Compre agora Login
Artigo

O impacto da inteligência artificial na indústria 4.0

Athena Bastos

Athena Bastos


robô interagindo com uma máquina representando a inteligência artificial na indústria

Nos últimos anos, a indústria tem enfrentado uma era de mudanças aceleradas por conta do avanço da tecnologia. Com a digitalização crescente de toda a sociedade, as empresas precisam não só se manter competitivas, mas também se adaptar às novas necessidades e formas de consumo.

E uma das protagonistas nessa busca pela inovação é a inteligência artificial. Com capacidade de analisar grandes volumes de dados em tempo real, identificar padrões e prever tendências, a IA é uma ferramenta vital para permitir que as organizações avancem para a era da indústria 4.0.

Isso porque, estabelecendo uma melhor comunicação entre pessoas e máquinas, é possível automatizar tarefas repetitivas, liberando recursos humanos para tarefas mais complexas e criativas. Assim, não apenas há uma melhora da produtividade, mas também um estímulo à inovação, já que os profissionais vão estar concentrados em projetos de maior impacto para o negócio.

Contudo, ainda que as fábricas pareçam entender a importância das novas tecnologias, são poucas as que realmente usam recursos de IA. Segundo dados da Pesquisa de Inovação (PINTEC), do IBGE, em 2022 quase 85% das empresas usaram algum sistema digital avançado. Porém, o índice das que se valeram da inteligência artificial na indústria não chegou a 17%.

É o caso da sua empresa? Neste artigo, vamos detalhar a importância, os benefícios e como capacitar o seu time para atuar com IA na Indústria 4.0. Continue lendo!

Descubra como o mercado alcança eficiência operacional por meio da educação em tecnologia - acesse a pesquisa inédita

Qual o impacto da Inteligência Artificial na Indústria 4.0?

Também conhecida como a 4ª Revolução Industrial, a indústria 4.0 é marcada pelo uso de tecnologia, automação e geração de dados para impulsionar a produtividade e a eficiência operacional em todas as etapas do processo de manufatura.

Esses dados gerados trazem informações extremamente valiosas para o negócio, mas precisam ser analisados e traduzidos para que possam se transformar em conhecimento. É aí que entra a IA, que tem capacidade de processar e extrair insights desses milhares de dados – e tudo isso em tempo real.

VEJA TAMBÉM:

Através de técnicas como o machine learning e data mining, a inteligência artificial na indústria desempenha um papel fundamental para criar ambientes de produção altamente conectados, automatizados e inteligentes.

Maior escola de tecnologia do país - saiba mais

Quais os desafios da indústria no cenário brasileiro

Além de uma busca constante pela inovação em um cenário altamente competitivo, a indústria brasileira ainda tem mais um desafio: o de se manter relevante frente aos concorrentes internacionais.

Algumas questões, como altos custos de produção, infraestrutura deficiente e complexidade tributária acabam impactando negativamente a capacidade das fábricas nacionais de competir em escala global. Fora isso, a falta de investimento em inovação e tecnologia tem mantido muitas organizações brasileiras presas a métodos de produção obsoletos e menos eficientes.

Uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostrou que, em cinco anos (de 2016 a 2021), o percentual de aumento de empresas que já utilizavam algum tipo de tecnologia em seus processos foi de apenas 21%. Ainda que esse número indique que estamos indo no caminho certo, ainda não é o suficiente para nos equiparar às principais potências mundiais.

Sem conseguir modernizar seus processos produtivos e adotar práticas de gestão mais eficazes, as consequências podem ser desastrosas. Por isso, investir em inteligência artificial na indústria é mais do que uma tendência, é uma necessidade.

Com a aplicação de algoritmos avançados e análise de grandes volumes de dados, a IA pode ajudar as organizações brasileiras a otimizar seus processos, reduzir custos operacionais, melhorar a qualidade do produto, identificar oportunidades de mercado e impulsionar a inovação constante.

Quais os benefícios da IA para a indústria

Como vimos, a IA é uma ferramenta poderosa, que pode não só contribuir para as operações das indústrias como também aumentar o lucro das organizações.

Segundo uma pesquisa da McKinsey, 63% das empresas que adotaram a inteligência artificial relataram que o recurso aumentou a receita nas áreas de negócio onde é aplicada, e 44% notaram uma redução nos custos da companhia.

Além disso, podemos destacar alguns benefícios, que vamos destrinchar abaixo.

Análise de dados

Uma das principais vantagens da IA na indústria é a capacidade de analisar grandes volumes de dados de diversas fontes, identificar padrões e realizar simulações em poucos segundos. Assim, é possível extrair insights valiosos que seriam impossíveis de obter utilizando métodos tradicionais.

Isso porque são gerados milhares de dados em todas as etapas do processo produtivo, desde o monitoramento da cadeia de suprimentos até a análise do desempenho das máquinas na linha de produção. A inteligência artificial consegue esmiuçar essas informações, reconhecendo padrões complexos, fazendo previsões precisas e sugerindo ações com base nessas análises.

Um exemplo é a previsão da demanda de produtos, otimizando o planejamento da produção e reduzindo o risco de estoques excessivos ou escassez de produtos. Além disso, a IA pode ajudar na manutenção preditiva dos maquinários, prevendo falhas e problemas de desempenho antes que eles ocorram – o que ocasionaria em pausas na produção e um custo elevado de substituição do aparelho.

Com esse tipo de informação em mãos, os gestores podem tomar decisões mais acertadas, baseadas em fatos, e que apoiem as decisões estratégicas da organização.

Otimização de processos

Essa análise de dados complexos, reconhecendo padrões e tendências, traz outra vantagem para as indústrias: a oportunidade de identificar gargalos, ineficiências e oportunidades de melhorias nos processos da organização.

Com base nesses insights, é possível tomar decisões mais rápidas para ajustar a produção de forma mais dinâmica, atendendo às demandas do mercado de forma mais eficiente, reduzindo custos e maximizando o desempenho da operação.

Além disso, a IA pode automatizar tarefas repetitivas, desde a inspeção de qualidade até o controle de inventário, deixando as pessoas colaboradoras focadas em tarefas mais estratégicas e que agreguem mais valor ao negócio.

Aumento da produtividade

Quando a operação está orientada a dados, a agilidade e o aumento da produtividade acontecem por consequência.

A inteligência artificial na indústria oferece uma variedade de ferramentas que automatizam tarefas, antecipam problemas, otimizam os processos de produção, reduzem o tempo de inatividade e aumentam a eficiência geral das operações.

Tudo isso ajuda a impulsionar o crescimento da empresa, o que é indispensável em um mercado cada vez mais globalizado e exigente.

Redução de custos

As ferramentas de IA também são desenvolvidas para trabalharem utilizando a menor quantidade de recursos possíveis, o que reduz significativamente os custos.

Com a automação de tarefas, por exemplo, as empresas podem reduzir a necessidade de mão de obra humana, aumentar a eficiência e a precisão das operações, o que resulta numa redução de contas trabalhistas.

Além disso, a IA pode ser utilizada para otimizar a gestão da cadeia de suprimentos e logística, garantindo que os materiais e componentes certos estejam disponíveis no momento certo e no local certo para minimizar os gastos de armazenamento e transporte.

Segurança e prevenção de riscos

Por fim, a prevenção de riscos é outro benefício importante da implementação da IA na indústria, já que ela pode ser usada para identificar potenciais problemas que possam colocar em risco a segurança dos trabalhadores, a integridade dos equipamentos e a continuidade das operações.

Um exemplo disso é a análise de dados para reconhecer padrões de comportamento que possam indicar ameaças de acidentes ou lesões. Assim, a empresa pode atuar preventivamente, implementando medidas como treinamentos de segurança ou reorganização do local de trabalho.

Exemplos de aplicações da IA na Indústria 4.0

Ficou claro que a indústria tem utilizado a inteligência artificial como forma de melhorar a eficiência, qualidade e flexibilidade nos seus processos, não é mesmo?

Isso pode ser feito através de algumas aplicações, como:

  • Manufatura inteligente – implementação de sistemas de produção adaptáveis que utilizam IA para monitorar e controlar todo o processo de fabricação, que inclui automação de máquinas, robôs e sistemas de gestão;
  • Manutenção preditiva – utilização de algoritmos para análise de dados de sensores e sistemas de monitoramento de máquinas, permitindo a identificação de padrões que indicam a necessidade de manutenção;
  • Logística inteligente – elaboração de sistemas de gestão de logística baseados em IA para otimizar rotas de entrega, planejamento de transporte e gestão de estoques, utilizando algoritmos de roteirização inteligente e previsão de demanda;
  • Qualidade e inspeção – utilização de sistemas para realizar inspeções de qualidade em tempo real durante o processo de fabricação, permitindo a identificação de defeitos e anomalias no produto de forma rápida e precisa;
  • Análise de Big Data – implementação de inteligência artificial para analisar grandes volumes de dados gerados por sistemas IoT (Internet das Coisas), trazendo insights que possam orientar a tomada de decisões estratégicas;
  • Personalização em massa – utilização de sistemas para oferecer produtos personalizados, que se adaptem às preferências individuais dos clientes e aumentem a satisfação do consumidor.

Um caso que exemplifica bem o uso de inteligência artificial na indústria é o da Suzano, maior produtora de celulose de eucalipto e referência global em uso sustentável de recursos naturais. A empresa implementou um projeto com IA para identificar, em tempo real, avarias nos fardos de celulose em linha de produção.

Através de técnicas de visão computacional e machine learning, foi possível automatizar o sistema de controle das linhas de enfardamento, o que garantiu mais produtividade, menos perdas de produto e mais segurança no trabalho.

Como preparar seu time para atuar com a inteligência artificial

É importante ressaltar que, ainda que a inteligência artificial seja uma parte essencial da transformação digital, ela não é a única.

Sem que as pessoas colaboradoras estejam verdadeiramente preparadas para trabalhar com essa tecnologia, os dados gerados não vão ser transformados em ativos que de fato ajudem no crescimento da organização.

Por isso, é fundamental construir uma cultura empresarial em que todos os profissionais estejam capacitados para unir forças com as ferramentas de IA. Se você não sabe por onde começar, a Alura Para Empresas tem mais de 30 cursos sobre esse tema, além de conteúdos sobre programação, Data Science e inovação.

E então, que tal criar um projeto de desenvolvimento de pessoas para potencializar o uso de inteligência artificial na sua empresa? Fale conosco!

Athena Bastos
Athena Bastos

Supervisora de Conteúdo da Alura Para Empresas. Bacharela e Mestra em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Pós-graduanda em Branding: gestão estratégica de marcas pela Universidade Castelo Branco - UCB. Escreve para blogs desde 2008 e atua com marketing digital desde 2018.

Organizações que confiam nas nossas soluções corporativas

Junte-se a mais de 5000 empresas que já capacitaram seus times com nossas formações.

  • Logo daa Dasa class=