Compre agora Login
Artigo

Como desenvolver a alta performance das pessoas colaboradoras?

Athena Bastos

Athena Bastos


Sem dúvidas, criar uma equipe de alta performance, com pessoas colaboradoras competentes e engajadas com as metas do negócio é um dos principais objetivos da empresa — e um dos maiores desafios também.

Nessa perspectiva, surge uma questão importante: como as lideranças podem alcançar alto desempenho e, ao mesmo tempo, ajudar as pessoas colaboradoras a atingirem seu potencial máximo?

O objetivo deste artigo é, portanto, apresentar estratégias para contribuir para alto desempenho na organização, seja para desenvolver habilidades e motivação das pessoas colaboradoras ou para construir um ambiente propício à alta performance.

Duas mão sob uma mesa repleta de vários papéis com gráficos espalhados.

O que significa ter alta performance

O conceito de alta performance se relaciona a um comportamento acima da média das pessoas colaboradoras. Ou seja, a um nível de produtividade (e, consequentemente, de resultados) que vai além da expectativa das lideranças.

Normalmente, a alta performance é uma combinação perfeita dos seguintes fatores:

  • Alta produtividade e ótimos resultados;
  • Adoção de metodologias que aproveitam o potencial máximo das pessoas colaboradoras;
  • Constante desenvolvimento e aprendizado contínuo.

Ou seja, uma pessoa colaboradora de alta performance tem um desempenho eficiente em todas as perspectivas. Além disso, se mantém aberta para melhorar seus processos.

VEJA TAMBÉM:

Em outras palavras, a alta performance compreende a capacidade de gerar resultados positivos e contribuir para o crescimento da empresa, usando menos recursos (de tempo e de materiais, por exemplo).

Como consequência de uma equipe de alta performance, a organização alcança três chaves fundamentais para o sucesso do negócio: a entrega de bons serviços e produtos, a satisfação de clientes e a saúde financeira.

Boas práticas na avaliação de competências tech

Quais são as características de um profissional de alta performance

Em resumo, as pessoas colaboradoras de alta performance compartilham os seguintes aspectos:

  • Se comprometem com o resultado da empresa e com os resultados de suas ações — cumprem missões e não tarefas;
  • São altamente produtivas — entregam mais em menos tempo;
  • Têm ótima comunicação: são transparentes e assertivas;
  • Têm boa capacidade de ouvir e dar feedbacks;
  • Compreendem as metas e os objetivos do negócio — e trabalham em direção a eles;
  • São confiáveis e respeitosas;
  • Conhecem bem suas responsabilidades e suas funções;
  • São disciplinadas;
  • Aprendem com seus erros (e, inclusive, têm facilidade para assumi-los);
  • Têm boa capacidade analítica e conhecimento crítico;
  • Estão sempre dispostas a aprender e a melhorar seus processos;
  • Sabem fazer uma boa gestão de tempo e têm autonomia para desenvolver suas funções;
  • São focadas em buscar a solução de problemas;
  • Auxiliam os colegas que precisam de ajuda.

Dicas para ter uma equipe de alta performance

Assim como todas as estratégias do negócio, não existe uma receita mágica para aumentar a performance das pessoas colaboradoras em todas as empresas.

Ao contrário disso, esse tipo de ação deve considerar as necessidades específicas da empresa e as particularidades das pessoas colaboradoras.

No entanto, os seguintes passos são mais abrangentes e servem para a maioria dos casos:

Maior escola de tecnologia do país - saiba mais

Identifique áreas de melhoria

Criar uma equipe de alta performance é um processo contínuo e personalizado. Então, embora possa ser frustrante, não existe uma resposta fechada de quais são as competências que as pessoas precisam ter para chegar nesse ponto.

Contudo, considerando que a performance tem relação com os resultados (e, consequentemente, com os movimentos do mercado), existem alguns indícios. Em primeiro lugar, diversas pesquisas publicam, anualmente, as competências mais importantes para as empresas naquele ano.

É o caso do LinkedIn Workplace Learning Report que analisou que as empresas precisarão das seguintes competências em 2023:

  • Gestão;
  • Liderança;
  • Pesquisa;
  • Comunicação;
  • Vendas;
  • Habilidades analíticas;
  • Atendimento ao cliente;
  • Gerenciamento de projetos;
  • Marketing;
  • Trabalho em equipe.

A melhor forma, porém, é identificar as necessidades e os pontos da pessoa colaboradora em relação às estratégias do negócio. Nessa perspectiva, é fundamental responder: o que as pessoas colaboradoras precisam desenvolver para performarem melhor?

Mas, lembre-se: o processo de desenvolvimento é individual e específico. O direcionamento deve partir de um processo personalizado de avaliação, através de:

Estabeleça metas claras

O alinhamento de expectativas e a orientação para execução das tarefas são pontos essenciais na alta performance da equipe. Antes de pensar o caminho (ou até mesmo, começar o trajeto), as pessoas precisam saber qual é o lugar que pretendem chegar.

Sem uma comunicação clara, as demandas ficam paradas. É essencial criar um processo e se comunicar com clareza sobre metas, desafios e demandas da área.

Afinal de contas, as metas são ferramentas que medem a performance das equipes e direcionam as decisões sobre as necessidades de um negócio.

Por isso, as lideranças devem estabelecer indicadores e metas para nortear os objetivos e as expectativas da empresa. Sendo assim, o cumprimento (ou não!) das metas compreendem informações relevantes sobre a performance individual e coletiva das equipes.

Assim, é imprescindível que as metas sejam claras e objetivas. As metas confusas levam a resultados confusos. Além disso, elas também devem ser capazes de executar — metas inexequíveis são inúteis.

Seja uma liderança inspiradora

Muitas vezes, o que distancia uma equipe da alta performance é a liderança. Assim, um dos passos para atingir a alta performance é repensar o modelo de liderança.

Já que a liderança é um fator decisivo na motivação no trabalho. Por isso, ela precisa ser suficiente para guiar e mediar as pessoas colaboradoras em direção às metas da empresa.

Mas, mais do que isso, deve motivar e inspirar as pessoas colaboradoras para trabalharem em prol dos resultados do negócio.

Muitas vezes, a inspiração só é realmente eficaz através do exemplo: a pessoa conhece e admira a trajetória e os esforços das lideranças e, a partir disso, se inspira a melhorar seu desempenho.

Muito mais do que utilizar frases de liderança e motivação para as equipes, por trás da função de liderança, está o empenho em assumir um papel de inspiração positiva para todas as pessoas que constroem a empresa.

Quem lidera não assume uma posição de poder, mas está em um local de orientação.

Incentive a colaboração

Ainda, é fundamental criar um ambiente de trabalho seguro, em que as pessoas colaboradoras se sintam realmente pertencentes a um grupo.

Isso faz com que elas conheçam o contexto maior do negócio e sintam segurança sobre a importância do papel que desempenham na organização.

Todo esse contexto estimula a criação de um ambiente de trabalho mais colaborativo: todas as pessoas ficam livres para dar opinião, pedir ajuda, pensar ideias novas e tirar dúvidas.

Dê autonomia e responsabilidade

As lideranças precisam dar o suporte, estabelecer os modelos de comunicação, definir prioridades claras, mas também precisam dar poder de decisão e autonomia para que o trabalho aconteça da melhor forma.

É importante ter em mente que as lideranças não precisam saber resolver tudo, mas precisam dar espaço suficiente para a equipe desenvolver todo o seu potencial.

Ofereça feedbacks construtivos

Existe um consenso de que equipes que performam mal normalmente têm barreiras na comunicação. Alguns times precisam resolver tudo em reuniões, outros não costumam dar abertura para as pessoas darem sua opinião.

Por isso, é fundamental estabelecer uma comunicação clara, assertiva e objetiva, especialmente no modelo híbrido e home office.

Nessa perspectiva, uma cultura de feedbacks é essencial — em uma proposta de tornar os feedbacks contínuos um assunto e um esforço institucional.

Esse é o terreno perfeito para semear a alta performance das pessoas colaboradoras: uma cultura organizacional onde as lideranças dão retorno sobre as tarefas, apontam o que foi positivo e quais pontos precisam melhorar.

No entanto, ao contrário do que se pensa, a cultura de feedback não é uma via de mão única, em que lideranças falam sobre o desempenho das pessoas colaboradoras.

Na verdade, todas as pessoas da empresa devem se sentir à vontade para conversar abertamente sobre o que vivenciam na empresa e, a partir daí, pensar em estratégias para evoluir.

Por isso, além de dar feedbacks regulares, as lideranças devem construir um ambiente de segurança e liberdade para que as pessoas colaboradoras também possam falar sobre sua própria perspectiva.

Crie oportunidades e proponha desafios

Uma forma de incentivar a alta performance é propor novos desafios. Em geral, as pessoas colaboradoras de excelência tendem a se envolver em novos projetos com maior engajamento e se sentem motivadas a buscar soluções inovadoras.

Além disso, é necessário oferecer oportunidades de crescimento. Pode ser através de chances de promoção e aumento de salários e benefícios. Mas essa não é a única forma. O crescimento também pode se relacionar às oportunidades de aprender coisas novas e assumir novas responsabilidades.

Promova o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal

Não é novidade que a alta performance deve andar em conjunto com a felicidade. Pessoas felizes produzem mais e melhor.

Por isso, a liderança precisa entender como anda a felicidade da pessoa em relação ao trabalho: como está o clima do time, a relação entre as pessoas da equipe e das pessoas com a empresa.

Dentro dos limites de suas funções, também precisa se preocupar com o andamento da vida pessoal da pessoa colaboradora.

Afinal de contas, o desempenho das pessoas colaboradoras não se limita à sua capacidade técnica e ao seu esforço. Mas também é um resultado de sua tranquilidade e desenvolvimento na vida pessoal.

Por isso, entender formas de promover o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional também deve ser um ponto de atenção da empresa em relação à alta performance.

É indispensável que a pessoa colaboradora tenha momentos de pausas e tempos para recarregar. O tempo de descanso também faz parte dos processos criativos das pessoas. Depois de descansar, as pessoas voltam muito mais ativas para encontrar novas e boas ideias.

Desenvolva competências

Na medida em que as pessoas expandem seus conhecimentos, também aumentam as chances de serem mais inovadoras e mais produtivas. Ou seja, aumentam as chances de alcançarem a alta performance.

Assim, tarefas que, antes, representavam uma dificuldade maior podem se tornar mais fáceis (ou, pelo menos, mais rápidas de serem feitas). Os pensamentos se tornam mais complexos, mais analíticos e, consequentemente, mais estratégicos.

A partir das técnicas e dos dados da gestão de desempenho, as lideranças podem identificar gaps e incentivar seus times a irem além, a se desenvolverem pessoal e profissionalmente.

O incentivo ao desenvolvimento de pessoas, pessoal e profissionalmente, não é só uma forma de cuidar das pessoas colaboradoras, mas também também é uma ferramenta para alcançar o crescimento da empresa.

E na sua empresa, como está a organização da gestão em relação ao treinamento e desenvolvimento das pessoas em tecnologia?

Agora que você já sabe mais sobre a importância dessa estratégia, que tal promover uma capacitação de ponta? Fale conosco e conheça as soluções da Alura Para Empresas.

Athena Bastos
Athena Bastos

Supervisora de Conteúdo da Alura Para Empresas. Bacharela e Mestra em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Pós-graduanda em Branding: gestão estratégica de marcas pela Universidade Castelo Branco - UCB. Escreve para blogs desde 2008 e atua com marketing digital desde 2018.

Organizações que confiam nas nossas soluções corporativas

Junte-se a mais de 5000 empresas que já capacitaram seus times com nossas formações.

  • Logo daa Dasa class=