Alura > Cursos de UX & Design > Cursos de Design Gráfico > Conteúdos de Design Gráfico > Primeiras aulas do curso Photoshop e Illustrator: unificando a identidade visual em peças publicitárias

Photoshop e Illustrator: unificando a identidade visual em peças publicitárias

Introdução e Identidade visual - Introdução

E aí galera, tudo bem? Meu nome é Felipe Labouriau, sou designer gráfico de formação, instrutor aqui na Alura e já tenho alguns anos de experiência criando peças gráficas para grandes empresas.

Gostaria de convidar vocês a fazer o nosso curso sobre pacote de mídia, no qual a gente vai criar peças gráficas para uma marca. Então a gente vai criar um material que vai seguir uma mesma identidade visual, não vão ser peças iguais, mas vão ser peças baseadas, justamente, no manual de uso de marca e diretrizes visuais.

Nós vamos explorar esse manual, ver o quê que ele é, sobre o quê que ele fala, aspectos conceituais, aspectos técnicos, o quê que ele nos apresenta, sobre ponto de vista de criação, pra a partir dele começar a criar os materiais gráficos dentro do Photoshop.

A gente vai ver técnicas dentro do Photoshop para fazer peças, que são diferentes em si, mas baseadas no nosso manual de identidade, seguindo a mesma identidade visual. Peças que, como eu falei, não são iguais, mas que você consegue identificar uma unidade entre elas, beleza pessoal?

Então, além disso, a gente também vai ver como criar simulações dessas peças, a gente vai fazer os materiais de fato e depois vamos ver como é possível nós colocarmos ela dentro de fotografias reais para que o cliente na hora de receber o material, tenha uma noção um pouco mais precisa.

E por último, vamos ver como se dá o fechamento desses arquivos, o encaminhamento deles para produção, beleza pessoal?

Então esse curso é para você que tá começando na área, que já mexe um pouquinho no Photoshop, que já tem alguns conhecimentos dos softwares da Adobe, mas que gostaria de aprender um pouquinho mais e ver como é que é o processo criativo para elaboração de um material, seguindo a mesma identidade. Então espero que vocês gostem da nossa proposta e vejo vocês no curso.

Introdução e Identidade visual - Overview

Link do fórum do curso aqui.

Fala aí pessoal, beleza? Vamos ver agora o quê que vai ser o nosso trabalho de fato? A gente vai fazer quatro peças gráficas para uma empresa chamada Boomerang, que é um aplicativo de transporte.

Eles pediram para gente um adesivo que vai entrar no interior do VLT, o veículo leve sobre trilhos aqui do Rio de Janeiro; um outdoor de rua; um Mobiliário Urbano, também de rua; e um banner digital que vai entrar no monitor também do VLT.

Eles já passaram pra gente as dimensões de cada uma dessas peças, as especificações técnicas, bem como o texto específico de cada uma delas, de modo que a gente não vai fazer uma mesma peça e adaptar ela em quatro formatos diferentes, a gente vai fazer quatro materiais diferentes entre si. Só que esses quatro materiais eles vão conversar, eles vão ter a mesma identidade visual. Porque o Boomerang mandou para a gente também o manual de uso de marcas e diretrizes visuais deles, que justamente apresenta a marca, fala um pouco do conceito e já entra nos aspectos técnicos pra criação desse material gráfico, beleza pessoal?

Então a partir de agora a gente vai começar a explorar esse manual, com as gridlines da Boomerang e também vamos começar a criar as peças. Eu tô deixando aqui o link do nosso fórum, do nosso tópico, onde a gente vai poder trocar uma ideia sobre qualquer coisa que vocês quiserem em relação ao curso. Qualquer dúvida, comentário, se vocês tiverem fazendo algum trabalho, começarem a fazer um também pra seguir as aulas, e quiser mostrar para mim, fiquem à vontade também, beleza pessoal? Então eu vejo vocês na próxima aula.

Introdução e Identidade visual - Explorando o manual da marca

E aí, galera, beleza? Bom, antes da gente começar nosso trabalho, eu gostaria de falar com vocês a respeito de um material muito importante que as marcas costumam disponibilizar para criação de material gráfico, que é o manual de uso de marca e diretrizes visuais.

Esse manual, pessoal, existe para garantir que as peças criadas para essa marca, no caso aqui a Boomerang, elas respeitem uma lógica, que elas sigam um padrão visual para você justamente ter uma unidade nas divulgações, para você não ter peças da mesma marca, da mesma empresa, com caras diferentes.

E aí esse manual, ele é diferente de um simples manual de marca, porque além dele mostrar o que pode e o que não pode fazer com a logo, ele dá orientações, mesmo que gerais, às vezes nem precisa ser muito específicas, de como as peças gráficas da marca, devem ser. A gente vai ver daqui a pouquinho na prática como acontece isso.

Bom, então aí esse manual ele vem já explicando o conceito por trás da marca, ele fala sobre a marca, fala o que compõe ela, quais são as ideias por trás da concepção da marca e mostra qual foi o pensamento na hora da criação do material. E aí ele já começa a entrar em aspectos mais técnicos, começa a te mostrar quais são as cores que compõem a marca e que devem ser utilizadas na criação das peças gráficas. No nosso caso aqui da Boomerang, o verde escuro, um verde mais claro né, um verde mais comum, e o branco. Inclusive ele diz aqui para gente tons de opacidade desse verde escuro, que pode entrar em 40 ou 80%.

Depois disso a gente entra na tipografia auxiliar. A tipografia auxiliar, pessoal, caso você até esteja preparando, algum dia precise preparar um material desse de manual de diretrizes visuais, ela não é a tipografia da logo. A tipografia da logo nunca deve ser repetida na tipografia auxiliar, ela deve ser preservada pra você justamente preservar a força da marca, senão não vai perder, diluir a presença da sua marca com a tipografia dela, do seu logo no meio do texto, pra isso você tem a tipografia auxiliar. No nosso caso aqui, a tipografia auxiliar é a Gotham. A gente tem a versão book para as massas de texto que tem menos destaque e na versão Bold pra partes do texto que vão entrar destacados ou, em alguns casos, principalmente em títulos em all caps, ou seja, todos maiúsculos. Daqui a pouquinho a gente vai ver como é que isso acontece na prática tá?

Depois, o manual trata de questões técnicas referentes a respiro e dimensão mínima da marca, que significa que sua marca, caso um dia entre em conjunto com outra ou dentro até de uma peça de outra marca, ela deve ter essa área aqui em volta dela respeitada para não haver interferência, ou seja, para que um elemento qualquer não tire a força da sua marca. E também a gente tem orientações a respeito das menores dimensões de cada versão dessa marca, pra você não criar uma peça e colocar a marca minúscula e virar um borrão, você não conseguir ver do que se trata.

E aí a gente vai pra uma outra parte importante que são as versões da marca, versão primária e versão secundária. A versão primária é aquela de uso preferencial, ou seja, é a versão que você vai dar prioridade na hora de criar o seu material gráfico. Então essa aqui, com uma orientação mais horizontalizada, é aquela que deve ser preferida na hora de você criar o material. Já a versão secundária, verticalizada. E aí, dentro da versão primária e da versão secundária, você tem uma opção sobre fundo branco, fundo neutro que você não tem interferência na marca, e versão sobre fundo colorido. A versão sobre fundo colorido, ela é quase que basicamente a marca só que toda em branco. Aí fica a critério do designer de escolher como vai entrar a marca na peça, lembrando de dar prioridade para versão primária, beleza?

Na sequência a gente já começa a ter os elementos gráficos, ou seja, os auxílios visuais, os materiais visuais que vão entrar na sua peça e como eles devem entrar, como ele devem se comportar. O elemento principal aqui é a seta, em duas opções, ela preenchida e em traços. Seta essa, que caso você deve se lembrar, é aquela que compõem a logo, ela tá explicado aqui. E como são elementos que fazem parte da identidade visual, que estão previstos no manual de diretrizes visuais, eles não precisam necessariamente respirar aquela área de respiro, respeitar, desculpa, aquela área de respiro. Eles podem passar um pouquinho dela sem, é claro, você atrapalhar a marca, sem causar uma interferência desnecessária nela, beleza?

E aí nós temos como outros elementos o carro; e uma diretriz importante a respeito da angulação, ou seja, que esses elementos cores, fotografias, eles quando forem entrar nas peças, eles têm que estar numa angulação ou num corte de 45º. Daqui a pouquinho vai ter a peça e vocês vão conseguir entender mais detalhes, como é que funciona isso.

E a gente tem também um outro aspecto muito importante que são as fotografias e aqui já tá mais presente uma questão conceitual do que técnica, porque nesse caso aqui a gente não tem objetivamente, use isso ou use aquilo. A gente tem uma diretriz de estilo, de você trazer fotografias, que contenham jovialidade, contemporaneidade, tecnologia, liberdade, ou seja, na hora que o profissional, o designer, enfim, o programador visual for buscar essas imagens ele tem que procurar imagens com essa pegada, com essa temática. Porque aí ele tá trazendo, assim, que tá dando vida aos conceitos da marca, numa expressão gráfica bem forte, que é justamente a fotografia. E aí galera, quando todas essas ideias, todos os aspectos técnicos, se juntam e formam a peça, a gente tem esse tipo de resultado aqui. E aí, se vocês verem, justamente eles foram aplicados. Você vê a seta em traço entra aqui na peça. A imagem, ela tá dentro de uma forma que é uma derivação da seta.

O personagem, no caso ele tá dentro desse estilo que a gente tá buscando, que é jovialidade, contemporaneidade, tecnologia, liberdade. A marca entrou na sua versão primária aqui, em branco. E aquilo que eu falei sobre o recorde de 45º, ele se manifesta bastante aqui, a gente tem uma cor de fundo que tá justamente numa angulação de 45º. E você tem aqui o carrinho que é um dos elementos, a seta que é outro. E eles estão, no caso aqui, o carrinho, tanto esse verde claro, quanto quanto o escuro, que tá em opacidade de 40%, que tá previsto no manual, eles estão interferindo, eles estão dentro daquela área de respiro, só que o próprio manual diz, esses elementos gráficos fazem parte da nossa identidade, então não tem problema, eles podem estar dentro dessa área, sem, é claro, prejudicar, como não estão prejudicando aqui, beleza? E aí, por último, a tipografia também seguiu aquela lógica. Quando ela é uma parte que não tem tanto destaque, ela vai em book, já a parte mais destacada entrou em bold e all caps, no caso aqui uma experiência, beleza?

E aí, por último, o manual se encerra dizendo com o que você não deve fazer, são práticas que são proibidas com a marca, você não deve alterar ela de maneira nenhuma, principalmente mexendo nas cores. Por mais que esse verde aqui, que tá compondo a palavra Boomerang, seja o mesmo verde da seta, a palavra tem que ser no cinza, não no verde. Então não pode, não pode mexer na cor de nenhum dos elementos e também, evidentemente, da marca como um todo. E, claro, você também não vai distorcer ela, você tem que aplicar ela da forma que você recebeu. E aí você, objetivamente falando, tem que aplicar a marca seguindo aquelas orientações.

Nem sempre você vai precisar compor uma peça, você às vezes tem, vamos supor, um banner que vai entrar num destaque do Facebook que você quer só colocar a marca, mas você tem que pegar a marca e usar as orientações do manual. Então você não pode aplicar ela assim, por exemplo, apesar de a marca está correta, ela não tem, ela não tem contraste com o fundo, então há uma aplicação errada, beleza pessoal?

Bom, era basicamente isso que eu queria falar com vocês, de vocês terem atenção pra esse tipo de aplicação da marca, pra vocês seguirem o manual, caso ele exista. Se ele não existir você procurar criar um estilo, procurar trabalhar essas ideias por trás da criação das suas peças gráficas. Porque é muito importante na criação justamente de um padrão visual da sua marca ser reconhecida sempre que ela for veiculada, beleza galera?

Bom, a partir já da próxima aula a gente vai começar a fazer um material gráfico propriamente dito. Espero que vocês tenham aproveitado essa aula e como sempre qualquer dúvida, comentário só procurar no fórum, beleza?

Sobre o curso Photoshop e Illustrator: unificando a identidade visual em peças publicitárias

O curso Photoshop e Illustrator: unificando a identidade visual em peças publicitárias possui 112 minutos de vídeos, em um total de 34 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Design Gráfico em UX & Design, ou leia nossos artigos de UX & Design.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Design Gráfico acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas