O caso da ITA Júnior: Empresas juniors que estão sempre aprendendo

O caso da ITA Júnior: Empresas juniors que estão sempre aprendendo
Alex Felipe Victor Vieira
Alex Felipe Victor Vieira

Compartilhe

Aproveitando essa parceria, tivemos uma conversa com a Ulli Olivetti (colaboradora da ITA Júnior) que topou fazer uma entrevista conosco falando um pouco sobre como é trabalhar na ITA Júnior e compartilhando os seus desafios do dia a dia.

Curioso para saber mais sobre a nossa conversa? Então acompanhe e descubra:

O que faz o ITA Júnior?

A ITA Júnior é uma empresa formada unicamente por alunos do ITA. Nosso principal objetivo é desenvolver o estudante por meio da vivência empresarial e da execução de projetos vendidos ao mercado. Ao mesmo tempo, incentivamos o empreendedorismo na região. Isso porque nossos projetos têm custo mais baixo, dado que possuem tributação menor, sendo voltados, principalmente, para micro e pequenas empresas que não teriam condições de obter um serviço de consultoria sênior. Hoje em dia, fazemos projetos em TI e em otimização. Basicamente, podemos fazer desde o site da sua empresa ou a plataforma web que nosso cliente sempre sonhou, até a análise de como melhorar o seu negócio e otimizar seus processos para diminuir desperdícios.

Como você começou a participar da empresa?

Assim que entrei para a faculdade, fiquei sabendo da ITA Júnior e da oportunidade que eu teria de desenvolver habilidades interpessoais e de entrar em contato com o mercado, sem me afastar da engenharia! Sempre fui uma pessoa tímida, então essa ideia me atraiu muito. Fiz o processo seletivo e consegui entrar no início de 2016. Na época, não poderia imaginar o quanto aprenderia na empresa e o quanto a ITA Júnior me amadureceria como pessoa.

Quais as tecnologias que vocês usam mais atualmente?

Para os projetos de web, utilizamos muito HTML, CSS, jQuery, JavaScript, Angular e Node. Em otimização, usamos muito Excel, VBA, Access e conhecimentos de Lean. Grande parte da nossa capacitação vem da Alura. Com a plataforma, conseguimos que nossos membros tenham o conhecimento e a segurança para executar os projetos de maneira contínua, sem que esse aprendizado se perca ao longo das gestões.

O que acham interessante na proposta da Alura?

Muita coisa (rs). Primeiro, o fato de ter cursos de diversos assuntos de qualidade garantida em um só lugar facilita muito o estudo. Os instrutores também são muito bons e todos os vídeos são acompanhados de vários exercícios, o que permite que uma pessoa sem conhecimento nenhum no assunto se torne um bom profissional após concluir o curso. Os cursos também estão sempre se atualizando, seguindo a tendência das linguagens de programação. Além disso tudo, a plataforma é super amigável e o atendimento ao cliente é excelente. Olhando para trás, adotar a Alura foi a decisão mais acertada que tomamos na ITA Júnior dos últimos tempos.

Vocês participam de eventos, fóruns e listas?

Sempre incentivamos nossos membros a participarem de tudo que a Alura oferece. Os tópicos são sempre bem interessantes para nossos projetos e os fóruns são uma ótima maneira de tirar dúvida rápido, já que o suporte é bem ágil. Acreditamos que devemos aproveitar tudo que é oferecido para ter uma capacitação completa.

Quais são os maiores desafios do dia a dia?

A ITA Júnior compartilha de muitos desafios comuns das empresas juniores. Hoje em dia, a gente tem certa dificuldade para fazer os empresários da região nos conhecerem. Queremos atingir mais pessoas e fazer mais projetos, para conseguir impactar mais o mercado e ajudar mais empresas a crescerem. Mas ainda não conseguimos encontrar a melhor forma de atingir nosso público.

Alex Felipe Victor Vieira
Alex Felipe Victor Vieira

Alex é instrutor e desenvolvedor e possui experiência em Java, Kotlin, Android. Criador de mais de 40 cursos, como Kotlin, Flutter, Android, persistência de dados, comunicação com Web API, personalização de telas, testes automatizados, arquitetura de Apps e Firebase. É expert em Programação Orientada a Objetos, visando sempre compartilhar as boas práticas e tendências do mercado de desenvolvimento de software. Atuou 2 anos como editor de conteúdo no blog da Alura e hoje ainda escreve artigos técnicos.

Veja outros artigos sobre Inovação & Gestão