Primeiras aulas do curso ZBrush Osteologia: estrutura e planificação do crânio

ZBrush Osteologia: estrutura e planificação do crânio

Preparando o ambiente - Introdução

Fala, pessoal, tudo bem? Sejam bem-vindos ao nosso primeiro curso de uma série, mas uma série de cursos de anatomia. Nós vamos começar pelo crânio. Nesse primeiro curso vamos ver a primeira parte. No próximo curso vamos adicionar os dentes, refinar, fazer os detalhes.

Vamos ver sobre linha dorsal, costelas, vamos fazer um mapeamento todo dos ossos do corpo humano, dos músculos. É uma série de cursos, e esse é o nosso primeiro.

Vamos começar a partir de uma esfera. Não vamos ter timelapse nesse primeiro curso. É tudo em tempo real, vou esculpir com vocês, mostrar as referências que estou utilizando. Vamos falar das referências, das estruturas, proporções, divisões do crânio, sobre os ossos. Vai ser muito legal.

Vamos começar com a esfera, buscar o formato inicial, para desmistificar que já começa tudo bonito, os profissionais já começam e em uma esculpida já sai o resultado. Não, começamos esculpindo as primas formas. A escultura começa feia. A gente vai buscando formas. Mas depois a gente chega no resultado.

Vamos fazer esse esquete inicial, buscando estruturas, silhuetas, formas, se está harmônico, se está ficando interessante ou não, se está o projeto em harmonia. Vamos ter esses arquivos, vamos ter os stages, as diferenças. Até chegarmos na parte final desse primeiro curso.

Olha como temos bastante modificações. Está estranha a boca, a gente vai falando por que e buscando outras formas, até chegar nesse primeiro stage, que é a estrutura inicial para dar continuidade.

Sem mais enrolação, sem mais delongas, vamos começar esse nosso curso, que é o primeiro de uma série de anatomia que é essencial para quem quer se especializar em personagens e também é indispensável o estudo de anatomia hoje em dia na modelagem 3D, na modelagem de personagens. Quando você pega esse feelings de esculturas anatômicas você consegue esculpir qualquer coisa.

É isso, nos vemos no nosso curso.

Preparando o ambiente - As referências e PureRef

E aí, pessoal? Tudo bem? Sejam bem-vindos à nossa primeira aula oficial, podemos assim dizer. Antes de mais nada, eu queria falar para vocês que anatomia é um dos tópicos mais importantes, senão o mais importante, na vida de um artista de personagens, então recomendo para vocês, caso estejam assistindo na cama ou de forma mais relaxada, que você não faça isso.

Esses cursos de anatomia, começando pelo do crânio, recomendo que vocês assistam a aula e coloquem em prática o que estou mostrando, desde a parte de organizar referências, estudar, até a parte do próximo capítulo em que a gente vai esculpir.

Eu recomendo a vocês que assistam o vídeo e façam, assistam e façam, porque senão não adianta, posso passar um zilhão de informações para vocês e vocês não vão aprender. Precisa pôr em prática.

Então, vamos começar aqui a ver algumas referências que temos disponibilizadas. Na parte do crânio, se vocês abrirem a pasta referências, deixei disponibilizadas algumas referências do crânio. Temos nosso arquivo PureRef, vocês podem baixar, clicar em download. Ele vai dizer quantos dólares ou euros vocês querem contribuir, caso vocês queiram vocês podem fazer, ou senão vocês coloquem zero e escolham a versão do Windows que vocês vão utilizar, ou Mac, e basta fazer o download e instalar.

Feito isso, disponibilizei esse arquivo para vocês. Basta dar dois cliques e ele vai abrir para vocês. Temos essas referências que vamos trabalhar. Temos o crânio visto três quartos, perspectiva, de frente, de lado, e outras referências também.

Vamos trabalhar de forma mais simplificada pelo fato de que não vou querer passar um zilhão de informações para vocês, vou querer passar o objetivo para que vocês possam esculpir e com o tempo vocês vão automaticamente entendendo. O objetivo vai ser esculpir, colocar a mão na massa, passar os pontos principais, mas acima de tudo colocar a mão na massa e fazer. É assim que se aprende anatomia.

Vou usar essa referência do lado e conforme a gente vai esculpindo ou vou falando alguma coisa trago para o lado para vocês verem também. Temos nossos arquivos de referências.

Como eu consegui esses arquivos? Eu uso muito o Pinterest, tenho uma pasta de crânios e vou salvando informações. Coloco na pesquisa crânio, skull, malha skull e vou buscando e salvando o que acho interessante.

Temos também livros em PDF que estão na descrição em texto para vocês utilizarem também. Vamos utilizar essas referências, eu vou utilizar durante o curso. É muito legal pegar esses PDFs, imprimir, vocês pegam, imprimem, tem o Figure Drawing, que é muito legal, dá shapes para vocês poderem esculpir, analisar, estudar. Vamos usar esses materiais como referência.

É inevitável, a parte de anatomia é assim, não existe uma receita de bolo. É algo bem artístico mesmo. Como vocês podem ver, tenho no PureRef vários crânios que gosto de usar até para estudar.

O crânio é extremamente importante pelo seguinte. É a estrutura inicial da cabeça. Não existe como você estudar a cabeça sem ter feito o crânio. Você pode até fazer, mas não vai ficar o mesmo entendimento. Quando você estuda o crânio, que é o primeiro contato, fica depois muito mais fácil de entender como desenvolver a cabeça, que a gente vai ver nas partes dos cursos em que vamos fazer a parte da superfície.

Temos o crânio e por cima disso tudo vem a parte dos músculos, das gorduras, o encaixe das orelhas. Vamos ver tudo isso, posição, dividir no meio, onde dividir na região dos olhos, se dividir mais no meio bate na região do buço. Onde é o ponto mais largo.

Temos alguns pontos principais para desenvolver nosso crânio que vão ajudar na parte do desenvolvimento da cabeça, no sentido de músculos e de pele.

Nesse primeiro momento é isso. Como exercício quero que vocês abram o PureRef. Recomendo que caso vocês estejam utilizando monitor comprem um notebook ou outro monitor para utilizar duas telas. As referências vão ficar de um lado. E novamente, quando eu falar do ponto principal vou trazer aqui para vocês.

Agora a gente se vê na próxima aula, onde vou falar sobre a criação de teclas de atalho para nos ajudar na escultura e como vai ser o workflow. É isso, se organizem, coloquem o celular no vibracall, peguem uma água, e vamos cair para dentro da parte de escultura, da parte anatômica, que é o principal que vocês têm que ter para se tornarem artistas de qualidade. É indispensável, se você pedir para qualquer artista de um grande estúdio ele vai dizer que você precisa saber anatomia. A gente se vê na próxima aula.

Preparando o ambiente - O Dynamesh e as teclas de atalho

Vou abrir meu ZBrush, a gente vai usar a versão 2020. O que vamos ver aqui pode ser feito tanto na versão 4R7, na 4R8, na 2018 e nessa 2019 e 2020 também. Não tem problema nenhum, porque vamos focar nos princípios anatômicos. Vamos ver as ferramentas básicas do ZBrush, que tem em todos, mas o principal objetivo vai ser a parte artística, compreender a estrutura do corpo humano. Vamos ver toda a parte de osteologia, estudo dos ossos, fisiologia, estudo dos músculos, e depois estudo da superfície, onde nós vamos realmente trabalhar na escultura.

Vou carregar o ZBrush e vamos ver as teclas de atalho que vamos atribuir para facilitar nosso workflow. Vou pressionar a tecla da vírgula, para desativar o spotlight lightbox. Posso também clicar para desativar.

Vou em tool pegar uma esfera 3D, carregar ela e dar um make polimash 3D. Feito isso, pressiono T para ativar nossa esfera. Dou “Ctrl + N” para limpar, vou carregar de novo e pressionar T para ativar o edit. Agora a gente consegue trabalhar nela. Posso ativar perspectiva e tenho “Shift + F” para ativar meu wireframe.

Eu sempre gosto de pressionar o Tab, ir em preferences e dar inicialize ZBrush, porque aí ele vai ampliar minha área de trabalho, vai dar um reset. Feito isso, pressiono Tab de novo, vou em documentos e no range vou diminuir para 0, porque não quero esse dégradé.

Se eu escolher alguma cor, vai mudar meu fundo, posso ir para a cor vermelha, por exemplo. Mas vou deixar como está. Em preferences, vamos em quick save, sempre vou deixar no máximo, para que ele não dê um quick save no meio do caminho e travar o ZBrush, porque vamos usar bastante informação.

Fiz isso tudo, vou pegar minha esfera 3D, dar um make polimash, ativar o "Ctrl + Alt" para limpar e o T para de novo ativar a edição, e vou ativar perspectiva. Alt e botão do mouse, ou botão de cima da caneca para fazer o pan, Ctrl e botão de cima uso o zoom, e clicando na caneca faço o rotate. Coisas básicas que a gente já sabe do ZBrush.

Vou mudar para o basic material, pegar a cor básica. Vou pegar o brush move, pressionar a letra N, jogo para cima. Mas supomos que quero ir mais rápido e pegar o clay buildup. Vou ter que toda vez selecionar? Isso é muito chato.

Vamos criar teclas de atalho. Vou começar pelo dam standard. Pressionei S e pego o standard brush. Agora, em brush, vou pegar o brush de standard, dar "Ctrl + Alt" e clicar nele. Vou pressionar 1, sem mexer a caneta. Ele vai dizer que o 1 já tem tecla de atalho. Vou dar ok, não tem problema. Atribuímos o 1 para esse brush.

Agora vou pegar o brush move, ir em brush de novo, no pequeno, não no grande, dar “Ctrl + Alt”, clicar, colocar tecla de atalho 2 e dar ok. Se eu pressionar 1, volto para o standard. Se eu pressionar 2 vou para o move.

Vou pegar o brush clay, vir em brush de novo, “Ctrl + Alt”, clico nele e 3. Atribuo essa tecla de atalho. Vou pegar o brush clay buildup, “Ctrl + Alt”, pressiono 4. Vou pegar o brush de move, de topologia. Volto em brush, “Ctrl + Alt”, clico nele, pressiono 6.

Temos seis, pulamos o cinco. Vou pegar o brush highpolish, venho no menu brush, “Ctrl + Alt”, clico no highpolish menor e pressiono 7. Vou vir em brush e pego o inflate, “Ctrl + Alt” e coloco o 8. Temos o inflate. Vou pegar o brush layer, pressionar “Ctrl + Alt” e 9. Para finalizar, vou pegar o brush dam standard, seleciono, venho em brush, clico em dam standard e aperto 0.

Atribuímos teclas de atalho. Se quero o move aperto 2, posso pressionar X para ativar a simetria. Quero fazer um buraco, vou para o clay buildup, pressiono 4. Cavo aqui. Fica tudo muito mais rápido. Já começo a ter muito mais facilidade para trabalhar.

E agora? Posso fechar o ZBrush? Não. Se a gente fechar, essas teclas de atalho não vão ser salvas. Precisamos vir em preferes, hotkeys e store. Dou um ok. Toda vez que a gente abrir o ZBrush nossas teclas de atalho estão salvas.

Eu pego todas as teclas de atalho e dou sempre um save. Mando para o meu e-mail, porque às vezes estou em outro lugar, e sou acostumado a trabalhar no ZBrush com teclas de atalho, preciso usar na máquina de alguém. Abro o ZBrush e dou um import nessas teclas de atalho. É sempre bom manter por perto.

É isso. Para finalizar vamos trabalhar com o dynamash. Temos a malha aqui, se pegarmos ela começa a ficar craquelada. Vou vir em geometry, dynamash e dar um dynamash. É legal isso nele. Vou pegar o 8 para dar inflate, pressiono 2 para pegar o move, vou jogar para cima, pressiono Ctrl, arrasto, ele atualiza o dynamash. Como vocês podem ver, ele atualiza e fica bonitinho. Vamos trabalhar dessa forma, com a escultura do crânio. É isso que a gente vai fazer. Utilizar o dynamash e as teclas de atalho para focar na parte artística.

É isso, pessoal. A gente se vê na próxima aula, onde vamos começar a esculpir o crânio, onde já estruturamos essa parte inicial usando ZBrush. Podem fechar o ZBrush, não tem problema nenhum. Na próxima aula vamos organizar a cena e começar a esculpir o crânio. A gente se vê no próximo capítulo. Façam o que fiz aqui, criem as teclas de atalho.

Sobre o curso ZBrush Osteologia: estrutura e planificação do crânio

O curso ZBrush Osteologia: estrutura e planificação do crânio possui 150 minutos de vídeos, em um total de 39 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Escultura Digital em UX & Design, ou leia nossos artigos de UX & Design.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Escultura Digital acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas