CSS3 e o futuro da Web

CSS3 e o futuro da Web
slopes
slopes

Compartilhe

O mundo do desenvolvimento Web passa atualmente por grandes mudanças. Com as aplicações Web exigindo cada vez mais dos navegadores, uma verdadeira guerra está sendo travada no client-side da Web. O até então onipresente Adobe Flash vem recebendo críticas e mais críticas. Com suas próprias alternativas, Microsoft, Oracle e Google tentam entrar nesse mercado. E, ainda parecendo velhos e ultrapassados em comparação a tudo isso, estão HTML, CSS e JavaScript.

Mas, se depender dos novos HTML5 e CSS3, o cenário será bem diferente no futuro. Com o grande apelo de serem padrões abertos implementados nativamente nos navegadores, essas novas especificações prometem simplificar bastante o desenvolvimento de aplicações ricas no client-side sem o uso de plugins.

Só para falar do CSS3, assunto desse post, podemos citar entre suas novas capacidades de formatação visual, as queridas bordas redondas, o uso de sombras, múltiplos backgrounds, layouts multi-colunas, novos seletores, uso de fontes externas, transformações 2D e 3D e animações. São recursos que facilitam bastante a tarefa do WebDesigner ao criar interfaces ricas e bonitas.

Embora não seja tão recente assim - o CSS3 data de antes de 2001 -, o suporte nos navegadores ainda é bem precário. Firefox, Safari, Chrome e Opera lideram o movimento, mas ainda estão longe de implementar todos os recursos. O IE tem algumas poucas coisas implementadas em sua versão 8 e uma promessa dos desenvolvedores de melhorar um pouco mais na futura versão 9.

Para demonstrar o uso de alguns recursos do CSS3, recriamos o logotipo da Caelum inteiramente usando recursos do CSS3, como border-radius, pseudo-elementos :after e :before e @font-face. O HTML da página é simplesmente:   <div class="caelum">     <strong>Caelum</strong>     <em>Ensino e Inovação</em>   </div>

E, sem usar nenhuma imagem (nem JavaScript/canvas/SVG), desenhamos o logo da Caelum. Veja a demonstração usando alguma versão recente do Firefox (3.5+), Safari/Chrome ou Opera (10.50+) e veja também o código CSS. E, por ser tudo CSS, sem imagens, podemos mudar o tamanho do logo a vontade, como mostra esse outro exemplo.

CSS3, HTML5 e outros tópicos da "nova Web" são também assuntos do novo treinamento da Caelum, WD-43: Desenvolvimento Web com HTML, CSS e JavaScript. O CSS3 é peça importante no futuro da Web. Seus diversos recursos mudarão a forma como fazemos WebDesign.

Veja outros artigos sobre Front-end