Primeiras aulas do curso ZBrush Osteologia: detalhando o crânio

ZBrush Osteologia: detalhando o crânio

Trabalhando na caixa craniana - Introdução

Fala, pessoal, tudo bem? Sejam muito bem-vindos a nossa parte final do curso de crânio, onde vamos chegar nesse resultado fazendo também essa apresentação, vou mostrar para vocês como foi feito e a forma como eu penso em fazer a apresentação.

A gente vai ver nesse curso como refinar o que a gente já tinha do curso 2, adicionar informações, detalhes, como a região da parte do osso frontal, a região da têmpora também, essas profundidades, como trabalhar na nossa mandíbula, deixar isso mais refinado, mais organizado, fazer as marcações do occipital, a região do parietal, essas divisões, trabalhar melhor nessas cavidades dos dentes, os encaixes, onde tem a raiz dos dentes. De certa forma, refinar todo o nosso modelo, deixando ele mais apresentável e interessante para dar continuidade nos próximos cursos, onde a gente vai construir o esqueleto como um todo.

Sem mais enrolação, sem mais delongas, vamos começar nosso curso, onde vamos ver em forma de timelapse também para agilizar o processo, porque o objetivo principalmente do crânio depois do curso 1 é entender as nuances, o formato dele, e entendendo o formato geral os detalhes menores a gente consegue sempre ir trabalhando com referências.

A gente se vê então durante nosso curso. Vamos começar.

Trabalhando na caixa craniana - Ajustando o maxilar

Faça o download do material do curso aqui

E aí, pessoal, tudo bem? Vamos ver então um pouco sobre a parte de ajustes da nossa caixa craniana. Começo já com nosso clip curve, utilizando o clip curve para fazer aquela alteração de corte dessa caixa craniana. Ou seja, a gente vai cortando e buscando o formato das partes do crânio, que nesse caso é esse encaixe aqui, como se fosse um capacete. A gente vai buscando esse formato e utilizando o clip curve. Vou recortando com Alt pressionado, para ele fazer essa curva, ou esse traçado mais retilíneo, a gente dá dois cliques no Alt bem rapidinho, e fiz aquele desenho como se fosse realmente um capacete.

Peguei esse formato curvado, esse shape, e vamos buscando essa estrutura do nosso maxilar. Utilizando dynamesh, smooth, clay standard brush vou cavando para encontrar o céu da boca, onde seria nossa língua, e vou atualizando o dynamesh e dando smooth. Atualizo o dynamesh e dou smooth para tirar as rebarbas, deixando mais afinado isso. Como vocês podem ver, vou smoothando, jogando melhor esse buraco do nariz que ficou e fazendo essas alterações para ter essa questão do céu da boca.

Começo com o standard a buscar algumas informações, com inflate também, busco informações de deixar mais organizada essa região do encaixe da boca. A gente vai trabalhando nesse formato, e como vocês podem ver sempre vou alternado entre o solo e o meu modelo geral para ter uma noção de como isso tudo está funcionando, se está se encaixando ou não. Sempre vou buscando essas alterações.

Aqui vou pegar nossa referência, temos essa região, estou fazendo apenas para insinuar, para ter esse formato aqui. Apenas ajeitando com o move, utilizando o move, o clay buildup. Estou querendo engrossar essa região aqui do nosso arco do zigomático. Estou ajustando a parte de baixo um pouco do crânio, apenas organizando, porque isso aqui o objetivo é fazer como se fosse um geral, para que a gente possa colocar depois os músculos, mas o objetivo não é esculpir parte por parte dessa parte interna do crânio, até porque é só olhar as referências, a gente consegue esculpir, mas o principal objetivo é ter a visão geral.

Utilizando clay buildup a gente faz o buraco onde encaixaria a nossa espinha dorsal. Nosso processo do osso onde vai encaixar o esternocleidomastóide, esse é o mastoide process, é esse osso aqui, essa região. A gente está criando aquelas partes maiores que vão ser vistas, e aqui embaixo a gente apenas organiza melhor um pouco, esse encaixe do osso zigomático, dou uma olhada nas referências. Posso buscar no Pinterest, no Google, procurando por cranium references.

Vou esculpindo, fazendo essa organização apenas da nossa caixa craniana e vou trabalhando em conjunto com o solo e atualizando o dynamesh. A gente consegue ter esse resultado. E vou blocando aos poucos. Estou buscando essa silhueta aqui da arcada dentária, da maxila, e vamos trabalhando na insinuação desses formatos. Como vocês podem ver, pequenas alterações, utilizei o inflate para engrossar essa região do osso zigomático. Quando a gente tem alguma informação muito fina, uma malha muito fina a gente usa o inflate para engrossar aquilo e não causar problema nem crashar nosso ZBrush também.

Aqui fui fazendo essas alterações, utilizei o dynamesh, e a gente terminou essa etapa. Podemos ver nosso antes que tínhamos, esse excesso de informação que a gente precisava cortar e deixar escondido para chegar nesse resultado, onde aqui sim a gente começa a ver esse buraco aqui, temos essa informação.

É isso, pessoal. Na próxima aula a gente dá continuidade no nosso crânio.

Trabalhando na caixa craniana - Trabalhando no V do olho

Só vamos arrumar um pouco então essa região do olho. Vou pegar o dam standard, pressionei D, vou aumentar a intensidade dele, posso colocar para 65, e vou fazer aqui a marcação como se fosse aquele buraco do olho. A gente só vai fazer essa marcação para deixar algo mais intuitivo, porque o objetivo não é fazer isso de forma que ultrapasse, corte a malha. É apenas para deixar algo mais interessante para o modelo.

Estou fazendo em formato de V. Fazendo esse corte. Vou dar uma arrumada. Estou fazendo simétrico, não tem problema. Estou dando uma olhada na referência também, sempre cuidando. Aqui é mais aberto. Aqui é mais fechado. Vamos atualizar. Posso dar um smooth.

Aqui o objetivo não é cortar, é apenas mudar essa região do olho para não ficar tão flat. Posso até vir com o dam standard, fazer alguns cortes, voltar, venho nessa região. Posso desativar simetria agora, e essa região abro mais o corte, e aqui faço algo diferente. É mais para quebrar um pouco o aspecto de flat.

Aqui em cima vou tentar puxar algo nesse estilo. Já estou fora da simetria. Venho para baixo, fico marcando isso. É óbvio que na referência está algo mais, olhando de frente, nesse sentido, e aqui a gente está fazendo algo mais nesse sentido, mas é apenas para marcar, então está ok.

Vou atualizar meu dynamesh, lembrando que estamos com pouco dynamesh ainda. Depois podemos reforçar caso a gente queira. Está beleza, fizemos a marcação, vou desativar meu quick save, é um perigo esse quick save aqui.

Vou desativar a simetria e reforçar essa marquinha nessa região, e essa outra aqui. Tirar um pouco a simetria. Olhar o ponto aqui também. Dar uma quebrada. Começo a quebrar um pouco a simetria. Dou uma planificada e uma arrumada nesse buraco do queixo. Quebro um pouco a simetria, por mais que estejam parecidos, a gente sabe que foi feito assimétrico.

Feito isso a gente arruma esses pequenos detalhes, são essas pequenas informações que a gente vai adicionando que deixam o modelo interessante. Por exemplo, aqui também foi cavado mais para o fundo utilizando o clay buildup. Olha como era antes o modelo, feito com clay buildup. Aumentei o brush, posso diminuir a intensidade para 10. E venho dando uma polida, sempre olhando as referências. Pego mais referências e coloco ali.

Venho e vou atualizando o dynamesh para deixar essas marcas, aqui também. Posso até usar o solo. Essa região foi comida, podemos assim dizer. E essa região do esfenoide sairia um buraco e atravessaria, mas a gente não precisa fazer isso porque o objetivo é entender a escultura mais no sentido artístico, por mais que a gente vá colocar os músculos, o objetivo é mais o artístico.

A gente tem essa nossa versão. Olha a diferença, já remarcando de novo esses pontos, e apenas as marcações dentro do olho, já dá uma quebra. Vou deletar o antigo, que a gente sempre salva versões anteriores para poder comparar, e na próxima aula então a gente continua. Vou fazer mais algumas marcações para depois aumentar o dynamesh e apenas finalizar esse crânio em formato de sketch, que a gente vai utilizar para colocar os músculos.

Tendo isso em mente, sabendo fazer essas esculturas, a gente consegue esculpir rosto, fazer criaturas, elevar nossa criatividade para escultura. Na próxima aula a gente continua, a gente também vai ter que arrumar um pouco essa região que comecei a ver. Vou abaixar um pouco, na verdade, essa região, abaixar bastante porque a mandíbula vai encaixar ali. É como se fosse um quebra-cabeça, a gente vai indo, e vai vendo o que precisa ser melhorado.

Vou abaixar essa região, dou uma olhada, trabalho a proporção. Abaixo essa região do processo mastoide, puxo um pouco para fora essa nossa região do arco do zigomático, deixo mais para fora um pouco, e venho arrumando. Dou uma olhada. Começa a encaixar, e a gente vai precisar jogar informação de massa nesse ponto.

É tudo questão de encaixe. É óbvio que aqui na frente ele fica mais solto para poder fazer essa articulação de abrir a boca e fechar. Então, aqui ele vai ficar solto, porque está nesse sentido. Mas depois ele vai vir nesse sentido aqui. Como se fosse abrir a boca. Precisa estar solto. Porém embaixo ele fica pré-encaixado.

É isso, pessoal. Na próxima aula continua nosso processo de ir blocando como se fosse um quebra-cabeça, ir ajustando pequenas informações para depois a gente concluir esses elementos maiores.

Sobre o curso ZBrush Osteologia: detalhando o crânio

O curso ZBrush Osteologia: detalhando o crânio possui 97 minutos de vídeos, em um total de 33 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Escultura Digital em UX & Design, ou leia nossos artigos de UX & Design.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Escultura Digital acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas