Primeiras aulas do curso Kanban parte 1: Fundamentos Essenciais

Kanban parte 1: Fundamentos Essenciais

Definições e Conceitos de Kanban - Introdução

Olá. Seja bem-vindo. Você está no curso “Kanban Primeiros Passos”. Eu sou a Carol Azevedo. Bom, por que, afinal de contas, você precisa aprender Kanban? Kanban é um método de entregar valor rápido para o seu cliente através de um fluxo contínuo de entrega.

E hoje em dia a gente precisa sempre entregar valor para o nosso cliente cada vez mais rápido, não é mesmo? Além disso, ele tem a vantagem de poder ser utilizado em várias áreas do conhecimento, não só em T.I.

Ele pode ser utilizado em manufatura, em sistemas de manutenção, em sistemas de operações em geral. Então, independentemente se você trabalha na área de T.I. ou não, é um conhecimento muito válido para você obter.

Vamos começar, então, a saber, o que a gente vai aprender hoje? Você sabia que existem vários significados para a palavra Kanban? Kanban pode significar tudo isso aí. E você hoje vai aprender comigo definitivamente a diferenciar quando as pessoas estão falando: “Kanban, Kanban, Kanban”. E nunca mais vai ter dúvida em relação a isso.

Além do que, eu poderia ressaltar para você as vantagens de aprender Kanban. Uma das grandes vantagens é que ele apresenta menor resistência quando a gente vai implementar se comparado a outras metodologias ágeis, por exemplo, scrum, ou extreme programming, porque ele é mais flexível, tá?

E como eu já disse, ele é adaptável a múltiplas realidades. Ele não é muito fechado, então você pode ir aprendendo conforme você vai implementando e evoluindo, tem essa coisa de estar em contínuo aprendizado.

Além disso, esse curso de hoje, ele é para você saber o básico bem feito. Ou seja, aprender o arroz com feijão e saber implementá-lo. É um curso prático. Nós vamos aprender tudo isso que a gente está aí. Vamos revisar.

Visualizar o fluxo de trabalho, você vai aprender a fazer isso. A mapear e gerenciar o fluxo. Vai aprender a escrever um cartão de quadro Kanban. Limitar o trabalho em progresso, isso é muito importante. Talvez seja base, grande, do Kanban.

Como lidar com itens urgentes e algumas métricas. Então, sabendo isso, você vai sair daqui com um exemplo prático que a gente vai utilizar, e vai começar a usar o Kanban hoje, no seu trabalho, na sua vida.

Por que é importante essa coisa do fluxo no Kanban? Eu trouxe esse exemplo para você, para você dar uma olhadinha nos carros. Então, o Kanban, ele permite, assim, a gente está olhando figura, que está fluindo bem o trânsito, aí depois começa a ter mais carro e depois garrafa.

Exatamente isso. Quando a gente “engarrafa”, entrega para o nosso cliente, ele para de receber valor, e o Kanban controla o fluxo para garantir que se cada carro fosse um pouquinho de valor, que os carros continuassem chegando, que o fluxo de valor não engarrafasse. Vamos colocar uma metáfora dessa maneira.

Você também vai aprender a como evitar os principais erros que as pessoas cometem ao começar a trabalhar com Kanban, que é andar contra o fluxo, como se um carro fosse andar na contramão.

É ter uma coluna para onroad, ou bloqueio, que é uma coisa que você não pode fazer porque e eu vou explicar por quê. Não ter esse limite de trabalho em progresso, como se a gente pudesse colocar carros indefinitivamente em uma estrada, coisa que a gente não pode, porque você viu que o trânsito para.

E não mapear todos os itens que estão em progresso no seu trabalho. Você vai aprender a não fazer isso e vai aprender por que não pode fazer isso.

No final desse curso, você vai sair sabendo fazer um quadro, como no exemplo que eu coloquei e você vai ter tranquilidade de poder explicar isso também para os seus colegas de trabalho.

Então, eu te convido para assistir a primeira aula, e vem comigo que vai ser muito legal, tá bom? Fica comigo e aperta o play. Obrigada.

Definições e Conceitos de Kanban - O que é Kanban

Olá. Você está no curso “Kanban Primeiros Passos”. Eu sou a Carol Azevedo. E vamos para a nossa aula, que é Kanban.

Como curiosidade, eu trouxe aí o kanji, que são as sílabas japonesas, que significam “kan ban”, olha que bonitinho. Queria trazer um pouco da história do Kanban.

É um mecanismo que sustenta, é a maneira de gerenciar, tá, que sustenta o sistema de produção Toyota, ele começou aí. Que é o Kaizen, de melhoria contínua. Kaizen significa melhoria contínua. Que é a União do just in time, apenas na hora certa, com um toque humano na automação.

Por que eu trouxe isso para vocês? Porque ele começou, né, na manufatura, na fabricação de carros mesmo, e depois foi adotado no desenvolvimento de software.

Por isso que é interessante a gente ver que ele migrou de uma coisa que é hardware, produzir um carro, para depois na área do conhecimento, do desenvolvimento de conhecimento.

Eu acho importante a gente saber disso porque ele é utilizado em várias indústrias, em várias áreas, e já funcionou para muita gente. Vamos então entender, de uma vez por todas, os Kanbans.

Kanban, se traduzido ao pé da letra para o português, é “cartão de sinal”. Mas a ente se confunde, por quê? O quadro Kanban, o sistema Kanban, também às vezes só é chamado de Kanban.

Então, temos o sistema puxado, que é o método da Toyota. E depois, o David Anderson, de 2006 a 2008, estudando o sistema Toyota, desenvolveu o método Kanban usando o lean, que são os princípios que a gente vai ver em breve, e por isso começou a utilizar esse método no desenvolvimento de software, e é isso que a gente vai aprender hoje no nosso exemplo.

Por isso que é muito confuso. E para poder confundir um pouquinho mais, ele colocou o nome do livro dele de Kanban. Então por isso que as pessoas misturam muito as coisas, e hoje você já pode sair explicando isso por aí.

Então, qual é a relação entre lean, o pensamento lean, Kanban e modelos ágeis. Você não precisa saber disso para poder aproveitar o curso hoje não. Mas eu acho importante, caso você tenha essa dúvida, para entender quem é quem aqui.

O pensamento lean, que é um pensamento de melhoria contínua, de eliminar desperdícios, de entregar valor mais rápido para o cliente. Esse pensamento, ele permeia todos esses modelos, ele é maior que todos esses modelos.

E, dentro desse pensamento lean, grande, tem o desenvolvimento de produto lean usando o lindo. E dentro dele também tem o Kanban. O Kanban não é considerado o modelo ágil por muitos autores, tá?

O pensamento lean também está dentro dos modelos ágeis como scrum, XP, Crystal. Mas, por exemplo, scrum não é Kanban, apesar de alguns modelos usarem, tá? Para você entender mais ou menos como que isso está na área do conhecimento. Isso é só para, se alguém te perguntar, você ter um mapeamento melhor. Combinado?

O que é um sistema puxado? Vou dar o exemplo aqui para vocês entenderem bem fácil e bem básico mesmo. O sistema puxado é quando você relaciona um cartão a uma tarefa. Nesse caso, vamos supor que uma pessoa é uma tarefa para cada ingresso do Louvre.

Então, vamos supor que o Louvre comporte por dia 6 mil pessoas. Quando ele atingir 6 mil pessoas, só vai poder entrar mais uma pessoa quando sair uma pessoa. Então, o sistema puxado é isso. Ele só aceita mais trabalho quando algum cartão sair do fluxo de trabalho.

Então, quando sair uma pessoa do Louvre, aí vão ficar 5999. Aí sim pode puxar mais uma pessoa para dentro. Um sistema puxado mal gerenciado, e que talvez você já tenha passado por isso, é quando você está na fila de casa noturna e ela lota, aí você tem que esperar alguém sair para você entrar.

Exatamente isso. Para poder entrar mais trabalho no sistema, algo tem que sair. Isso é o sistema puxado, de uma maneira muito básica, explicado.

Quais são as diferenças do Kanban para outros modelos ágeis? A principal diferença é o limite de trabalho em progresso, que a gente chama de Work in Progress, que você vai aprender comigo aqui.

A gente limita a quantidade de trabalho que pode estar acontecendo ao mesmo tempo. Como se fosse um limite de pessoas na casa noturna. Para evitar que lote e fique muito apertado, por exemplo. E muito apertado, ninguém se diverte.

Você vai aprender isso em detalhes aqui, por que isso é muito é muito importante. E um benefício muito forte é em relação à adaptação. Porque, por exemplo, se você conhece scrum, você sabe que o scrum tem umas regras bem rígidas para poder funcionar. E o Kanban, ele aposta na melhoria contínua.

Então, você está sempre aprendendo e melhorando, aprendendo e melhorando. Ele não é tão rígido assim, ele é muito mais adaptável. Lembra que ele nasceu em uma realidade de indústria de carros e agora está sendo usada na indústria de software? Ele funciona para várias coisas.

Além disso, é importante você saber o seguinte: o que você vai aprender aqui hoje, ele é aplicável para a melhoria de processos. Mas, por exemplo, não serve para tudo. Como a gente fala: Kanban é martelo, mas nem tudo é prego. Entendeu?

Então a gente não está oferecendo aqui uma bala de prata para poder resolver todos os seus problemas, mas ele é útil para muitas coisas. Não vai funcionar, por exemplo, para poder medir termômetro de organização em termos de moral de pessoas. Só que vai servir para muita coisa em relação a processos e melhorias.

Por que você vai começar com Kanban? Fluxo contínuo, e melhor agilidade em relação a entregar valor mais rápido. Esse é o grande valor do Kanban: entregar valor mais rápido ao seu cliente. E isso vai tornar você mais competitivo.

Mudança evolutiva gera menor resistência. Melhor previsibilidade. Por quê? Uma vez que você tem pequenas tarefas sendo puxadas nesse fluxo mais rapidamente, você tem feedback mais rápido. Então você pode ter uma previsão mais rápida de quando você vai entender.

E isso, além de acalmar o seu cliente, você pode também ter feedback mais rápido se você está entregando que o cliente quer, e evita que você produza algo que o cliente não quer.

Melhor gerenciamento de risco. Por quê? Quando você está entregando pequenininho, se você está indo para o lugar errado e você descobre logo, evitar gastar dinheiro na coisa errada. E isso evita risco em geral. Você não comete um erro tão grande.

Eu trouxe um exemplo de uma comunidade Kanban, que depois eu vou deixar o link para você.

“Comece de onde você está”. O Kanban, não é um processo em si, ele é aplicado sobre um processo. Então você já tem esse processo. Simples que seja, complicado que seja, você já tem um processo.

Você vai aplicar o Kanban sobre esse processo, para entender como é que ele está funcionando. Então você não precisa criar nada novo, você começa de onde você está, de onde você está agora dá para começar o Kanban. É muito legal por isso. É simples também.

E vamos concordar que o ótimo é inimigo do bom, a gente não precisa ter o modelo Kanban mais perfeito de início. A gente vai melhorando passo a passo. Pequenos passinhos.

Além disso, por que ele é bom em relação à resistência das pessoas? Porque a gente não muda nada no começo, não muda cargo, não tem nome. Sane? Todo mundo continua de onde está. E isso evita que as pessoas tenham medo, por exemplo, de perder o emprego, se você está aplicando isso na sua organização.

Isso é uma coisa excelente. Vamos aqui, então, falar do nosso caso prático. Eu vou pedir para você ler o caso prático da Fitfast, que é um aplicativo onde você é o desenvolvedor e foi lá me conhecer e vai trazer minha consultoria, vamos trabalhar juntos, para poder ensinar o time da Fitfast a implementar Kanban na realidade deles.

Então leia o caso, e eu te espero, então, no próximo vídeo, para a gente começar a implementar Kanban juntos. Fica comigo, aperta o play. Te espero, tá? Obrigada.

Montando um Quadro Kanban - Visualizar o Fluxo de Trabalho

Olá. Você está no curso “Kanban Primeiros Passos”. Eu sou a Carol Azevedo. E vamos para nossa aula aqui para a gente começar a pôr a mão na massa e aprender a implementar Kanban. A nossa aula agora é de visualizar o trabalho.

Você já leu o caso do aplicativo da Fitfast, e agora a gente vai conhecer o time. Temos você aqui, me ajudando, você foi lá fazer o curso, e vai trazer isso para o seu time.

Temos a Camila, o Carlos, a Débora, o João e o Patrick, que estão juntos aqui comigo e com você para a gente começar a ajudar esse time que está desenvolvendo um aplicativo.

Então, quais são os principais desafios? Quais são as queixas, as dores? O time disse para mim que as prioridades não estão claras para eles, eles não sabem quem está fazendo o que, então às vezes tem retrabalho.

Eles frequentemente entregam fora do prazo, as estimativas deles não estão claras, o time está cheio de trabalho, sempre sentindo, assim, muito sobrecarregado. E o trabalho chega de diversas fontes.

Então tem muita gente pedindo coisas no corredor, e aí tem o sistema formal, mas muita gente interrompendo. Então eles têm essas queixas, que eles esperam que, usando o Kanban, que isso seja diminuído. Então vamos começar.

A primeira pergunta que eu faço, e nesse caso é a Débora que vai responder, é como que ele sabem em que eles estão trabalhando. Temos um exemplo de um quadro de gira, que é uma das ferramentas onde vocês podem depois usar virtualmente o Kanban. Mas não precisa se ater a isso agora. E ela fala que vocês usam o gira.

Muito bem. Aí eu peço para ela me mostrar e estamos olhando juntos aqui o gira. E a Débora analisa requisitos, ou seja, ela vai olhando o que o time tem que fazer e vai documentando isso no gira, e ela está contando isso pra gente, que é assim que funciona.

Aí eu faço o seguinte: eu uso um quadro branco lá, vamos pedir um, e fala assim: “Vamos visualizar, então, o que vocês estão fazendo? Pega do que está no gira e vamos colocar no post-it”. Aí eu distribuo um monte de post-it e falo: “Escreve em caneta. Não caneta BIC, caneta grossa, para a gente poder visualizar de longe”. Isso é uma dica boa para você.

E aí eu peço para o Patrick, o Carlos e a Débora. Vamos lá, coloca aí o que vocês estão fazendo agora, meio que transcreve o gira para mim e coloca em ordem de prioridade. O que é mais importante em cima e o que é menos embaixo.

Aí, beleza. Eles vão lá e escrevem para mim. Está tudo aí? Está tudo aí no gira, está beleza, documentado. Só que o acontece? Quando eu pergunto: “O que está no quadro?”, e vocês colocaram, reflete toda a realidade? Você, o João e a Camila não ficam muito confortáveis, falam: “Não sei. Acho que está faltando coisa”. Eu falo: “Gente, agora é a hora da verdade. Vamos lá e vamos colocar as cartas na mesa. Me digam o que está faltando”. Vocês pegam e escrevem esses post-its para mim.

Então, nem tudo que estava no gira é a realidade, ou seja, está faltando coisa no gira. Esse é o grande problema das ferramentas eletrônicas, eu queria tratar isso com vocês, que é o que o Alistair Cockburn chama de “Information Refrigerator”, ou seja, ele congela a informação.

Primeiro: a informação não está acessível a todo mundo. Você precisa ter acesso ao mural lá do gira, onboard para você poder entrar e ver. Você depende de dominar um software, o gira é um aplicativo que você tem que usar. Você precisa saber usar.

E, como aconteceu nesse caso aqui, às vezes a informação fica desatualizada. Tem que ter uma pessoa olhando. E facilmente fica desatualizada como no caso aqui do seu time, da Fitfast, porque tem pedidos vindos de outras fontes, e aí como é a Débora que está controlando, o que está acontecendo aqui é que esses pedidos não estão sendo documentários.

Então, existem algumas saídas se você quiser usar ferramentas eletrônicas. Mas o que tem que acontecer é que o seu quadro virtual tem que estar real, ou seja, ele tem que estar projetado o tempo todo.

Eu coloquei dois exemplos no quadro. Existem quadros de verdade, que dá para você escrever, são caríssimos. Mas se você quer investir, vai na fé e faça isso.

E você pode também comprar uma supertelevisão que ela seja dedicada a estar projetando o quadro o tempo todo, porque precisa estar visível que é o que a gente chama de “Information Radiador”, que está radiando, está quente. Ao contrário do refrigerator.

Tem que estar quente. Todo mundo que passa, a informação bate na cara. Para evitar esse tipo de situação que a gente acabou de vivenciar. O que a Carol recomenda é que a gente comece no hardware mesmo, que a gente comece no papel.

Porque evita esse problema de ter que aprender, usar o papel, é mais barato, mais rápido. Então, se você for começar hoje a usar Kanban, começa no papel, compra um quadro branco. Vamos no bê-á-bá que vai ser mais bacana.

O que a gente aprendeu, então, hoje, que é o básico para você começar hoje. As vantagens de visualizar o fluxo de trabalho, vai lá e escreve o que você está fazendo hoje. Faço isso, faço isso, faço isso. Escreve, inclusive, o que em teoria você não deveria estar fazendo. Combinado?

Qual é a vantagem disso quando você escreve? O que está escondido aparece, como aconteceu no nosso caso aqui, que você está me ajudando a resumir. Olha você lá no cantinho.

E todo mundo que é interessado naquele trabalho, começa a ver o trabalho também. Então você não precisa fazer tanto status report, se o gerente de T.I. passar, ele dá uma olhada e vê o que está acontecendo. Além disso, você vê quem está fazendo o quê. Em breve você vai ver como. O que você está fazendo, tem um panorama do trabalho, e a quantidade de trabalho em que o time está envolvido.

Então, visualizar o fluxo de trabalho tem essas vantagens, que são enormes.

Está se sentindo confiante? Espero que sim. Começa a fazer isso, então. Visualiza o fluxo de trabalho, começa a olhar o que você está fazendo hoje.

Por esse vídeo é só. Faça o exercício. Eu te espero. Aperta o play.

Sobre o curso Kanban parte 1: Fundamentos Essenciais

O curso Kanban parte 1: Fundamentos Essenciais possui 76 minutos de vídeos, em um total de 47 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Métodos Ágeis em Inovação & Gestão, ou leia nossos artigos de Inovação & Gestão.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Métodos Ágeis acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

  • 1222 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

Premium

  • 1222 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$75
à vista R$900
Matricule-se

Premium Plus

  • 1222 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$100
à vista R$1.200
Matricule-se

Max

  • 1222 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Procurando planos para empresas?

Acesso completo por 1 ano

Estude 24h/dia onde e quando quiser

Novos cursos todas as semanas