Primeiras aulas do curso DaVinci Resolve: introdução a edição de vídeo

DaVinci Resolve: introdução a edição de vídeo

Pesquisa e Organização - Introdução

Fala, galera, tudo tranquilo? Meu nome é Danilo Máximo, e dessa vez estarei com vocês em um curso de DaVinci Resolve 15.

Então, vou começar o primeiro de uma série de cursos que a gente vai fazer sobre esse software. A gente vai começar falando um pouco da parte de edição. Então, se você já é um editor de imagem, ou se você está começando agora, esse curso foi feito para você.

Aqui, eu vou procurar passar um pouco das ferramentas principais para você conseguir editar, importar o material, recortar, jogar na timeline, jogar algum efeito, e alguma transição.

E além de ferramentas, eu vou passar um pouco de dicas de como você melhorar o seu processo de edição e organização, escolher um take, ver um pouco de tempo e ritmo de edição.

Então, lembrando: esse é só o primeiro curso dessa série. Terão vários outros cursos desse software, que agora nós estamos dando ênfase para a parte de edição.

O próximo curso que vai rolar do DaVinci, é de cor, onde ele é muito premiado, top 1 no mercado nessa questão de colorização. Então, vai ser o próximo do curso.

Espero que você curtam esse material, e aguardem os próximos, que estaremos trazendo várias novidades dentro dessa plataforma para vocês. Tranquilo? Então, espero que curtam e até o curso!

Pesquisa e Organização - Visão geral

E aí, galera? Vamos dar início ao curso de DaVinci Resolve 15, onde vamos dar uma ênfase grande para a parte de edição, a parte de "edit", mas outros cursos virão falando um pouquinho mais sobre essa suíte incrível. Estou gostando muito de estar trabalhando com ela.

O DaVinci antigamente foi um software criado em 2004 e a única visão que a gente tinha dele era de um software de colorização. Ele era bem conhecido por essa pegada de mexer com cor.

De uns tempos para cá, eles mudaram um pouquinho a proposta dele, e acabaram transformando um software, numa suíte, juntando vários softwares diferentes, e criando uma proposta nova que abriga várias vertentes na parte de produção e pós-produção.

Para falar um pouquinho mais da questão do DaVinci, vamos voltar e falar sobre o conceito de construção do vídeo, que é o software mais para frente no processo.

Para falar de produção e criação do vídeo, eu separei quatro etapas, que são etapas a grosso modo, fazem parte de qualquer produção de vídeo, que são: a questão da pré-produção, a captação, produção, e pós-produção.

Pré-produção é quando a gente tem a ideia. Vamos supor, o cara vai criar um filme, então, ele tem a ideia para o filme, cria o roteiro, prepara todo bonitinho, e tal. Essa é a pré-produção para o filme. Vamos supor que estamos trabalhando na TV, onde nós temos a questão do jornalismo. Para o jornalismo, a pré-produção é na redação, quando a repórter está ligando e perguntando onde estão acontecendo os fatos, para poder ir lá e ver o que vai ser passado para o jornal.

Então, têm várias formas de pré-produção, é todo o material que vem antes da gente realmente começar a gravar, que é a parte da captação.

A captação, hoje, nos vídeos, têm diversas possibilidade de estar gravando. Antigamente, era uma opção que só grandes emissoras tinham, essa questão de poder ter uma câmera, gravar de uma maneira bem profissional. Hoje, até o seu celular pode gravar um vídeo. Então, é muito fácil a forma de captar. Tem celular, câmera fotográfica que grava, filmadoras… Várias formas de você estar captando e trazendo esse material.

Depois, a gente parte para etapa de produção, que é onde vamos pegar e dar o primeiro "tapa" no material. Então, a gente vai dar uma decupada, e vai gerar o primeiro corte para ver como vai ficar; a gente vai ver a questão do áudio de como vai ser vista, se vai ter trilha ou não; a questão da cor, o primeiro balanceamento de cor, onde vamos balancear os takes. Então, tem todo um processo de produção.

Depois que a gente faz esse primeiro corte, a gente parte para o espaço de pós-produção, onde vem toda a questão de efeito, vem a questão do master de áudio, vem quando a gente cria um "lut" na questão da cor. Então, é tudo aquilo que envolve a finalização desse arquivo.

E eu também gosto de agregar na pós-produção, a questão da publicação (para onde vai esse arquivo final, na hora que a gente acaba de produzir). A gente sempre produz o vídeo para ser passado em determinado lugar para determinado público. Então, tem essa pegada.

E Vou trazer um pouquinho mais para gente essa questão de captação e pré-produção, porque geralmente não é tanto o editor que faz. Pode ser que você tenha um canal no YouTube, o canal é seu e você tem que fazer todas essas etapas, mas geralmente, não é você que faz isso. Você vai participar mais da parte de produção e pós-produção, que eu dividi em mais cinco etapas, que foram até etapas que citei.

Que é a questão da edição do vídeo, a edição do áudio, a colorização, a composição, e a publicação. Então, editar o vídeo, é cortar, ver como que faz, e colocar um timing legal na composição.

A edição do áudio é: se tem voz, se tem trilha sonora, se tem só um som de fundo, como que vai ser estruturada a edição do áudio, vamos ter efeito sonoro - que também é bem legal de estarmos complementando nas nossas edições.

A questão da cor que faz uma diferença gigantesca no material de vídeo. Se você tem um material com cores bem balanceadas, um "lut" interessante, gera um sentimento legal para o que você quer passar. Isso também é bem interessante da gente começar a ficar atento.

E tem a questão da composição, que é a do efeito que é colocado. Então, o cara colocou fogo, colocou fumaça, recortou uma pessoa, recortou um chroma… Tudo isso é a questão de composição, que é onde a gente compõe o vídeo.

E por fim, a publicação, que é se vai para o YouTube, se vai rodar na TV, se vai rodar "backup", se você vai jogar no "pendrive", no DVD… Então, também se tem várias possibilidades.

E eu coloquei todos esses cinco dentro da parte de produção e pós-produção, porque tem um pouquinho de cada um em cada lado. Então, eu tenho um pouquinho da produção na edição, ou no áudio, na colorização, na composição, e pós também nos quatro. Só a publicação que acho que é mais exclusiva da pós-produção, porque é como o final do final do arquivo.

E quando a gente acaba de falar dessa parte de criação e a gente vê como um vídeo pode ser originado, a gente parte para a questão do software, que é onde vamos começar a ter uma visualização do próprio DaVinci.

Quando a gente abre ele… Na verdade, ele está aberto com esse projeto só para eu mostrar um pouquinho como foi subdividida essa suíte.

Ele começa com a parte de edição aberta, onde temos as nossas mídias, nosso monitor de origem, nosso monitor de referência, tem a timeline… E quando eu vou clicando aqui na parte de baixo, tenho as outras opções. Nesse caso, eu tenho a questão da parte de mídia, que é onde vou organizar os meus arquivos.

O DaVinci teve uma grande ideia, uma grande sacada de pegar vários softwares de produção e edição, melhorar as coisas ruins, e complementar as coisas boas, e montou essa "suíte". Eu estou achando um software incrível, tem muita coisinha legal, que eram problemas em outros " softwares" de edição, e nesse aqui, eles vieram arrumando. Então, está um super software.

Tem essa parte que ajuda muito a gente na questão da organização. Hoje é muito importante a gente organizar bem os nossos arquivos.

Tem a parte de edição, que é a parte que a gente vai ver com um foco maior nesse curso.

Tem a parte do "Fusion", que é o software de composição, que foi agregado dentro do DaVinci. Então, é um software um pouco diferente, não é tão parecido com o "After", ele joga mais para próximo do Nuke, porque ele trabalha com nós também, então, é um pouquinho diferente do que a gente é acostumado - a trabalhar com timeline diretamente.

Tem a questão da cor, que é a parte que eu acho mais fantástica do DaVinci hoje. Eu não tenho nem o que falar, é o top de linha em questão de colorização hoje no mercado, não tem nenhum que bata nele ainda. Pode acontecer, mas acho difícil também.

Nós vamos passar um pouco sobre essa página só para darmos uma pincelada, para ver como é, mas vai ter um curso específico para colorização aqui. Esse é só de edição, mas no próximo, vai ser de cor, específico só para essa ala.

A gente tem a questão do "fairlight", que é a parte de áudio, então, a Blackmagic tinha um software voltado para a produção de áudio também, que foi agregado nessa suíte do DaVinci.

E essa parte, é toda questão de master que você vai dar, de quais canais. Tem separação, equalização, todo esse processo de áudio, que pode ser feito direto, dentro do software.

E aí por fim, tem a questão da exportação, que é a aba onde a gente finaliza e fecha o nosso arquivo. Então, a gente editou tudo, colocou cor, colocou as composições, as animações, deixou nosso material todo fechadinho... E agora, a gente vai dar saída.

Aqui eu tenho opções de jogar direto no YouTube, no Vimeo, então eu consigo exportar e já fazer upload direto, com descrição, com tudo mais. Então, essa parte de fechamento de arquivo dele ficou muito interessante.

Eu, por experiência própria de trabalhar com edição há bastante tempo e composição, estou gostando demais desse programa, e espero que vocês curtam também.

Nos próximos vídeos, a gente começa a nossa jornada para criar projetos, e aprender a como editar dentro do DaVinci. Então, até o próximo vídeo!

Pesquisa e Organização - Configuração do projeto

Bom, galera, quando a gente abre o DaVinci, ele é aberto nessa página inicial para gente, onde ficam alguns projetos que a gente mexeu anteriormente, eles ficam aparecendo para nós aqui nessa área. Ou, como o DaVinci trabalha com o mesmo sistema de biblioteca que o Final Cut, ele já vem com a sua pasta pré-configurada.

E para criar um projeto novo, você pode vir aqui direto. Porém, como a pasta já é pré-configurada, ele salva essa pasta em uma pasta dentro do seu sistema operacional que ele cria durante a instalação. Então, na hora que você está instalando, ele já cria essa pastinha e fica salvo para você lá.

Caso você queira realocar a pasta, salvar em outro lugar, para poder ter acesso à sua biblioteca, você vai vir e clicar nesse ícone ao lado de "Projects". Quando eu clico, aparece para gente as nossas "databases", que são locais onde vai ficar armazenada a nossa biblioteca que vêm dentro os projetos, as mídias, e assim por diante.

Você pode criar aqui, colocando uma nova database, um novo local. E, dentro dessa criação, você pode ou conectar uma pasta já existente, um local já existente, ou então, você pode criar uma locação nova, você não vai interligar nenhum projeto.

No nosso caso, a gente vai criar. E eu tenho dois tipos. Eu tenho o tipo "Disk" e o "PostgreSQL". E ele vai fazer o que? Esse "postgre" é um processo de projeto mais complexo, é para grandes produções, onde o cara que está comandando o arquivo, pode delimitar o uso de mídia por parte das outras pessoas que estejam no mesmo projeto.

Então, inicialmente, a gente vai trabalhar com ele em "Disk" mesmo, que é um projeto normal. Vai lá abrir, salvar, vai configurar. A única diferença de um para o outro, é que um realmente é mais complexo, e serve para você trabalhar em "server", um servidor com várias pessoas diferentes. Tem até a questão de "password", de "username", então, é diferente, porque você consegue trabalhar direto com um servidor.

No nosso caso, a gente vai criar só o "Disk" e vamos colocar o nome de "database_aula". E aí vou colocar um diretório novo.

Posso vir no "Desktop", no curso do DaVinci aqui, edição, criar uma pasta nova de "database_aula", e salvar essa base lá.

Então, eu tenho aqui o "local database", que é o normal, que o software já cria pra gente, e tenho o database da aula, que é um novo local que criamos para estar trabalhando.

Depois disso, posso vir e criar um novo projeto que vou colocar o nome de "projeto_aula”, Creat. E ele abre o DaVinci de fato para mim.

Quando ele abre para gente, já vai abrir na parte de "edit". Só que como eu falei anteriormente, o nosso projeto já estava pré-configurado. Então, é a pré-configuração que o próprio DaVinci já faz por você normalmente. Para você mexer nessa configuração, você tem que vir aqui no menu "File" e em "Projects Settings".

Quando você clica e faz isso, você tem a opção de estar mexendo nos Presets do seu projeto.

Então, eu tenho aqui os Presets, e tenho a questão do "Master settings", que é onde vou mexer com o formato da timeline, que no caso, é o mais importante para gente.

Por que? Porque é interessante que você já saiba para onde vai mandar esse material. Ah, você vai mandar esse material para o Youtube: então, você já pode criar a sua "timeline" com base no seu processo final. Se você vai mandar para o YouTube, você já deixa configurado para o YouTube.

E no caso do YouTube, a gente já pode trabalhar com a resolução em full HD normalmente. A única coisa que vai ser diferente dessa configuração para o projeto que a gente vai mexer, é que o nosso "frame rate" não vai ser em 24 frames por segundo, ele vai ser em 29.97.

É só a gente mudar a questão da base de frame. Eu gravei esse material com a questão do frame rate maior, de 29.97, mas em alguns projetos, ele pode estar em 24. Podem ficar tranquilos, que eu vou colocar um texto explicando essa galerinha para vocês, porque pode ser complicado para você que está mexendo agora, mas a galera que já entende de edição, vai bater o olho e já saber o que é o que.

Então, isso aqui vai servir para configurar o seu projeto, e isso aqui também é o seu monitor de referência. Então, esse monitor aqui, é o vídeo de monitoração. Eu clico nele, e vou mudá-lo também para full HD, só que em 29.97 também. Vou deixá-lo bonitinho, para os dois estarem rodando com a mesma configuração.

Vou salvar, e aí, o meu projeto está configurado. Quando eu não faço isso, e eu puxo algum material para cá, por exemplo, eu não configurei para 24 "frames", mas puxei um vídeo que é 29.97, na hora que eu jogar na "timeline", jogar no "master", ele vai perguntar se eu não quero alterar o meu projeto com base no meu vídeo.

E você coloca que não, ou coloca que sim, dependendo do que você quiser fazer. E com ele aqui, a gente começa a trazer as mídias para cá, através do nosso "Media pool", que é esse carinha na minha lateral. Clico nele só para dizer, mas venho em menu "file", "import file", "import media".

Vou entrar no "Desktop", "DaVinci resolve", "Módulo 01 - edição"; e eu tenho um "footage" aí. Tenho todas as minhas mídias aqui, a "trilha", e o "off". Então, eu posso só selecionar, vou selecionar aqui algo para vocês verem, vou selecionar o primeiro, dei um open e ele já abre para gente.

Eu posso também fazer isso da maneira mais fácil de todas, que é abrindo o "finder" normal, vir em "desktop", abrir a mesma pasta, footage, e arrastar aqui para dentro também.

Então, eu também tenho essa possibilidade. Ele é bem fluido em relação a isso. Posso abrir, arrastar direto do "finder", no caso, eu estou mexendo no Mac, mas se você estiver mexendo no Windows, é a mesma coisa, o projeto é o mesmo e toda a configuração é a mesma. Você vai abrir o Explorer, e na hora que você puxar, vai conseguir trazer o material para cá da maneira bem simples.

Então, é isso, pessoal. No próximo vídeo, a gente começa a visualizar como faz para organizar as mídias. Caso você queira puxar todas elas de uma vez também, você poderia selecionar todo mundo e jogar. Beleza? No próximo vídeo, a gente vê como organizar isso. Até lá!

Sobre o curso DaVinci Resolve: introdução a edição de vídeo

O curso DaVinci Resolve: introdução a edição de vídeo possui 155 minutos de vídeos, em um total de 29 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Edição de Vídeo em UX & Design, ou leia nossos artigos de UX & Design.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Edição de Vídeo acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas