Alura > Cursos de Programação > Cursos de Quality Assurance > Conteúdos de Quality Assurance > Primeiras aulas do curso Robot Framework: automatizando testes no padrão BDD

Robot Framework: automatizando testes no padrão BDD

Primeiro teste com Robot - Apresentação

Boas-vindas ao curso de Robot Framework. Meu nome é Caroline de Carvalho, sou instrutora na Escola de Programação da Alura e os acompanharei nesta jornada.

Autodescrição: Sou uma mulher de pele clara, tenho cabelos castanhos, longos e cacheados. Meus olhos são castanhos escuros e uso óculos com armação marrom e redonda. Estou vestindo uma regata preta e um colar prateado com pingentes de corações. Ao fundo, há uma parece com iluminação roxa.

O que vamos aprender?

Se você quer aprender a usar um framework para tornar a rotina de automação de testes mais prática, simples e funcional, você está no lugar certo! Nós usaremos o Robot Framework justamente para isso!

Durante o curso, aprenderemos sobre a sintaxe do Robot como integrar Robot à biblioteca Selenium para criar testes para web, como usar uma biblioteca para gerar massa de dados e tornar o preenchimento dos nossos campos e formulários mais dinâmicos. Além disso, estudaremos como estruturar o projeto usando POM (Page Object Model).

Aprenderemos todos esses conceitos utilizando Organo, uma plataforma desenvolvida para gestão de times de uma empresa, organizando funcionários conforme suas funções. Criaremos os passos de automação para preencher o formulário e gerar a lista de funcionários de acordo com as equipes.

Então, criaremos os testes. Vamos deixá-los bem estruturado e organizados para que, conforme o projeto cresça no futuro, eles estejam prontos para receber novas demandas.

Quais são os pré-requisitos?

É interessante que você já tenha noções de lógica de programação e de testes manuais. Não se preocupe, pois vamos desenvolver cada passo juntos!

Além de vídeos, teremos várias atividades e conteúdos extras! Você também pode contar conosco no fórum do curso e na comunidade do Discord!

Vamos estudar?

Primeiro teste com Robot - Preparando o ambiente: instalação do Robot Framework

Antes de tudo, precisamos garantir que temos tudo preparado e instalado em nossa máquina.

Instalar Python

Vou começar acessando a página oficial do Python e fazendo o download do instalador dele.

Afinal de contas, o Robot é feito em Python. Para executar o Robot, o Python precisa estar instalado na máquina. Após fazer o download, podemos executar o instalador.

No momento que abrir a primeira tela da instalação, é importante que você selecione a caixa de seleção "Add python.exe to PATH". Isso garante que, quando executarmos o Robot em nossa máquina, o Windows encontre o caminho de conexão com o Python. Em seguida, podemos clicar na opção "Install Now" para fazer a instalação.

Agora, que o Python está instalado, podemos fechar o instalador.

Instalar Node

O próximo passo é instalar o Node.

Por que vamos instalar o Node?

O Organo, o projeto que usaremos como base para nossos testes, foi criado em Node.

Como vamos executar localmente precisamos ter o Node instalado também. Assim como fizemos com o Python, basta acessar a página oficial do Node e clicar para fazer o download do instalador.

Após fazer o download na máquina, podemos executar o instalador e seguir clicando em "Next" até o final da instalação. O último passo é clicar em "Install" e aguardar a instalação no computador.

Instalar Robot Framework

Em seguida, vamos instalar o Robot Framework. Para isso, acessaremos a página oficial do Robot, onde temos algumas dicas e códigos para realizar a instalação.

Na aba "Install" da página oficial do Robot, há o seguinte comando:

pip install robotframework

Esse comando deve ser copiado e executado no prompt de comando do Windows. Note que este deve ser executado como administrador.

Podemos colar o comando no prompt e pressionar "Enter" para executar a instalação.

Instalar SeleniumLibrary

Após a conclusão da instalação do Robot Framework, o próximo passo é instalar a Selenium Library. Da mesma forma que foi feito com o Robot, acesse a documentação oficial da Selenium no GitHub, onde estão os passos de instalação. Copie o seguinte comando e execute no prompt do Windows.

pip install --upgrade robotframework-seleniumlibrary

Instalar o ChromeDriver

Acesse aqui a página para download do Chrome Driver.

Agora já instalamos o Python, o Node, o Robot e a Selenium Library. O próximo passo é instalar o ChromeDriver, ferramenta que vai estabelecer a conexão entre a Selenium Library e o nosso navegador. Para isso, no site do ChromeDriver estão listadas todas as versões possíveis para instalação.

Como determinar qual é a versão que você precisa instalar?

No seu navegador Google Chrome, clique nos três pontinhos abaixo do botão de fechar janela (botão "Personalizar e controlar o Google Chrome"). Depois, selecione a opção "Ajuda > Sobre o Chrome".

Nesta página, a versão do Chrome é exibida. É importante que o seu navegador Google Chrome esteja atualizado. Em seguida, retorne à página oficial do ChromeDriver para identificar qual é a versão mais adequada para você.

Navegando pela página do ChromeDriver, é possível ver as versões disponíveis. É interessante observar que, logo no topo da página, há uma mensagem informando sobre outra forma de instalação para versões do navegador acima da versão 115. Já há um link que redireciona você para realizar essa instalação nesta página intitulada "Chrome for Testing availability".

Ao rolar pela página, procure pela versão compatível com o seu navegador. No meu caso, a versão mais próxima do meu navegador é a versão com final 170, já que a versão do meu navegador é 115.0.5790.171.

Verifique a versão do seu navegador! Caso a versão do seu navegador não seja exatamente a mesma, é recomendado instalar a mais próxima dele.

Para encontrar a versão compatível com o meu navegador, consulto essa lista onde tenho disponível todas as opções para os sistemas operacionais existentes, como Windows e Mac. No meu caso, vou fazer o download para Windows 32.

Vamos copiar o link da opção ideal para a versão do nosso navegador. Após copiar o link, você pode clicar nele com o botão direito e selecionar a opção "Ir Até URL". A partir disso, você será redirecionado para a página de download. Ao clicar em "Salvar", o download será iniciado.

Após a conclusão do download, vou até minha pasta de downloads onde salvei o arquivo de instalação do ChromeDriver. O que preciso fazer agora é abrir o arquivo. Dentro dele, encontraremos uma outra pasta, pois se trata de um arquivo compactado (zip). Descompactando a pasta, temos dois arquivos disponíveis.

Vamos precisar realizar algumas ações com esses arquivos.

Vamos abrir o arquivo ZIP e entrar na pasta com os arquivos. Temos 2 arquivos, o chromedriver e um documento chamado LICENSE.chromedriver. Vamos recortar o Chrome Driver. Para fazer isso, clique nele e selecione a opção "Recortar" ou o atalho "Ctrl + X".

Precisamos mover o arquivo recortado para dentro da pasta "Windows", permitindo assim que todas as pessoas usuárias do sistema tenham acesso a essa ferramenta. Para isso, no menu esquerdo do Windows, navegue até a pasta "Windows". Dentro da pasta "Windows", na barra de pesquisa, procure pela pasta "System32". Ao encontrá-la, abra-a e use o atalho "Ctrl + V" para colar o arquivo chromedriver que recortamos. Será solicitada a permissão para realizar essa ação. Ao confirmar, temos o ChromeDriver instalado.

Instalar do Organo

O próximo passo de instalação será a instalação do Organo.

Acesse este link direto para o download do Organo.

Ao clicar no link acima, você poderá iniciar o download e salvar na pasta desejada. No meu caso, estou salvando todos os arquivos na minha área de trabalho.

Após concluir o download do Organo, o próximo passo é extrair o conteúdo do arquivo ZIP. Para isso, clique com o botão direito no arquivo e selecione a opção "Extrair tudo". Concluída a extração, é seguro excluir o arquivo compactado. Em seguida, dentro da pasta extraída, renomeie para "Organo".

Agora, recorte a pasta "Organo",volte para a sua pasta inicial e cole a pasta aqui. Dessa forma conseguimos um caminho mais curto para acessar o conteúdo da pasta. Se olharmos na barra de endereços do explorador de arquivos do Windows agora e clicar nela, podemos observar que, após o caminho do desktop, já temos o conteúdo da pasta. Isso será útil para visualizar posteriormente.

C:\Users\adria\Desktop\organo

Vamos realizar o comando "Ctrl+C" para copiar o caminho do seu diretório até o Organo. Em seguida, retornaremos ao prompt de comando.

No prompt de comando, digitaremos o comando CD, seguido por espaço, e colaremos o endereço para o diretório do Organo. Após pressionar "Enter", teremos o prompt de comando direcionando diretamente para aquele diretório.

O próximo passo é instalar esse projeto no computador, onde entra a instalação do Node. Vamos digitar o comando npm install para realizar a instalação local do Organo no computador.

npm install

Após pressionar "Enter", aguardaremos a conclusão da instalação.

Com a instalação concluída, é hora de ver o Organo em funcionamento.

No prompt de comando, digitei o comando CLS para limpar minha tela para que possamos ver a mágica acontecer.

Vamos digitar npm start e pressionar "Enter" para executar o Organo na nossa máquina.

npm start

Começou a executar já abriu no navegador com o endereço localhost:3000 aparecendo na barra de endereço. Esse é o site onde vamos realizar nossos testes.

Instalar Visual Studio Code

Para concluir a instalação, precisamos instalar o Visual Studio Code. Este será o editor que utilizaremos para desenvolver nossos códigos.

Acesse aqui a página para download do Visual Studio Code.

Já fiz o download dele utilizando a página oficial do VS Code. Vou executar aqui para visualizarmos a conclusão da instalação. Preciso aceitar o termo de instalação, clicar em Próximo, e pedir para criar um atalho do VS Code na área de trabalho, pois gosto de ter fácil acesso. Depois, clique em "Próximo", "Instalar" e aguardar a conclusão da instalação.

Finalizado, marquei a caixa de seleção para iniciar o VS Code ao concluir a instalação. Clicando em "Concluir", o VS Code abrirá na tela.

Ao olhar ao lado esquerdo da tela do VS Code, temos algumas opções. Clicando em "Extensões", uma barra de pesquisa abrirá no topo onde posso pesquisar por "robot f" e verificar se está disponível a versão da extensão que desejo.

Instalar extensão Robot Framework Language no VS Code

No meu caso, a segunda opção que aparece é a Robot Framework Language Server. Ela é da Robocorp. Então, preste atenção ao escolher a extensão. A instalação é feita clicando no botão "Install".

Criar a pasta para os projetos

Para finalmente iniciar nossos testes, preciso criar a pasta onde colocaremos nossos projetos. O VS Code indica o botão "Open Folder", que também pode ser acessado clicando em "File > Open Folder" no menu superior do VS Code.

Vamos selecionar o local onde vamos criar a pasta, no caso, na área de trabalho. Com o botão direito do mouse, abro uma nova aba e posso navegar até "Novo", selecionar pasta e nomear a pasta dos meus projetos como curso-robot. Após pressionar "Enter" para salvar, abro-a e seleciono a pasta.

Pronto! Já temos tudo configurado, estamos prontos para iniciar nossos testes. Bora começar?

Primeiro teste com Robot - Robot Framework e projeto

Nossa missão é testar o Organo, uma plataforma para gestão de times. A equipe de pessoas de uma empresa pode usar essa ferramenta para selecionar o time em que cada funcionário trabalha.

Precisamos entender quais são os passos para criar o script dessa automação. A princípio, sabemos que é necessário abrir o navegador e acessar o site do Organo — esses passos podem ser a base para começar nossos testes. Depois, pensaremos nas demais etapas.

Em nosso computador, vamos criar uma pasta chamada "curso-robot" e abri-la no Visual Studio Code. Dentro dela, criaremos um arquivo chamado primeiro_teste.robot.

Como instalamos a extensão do Robot no VS Code anteriormente, a IDE já detectará as funcionalidades necessárias nesse arquivo, além de gerar sugestões de autopreenchimento que facilitarão nosso trabalho.

Agora que criamos nosso primeiro documento, é preciso estruturar algumas seções dentro dele para o Robot compreender que se trata de um teste e identificar o que deve ser executado.

Configurações

A primeira seção é "Settings" (configurações). Na primeira linha, digitaremos três asteriscos seguidos de um espaço. Ao começar a digitar "Settings", a extensão dará a sugestão de autopreenchimento para "*** Settings ***". Basta usar as setas do teclado para selecionar a sugestão desejada e pressionar "Enter" para aceitá-la:

*** Settings ***

Abaixo dessa linha, colocaremos todos os recursos necessários para executar os testes, como bibliotecas e links para arquivos com dados importantes. No caso, vamos inserir a biblioteca Selenium Library, que usaremos neste curso.

Na linha 2, digitaremos "Library". O recurso de autopreenchimento continuamente nos ajudará a agilizar o desenvolvimento — basta digitar a letra "L" e já teremos diversas sugestões!

Toda vez que formos passar um argumento ou parâmetro no Robot, é necessário usar ao menos dois espaços! Também podemos optar por pressionar a tecla "Tab" uma vez, pois ela corresponde a vários espaços e garante que não haverá problemas posteriormente. Portanto, após a palavra "Library", pressionaremos "Tab" uma vez e, depois, informaremos "SeleniumLibrary":

*** Settings ***
Library    SeleniumLibrary

Testes

A segunda seção será "Test Cases" (casos de teste). Na linha 4, digitaremos "*** Test Cases ***":

*** Settings ***
Library    SeleniumLibrary

*** Test Cases ***

A seguir, começaremos a desenvolver nossos testes. Como comentamos anteriormente, nossos primeiros passos serão: abrir o navegador e acessar o site do Organo. Então, esta frase será o nome do nosso primeiro cenário de teste, vamos digitá-la na linha 5:

*** Settings ***
Library    SeleniumLibrary

*** Test Cases ***
Abrir o navegador e acessar o site do organo

Para passar uma funcionalidade para essa frase, usaremos um recurso do Robot chamado keyword (palavra-chave). Enquanto outros frameworks e ferramentas requerem bastante código para gerar uma funcionalidade, o Robot tem uma documentação rica e extensa que nos permite somente usar palavras-chave! Elas serão muito úteis para reduzir o tempo de desenvolvimento do script.

A palavra-chave usada para abrir o navegador é "Open Browser". Na linha seguinte ao nome do caso de teste, pressionaremos a tecla "Tab" uma vez e digitaremos "Open Browser". Entre as sugestões de autopreenchimento, notaremos que se trata de um recurso da Selenium Library:

*** Settings ***
Library    SeleniumLibrary

*** Test Cases ***
Abrir o navegador e acessar o site do organo
    Open Browser

Além disso, é necessário configurar qual navegador o Robot deve abrir. Por padrão, ele opta pelo Firefox, mas podemos especificar o Chrome, caso tenhamos instalado o driver corretamente (conforme a atividade anterior deste curso).

Após "Open Browser", pressionaremos a tecla "Tab" e informaremos browser=Chrome:

*** Settings ***
Library    SeleniumLibrary

*** Test Cases ***
Abrir o navegador e acessar o site do organo
    Open Browser    browser=Chrome

Antes de browser=Chrome, definiremos o parâmetro url e informaremos o endereço para acessar o Organo. No caso, http://localhost:3000:

*** Settings ***
Library    SeleniumLibrary

*** Test Cases ***
Abrir o navegador e acessar o site do organo
    Open Browser    url=http://localhost:3000    browser=Chrome

Vamos salvar o arquivo. Já temos tudo pronto para testar nossa primeira funcionalidade, isto é, para abrir o navegador e carregar o site do Organo.

No menu superior do VS Code, selecionaremos "Terminal > Novo terminal". Alternativamente, podemos usar o atalho "Ctrl + Shift + '". No terminal, executaremos o comando robot seguido de dois espaços e o nome do arquivo onde estão nossos testes:

robot  primeiro_teste.robot

Analisando o resultado no terminal, percebemos que o teste "Abrir navegador e acessar o site do organo" foi executado e todos os passos deram certo! À direita de cada passo, temos a palavra "PASS", indicando que o teste passou!

Agora, temos a base para continuar evoluindo nossos casos de testes!

Sobre o curso Robot Framework: automatizando testes no padrão BDD

O curso Robot Framework: automatizando testes no padrão BDD possui 122 minutos de vídeos, em um total de 42 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Quality Assurance em Programação, ou leia nossos artigos de Programação.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Quality Assurance acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

De
R$ 1.800
12X
R$109
à vista R$1.308
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

Matricule-se

Pro

De
R$ 2.400
12X
R$149
à vista R$1.788
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Luri powered by ChatGPT

    Luri é nossa inteligência artificial que tira dúvidas, dá exemplos práticos e ajuda a mergulhar ainda mais durante as aulas. Você pode conversar com Luri até 100 mensagens por semana.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas