Dropshipping e marketplace: o que são?

Alanis Presotto
Alanis Presotto

Compartilhe

Você já comprou algum produto físico ou digital através do seu computador, ou celular? Provavelmente a sua resposta é sim. O e-commerce, ou comércio eletrônico, já faz parte da nossa realidade e ele trabalha cada vez mais para conquistar a nossa confiança e gerar mais credibilidade, o que de fato está funcionando.

Pesquisas da ABComm mostram que a taxa de crescimento do e-commerce brasileiro não para de subir. O impacto da pandemia e a mudança de comportamento dos consumidores impulsionaram o setor, que conquistou mais compradores, alcançando o faturamento de R$ 41,92 bilhões em agosto/2020, registrando um crescimento de 47% no primeiro semestre desse ano.

A crescente desse mercado já era algo previsto, porém não com tamanha intensidade. E por estes motivos, este artigo mostra a diferença entre dois modelos de negócios online que se popularizam mais a cada dia: o dropshipping e o market place.

  

Dropshipping

O Dropshipping não é uma prática nova no mercado, ele já acontece a algum tempo e é bem comum na China, por exemplo.

O Dropshipping é um negócio virtual que não trabalha com estoque de mercadorias e não mexe com serviço de logística. O vendedor ou vendedora entra em contato diretamente com a fábrica ou fornecedor e divulga os produtos em seu website, fazendo com que o comprador receba a encomenda direto do fornecedor sem que ele precise saber.

Veja o esquema a seguir para entender como ele funciona:

  

O comprador (A) compra um produto do vendedor (B) através de um website por R$ 49,90. Após a compra ser realizada, o vendedor entra em contato diretamente com o fornecedor (C) e compra este mesmo produto por R$ 29,90. O fornecedor prepara o pedido e envia diretamente ao comprador (A).

Ou seja, o vendedor é o intermediador entre o comprador e o fornecedor. Ele faz as vendas como se estivesse fazendo todo o processo, mas, na verdade, a parte de estoque e logística é “terceirizada” para o fornecedor.

Parece ser simples, mas não é tão fácil assim. Existe todo um processo por trás desse método de vendas online, como: criar um website, escolher um nicho (segmentos ou públicos que possuem necessidades específicas), fazer a mineração de produtos e fornecedores (procurar produtos vencedores e fornecedores confiáveis), analisar a melhor forma de divulgar os produtos, aprender a fazer anúncios através do Google ADS, das redes sociais, entre outros meios.

Portanto, se você quiser seguir por este caminho, comece abrindo um CNPJ (você não pode ser pessoa física) para a sua nova empresa de Dropshipping e prepare-se para estudar bastante!

Marketplace

O Marketplace também consiste em um modelo de negócios de vendas online. Ele é conhecido como um shopping online colaborativo, já que reúne várias lojas em um só lugar facilitando o processo de compras e oferecendo maior poder de escolha para usuários e usuárias.

Vou explicar neste segundo esquema, como funciona o processo de compra e venda pelo Marketplace:

  

O vendedor (A) coloca seus produtos à venda usando o Market Place (B) como hospedagem, o comprador (C) acha o produto, faz a compra e efetua o pagamento pelo próprio Marketplace, o Marketplace, por sua vez, valida o pagamento e informa a compra para o vendedor, que garante o envio do produto diretamente ao comprador.

Em troca de todo o suporte de vendas, comodidade, segurança, atendimento e hospedagem, o Marketplace cobra uma taxa de comissão por cada venda realizada.

Uma das vantagens em integrar a sua loja em um Marketplace é a visibilidade, quanto maior for a quantidade de visitas no site da hospedagem, maior é a oportunidade de que o produto seja visto por clientes potenciais. Assim você terá mais tempo de focar em outras tarefas, já que a estrutura e a divulgação dos seus produtos foram terceirizadas.

Algumas das empresas que funcionam como Marketplaces são: Mercado Livre, Amazon, OLX, Magalu, Enjoei, B2W, Americanas, Walmart, entre outras.

Gostou desse artigo sobre dropshipping e marketplace? Acesse o curso Marketplaces: primeiros passos e estratégias de venda e desenvolva ainda mais seus conhecimentos!

Veja outros artigos sobre Inovação & Gestão