Por que investir na sua marca pessoal?

Alanis Presotto
Alanis Presotto

Compartilhe

Muher sentada no tapete, escrevendo no seu caderno.

Oprah Winfrey, Kim Kardashian, Beyoncé e Anitta são alguns dos cases de sucesso quando o assunto é transformar a sua marca pessoal forte e bem posicionada em oportunidades de trabalho e construção de um império.

Ter uma marca pessoal bem definida e conhecer o seu propósito é essencial se você atua no mercado de trabalho e deseja conquistar mais destaque, melhor reputação, mais clientes ou alcançar o sucesso.

Te convido a ler este artigo para aprender mais sobre marca pessoal, como trabalhar a sua imagem e fazer com que as pessoas lembrem de você através de suas ações e conhecimentos.

Homem andando de bicicleta na calçada.

O que é marca pessoal?

O termo marca pessoal surgiu por volta dos anos 60, mas se tornou ainda mais forte quando, em 1997, Tom Peters disse “não importa o que fazemos, somos os CEO’s da nossa própria marca pessoal, e isso significa que somos tão comercializados quanto produtos e serviços.”

Basicamente, o branding pessoal é tudo aquilo que te representa: o seu nome, seu tom de voz, o que você manifesta, os seus valores, símbolos que usa, sua personalidade e sua história. Ou seja, é o que diferencia você dos outros.

Quando a marca pessoal está bem definida, você consegue ter o controle da sua narrativa e mostrar pra audiência o que você quer que eles vejam. O processo envolve encontrar a sua singularidade e construir uma reputação em cima da mensagem que você quer passar.

Como desenvolver a minha marca pessoal?

Pensando bem em como desenvolver uma marca pessoal do zero, separei três dicas importantes para vocês:

  1. Descubra quem é você e crie a sua base de autenticidade

Sabemos que a marca pessoal reflete quem nós somos, por isso, antes de mais nada, é preciso identificar quem é você, quais são suas forças e fraquezas, o que te motiva e quais são os seus maiores valores e propósito.

Peça ajuda aos familiares ou pessoas mais próximas para conseguir identificar quais são as suas características mais fortes, peça para eles te descreverem.

Outro passo muito importante para construir uma marca pessoal é entender qual base você vai construir com autenticidade!

  1. Defina o seu caminho e audiência

Entenda pelo o que você quer ser conhecido, qual será sua base de conhecimento, existe um tema que você tem experiência e pode se tornar expert naquilo, quais são as habilidades, competências necessárias para isso, qual o seu propósito.

Depois de determinar qual será o seu caminho, é preciso traçar qual será o seu nicho, a audiência ideal para a base que você irá construir. Construa uma comunidade.

Quem vai querer te assistir? Quem irá te acompanhar? Quem vai se identificar com a sua história? Quem levanta as mesmas bandeiras que a sua?

  1. Crie uma oferta irresistível, foque na qualidade e consistência

Você que é empreendedor ou empreendedora e está construindo uma marca pessoal lucrativa, é preciso criar uma oferta irresistível. Agora que o seu público-alvo já está traçado, pense em uma oferta que ajude o público a resolver um problema específico ou até mesmo que o ajude alcançar um objetivo.

Por isso, é importante identificar e conhecer a fundo sobre o seu cliente ideal, ou sua audiência, antes de definir qual será a sua oferta irresistível, para identificar quais são as suas maiores dores e desejos.

Para criar uma marca pessoal forte é preciso ter um desempenho constante no trabalho, foque no seu objetivo, trabalhe com qualidade e seja consistente.

Propósito e marca pessoal andam juntos?

A resposta é sim! Ter um propósito bem definido ajuda a construir melhor a sua marca pessoal e ter maior conexão com o público, gerar motivação e inspiração.

Existe um conceito que pode e vai te ajudar a encontrar o propósito da sua marca pessoal, que é o famoso Golden Circle (Círculo Dourado) desenvolvido por Simon Sinek.

O Golden Circle foi desenvolvido para entender por que existem empresas que sobressaem nos resultados e ganham mais destaque que outras. Simon Sinek entendeu que o que motiva e inspira as pessoas é o propósito da marca, ou seja, o porquê delas existirem.

Entenda melhor o Círculo Dourado e assista o TED do Simon Sinek.

Por fim...

A gente já entendeu o que é marca pessoal e propósito, mas por que isso é tão importante, o que faz uma pessoa construir e investir em sua própria marca e quais são os benefícios?

Ter uma marca pessoal bem definida não é importante apenas para os donos de seu próprio negócio, mas a quem quer se destacar no mercado e virar referência. Aquele que cuida da sua marca pessoal tem o controle de suas oportunidades, da sua carreira e negócio.

Através da marca pessoal, as pessoas vão confiar mais em você porque conhecem as suas individualidades e a sua história. Como também, faz com que você desenvolva melhor os seus valores e passe maior credibilidade no que você faz ou é autoridade.

Quer saber mais sobre Propósito e Marca Pessoal? Acesse o curso Marca pessoal: fazendo seus negócios darem certo e desenvolva ainda mais seus conhecimentos!

Veja outros artigos sobre Inovação & Gestão