Extensões VS Code: descubra quais são as mais usadas

Extensões VS Code: descubra quais são as mais usadas
Beatriz Moura
Beatriz Moura

Compartilhe

Resumo do artigo

Caso queira deixar a leitura da explicação completa para depois, a seguir estão as informações mais importantes sobre algumas das extensões do VS Code mais usadas pela comunidade:

  1. EsLint: encontra e corrige automaticamente os erros de sintaxe.
  2. Live Server: modifica em tempo real as alterações na página.
  3. Visual Studio IntelliCode: fornece recomendações de autocomplete.
  4. GitLens: exibe de forma otimizada todas as alterações que foram feitas no projeto.
  5. VS Code Icons: biblioteca completa de ícones das linguagens para os arquivos.
  6. Beautify: torna o código mais organizado com a indentação.
  7. IntelliSense for CSS class name in HTML: faz o preenchimento de nome da classe CSS de maneira rápida.
  8. BookMarks: cria lista de trechos de códigos favoritos para facilitar a navegação.
  9. Auto import: importa automaticamente arquivos externos que estão sendo utilizados no projeto.

O Visual Studio Code ou como é comumente chamado, VS Code (pronuncia-se vê ésse côde), é um dos editores de código fonte mais utilizados atualmente pelas pessoas desenvolvedoras. Essa popularidade se dá por ser uma ferramenta leve, simples, com suporte a várias linguagens de programação e que possui uma lista de extensões que a torna altamente customizável.

Esse artigo vai trazer informações sobre as 9 extensões mais queridas pela comunidade e como elas podem otimizar a sua prática de desenvolvimento! Além disso, se você ainda não tem o VS Code instalado, clique aqui para fazer o download.

O que são extensões?

Extensões ou plugins são ferramentas desenvolvidas para se “encaixar” ao programa principal e adicionar recursos a ele. Costumam ser leves, não comprometem o funcionamento do software e são de fácil instalação.

Cada dev tem a sua maneira de programar e é por isso que as extensões podem ser ótimas aliadas! Com elas, conseguimos adaptar o VSCode às nossas necessidades, criando na rotina de trabalho e estudo um ambiente mais funcional.

A instalação das extensões no VS Code podem ser feita de duas formas, veja o passo a passo a seguir!

Pelo próprio VS Code:

  1. No menu lateral, clique na opção Extensions;
  2. No campo de pesquisa, digite o nome ou ID da extensão que você quer baixar;
  3. Clique na extensão e em seguida em install.

O cursor do mouse percorre o menu lateral, em seguida clica no ícone referente às extensões, vai até o campo de pesquisa e digita Live Server. A página do Live Server é aberta e há o clique no botão de instalar

Pelo site do Marketplace do VS Code

  1. Acesse a loja de extensões do VSCode;
  2. Na caixa de pesquisa digite o nome ou ID da extensão que será baixada;
  3. Selecione na lista a extensão desejada e, na página que será aberta, clique em Install;
  4. Se for exibida uma caixa de diálogo citando que você precisa ter o VS Code Instalado, clique em Continue;
  5. Na caixa de diálogo que aparecerá em seguida, clique em Abrir Visual Studio Code.

O VS Code será aberto já na página da extensão. Então, clique em Install.

Está aberto no site da loja do visual studio code, o cursor do mouse clica no campo de pesquisa e digita Live Server.

1. ESLint

A imagem mostra de trecho de código Javascript onde é digitado vários símbolos de ponto e vírgula ao final de uma linha. Como a extensão ESLint está instalada, ela retira automaticamente os símbolos de ponto e vírgula digitados em excesso.

Sabe quando quebramos a cabeça tentando entender por que o código não está funcionando e, quando nos damos conta, era simplesmente um parênteses que estava faltando? Pois bem! O ESLint é a extensão perfeita para você evitar que essas situações ocorram e otimizar melhor o seu tempo.

Esse plugin encontra erros de sintaxe rapidamente em seu código JavaScript e soluciona automaticamente esses problemas. Além disso, ele é totalmente personalizável, é possível escrever suas próprias regras para funcionarem juntas com as regras integradas do ESLint.

2. Live Server

À esquerda, linhas de código html e à direita, a página está aberta no navegador. A cada modificação no HTML essas atualizações aparecem automaticamente na página

Conforme construímos uma página web, torna-se necessário visualizarmos as alterações ao vivo das modificações que fazemos no HTML, CSS e JavaScript e é exatamente isso que o Live Server nos proporciona.

Essa extensão é uma das mais utilizadas no universo front-end.

Por meio de um servidor de desenvolvimento local com recurso de recarga (hot reload) para páginas estáticas e dinâmicas, toda alteração que é salva no projeto, é atualizada automaticamente, nos poupando de ter que recarregar a página manualmente a cada modificação em nosso projeto. Após a instalação, para utilizá-lo basta clicar em Go Live, que a página do projeto irá abrir no navegador padrão.

3. Visual Studio IntelliCode

Linhas de código de programação, conforme vai digitando, uma caixa de opções é aberta para completar o código

Já pensou se existisse uma inteligência artificial que te ajudasse no momento do desenvolvimento otimizando o seu tempo e completando o seu código com base no que você mais usa?

Essa extensão existe e é o Visual Studio IntelliCode ! Está disponível para diversas linguagens de programação, ela faz com que conforme digitamos, recomendações de autocomplete são criadas, colocando como prioridade no topo da lista aquilo que você tem mais probabilidade de usar.

4. GitLens

O cursor do mouse clica nos botões que permitem navegar pelas alterações feitas no código

Imagina perder um histórico importante no meio de um projeto, sem saber o que foi adicionado, alterado ou excluído… Pois é! Realmente pode acontecer e é nessas horas que o GitLens vem para nos ajudar.

Essa extensão é um combo recheado de recursos que te ajudam a compreender melhor o código. É possível visualizarmos todas alterações que foram feitas, quando e por quem, contribuindo para o trabalho em equipe. Além disso, traz diversas f informações sobre o histórico do Git, ou seja, histórico de arquivos, comparações com versões anteriores e muito mais.

5. Vscode icons

No campo de pesquisa superior do vs code é digitado >icon e um menu lateral é aberto com todos os ícones e seus respectivos arquivos

Quando codamos um projeto e ele vai crescendo, nos deparamos com uma quantidade imensa de arquivos, muitas vezes ficando até difícil visualizarmos quais são os tipos dos arquivos que estamos trabalhando?!

Para resolver esse problema, que tal utilizar uma biblioteca de ícones em seu VS Code? Essa extensão traz ícones referentes a cada tecnologia que você está utilizando e aplica nas pastas e arquivos, tornando nosso projeto mais organizado!

6. Beautify

Linhas de código html são selecionadas, o cursor do mouse vai até o campo de pesquisa e digita >, uma caixa de opções é aberta e é clicado na opção Beautify Selection, em seguida o trecho de código selecionado fica indentado.

Códigos muito complexos ou grandes podem tornar difícil a compreensão das hierarquias no código. Para solucionar isso, a indentação pode ser nossa aliada e afinal, quem aí não adora um código bem indentado?

É isso que essa extensão nos traz e ainda melhor, de forma automatizada! Basta selecionar o trecho de código que deseja indentar, teclar Ctrl + B e pronto! Ela torna o nosso código mais bonito e organizado.

7. IntelliSense for CSS class names in HTML

Há linhas de código HTML e ao nomear uma classe, uma caixa de opções aparece com opções de classe já existentes para autocompletar a escrita.

Você já se perguntou, porque uma determinada estilização não foi aplicada, então fica buscando possíveis erros no código e no final acabou se deparando com a famosa sintaxe incorreta na nomeação da classe?

Pois bem, essa extensão vem para resolver esse problema de erro na escrita, é umas das queridinhas do desenvolvimento front-end, pois fornece o preenchimento de nome de classe CSS para o atributo class com base nas definições encontradas em seu espaço de trabalho ou em arquivos externos referenciados por meio do elemento link.

8. BookMarks

Primeiro, o cursor do mouse vai até a caixa de pesquisa e digita o comando boo li, uma caixa de opções é aberta com os arquivos do projeto, é selecionado o arquivo que deseja acessar, uma nova caixa de opções é aberta com os trechos de códigos que foram marcados e fazem parte da lista de favoritos e por último indo com a seta para baixo é feita uma navegação entre eles

Você já se perguntou “onde é que foi que eu coloquei isso?” e teve que dar início à caçada do tal trecho de código? Procurando e procurando e gastando um bom tempo com isso?

Diga adeus à necessidade de pesquisar o código! Com o BookMarks ou Favoritos, é possível navegar, movendo-se entre posições importantes do seu projeto com facilidade e rapidez. Ele possui um conjunto de comandos de seleção, que permitem selecionar linhas marcadas para adicioná-las a uma lista de favoritos e começar a navegar entre esses pontos sempre que precisar.

9. Auto import

A imagem está aberta no arquivo home.ts. Na linha 11 do código, é escrito “ToastController”, durante esse momento, a extensão auto import identifica que é um arquivo externo e abre uma caixa de opções com esse arquivo no topo da lista, em seguida, é clicado na opção ToastController e automaticamente na linha 1 esse arquivo é importado por meio do código: “import {Toast Controller} from ‘ionic-angular’.

Já pensou se existisse uma solução para nunca mais esquecermos de importar os arquivos externos no arquivo que estamos trabalhando? E além do mais, que evitasse que tivéssemos que gravar o caminho desses arquivos toda vez que precisássemos importá-los manualmente?

A boa notícia é que essa solução existe e é a extensão Auto import! Para utilizar, basta citar o nome do arquivo que precisa ser importado no ponto que ele será utilizado no código e nesse momento ele será localizado, autocompletado e ao clicar enter, automaticamente será importado no início do arquivo.

Agora é com você!

Você utiliza alguma dessas extensões? Tem a sua favorita? Existe alguma outra que você não abre mão e que não foi citada no artigo? Queremos saber tudo!

Você pode responder aqui nesse tópico do fórum, onde também vai conseguir saber mais sobre a opinião de outras pessoas sobre extensões do VS Code.

Bons estudos e até o próximo artigo!

Beatriz Moura
Beatriz Moura

Estudante de Analise e Desenvolvimento de Sistemas, troquei a área da saúde e mergulhei em programação!Apaixonada por desenvolvimento Front-end e entusiasta de UX/UI Design.Descobri a paixão por ensinar sendo monitora durante uma outra graduação de ensino, onde também era presidente de Liga Acadêmica e Diretora de Mídia no Diretório Acadêmico.Atualmente sou Instrutora e Desenvolvedora de Software na Alura e já fiz parte do Scuba Team de Front-end.

Veja outros artigos sobre Front-end