Conheça os criadores do Decifre o livro

Conheça os criadores do Decifre o livro
Alex Felipe Victor Vieira
Alex Felipe Victor Vieira

Compartilhe

Se você esteve antenado durante esses dias, provavelmente soube da notícia do jovem Bruno de Melo Silva Borges que desapareceu no Acre. Neste caso o jovem deixou diversas mensagens criptografadas com símbolos, "textos" e objetos.

Entretanto, o diretor da Antecipe (startup de segurança da informação) Igor Rincon, e o líder de desenvolvimento, Renoir dos Reis, ambos alunos da Alura criaram o site Decifre o livro com o objetivo de descriptografar as mensagens codificadas pelo rapaz desaparecido. Incrível, né? :)

Fizemos algumas perguntas sobre como tiveram a ideia de criar o site, como também, como eles chegaram nesse resultado. Quer saber como foi? Então bora descobrir!

Olhando apenas as imagens na TV, não havia dificuldade?

Sim, inclusive esse é o maior desafio da nossa comunidade, o pessoal tenta pegar os frames dos videos e melhorarem a qualidade.

Embora a ideia tenha partido deles, veja que temos também uma grande colaboração da comunidade! Um trabalho e tanto! Mas por que será que eles criaram esse site? É hora de entedermos seus motivos.

Por que criaram o Decifre o livro?

Meu sócio Igor Rincon começou a traduzir um texto e logo eu fiquei bastante intrigado com aquilo. Quando vi que começamos a formar um alfabeto me veio o desafio de criar um teclado que transformava aqueles códigos em um texto legível para humanos. Com isso poderíamos fazer com que a comunidade acelerasse o processo de decodificação e trabalhasse apenas no que falta ao invés de cada um tentar decifrar o que já foi decodificado.

Veja que, mesmo a troca dos caracteres parecer uma tarefa simples, eles tiveram que implementar tudo isso. Como será que a implementação foi realizada? Vamos descobrir o que está por de baixo dos panos!

O que usaram no site do Decifre o livro?

Inicialmente utilizamos bootstrap cruzão com ecmascript 6, sempre tentando aplicar o que eu aprendi nos curso de Javascript avançado da Alura (o qual eu ainda não terminei), a grande sacada foi liberar o código para a comunidade, o que fez com que o desenvolvimento fosse bem ágil e a melhoria do sistema foi exponencial.

Mas não podemos esquecer que estamos em um caso grave que envolve o desaparecimento de um jovem, portanto, esperamos que o Bruno seja encontrado o quanto antes e sua família seja amparada.

Alex Felipe Victor Vieira
Alex Felipe Victor Vieira

Alex é instrutor e desenvolvedor e possui experiência em Java, Kotlin, Android. Criador de mais de 40 cursos, como Kotlin, Flutter, Android, persistência de dados, comunicação com Web API, personalização de telas, testes automatizados, arquitetura de Apps e Firebase. É expert em Programação Orientada a Objetos, visando sempre compartilhar as boas práticas e tendências do mercado de desenvolvimento de software. Atuou 2 anos como editor de conteúdo no blog da Alura e hoje ainda escreve artigos técnicos.

Veja outros artigos sobre Inovação & Gestão