Para que serve o Adobe Illustrator?

Para que serve o Adobe Illustrator?
Felipe Labouriau
Felipe Labouriau

Compartilhe

Introdução

Você já ouviu falar em imagem vetorial? Deixa eu te contar! É um tipo de imagem “especial”, construída por coordenadas matemáticas. A partir de pontos nos espaço - os chamados “pontos-âncora” ou “nós” - são descritos caminhos que ligam esses pontos entre si e, por consequência, dão forma aos mais variados objetos. Cada um desses pontos possui uma posição definida nos eixos x (horizontal) e y (vertical) do plano de trabalho e que determinam a direção do caminho.

Logotipo da Alura na cor preta sobre fundo branco.

Vamos tomar como exemplo o logo da Alura no formato de imagem vetorial. Num primeiro momento não dá para perceber nada de diferente nele.

Gif animado que mostra aproximação da letra A do logotipo da Alura. Conforme a imagem vai ficando mais próxima pode-se ver pequenos pontos.

Porém, quando a imagem é aberta num software específico de trabalho com vetores, note que ao nos aproximarmos das letras, elas são, na verdade, construídas por vários pontos que se conectam por caminhos.

Imagem que mostra um dos pontos-âncora que compõem a letra A destacados por um quadrado de contorno vermelho. Está aberta uma janela flutuante do painel Properties, que indica diversas propriedades distintas do ponto-âncora.

Ao selecionar qualquer um dos pontos-âncora (anchor point, em inglês) e acessarmos o painel de Propriedades (Properties) de qualquer software que trabalhe com este tipo de imagem, somos informados da sua posição nos eixos x e y, como na imagem acima.

Mas, afinal, o que tem de especial nessas imagens vetoriais? O fato delas poderem ser ampliadas quase que infinitamente sem perder qualidade. Isso acontece porque as equações matemáticas que marcam as posições de cada um dos pontos se adaptam conforme a aproximação é feita.

Gif animado que mostra a aproximação da imagem vetorial do logo da Alura.

O logo da Alura, em formato vetorial, ampliado até o zoom de 1000%. Não há perda de qualidade na visualização.

Gif animado que mostra a aproximação da imagem bitmap do logo da Alura.

Agora, a mesma imagem, no formato bitmap com zoom aplicado. Repare como um serrilhamento nas bordas das letras se torna visível e aparecem pequenos quadrados - os chamados pixels - que compõem as imagens deste formato. Como o número de pixels é fixo levando-se em conta uma concentração deles por polegada quadrada, aqui, a ampliação tem um limite antes que haja perda de qualidade e definição. A possibilidade, então, de se dar zoom infinito em vetores é o que fazem eles serem super úteis.

Neste episódio do podcast Layers ponto tech falamos mais sobre o desenho vetorial.

Banner promocional da Semana Carreira Tech, organizada pela Alura e FIAP. Texto: 'Descubra como graduações tech estão transformando o futuro. Cinco lives gratuitas para você mergulhar nas áreas mais transformadoras da atualidade, desde o que se estuda nas graduações até a prática do mercado. Garanta sua vaga de 01 a 05 de julho.' Imagem de profissionais usando equipamentos tecnológicos avançados, como óculos de realidade aumentada. Botão destacado com a chamada 'Garanta sua vaga'. Logotipos da Alura e FIAP no canto superior direito.

E o Illustrator?

Segundo a Adobe:

O Adobe Illustrator é a ferramenta de design gráfico líder do setor que permite criar tudo o que você imaginar, de logotipos e ícones a imagens e ilustrações, e personalizar sua criação com precisão de nível profissional, e oferece recursos para poupar tempo, como repetição de padrões ou edições globais. As imagens criadas com o Illustrator podem ser usadas em qualquer tamanho de formato digital ou impresso, e a aparência será exatamente a mesma que você criou.

Fonte: https://www.adobe.com/br/products/illustrator.html

Como visto no próprio site da Adobe, o software Adobe Illustrator é o líder no desenho de imagens vetoriais. É o programa que oferece a maior quantidade de ferramentas para o trabalho com estes arquivos. Desde a criação de formas geométricas simples até avançados efeitos 3D, o Illustrator tem um sem-número de soluções para todas as pessoas que atuam no mercado de design.

Imagem que mostra o restultado da busca pelo termo Illustrator na plataforma online LinkedIn no Brasil.

Uma rápida pesquisa no LinkedIn nos mostra mais de três mil vagas de emprego no Brasil que pedem conhecimento no Illustrator.

Trata-se de um software pago por meio de uma assinatura mensal, comercializada pela empresa que o desenvolve, a Adobe. Há ainda a possibilidade de sete dias gratuitos para teste. Aqui você pode conferir os planos disponíveis e nesta página os descontos oferecidos para professores e estudantes.

O que eu posso fazer com o Illustrator?

Como a sua função principal é trabalhar com vetores, todo tipo de projeto que for relacionado a esse formato pode ser feito no Illustrator. Os mais comuns são:

  • Logos
  • Ícones
  • Grafismos
  • Fontes tipográficas
  • Peças gráficas de comunicação visual
  • Objetos 3D
Imagem que mostra o processo de vetorização de um desenho de um peixe.

O processo de “vetorizar” imagens, exemplificado acima, é bem popular no Illustrator. Nele, parte-se de uma imagem bitmap e, tendo ela como referência, é feito o desenho de um vetor, “vetorizando-a”. É o que fazemos, entre outras coisas, no curso Illustrator: criando um logo.

Quatro ícones, que representam, respectivamente: defesa, perfil, saque e globo.

Preparar ícones, como os usados em interfaces digitais de apps e sites, é uma das funções utilizadas no Illustrator.

Imagem de um banner para publicação em redes sociais. Nele, há diversos grafismos, além da fotografia de um modelo sorrindo e dos dizeres “Você feliz de verdade” e “Eu quero”, acompanhados do logo da empresa Bytebank.

Materiais gráficos de comunicação visual, como essa postagem para redes sociais, também podem ser elaborados no Illustrator. O software não só desenha vetores, como também permite a redação de texto, criação de padronagens e execução de diversos efeitos. Inclusive, nós desenvolvemos esta arte no curso Adobe Illustrator: criação de ícones e fundos para interfaces digitais, no qual você é apresentado do zero ao programa.

Principais funcionalidades

O Adobe Illustrator é um aplicativo robusto com uma ampla gama de recursos e ferramentas para designers. Alguns dos seus recursos mais destacados são:

  • A capacidade de desenhar à mão livre com uma variedade de pincéis, lápis e canetas digitais.
  • Opções de cores avançadas para criar paletas de cores, preencher formas, usar esquemas de cores gradientes e misturar diferentes efeitos de cores.
  • Um recurso de Camadas (Layers) que permite dividir os componentes do seu design em diferentes camadas, facilitando a edição de uma camada sem afetar as outras.
  • Um recurso de grade com pontos de ancoragem e recursos de “encaixe”, permitindo que você alinhe facilmente formas e linhas com precisão.
  • Bibliotecas na nuvem onde você pode reunir e armazenar todos os recursos de design de um projeto — como cores, pincéis, gráficos, texto e estilos de caracteres — em um local acessível, facilitando a seleção no meio de um projeto.
  • Uma biblioteca de fontes disponíveis para você pesquisar e encontrar os tipos de fonte perfeitos para usar em seus projetos.
  • Ferramentas para criar rapidamente formas geométricas, ajustar curvaturas e manipular linhas.

Interação com outras ferramentas

As imagens vetoriais também são muito importantes para o uso na web. O Illustrator, por padrão, salva os seus documentos no formato .ai (Adobe Illustrator), mas é capaz também de salvá-lo no formato .svg (SVG).

SVG, em inglês, significa Scalable Vector Graphics (Gráfico de Vetor Escalável, na tradução livre para o português). Como os vetores são reproduzidos podem ser redimensionados significativamente sem perder qualidade, eles são ideais para logotipos e gráficos complexos no ambiente online.

Imagem que mostra o dashboard na plataforma da Alura no navegador Chrome. O painel de inspeção da página está aberto e nele pode-se ler a natureza dos elementos que fazem parte do layout so site, como o logo da Alura.

O logo da Alura, por exemplo, é carregado na plataforma no formato SVG.

Além disso, os SVG são escritos em código XML, o que significa que eles armazenam qualquer informação de texto como texto literal e não como formas. Isso permite aos mecanismos de pesquisa, como o Google, ler gráficos SVG carregados em navegadores, identificando as suas palavras-chave e, com isso, ajudando-o a subir no ranking de busca.

Por fim, o formato SVG é livre (não é propriedade de nenhuma empresa, como .ai), o que faz ele ser usado por diversos outros programas, como o Figma. Dessa forma, é possível levar imagens vetoriais geradas no Illustrator para o Figma sem grandes problemas. Assim, o processo criativo de interfaces digitais pode acontecer de ponta a ponta em programas diferentes, explorando o máximo de cada um deles.

Concluindo

O Illustrator é o programa mais completo do mercado de design para trabalhar com imagens vetoriais. Rico em ferramentas, ele permite que diversos tipos de projetos sejam feitos. Por isso, é o software padrão para pessoas que atuam na área, sendo pedido em muitas oportunidades de emprego.

Aqui na Alura temos cursos e formações na Escola de UX & Design que ensinam as principais técnicas e conceitos para quem quer aprender como extrair o máximo que puder do Illustrator.

Até a próxima!


Créditos

Felipe Labouriau
Felipe Labouriau

Sou designer gráfico de formação, com experiência no mercado de mídias impressas e virtuais. Hoje, sou instrutor de design na Alura e já colaborei para grandes insituições, como Fundação Getúlio Vargas, Ipiranga e Sebrae/RJ.

Veja outros artigos sobre UX & Design