Compre agora Login
Artigo

Como desenvolver pessoas em tecnologia: dicas para acompanhar e ser mais eficiente

Athena Bastos

Athena Bastos


Estamos vivendo uma transformação do mercado de tecnologia. Infelizmente, uma combinação de aumento de taxas de juros, saturação do mercado e uma redefinição nas avaliações das ações de tecnologia mudou a narrativa que vinha sendo construída.

No atual contexto, a procura por talentos nessa área desacelerou quando comparado aos anos de 2020 a 2022.

Só para ter uma ideia, o rastreador de demissões Layoffs.fyi constatou que 485 empresas demitiram mais de 138.000 pessoas colaboradoras em 2023.

Um exemplo notável é a Meta, que recentemente anunciou cortar mais 10.000 empregos. Essa será a segunda rodada de demissões da empresa nos últimos meses. Em novembro de 2022, a empresa já havia dispensado 11.000 pessoas colaboradoras.

Mas isto não significa que o desenvolvimento em tecnologia perdeu sua importância. Pelo contrário, esse é um indicativo da necessidade de que as empresas olhem mais para o desenvolvimento de pessoas.

Afinal de contas, para compensar os efeitos da crise macroeconômica, precisam impulsionar seus times, aumentar a eficiência operacional e gerar mais inovação no mercado.

Nessa perspectiva, surgem algumas questões: como criar trilhas de aprendizagem em tecnologia? Quais os cursos mais demandados na área? Como acompanhar o aprendizado? Qual o papel de um parceiro nesse desenvolvimento?

Para estruturar ações de desenvolvimento em tecnologia, as empresas devem atuar estrategicamente: precisam selecionar parceiros educacionais que oferecem variedade e qualidade de conteúdo, mas que também forneçam uma análise de indicadores para a atuação estratégica da empresa.

Pensando nisso, o objetivo deste artigo é refletir sobre o tema de desenvolvimento de pessoas em tecnologia, especialmente para apontar direções assertivas e organizadas para as lideranças.

Na imagem, podemos ver uma pessoa líder de tecnologia sentada em uma mesa em um escritório corporativo moderno, focado em uma videochamada com sua equipe. Essa imagem representa o ato de desenvolver pessoas em tecnologia, através da liderança e do compartilhamento de conhecimentos e experiências.

Por que desenvolver pessoas em tecnologia

Diante dos novos desafios do mercado de tecnologia, os altos investimentos deram lugar às ações mais cautelosas e assertivas.

Não por menos, segundo lideranças entrevistadas pela Amcham Brasil – Câmara Americana de Comércio para o Brasil, as prioridades para 2023 são:

  • 59% priorizam o aumento da capacidade de produção;
  • 44% priorizam a inovação, a pesquisa e o desenvolvimento;
  • 44% priorizam a redução de custos.

E para isso, as empresas precisam investir no desenvolvimento das pessoas colaboradoras. Só assim, atingirão o nível de eficiência operacional que esperam.

VEJA TAMBÉM:

Então, o esforço da empresa deve se concentrar na eficiência das pessoas que já são suas colaboradoras, conforme explica Janelle Hill, chefe de pesquisa da Gartner:

“Os CIOs não podem contratar para escapar da crise de talentos que persiste. Eles têm algumas estratégias diferentes: uma é retreinar seu próprio pessoal em novas habilidades. O segundo grande é identificar os funcionários que trabalham para sua empresa cujo trabalho envolve um componente significativo de tecnologia. As demandas de talentos exigirão um esforço mais concentrado nos esforços de desenvolvimento da força de trabalho, como parcerias com diversas organizações de talentos tecnológicos e repensar o que exatamente é um trabalhador de tecnologia”.

A única forma de aumentar a produtividade e os resultados financeiros com os mesmos recursos é desenvolver as pessoas colaboradoras para que elas sejam capazes de otimizar os processos internos da empresa.

Checklist Desenvolvimento de pessoas em tecnologia - baixe agora

Como desenvolver pessoas em tecnologia

Isso significa desenvolver treinamento na área de atuação de cada uma delas, mas também ter uma atenção especial às Digital Skillscomo, por exemplo, análise de dados, comunicação digital, e-leadership, noções de cibersegurança, interação com ferramentas e inteligência artificial.

Muito mais do que uma habilidade exclusivamente funcional – e até, uma competência técnica, essas competências digitais compreendem um tipo de mentalidade.

Isto é, uma compreensão geral e integrada das tecnologias que já existem e uma pré-disposição e embasamento para aprender novas.

Assim, o desenvolvimento de todas as pessoas em tecnologia não é uma tendência optativa, mas algo inevitável. A construção de uma cultura digital é a garantia para o futuro das empresas.

Além do mais, essa necessidade se torna ainda mais latente diante das constantes mudanças no setor e a exigência de atualização da área.

Especialmente se considerarmos que, a partir dessas skills, as empresas podem ser mais eficientes, mais inovadoras e mais estratégicas.

Um exemplo disso é o case da Suzano que conseguiu otimizar o processo de estufagem de veículo através do desenvolvimento em Python e Machine Learning. Essa ação gerou uma economia de R$ 3 milhões de reais, o que prova a importância do desenvolvimento das pessoas colaboradoras em tecnologia para a eficiência operacional.

Veja mais sobre o case de sucesso da Suzano.

Quais as melhores estratégias de desenvolvimento de pessoas em tecnologia na sua empresa

De início, é importante ter em mente que as decisões sobre treinamento e desenvolvimento das pessoas em tecnologia não devem ser tomadas de maneira isolada.

É fundamental que as lideranças das áreas mantenham diálogo para entender as necessidades reais de todos os times.

Assim, aqui estão algumas dicas para traçar estratégias efetivas:

  • Fazer o levantamento de necessidade de treinamento, através da análise dos gaps dos times;
  • Se atentar para as necessidades do negócio e os movimentos do mercado;
  • Observar junto às pessoas colaboradoras os gaps de competências;
  • Tornar a organização mais competitiva a partir de KPIs;
  • Analisar o histórico das ações que já foram desenvolvidas;
  • Considerar o direcionamento estratégico da organização;
  • Projetar possíveis adversidades.

Quais os cursos de tecnologia mais buscados pelas empresas

Nessa perspectiva, os cursos mais realizados em 2022, pelas organizações que contam com as soluções da Alura Para Empresas, foram:

  • Git e Github: controle e compartilhe seu código;
  • Funções com Excel: operações matemáticas e filtros;
  • HTTP: Entendendo a web por baixo dos panos;
  • HTML5 e CSS3 parte 1: crie uma página da Web;
  • AWS Certified Cloud Practitioner: Domain 1 e 2;
  • Java OO: entendendo a Orientação a Objetos;
  • Javascript e HTML: desenvolva um jogo e pratique a lógica de programação;
  • JAVA JRE e JDK: compile e execute o seu programa;
  • Python: começando com a linguagem;
  • Spring Boot API REST: construa uma API.
Mais de 1400 cursos - saiba mais

Como escolher o parceiro ideal de desenvolvimento em tecnologia

Se a dúvida é como escolher o parceiro ideal de desenvolvimento em tecnologia, aqui estão algumas atribuições que ele deve ter:

Oferta de cursos

O parceiro ideal precisa contar com um catálogo variado de cursos, que atendam às necessidades específicas de cada organização. Por isso, é tão importante um diagnóstico da organização, além da compreensão dos objetivos.

É claro que você pode pensar em soluções diferentes para cada necessidade de cada time. Contudo, contar com uma única solução facilita a integração da empresa e a análise de dados.

Assim, pessoas de diferentes áreas e em diferentes níveis de maturidade podem se desenvolver em tecnologia.

Planos de estudos

A estratégia exclusiva de oferecer cursos não é suficiente quando falamos de como desenvolver pessoas em tecnologia de forma estratégica. Para fazer isso com êxito, é importante que as empresas alinhem o aprendizado com os objetivos do negócio e com projetos práticos.

A melhor forma de fazer isso é criar trilhas de aprendizagem que abracem os conteúdos desejados e façam com que as pessoas caminhem em um desenvolvimento contínuo, alinhado ao que o negócio precisa.

As trilhas são interessantes, porque permitem uma personalização do caminho. Isto possibilita, então, que se criem trilhas específicas por equipes, por tipos de conteúdos ou mesmo por interesses pessoais.

Nas empresas, as trilhas de aprendizagem são um importante conector entre as metas do negócio e os processos de educação corporativa.

Com a estruturação de planos de estudo, as lideranças podem direcionar o aprendizado corporativo conforme as entregas necessárias aos objetivos da organização, por exemplo.

Estratégias de engajamento

Depois de definir os cursos e as trilhas de aprendizagem, agora é hora de pensar no engajamento.

O engajamento pode se dar de várias formas e, na verdade, cada pessoa sente uma necessidade diferente. No entanto, normalmente, a diversificação de materiais (vídeos, artigos e podcasts, por exemplo) e a aplicabilidade do que se está aprendendo são dois fatores que auxiliam muito nesse processo.

Quando as pessoas percebem o impacto do desenvolvimento no dia-a-dia, elas são estimuladas a continuar aprendendo. Por isso, o parceiro educacional ideal deve ter um olhar para a aplicação do conhecimento nas práticas das empresas e apoiar com estratégias de engajamento.

Análise de indicadores

Por fim, o parceiro ideal precisa fornecer dados para que a empresa atue estrategicamente.

Ou seja, as lideranças precisam ficar cientes dos indicadores de treinamento e desenvolvimento, tanto para entender o que funciona quanto para propor melhorias no que não está funcionando.

Procure, então, por parceiros educacionais que ofereçam dashboards e relatórios, mas que também tenham API para integrar com outras ferramentas utilizadas pela empresa.

Por que escolher a Alura Para Empresas para desenvolver pessoas em tecnologia

Analisando todos os pontos do tópico anterior, você pode perceber que a Alura Para Empresas oferece a solução de capacitação ideal e completa para a sua empresa.

A Alura Para Empresas é a organização que engloba as soluções corporativas da Alura – a maior escola online de tecnologia do Brasil, voltadas a empresas, órgãos governamentais e instituições educacionais.

São mais de 1.300 cursos para capacitar seu time em Hard Skills e Soft Skills, além de podcasts, vídeos, artigos e outros materiais de apoio para engajamento das pessoas.

Os planos Corp e Corp Plus foram pensados para auxiliar empresas de todos os tamanhos e áreas de atuação no desenvolvimento contínuo, Reskilling e Upskilling de equipes em tecnologia. Porém, as soluções contam também com a estrutura de programas personalizados, para aceleração, imersão e inclusão em tecnologia.

Com uma plataforma de gestão de aprendizado completa, as lideranças podem extrair relatórios e acompanhar o desenvolvimento dos seus times.

Além do mais, é possível criar e personalizar planos de estudo -– individuais, por time ou para toda a empresa — segmentados por passos, com conteúdos da própria plataforma ou externos e definição de carga horária.

E na sua empresa, como está a organização no que diz respeito à área de treinamento e desenvolvimento de pessoas em tecnologia?

Agora que você já sabe mais sobre como desenvolver pessoas em tecnologia, que tal promover uma capacitação de ponta? Fale conosco e conheça as soluções da Alura Para Empresas.

Athena Bastos
Athena Bastos

Supervisora de Conteúdo da Alura Para Empresas. Bacharela e Mestra em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Pós-graduanda em Branding: gestão estratégica de marcas pela Universidade Castelo Branco - UCB. Escreve para blogs desde 2008 e atua com marketing digital desde 2018.

Organizações que confiam nas nossas soluções corporativas

Junte-se a mais de 5000 empresas que já capacitaram seus times com nossas formações.

  • Logo daa Dasa class=