UX Design não é sobre interfaces bonitonas.

wanderson-macedo
wanderson-macedo

Compartilhe

Talvez tenhamos errado novamente nos nomes das áreas que temos na tecnologia, ou muito provavelmente, esteja eu errado em escrever tudo que vem a seguir.

O termo design ficou fortemente associado a interfaces/ambiente. Justo por que ao pensarmos em design de interiores e /ou web design, temos aquela impressão de que quem tem esse título, não só sabe deixar as coisas muito bem organizadas, como também, bonitas. O que não é totalmente verdade.

Algo que pode deixar essa característica mais evidente é o processo de arquitetura de informação. Onde o resultado pode ser um diagrama em preto e branco, organizado, mas que não é bonito.

Outro exemplo? Card Sorting. Onde agrupamos elementos que fazem sentido estarem juntos e separamos aqueles que achamos que devem estar em outro grupo.

O maior engano das pessoas está no termo design. Termo que tem mais de uma tradução e que pode confundir bastante. Quem é desenvolvedor, com certeza já cometeu gafes com o termo pattern, achando que era a mesma coisa que default. Sim, eu também já errei nisso.

Design está mais ligado a projeto ou concepção (desenho também) do que realmente a aparência. Justo por que quem diz se está bonito ou não, é quem está vendo, com outros olhos, em outro contexto. Não necessariamente quem desenhou a interface.

A interface na UX, é um dos resultados de um processo anterior. Antes de bonita, ela precisa ser útil, fácil de usar e comunicativa. Precisa entregar o que o usuário precisa de uma forma simples. Ela precisa ser intuitiva, ou seja, um botão precisa parecer um botão.

Então, antes de pensar em uma interface muito atrativa em estética. Considere as seguintes questões:

  1. Ela é útil, fácil de entender e informativa?
  2. É preciso pensar muito para interagir com ela?
  3. Os elementos acionáveis, parecem acionáveis mesmo?
  4. É confortável de interagir? Os botões são grandes o suficientes?
  5. Os espaçamentos e alinhamentos estão bem definidos?

Ótimo! Segue em frente com as cores e demais itens estéticos para dar aquele plus de brilhar os olhos, sem prejudicar os itens anteriores)

Gostou do artigo, quer saber mais? Aqui na Alura temos uma formação em UX onde você vai aprender na prática como aplicar UX no dia a dia de um projeto.

Veja outros artigos sobre UX & Design