Redes sociais: como definir o ritmo de postagens?

Izabella Oliveira
Izabella Oliveira

Compartilhe

  

A presença das marcas nas redes sociais é fundamental atualmente, mas a qualidade dos conteúdos entregues é ainda mais importante. E quando falamos sobre a gestão das redes sociais de uma marca ou empresa, falamos também sobre o planejamento de postagens.

O valor do conteúdo

Uma pesquisa feita em 2018 pela Salesforce com mais de 6 mil pessoas em 15 países, mostra que 80% destas pessoas considera a experiência de compra tão importante quanto os produtos e serviços oferecidos pela marca. E que, 95% destas pessoas são mais fiéis à marcas em que confiam.

Os dados da mesma pesquisa mostram que 94% dos(as) brasileiros(as) que responderam às questões, dizem que é muito importante quando são tratados(as) como pessoas e não como números para as empresas.

Em linhas gerais, não adianta ter uma postagem diária se esse conteúdo não entrega valor para os seus seguidores. Por isso, no momento do planejamento do cronograma de postagens nas redes sociais, é imprescindível conhecer para quem este conteúdo está sendo produzido e atentar-se para que os valores e a identidade da marca estejam alinhados aos posts e conteúdos.

Planejamento de postagens

Para facilitar o dia a dia, uma boa forma de organizar os conteúdos e definir o calendário de postagens é utilizando o trello.

O Trello (disponível em versões gratuitas e pagas) permite que você utilize quadros e colunas de forma personalizada, criando seções e divisões da maneira que preferir: por dias da semana, posts sendo produzidos, posts feitos, posts publicados e diversas outras formas.

Além disso, é possível adicionar pessoas, data de entrega e etiquetas nos cartões (tarefas), fazendo com que o time inteiro consiga acompanhar o ritmo de trabalho, prazos e atividades da equipe.

Ok, tenho os conteúdos organizados. Quando postá-los?

Teste e descubra qual o melhor horário para publicar em cada perfil de rede social de acordo com as interações dos(as) seus(suas) clientes.

As próprias redes sociais oferecem um painel de análise das postagens para você mensurar as impressões, visualizações, compartilhamentos e outras métricas de engajamento e interação. A partir destas informações você pode, com o tempo, definir quais os melhores horários e dias para realizar suas postagens.

Mas lembre-se que este é um tópico relativo, tendo em vista que cada perfil de usuário(a) têm diferentes hábitos nas redes sociais. Portanto, você precisa descobrir qual o perfil geral do seu público.

Dicas importantes para a criação de conteúdo

Mantenha um fluxo de postagens

Uma vez definido o fluxo de postagens nas redes sociais da marca, é fundamental mantê-lo ao longo do tempo, para que os(as) clientes e seguidores(as) não não se sintam abandonados(as) ou até mesmo esqueçam que sua marca está presente naqueles canais. Marcar sua presença é muito importante para que eles(as) continuem tendo um vínculo ativo com você e os seus conteúdos.

Ouça sempre quem está do outro lado da tela

As postagens têm o objetivo de informar e gerar valor para as pessoas que estão nas redes sociais da sua marca, por este motivo, ouça sempre o que elas têm a dizer. Até mesmo os feedbacks negativos podem servir como norte para as próximas postagens.

Estude e se capacite cada vez mais

Assim como citamos a pesquisa feita pela Salesforce, há muitas pesquisas e estudos de mercado relevantes na internet. Estes dados obtidos podem orientar você e sua equipe no momento da criação, planejamento e organização dos posts nas redes sociais.

Realizar benchmarkings (análise estratégica das práticas realizadas por empresas do mesmo setor de atuação da sua) e consumir conteúdos que aumentem o seu repertório também podem ajudar neste processo.

Atente-se aos copys

Copys são o texto das publicações e têm o objetivo de passar a mensagem de forma direta e de acordo com a maneira de se comunicar da marca.

É importante manter os valores pré-definidos de comunicação da sua empresa mas adequar essa voz para cada canal.

Isso é o que chamamos de tom de voz, ou seja, as diversas variações na forma de se comunicar da marca dependendo do seu meio, sem perder a identidade da marca e gerando valor para as pessoas.

Chame a atenção de quem está lendo

Além disso, é importante que os copys sempre tenham um CTA (call to action) que é uma chamada visual ou textual com o objetivo de levar quem está lendo para realizar uma ação.

O CTA pode servir para o(a) usuário(a) clicar em um link, comentar no seu post, compartilhá-lo com um amigo ou amiga, etc.

É preciso tomar cuidado com o objetivo e perfil de cada rede social. No Twitter, por exemplo, há limitação de caracteres (são permitidos 280 por tweet), então é necessário adequar o copy do post para o número de caracteres permitidos. Já no Instagram, onde há mais de 1 bilhão de pessoas ativas ao redor do mundo, vale incluir desafios e chamadas no copy para que as pessoas comentem em seu post, promovendo ainda mais interação entre elas.

Integrar as peças e os copys

As peças são os conteúdos gráficos das postagens e tem o objetivo de ilustrar a postagem e chamar a atenção das pessoas enquanto elas rolam o feed de notícias. O ideal, neste caso, é que os dois recursos se complementem.

Use hashtags e alcance ainda mais pessoas

As hashtags são importantes para que seu conteúdo seja encontrado por pessoas interessadas no tema do post e que ainda não te seguem. Com isso, além de levar conteúdo e informação para mais pessoas, você também pode ganhar novos(as) seguidores(as).

Você aprendeu os conceitos e as dicas, agora é hora de colocar em prática nas suas redes

Como já citamos, estudar é uma ferramenta muito importante para a gestão das redes sociais. Vale lembrar que não há uma fórmula mágica ou um passo a passo para entregar valor para as pessoas através destes canais.

Por este motivo, pesquise, analise e ouça para entender qual é o perfil da sua persona em cada rede social e quais são as necessidades dela. Desta forma, você produzirá conteúdo e agregará valor para as pessoas, criando um relacionamento duradouro com elas.

Na Formação Social Media da Alura você vai identificar o papel dos(as) profissionais que trabalham com redes sociais no mercado, além de entender como captar a atenção das pessoas nos meios digitais.

Veja outros artigos sobre Inovação & Gestão