo mais e já vai conseguir trabalhar bastante.

Então daqui a pouco já é hora de começarmos a fazer o pirata. Vamos apagar tudo para começarmos a fazer o pirata? É só a gente pegar de novo a borracha, botar o tamanho que quisermos. Pode ser maior? Vamos no atalho, fechar colchete. Aumenta e apaga tudo. Pronto, agora já podemos começar a desenhar o personagem.

Sobre o curso Photoshop: Crie um esboço de um poster de super herói

O curso Photoshop: Crie um esboço de um poster de super herói possui 214 minutos de vídeos, em um total de 43 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Design de Ilustração em Design & UX, ou leia nossos artigos de Design & UX.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Design de Ilustração acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

  • 1017 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

Premium

  • 1017 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$75
à vista R$900
Matricule-se

Premium Plus

  • 1017 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$100
à vista R$1.200
Matricule-se

Max

  • 1017 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Procurando planos para empresas?
Acesso por 1 ano
Estude 24h/dia onde e quando quiser
Novos cursos toda semana