Como contratar alguém para editar meus vídeos

Como contratar alguém para editar meus vídeos
Bruno Cruz
Bruno Cruz

Compartilhe

Você já precisou de algum serviço de edição de vídeo para algum projeto e teve dúvidas sobre por onde começar a procurar pelo profissional ideal?

Neste artigo, vamos compartilhar dicas cruciais como: contratação de freelancers ou produtora, onde encontrar esses profissionais e como analisar portfólios, para que você saiba o que considerar no momento de decidir quem vai editar seus vídeos.

Reunimos também informações sobre qual o papel da pessoa que edita vídeos e quais benefícios esse profissional pode trazer para a produção do seu conteúdo. Você não terá mais dúvidas ou insegurança na hora de contratar um(a) editor(a) para qualquer dos seus projetos audiovisuais!

Vamos para a leitura?

O papel do editor de vídeos

O que fazem, quem são, onde estão? Talvez em seu primeiro contato com o mundo da produção audiovisual você já tenha se deparado com essas dúvidas sobre um profissional fundamental desse mercado: o editor de vídeos. Por isso, iniciaremos este artigo explicando em detalhes o que fazem e qual o papel dessas pessoas, para que você não tenha dúvidas quando o assunto for trabalhar com esses profissionais.

Imagem que mostra uma tela de um programa de edição de vídeos. Na tela, há um homem pintando um quadro. Na timeline do editor de vídeos há algumas ferramentas como correção de cor.

No geral, editores de vídeo são responsáveis por pegar um material bruto, ou seja, uma gravação vinda diretamente da câmera, sem nenhuma manipulação anterior, e editá-lo. Ao longo do processo, eliminam falhas, cortam os excessos e estruturam a sequência de cenas para que o vídeo tenha continuidade e faça sentido para o público.

Apesar de realizar esse trabalho primário, o editor de vídeo de longe realiza apenas isso. Para alcançar resultados bastante satisfatórios e profissionais, esse profissional precisa ter um conjunto de conhecimentos e habilidades, incluindo criatividade; conhecimento sobre roteirização; noções de estrutura narrativa; linearidade; olhar artístico; boa desenvoltura com softwares e novas tecnologias, ou seja, uma série de conhecimentos que faz com que a pessoa editora seja apta e indicada para contar uma história.

Por isso, tenha em mente que a edição será uma das últimas partes de todo o processo de produção, o que faz do editor, editora, ou grupo de editores, os principais responsáveis por lapidar o conteúdo e entregar o produto final de acordo com o esperado, sendo, dessa forma, crucial que o profissional tenha experiência e seja completo, para garantir que o conteúdo não receba apenas correções e ajustes, mas sim um trabalho tecnicamente artístico que dará o sentido final ao conjunto da obra.

Já deu para notar que o trabalho vai muito além do processo básico de cortar e limpar, não é mesmo? E existem aspectos que podem tornar o processo complexo, como alguns contratempos: prazos apertados, necessidade de regravações dentre muitos outros, tornando a função muito mais delicada, o que pede uma precisão e conhecimentos apurados em quem assume a cadeira de editor(a).

A seguir, vamos descobrir por que contratar alguém pode ajudar você a ter um material editado e incrível!

Quais os benefícios de contratar alguém para editar meus vídeos?

Agora que você já conhece a rotina, as habilidades e também os desafios de uma pessoa que edita vídeos, talvez esteja se perguntando: Tudo bem, entendi, mas quais são os benefícios de contratar esse profissional para fazer parte dos meus projetos?

De fato, é uma excelente pergunta e vamos respondê-la!

Homem sentado na frente de um computador, com a cabeça abaixada sobre os braços apoiados na mesa.

Você se considera sem os conhecimentos necessários para editar um vídeo? Acha muito complexo ou que faltam conhecimentos para edição? Não tem tempo para realizar o trabalho? Não é sua especialidade ou departamento?

Se você respondeu sim para pelo menos uma dessas perguntas, então com certeza contratar um editor de vídeos pode trazer muitos benefícios para o seu projeto!

Quando falamos da produção de um vídeo é importante lembrar que o conteúdo contará uma história e a edição ditará o tom e ritmo no qual essa história será contada. Muitas vezes aquilo que estamos produzindo será um canal para a comunicação de uma marca, empresa, produto, ou será até mesmo o produto final, como no caso dos filmes, vlogs entre outros, e é comum que muitos acreditem que conseguem entregar algo de qualidade mesmo sem possuir experiência e os recursos necessários para contar essa história. Por isso, entender seu perfil, habilidades e responder com sinceridade às perguntas acima é crucial, tendo em vista que as necessidades das suas produções podem ser maiores e mais específicas em muitos momentos.

Muitas vezes, chegaremos à conclusão de que, por mais que entendamos de edição, a terceirização e a contratação de um editor mais experiente é um ótimo caminho. E ainda que sejamos experts e profissionais nesse assunto, muitas vezes precisamos aumentar o número de pessoas envolvidas para que possamos dar conta da demanda. Neste caso, a contratação de um editor se torna, mais uma vez, uma solução bastante satisfatória.

Seja por falta de experiência, tempo disponível para produção ou necessidade de processos muito especializados, a contratação representa a solução mais indicada e que beneficia o projeto e os resultados a serem entregues para o público final.

Mas o que você deve considerar na hora de fazer a escolha desse profissional, de forma que seja alguém que de fato te entregue aquilo que precisa?

O que considerar antes de contratar

Claro que, conhecer a experiência do profissional e sua capacidade de entregar um resultado final compatível com o que precisamos são logo os primeiros aspectos que levamos em consideração no momento em que começamos a ponderar contratar uma pessoa que edita e, com certeza, os profissionais que entrarão na nossa lista de possíveis contratações serão analisados a partir de suas experiências e habilidades com o ofício.

Apesar de serem aspectos fundamentais e importantes de serem avaliados, ainda existem uma série de aspectos e opções a serem consideradas antes de uma contratação. Vamos entender quais são!

Freelancer x Produtora

Quem precisa de edição para um vídeo geralmente se questiona se deve contratar um profissional freelancer, isso é, uma pessoa que atua de modo autônomo, sem um vínculo formal com empresas no regime CLT, ou uma produtora de vídeos.

Geralmente, optamos por uma produtora quando o trabalho é mais complexo e maior, reservando a escolha de um freelancer para trabalhos menores e mais diretos, uma vez que o profissional será apenas um e não uma equipe.

Ao tocarmos nesse assunto, contudo, entramos em uma questão delicada que pode te confundir e deixar com a pulga atrás da orelha: como eu posso definir a complexidade de um trabalho que eu não tenho o domínio técnico?

A solução indicada, no caso de você ainda ser iniciante ou sem muito conhecimento quando o assunto é edição, é encontrar alguém de confiança no setor audiovisual para te orientar sobre qual o nível de complexidade do projeto e auxiliar na decisão se o projeto em questão envolverá uma produtora ou um freelancer.

Se você não souber onde encontrar essa pessoa de confiança, existem inúmeros grupos com profissionais do mercado audiovisual nas redes sociais, como no Facebook. Você pode procurar por sugestões com os participantes desses grupos, lembrando sempre de tomar os cuidados para manter o sigilo do projeto, claro!

Algumas vezes o discernimento de qual escolher pode ser simples e descomplicado. Observe:

Imagem de dois tipos de trabalho: o primeiro é um vídeo para a rede social Instagram e o segundo é um vídeo que mostra a marca de uma empresa.

Nesse caso, o projeto é um vídeo pronto, por exemplo, e você precisa legendá-lo e fazer uma versão 1080x1080, que é o tamanho de vídeo padrão para posts no feed do Instagram.

Imagem de um tipo de trabalho: vídeo que mostra a marca de uma empresa.

Já nesse caso, o projeto é um vídeo institucional para promover a marca.

Você certamente já imaginou qual situação pede cada tipo de serviço, não é mesmo?

Na primeira situação, o esforço é menor e com certeza o vídeo ficará pronto em um espaço menor de tempo, pois o trabalho envolverá apenas sincronizar a fala do vídeo com os textos do que está sendo dito. Já na segunda situação, o número de profissionais envolvidos com certeza precisará ser maior e com especializações diferentes, além da necessidade de equipamentos entre outros recursos, pois seria preciso gravações do dia a dia da instituição, o que pediria um especialista em manipular câmeras e equipamentos de iluminação, por exemplo, assim como criação de vinheta, que pediria um serviço de motion profissionalizado, além da edição (cortes, sincronização com a trilha, letterings) propriamente dita.

Existe ainda um terceiro caso que podemos trazer para a pauta e, muitas vezes, é nesse momento em que a resposta sobre qual prestador de serviço escolher se torna difícil de ser encontrada.

Imagem da tela de um vídeo de um determinado produto.

Nesse caso, o projeto é um vídeo explicativo de um minuto para mostrar como funciona o produto de um cliente, por exemplo.

Em um primeiro momento você até pode pensar: É um vídeo rápido, com certeza um freelancer poderia resolver a edição desse projeto!

E, de fato, talvez consiga, mas talvez não em uma velocidade tão rápida, principalmente se sua expectativa for receber um resultado com inúmeras demandas de etapas no menor tempo possível, a menos que a pessoa que vá editar possa incluir outros profissionais no processo de edição.

Basta entendermos que, muitas vezes, ao entregarmos um material bruto para o editor ou grupo de editores e pedirmos um determinado resultado, para que ele possa ser alcançado exigirá a criação de ilustrações, animações entre outras especialidades que podem envolver mais de um profissional para que o processo de edição possa ser concluído com sucesso. Nessa situação, uma produtora entenderia melhor os níveis de complexidade e buscaria pontualmente os demais profissionais especializados para que o projeto seja entregue no nível de qualidade esperado.

Nos mantermos sempre conscientes do que se trata nosso projeto e compreendermos minimamente a qual propósito ele deverá atender nos auxilia a entender se os profissionais que estamos buscando para cuidar da edição estão em uma produtora ou em um freelancer.

Dicas rápidas: Para que sua comunicação seja a melhor possível com o profissional contratado, seja freelancer ou produtora, na hora da reunião e dos briefings busque focar nos problemas a serem resolvidos e não na solução. Permita que o profissional entenda a sua dor para que, de forma criativa e assertiva, possa de fato te entregar não somente aquilo que você quer, mas aquilo que você precisa. Você com certeza não chega no consultório do médico e diz: estou com dores no estômago, receite este exame e estes remédios, não é? O mesmo deve ser levado em conta quando procurar um profissional que solucionará suas dores em seu projeto de vídeo.

Onde encontrar esses profissionais

Mãos sobre o teclado de um notebook. Em volta, na mesa, papéis com ilustrações de gráficos.

Agora que você compreendeu qual profissional atua melhor em cada tipo de projeto, podemos pensar em um outro aspecto importante – e é aí que surge a pergunta que não quer calar: onde podemos buscar esses profissionais?

Saber qual profissional procurar de nada adianta se não soubermos também por onde começar a procurar. Então vamos conhecer um pouco o caminho das pedras para chegarmos até esses editores!

Se o profissional mais indicado para o seu projeto for um Freelancer, você pode começar a procurá-lo em sites que reúnem profissionais do mercado audiovisual. Existem alguns muito bons como o Tela Brasileira, Trampos.co, GetNinjas, 99freelas e Upwork.

Agora, se o ideal para o seu projeto for contratar uma produtora, você poderá encontrá-las em redes como o LinkedIn, em suas próprias redes sociais como Instagram, Facebook e até em seus próprios sites, procurando por meio do Google. Vale também fazer uma busca pelos autores de projetos no Behance e demais sites de portfólio, o que nos leva ao próximo aspecto importante a se considerar em uma contratação de editor de vídeo: os portfólios desses profissionais e suas referências.

Portfólios, referências e indicações

Se você tem dúvidas sobre o que caracteriza a qualidade de um vídeo e o que resulta em um aspecto profissional, não hesite em pedir indicações de profissionais de confiança que atuem na área, e também o portfólio dos profissionais que contatar.- Assim, você poderá, usando de referências, comparar o tipo de material que aquele profissional consegue produzir com o tipo de conteúdo que você espera receber.

Mas o que são essas referências das quais estamos falando?

Imagem que mostra o portfólio de uma pessoa, com imagens e trechos de vídeos.

Vamos lá! Antes de analisar os portfólios dos profissionais elencados, é sempre bom entender quais aspectos visuais e narrativos você precisa que seu vídeo tenha. Dessa forma, compreendendo seu projeto e qual deve ser a cara dele, é possível buscar vídeos que já existam e que se assimilam com o que você precisa. Esses vídeos servirão de referência tanto para que você entenda se os profissionais encontrados atendem a essa expectativa, comparando referências e portfólios, quanto para que o profissional escolhido tenha ideia do que você espera receber.

É bacana listar o que você gostou de cada referência para mostrar ao seu futuro editor o que você espera ver no seu projeto final, por exemplo:

1 - Gostei de como a referência exibe os textos;

2 - Nessa referência, gosto da solução encontrada para apresentar os serviços;

3 - A identidade adotada neste vídeo de referência se aproxima bastante do que quero. Cores, padrões, formas, etc.

Assim, você entende bem o que deseja e o profissional contratado entende bem o que fazer.

Mas se eu posso falar o que espero do meu projeto diretamente para o profissional, por que preciso analisar seu portfólio com antecedência?

Parece uma pergunta ingênua, mas é importante lembrar que um portfólio deve ser sempre avaliado para que haja coerência entre o perfil do seu projeto com o perfil da pessoa a ser contratada. Não adianta contratar um editor especialista em colorização, se o seu projeto não terá a cor como elemento fundamental, por exemplo. Analisando esses detalhes, você economiza seu tempo de contratação e o tempo do profissional.

Concluindo

Agora você já tem as informações mais importantes para conseguir contratar uma pessoa profissional adequada para editar os seus vídeos!

Entendendo aquilo que seu projeto precisa, onde procurar os profissionais adequados e como avaliar se de fato podem atender às suas necessidades, você sabe qual caminho trilhar do início ao fim. Basta reservar um tempo, repetir os processos indicados aqui e contratar o profissional que te ajudará a resolver seus problemas de edição!

E se você tiver interesse em saber mais sobre edição de vídeos, aqui na Alura temos alguns cursos que podem te ajudar! Confira:

Até a próxima!

Bruno Cruz
Bruno Cruz

Bruno atuou como Editor e animador e artista 3D em produtoras audiovisuais, estúdios de game e outras corporações. É Graduado em Design de Animação pelo Senac e Pós Graduando em Direção de Arte Audiovisual também pelo Senac. Hoje atua como Diretor na Bela Cena e Instrutor na Alura.

Veja outros artigos sobre UX & Design