.Net framework: O que é?

Fabiano Augusto Teodoro
Fabiano Augusto Teodoro

Compartilhe

Neste artigo vamos falar sobre o que é a plataforma .NET, quais linguagens ela suporta e quais os tipos de aplicações que conseguimos desenvolver.

O que é o .NET?

Para começar, podemos dizer que .NET é uma plataforma de desenvolvimento atualmente open-source, criada pela Microsoft, e que é composta por uma biblioteca padrão, um compilador e uma máquina virtual.

Esses componentes da plataforma possibilitam a criação de códigos em algumas linguagens, como C#, VB.NET e F#, afinal, a plataforma foi pensada para utilizar as linguagens e tecnologias da Microsoft, sem precisar usar bibliotecas diferentes para cada uma delas.

códigos

E isso foi visto com bons olhos, tanto pela comunidade, quanto pelas empresas. Afinal, a adoção de uma linguagem nova seria bem mais fácil, já que a pessoa desenvolvedora só precisaria aprender a sintaxe da linguagem nova.

Esta foi uma grande sacada, pois houveram possibilidades de colocar projetos em linguagens diferentes dentro da mesma solução, por exemplo, posso ter uma biblioteca em C#, uma aplicação web em VB.NET e os testes em F#, trazendo uma certa flexibilidade para quem desenvolve nas linguagens suportadas pela plataforma.

Tipos de aplicações possíveis com .NET

Na primeira versão da plataforma, que foi o .NET Framework, só era possível desenvolver aplicações desktop para Windows, aplicações web com o framework Asp.NET para ser hospedadas em servidores com Windows Server e aplicações mobile para Windows Phone.

Depois que a Microsoft abraçou o open-source, surgiu a possibilidade de criar aplicativos para desktop, web, mobile utilizando o framewok Xamarim Forms, smart tvs, vídeo games e até mesmo em embarcados, como o Arduino para projetos de internet das coisas ou automação, além de que também roda no Windows, distribuições Linux e Mac OSX.

Falando um pouco sobre as versões

Como dito acima, tudo começou com .NET Framework, que hoje em dia se encontra na versão 4.8 e não há pretensões de grandes atualizações do framework, porém, ainda não é um produto fora de mercado, pois ainda mantém o suporte. Muitas empresas ainda mantém sistemas inteiros nesta plataforma, porém, são frequentemente chamados de sistemas legados.

Em 2016 foi lançado o .NET Core, e desde então a plataforma vem se tornando cada vez mais robusta e hoje em dia é recomendado começar novos projetos usando .NET Core. Atualmente, na data de lançamento deste post, o .NET Core está na versão 3.1, que terá suporte até dia 3 de dezembro de 2022.

Mas eu preciso do Visual Studio para programar em .NET?

A resposta é: Definitivamente, não!

Para codificar é possível utilizar qualquer editor de texto, qualquer editor de texto, mesmo! Pode usar seu editor favorito, como o VS Code, Atom, Sublime Text, VIM, EMACS e até mesmo o Bloco de Notas, pois, neste caso é mesmo questão de gosto, ou costume com os recursos que cada um oferece.

Os projetos podem ser criados via linha de comando, então, independentemente do sistema operacional de sua preferência, é possível desenvolver aplicações em .NET Core.

Se você quiser conhecer mais sobre o desenvolvimento em .NET, aqui na Alura temos a Formação .Net, onde você vai aprender desde básico, como escrever um código em C# até o desenvolvimento de uma aplicação web com persistência de dados.

Veja outros artigos sobre Programação