Do zero ao deploy com o vraptor-console

Do zero ao deploy com o vraptor-console
francisco.sokol
francisco.sokol

Compartilhe

Um ponto importante na escolha de um framework web é as ferramentas de suporte ao desenvolvimento que o projeto disponibiliza ao seus usuários. Essas ferramentas facilitam o dia a dia do desenvolvedor, agilizando as tarefas comuns que se repetem entre projetos distintos.

O VRaptor é conhecido pela sua flexibilidade, curva de aprendizado, entre outras qualidades. Com o intuito de facilitar o desenvolvimento de aplicações com ele, criamos o vraptor-console, uma ferramenta de linha de comando que permite automatizar tarefas comuns, da criação de um novo projeto ao deploy da aplicação.

Instalação

Baixe o vraptor-console  e extraia o tar.gz em seu computador. Depois, coloque o diretório gerado no path:

 $ tar xzf vraptor-console-0.7.0-SNAPSHOT.tar.gz -C ~/programas/ $ export PATH=$PATH:~/programas/vraptor-console/ 

Para conferir se está tudo certo, execute o vraptor-console no terminal e confira se funciona:

 $ vraptor-console 

A primeira execução pode demorar um pouco, pois o vraptor-console baixará o jetty, que servirá de base para subir a nossa aplicação. Se tudo ocorrer corretamente, o vraptor-console estará esperando comandos na entrada padrão. Execute o comando exit, ou digite ctrl+c para sair.

Criando sua aplicação

Para criar uma nova aplicação, execute no terminal: vraptor-console new br.com.caelum loja. Esse comando irá criar uma nova aplicação no diretório loja/ dentro da sua pasta atual.

Repare que o vraptor-console já criou a estrutura de diretórios de uma aplicação web e adicionou um controller simples do VRaptor, com um método que poderá ser acessado na home da nossa loja. Também foi criado um arquivo pom.xml simples, com as dependências básicas e algumas configurações necessárias. Esse diretório já pode ser importado para o Eclipse (ctrl+3 "Import (Existing Projects Into Workspace)").

Usando o vraptor-console em desenvolvimento

Apesar da criação do projeto ser um passo bem simples, o foco do vraptor-console será o desenvolvimento no dia a dia. Entre no diretório de sua aplicação e inicie o vraptor-console:

 $ cd loja $ vraptor-console 

Para subir seu projeto, execute o comando "run" que compila e inicia a aplicação na porta 8080. Ao final, acesse http://localhost:8080/ e confira a aplicação no ar. Qualquer alteração em jsp's é carregada automaticamente pelo jetty: experimente modificar a mensagem na home.jsp e recarregar a página no navegador. As alterações em suas classes java necessitam que o servidor web seja reiniciado, para isso, execute o comando "restart".

Você pode se conectar em debug pelo eclipse. Crie uma nova "Debug Configuration". Vá em Run > Debug Configurations > Duplo clique em "Remote Java Application" e troque a configuração da parta 8000 para 1044. Execute essa nova configuração, mude para a perspectiva de debug e repare que o eclipse está conectado à JVM do vraptor-console. Experimente criar um break point no seu controller e recarregar a página para usar as funcionalidades de debug do eclipse. Repare que o hot code swapping funciona como em debug de aplicações normais, de forma que o corpo dos métodos podem ser modificados durante a execução e você não precisa reiniciar o servidor.

O vraptor-console também possui uris para executar algumas tarefas fora do ambiente de produção. Acessando http://localhost:8080/vraptor/restart, você pode reiniciar o servidor e em http://localhost:8080/vraptor/tests/unit você executa os testes de unidade e confere os resultados. Essas uris são úteis para executar tais tarefas remotamente, como por um servidor de integração contínua ou em ambiente de homologação, por exemplo.

Deploy no heroku

Para fazer um deploy no heroku, você deve usar o git para gerenciar as versões do seu projeto. Portanto, dentro do diretório da nossa aplicação, inicie o repositório e faça o primeiro commit:

 $ git init . $ git add . $ git commit -m "primeiro commit" 

Abra sua conta no heroku se você ainda não tem e instale o heroku toolbelt para acessar o heroku pela linha de comando.

Agora, podemos criar a aplicação no heroku:

 $ heroku login $ heroku create nome-da-app 

Para fazer o deploy no heroku é preciso usar um buildpack customizado para o vraptor-console. Para configurar sua aplicação para usar esse buildpack faça:

 $ heroku plugins:install https://github.com/heroku/heroku-buildpacks $ heroku buildpacks:set csokol/vraptor-buildpack -a nome-da-app 

Agora, vamos fazer o deploy da nossa aplicação. Um simples push no repositório do heroku irá desencadear o build da nossa aplicação e subir o servidor:

 $ git push heroku master 

Pronto! Alguns instantes após o final do push, você poderá acessar sua aplicação em http://<nome-da-app>.herokuapp.com/

O vraptor-console foi criado com a intenção de ajudar o desenvolvedor no dia-a-dia, enquanto modifica seu código e testa sua aplicação. Em conjunto com a nova versão do JRebel, o vraptor-console permite minimizar o tempo de espera entre testes manuais durante o desenvolvimento. Recentemente também foi feito o release do forge-vraptor-plugin que pode ser facilmente extendido para suportar as ações de desenvolvimento do vraptor-console.

Veja outros artigos sobre Inovação & Gestão