Alura > Cursos de Programação > Cursos de GoLang > Conteúdos de GoLang > Primeiras aulas do curso Go: crie uma aplicação web

Go: crie uma aplicação web

Servidor e struct de produtos - Introdução

Olá meu nome é Guilherme Lima e eu serei seu instrutor neste curso de Desenvolver uma Aplicação Web com Go. Vamos desenvolver uma aplicação web onde eu vou ser capaz de criar produtos e salvar suas informações esses produtos no banco de dados.

Então vou criar um produto tênis, vou falar que a uma descrição dele é “bom para corrida”, o preço dele vai ser 199, quantidade um. Eu posso salvar essa informação, esse produto que eu criei está lá no nosso banco de dados.

Vamos ser capaz de editar esse produto, tem quantidade um, a quantidade 2 alteramos e seremos capazes de deletar também o nosso produto. “Tem certeza que remover esse produto?”, dou um ok e aquele produto sai.

Vamos desenvolver tudo isso utilizando nenhum framework, apenas a linguagem Go, todas as nossas tabelas, nossos layouts, as nossas páginas HTML, os nossos códigos do servidor, vamos fazer utilizando a biblioteca padrão do Go.

Vamos importar umas outras bibliotecas também para criar essas funcionalidades para nosso projeto, vamos modularizar nosso projeto na convenção do MVC.

Então teremos uma rota, criar um arquivo para cuidar só das nossas rotas, quem atende essas rotas, quem vai atender essas novas requisições, criaremos uma pasta de controle onde cada função do nosso controle vai ter a responsabilidade que cabe ao controle.

Quando precisarmos fazer acesso ao banco de dados vamos pedir para um modelo nosso, que faz a conexão com banco de dados e traz as informações importantes.

Esse curso vamos dar continuidade nos ensinamentos, nos nossos conhecimentos da linguagem Go. Vamos lá!

Servidor e struct de produtos - Workspace e pacotes

Vamos iniciar nosso projeto. A primeira coisa que eu vou fazer vai ser abrir o Visual Studio Code que já configuramos, na atividade anterior. Vou apertar command J e acessa o terminal. Antes começar a criar todo nosso código, existe um local específico para armazenar toda nossa aplicação Go.

Todo nosso código-fonte tem um local específico, existe uma convenção de onde deve colocar o nosso código Go. Vou acessar com cd $GOPATH - tudo maiúsculo, acessei do LS, Observe que eu tenho que uma pasta chamada Go.

Eu vou acessar essa pasta cd go, eu tenho três diretórios – bin, pkg e o crc, vamos recordar o que que é cada diretório que fica armazenado: o diretório bin é referente aos arquivos binários, ou seja, onde ficam todos os arquivos executáveis das nossas aplicações feitas em Go.

O diretório pkg é referente ao pacote – de package em inglês, o pacote contém objetos referentes a todos os pacotes que têm na nossa aplicação e esse src de source - na tradução em português de fonte, é onde armazena todo o código-fonte, todos os programas escritos em Go, sejam nossos ou de programas de pacotes de terceiros.

Ficam sempre armazenados dentro dessa pasta src, ou seja, nessa pasta que criamos os nossos projetos, então vou acessar essa pasta src, dou um ls, tem dois diretórios, um GitHub e o Golang.

O Golang é onde fica tudo para o funcionamento da nossa linguagem, tudo que vamos utilizar, e é onde fica armazenado todo o código-fonte das aplicações feitas em Go. Então cd github.com dou um ls e repara que já tenho pastas dentro.

Essa pasta src, esse diretório fica também os pacotes de terceiros instalados no nosso sistema. Dentro dessa pasta eu vou criar um diretório que seja o nome do meu usuário do GitHub, por exemplo, e dentro desse diretório vou colocar todos os meus projetos feitos em Go.

Nesse caso eu já tenho o meu usuário GitHub que é Alura, se você não tem, você pode colocar mkdir e o nome do seu usuário, por exemplo, meu nome é Guilherme, vou colocar Guilherme, dou um enter e ele vai criar uma pasta nesse diretório e dentro dessa pasta posso salvar os meus projetos.

Como eu já tenho – se você não tem você cria o seu, eu vou acessar cd alura, na sua casa você coloca cd e o nome desse diretório que você criou; vou dar enter e se dou ls repara que eu não tenho nada nesse diretório.

E aí que a nossa aplicação de fato vai começar, para ficar legal, para não ficar com muitos diretórios na aplicação, vou escrever code . vou dar enter e ele vai abrir novo Visual Studio Code dentro deste diretório.

Repara que já estou até no diretório da Alura, vou fechar o de trás e vou abrir um diretório “grandão”, se der no terminar ls, não vai mostrar nada, porque não tem arquivo nenhum. Aqui nossa brincadeira, nossa grande caminhada começa.

Quero criar uma loja que tenha vários produtos, quero conseguir visualizar vários produtos na minha loja, então, eu tenho o nome do produto, tem a descrição - uma descrição breve, preço e quantidade.

Assim como se eu digito no Google o teu www.google.com eu caio num endereço, alguém consegue atender essa requisição. Digita o site da Alura, alura.com.br, eu caio no site da Alura.

Eu quero fazer a mesma coisa só que da minha máquina, não vou colocar o meu projeto na web ainda; eu quero da minha máquina conseguir ver o que que as outras pessoas que vão acessar o site da minha loja verão.

Quando nós queremos utilizar o nosso próprio computador para fazer teste na próxima máquina, utiliza o endereço local host nesse caso utilizo a porta 8000. Quando eu digito isso não tem nada, mas eu também não criei nenhuma página.

Vou criar uma página. O nosso curso não tem o foco em páginas HTML, CSS e assim por diante, então se você tem interesse você pode fazer outros cursos na Alura em nossa formação de front end.

Eu vou criar index.html para ser a página principal da aplicação, vou apertar command J para fechar aquele nosso terminal, em HTML vou selecionar a segunda opção para ele trazer algumas informações.

Algumas coisas feitas em HTML, o título vou chamar de loja, no lugar de localhost vai ficar loja, vou colocar H1 e vou chamar de Alura loja.

Depois eu coloco nossos produtos, quero conseguir visualizar isso, se eu atualizo minha página repare que não vai acontecer nada, porque ainda não subiu o servidor.

Servidor e struct de produtos - Subindo o servidor

Eu quero que a página quando eu digito localhost, na porta 8000 suba o nosso servidor, então vou criar um novo arquivo, ele vai ser o nosso código Go principal, por convenção chama de main.go.

Não coloquei nada e ele já está com uma marcação vermelha, estou esperando saber de qual pacote é todo esse código que você vai criar, do próprio Gol e precisa especificar qual é o pacote que nós estamos querendo.

É referente a qual pacote aquele código pertence? Pertence ao pacote Main. Eu vou criar uma função, chamá-la de main e dentro dessa função mesmo eu quero subir um servidor, quero que alguém consiga ouvir uma requisição e responder essa requisição.

Então para conseguir vou colocar aqui http.ListenAndServe tem alguém que que é capaz de ouvir e responder essa nossa requisição, ou seja, ouça e sirva essa requisição, vou colocar na porta “8000”, e eu não preciso passar nenhuma informação para essa nossa requisição.

Vou colocar como New, vou salvar, ele já importou a biblioteca que pertence esse http, se eu volto e atualiza não acontece nada, vou executar esse programa, vou dar “Control + L” para limpar, um LS que tem aqui index.html e vou executar esse Go.

Vou falar, “Go executa go run main.go”, quando executa repara que no meu terminal ficou travado, vou atualizar a página, ele falou 404 - página não encontrada. Subimos o servidor, mas onde referenciamos que essa nossa página index precisa ser respondida?

Não fizemos isso, então eu vou destravar, interromper o servidor com “control + C”, eu trago o servidor, vou diminuir para visualizar melhor, deixar maior nossa fonte. Deu um erro de 404, eu não encontrei essa página; precisa vincular essa página.

As páginas em um projeto Go chama de template, quer dizer que essa página é um template que é possível de carregar dentro do Go. A primeira coisa que eu vou fazer no nosso projeto não teremos apenas uma página e sim algumas páginas.

Se deixar todas as páginas vai ficar um pouco bagunçado, se eu tenho uma página e o main.go, se eu tiver duas páginas, três, quatro, trinta, vai ficar difícil de encontrar a página.

Para organizar o nosso projeto de uma forma melhor, eu vou criar uma pasta e vou chamar de templates e vou colocar todos os nossos arquivos HTML Vou criar uma variável que vai conseguir trazer todos os meus templates desse nosso diretório.

Eu vou chamar templates de var temp. Todos os meus templates estarão armazenados dentro dessa variável, eu preciso conseguir trazer todos eles para que eles sejam executados; para que a pessoa quando acessar a nossa página consiga visualizar o nosso template.

Tem uma função que faz isso, consegue visualizar, a função pertence ao pacote template e se chama must; o must encapsula todos os templates e devolve dois retornos.

Ele vai devolver o template e uma mensagem de erro, se não tiver erro conseguimos carregar. Se ele não conseguiu trazer algum ele vai trazer a mensagem de erro.

Temos o template, já encapsulamos todos eles, mas onde eles estão? Para isso utilizamos mais uma função chamada template Parse Glob, vou passar o caminho de onde estão todos nossos templates que é na pasta templates.

Eu quero carregar na pasta todos os templates template.Must(template.ParseGlob(“templates/*.html”), tudo que tiver .html eu quero trazer para minha variável.

Eu coloquei o símbolo do asterisco, se que tiver tudo que tiver .html ele vai trazer para mim e vai renderizar como um template, agora eu consegui de fato atender uma requisição e encaminhar, para encaminhar para minha página index eu preciso chamar novamente a pasta http.

Temos uma função chamada HandleFunc, ela trouxe a documentação dela e o primeiro parâmetro que ela espera é “qual é o caminho que você quer atender?”. Qual é a requisição que você quer atender, eu quero atender a requisição de barra.

Sempre que tiver barra eu quero que alguém consiga atender a requisição, vamos criar uma função para atender. Vou chamar essa função de index. Toda vez que tiver uma requisição com barra essa nossa função vai mandar para o index.

Vou criar uma função index, ela vai precisar de dois parâmetros: o primeiro Response Writer que por convenção chama w http.ResponseWriter – ou seja toda vez que tiver uma requisição eu quero conseguir escrever, mostrar para a pessoa que vai mexer no site quem vai responder.

Segundo parâmetro vamos criar apontando para http request, sempre que tiver uma requisição vai ter esses dois parâmetros, que na verdade nas outras requisições também vão ser necessários.

Carregou todos os templates, falou toda vez que tiver uma requisição para barra quem vai atender vai ser index. Queremos de fato executar o nosso template de index, então vou chamar de temp.ExecuteTemplate; cuidado com as letras maiúsculas e minúsculas.

Vou passar parâmetro para essa função para de fato executar o nosso template, vou passar quem consegue passar a nossa resposta que é o nosso w; nosso responsewriter, vai passar também quem ele vai exibir, mostrar, o index.

E por último quer passar alguma informação para nossa página index. Vou salvar e ele já trouxe o http. Parece que está tudo certinho para dar um Command J para conseguir visualizar, vou limpar meu terminal, veremos muito nesse curso.

Colocar na pasta certinho, eu tenho main e template. Vou executar o main e pedir para o go run – roda o arquivo main.go. Ele ficou travado, legal. Vou atualizar, ele não mostrou nenhuma mensagem, não tem nada na verdade para conseguir executar.

Estranho. Por que não estamos conseguindo ver o index.html? Para conseguir executar esse index precisa embedar um código HTML, temos nosso código html funciona da mesma forma existe um código Go ali dentro também que consegue fazer associação de tudo que HTML para conversar com o Go também.

Vou pegar o index.html vou colocar duas chaves, vou definir que isso vai ser o meu index, então {{define “Index”}}, lá no final eu vou colocar mais duas chaves e vou escrever {{end}}, acaba nosso index.

Vou salvar esse arquivo, o index vou deixar o I maiúsculo, salvei dos dois lados, eu passei o Index maiúsculo e referente ao Index maiúsculo, vou parar meu servidor “Control + C” e vou executar de novo com run.

Ele atualizou a página. Vamos ver, apareceu lá o Alura loja, legal, só que eu não quero exibir apenas Alura loja, eu quero exibir alguns produtos na minha loja, então rapidamente eu vou criar um table.

Dentro dessa table eu vou ter umathread para ficar bonito, dentro dela eu vou ter uma linha tr e dentro dessa tr eu quero ter para cada produto um nome, uma descrição, preço, quantidade.

Então vou colocar th vezes quatro, eu quero quatro ths, um nome, uma descrição, preço e para finalizar eu quero uma quantidade. Criei a minha thread, vou criar agora o tbody – o corpo da minha tabela.

Dentro do corpo eu vou ter tr que vai ser o meu primeiro produto e dentro desse tr vou ter quatro td, td*4, deixei aberto, agora sim bem melhor, o produto que vou criar vai ser uma camiseta.

Eu gosto bastante de camiseta, vou colocar uma camiseta “bem bonita” que é a descrição, o preço dela vai ser 29 reais e a quantidade vou falar que eu tenho 10; vou criar mais um produto, último produtos tr.

Eu tenho td vezes quatro, os quatro campos, vou criar o meu próximo produto vai ser um notebook “muito rápido”, o preço dele é 1999 e eu tenho só 2 em estoque, salvei, Command J.

Voltei para o terminal, vou parar aplicação “Control + C”, vou limpar “Control + L”, rodei de novo, quando volto para página e atualizo eu tenho os produtos, está estranho o visual, mas consegui criar uma página HTML.

Vincular a página HTML junto com o nosso código Go e tem aqui o nosso servidor Go funcionando.

Sobre o curso Go: crie uma aplicação web

O curso Go: crie uma aplicação web possui 171 minutos de vídeos, em um total de 37 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de GoLang em Programação, ou leia nossos artigos de Programação.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda GoLang acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

De
R$ 1.800
12X
R$109
à vista R$1.308
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

Matricule-se

Pro

De
R$ 2.400
12X
R$149
à vista R$1.788
  • Acesso a TODOS os cursos da Alura

    Mais de 1500 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, emProgramação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Luri powered by ChatGPT

    Luri é nossa inteligência artificial que tira dúvidas, dá exemplos práticos e ajuda a mergulhar ainda mais durante as aulas. Você pode conversar com Luri até 100 mensagens por semana.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas