As dependências do Hibernate 3.5 e 3.6

As dependências do Hibernate 3.5 e 3.6
peas
peas

Compartilhe

O primeiro desafio de um iniciante em Hibernate, antes mesmo de fazer um tutorial prático, como o disponível na apostila FJ-21 da Caelum, é organizar as dependências necessárias. Até o Hibernate 3.3, a maneira a qual ele era distribuído dava trabalho pra quem precisasse usar a JPA: além do zip contendo o hibernate, era necessário fazer o download de um outro jar contendo a implementação do EntityManager e ainda outro contendo as anotações e interfaces da JPA.

A versão 3.5, como a 3.6, além de trazer uma implementação da JPA2, juntou todos esses pacotes em um só. A documentação está ainda mais completa, assim como a parte explicando o processo de setup do seu primeiro projeto. Apesar disso, como se pode ler na documentação, ela é feita assumindo que você esteja usando o maven. Muitos iniciantes em Java ainda tem dificuldades pra encarar o Maven, ou há ainda quem prefira usar o Ant, Ivy ou gerenciar as dependências manualmente. Quais dependências preciso então para rodar uma aplicação com Hibernate 3.5/3.6?

Para facilitar seu trabalho, deixamos aqui um zip com todas essas dependências do Hibernate 3.5.0, além de um arquivo de configuração para o Log4J, um hibernate.cfg.xml e jars opcionais. O arquivo do Hibernate antigo não é mais recomendado. Melhor seguir o passo a passo e obter o Hibernate mais novo.

Ou então você pode juntar esses jars seguindo o passo a passo: primeiramente precisa baixar a distribuição 3.5/3.6 a partir da página de downloads do hibernate no sourceforge. Ao descompactá-la, encontramos os seguintes arquivos e diretórios:

O hibernate3.jar é um jar contendo as classes fundamentais do Hibernate. Agora, dentro de lib, temos o diretório required, que são dependências que sempre precisaremos utilizar junto com o Hibernate. Todas essas 6 dependências são necessárias:

Dentro de lib, ainda precisamos do jar hibernate-jpa-2.0-api-1.0.0.Final.jar que está na pasta jpa para poder utilizar as anotações do Java EE. Caso você va usar o MySQL, também precisa fazer o download do driver JDBC para ele.

Ainda não terminou. Precisamos do nosso logging funcionando. Se você tentar executar algum exemplo agora, vai receber o conhecido Exception in thread "main" java.lang.NoClassDefFoundError: org/slf4j/impl/StaticLoggerBinder. O SL4J, usado pelo Hibernate, é uma casca para as outras ferramentas de logging, e precisa então de um jar que indique qual logger será utilizado como backend. Na página de distribuições do SL4J você deve baixar a versão correspondente que está usando, seria a 1.5.8 no caso do Hibernate 3.5.0, e pegar o adaptador slf4j-log4j12-1.5.8.jar. Para o Hibernate 3.6.2, é necessário o slf4j-log4j12-1.6.1.jar. Também precisamos do jar do Log4J 1.2.x.

Principais dependências opcionais

Usar o Hibernate facilita muito o desenvolvimento com banco de dados, porém para uma performance e escalabilidade adequada é necessário ficar atento em alguns pontos fundamentais, e também simples, para que ele não se torne um gargalo na sua aplicação. Dentro do diretório optional, destaco como essenciais o c3p0 para pool de conexão e o ehcache para second level cache. O ehcache necessitará do commons-logging por sua vez.

Para você tirar todo o poder da JPA 2, vai querer também usar a api de meta modelos, e pra isso precisa do gerador de modelos do Hibernate.

Veja outros artigos sobre Programação