Alura > Cursos de UX & Design > Cursos de Pintura Digital > Conteúdos de Pintura Digital > Primeiras aulas do curso Desenho: descomplicando a estrutura humana

Desenho: descomplicando a estrutura humana

Estrutura da figura humana - Introdução

Meu nome é Thiago, eu sou ilustrador e pintor tradicional e eu estou vindo com curso para criação da estrutura da figura humana, e esse curso vai ajudar vocês a posicionar, montar, estruturar, dar um passo inicial para desenhar uma figura humana, seja ela realista, seja cartoon.

O ponto é: você precisa ter uma noção da anatomia, da proporção, e de como montar essa estrutura, para depois estar distorcendo para fazer algo mais caricato, ou manter essa proporção e levar para um detalhamento maior e alcançar o realismo, aí vai depender de cada um de vocês, mas essa aqui vai ser a base para depois vocês tomarem o rumo que vocês querem no desenho.

A gente vai estar vendo a construção dessa estrutura aqui, junto com isso vamos pegar uma parte da anatomia, uma anatomia bem básica, não vai dar tempo de cobrir ela muito fundo, isso eu vou deixar para cursos futuros, mas já vou estar dando uma olhada na criação da anatomia e do volume em cima dessa estrutura, tanto da figura masculina, quanto para feminina.

Claro que não vamos ficar só no corpo, vai ter também a parte da estrutura da cabeça, vamos ver todas as medidas aqui para criar uma cabeça de forma proporcional, correto? E vai ser na posição de frente, na pose de lado, a cabeça de costas, e o ângulo de ¾.

Junto com isso, nós também vamos ver a parte do movimento dessa estrutura, dá um pouco mais de dinamismo nela, quebrar essa rigidez que nós estamos vendo aqui, e passar um pouco mais de personalidade e característica. E, claro, nessa parte eu vou estar mostrando como fazer isso usando referências fotográficas.

Esse vai ser resumidamente o conteúdo do nosso curso, eu espero que vocês estejam animados para começar. Qualquer dúvida pode comentar no fórum, e na medida do possível vou responder a todos. Então, vamos começar.

Estrutura da figura humana - Estrutura da figura humana

Vamos dar continuidade ao nosso curso de estrutura da figura humana, e antes da gente começar com o desenho dessa estrutura aqui, vale a pena fazer alguns comentários antes para que vocês entendam melhor. Eu acho que o primeiro ponto mais importante, é explicar a vocês por que vocês deveriam estar aprendendo a estrutura, que vantagens ela vai trazer para vocês, e para isso vou fazer uma analogia com a arquitetura.

Ninguém vai construir um prédio detalhando andar por andar, então você pega um prédio de três andares, você vai trabalhar no primeiro andar até ele ficar pronto, até terminar tudo o que tem pra fazer para depois passar para o segundo, e depois para o terceiro, e por aí vai. Normalmente você começa a trabalhar por um todo, você vai criar a estrutura do prédio, depois você vai cimentar, vai passar a massa, vai botar ladrilho para as portas e janelas, pintar e decorar com os móveis. E esse vai o seu prédio montado.

A figura humana é a mesma coisa, essa aqui seria a primeira etapa, seria a estrutura, o que vai guiar você a desenhar o seu personagem, então vai ser uma guia para o movimento, para a pose, para a dinâmica, para a proporção, para a anatomia do seu personagem, para depois começar a colocar os detalhes sobre essa estrutura. Seria quase que um trabalho de construção de um prédio, a gente vai fazer aqui com o corpo humano.

Para isso separei também três pontos positivos em estar aprendendo a estrutura, para ajudar a ilustrar esse três pontos positivos, eu separei também três artistas clássicos aqui, o primeiro é o Edmund Blair, o segundo seria o Eugene de Blaas, e o terceiro William Bouguereau. Desses três pontos positivos, o mais importante seria a facilidade em criar e elaborar uma pose, essa estrutura que nós vamos criar aqui ela acaba facilitando e muito nessa criação.

[02: 25] A gente pode pegar por exemplo, essa primeira pintura aqui, imagine tentar reproduzir isso sem ter nenhuma base, sem nenhuma estrutura, sem ter nenhuma linha guia, o trabalho seria muito mais demorado, muito mais complicado, e a estrutura entra exatamente para facilitar e agilizar esse processo.

O segundo ponto positivo, seria um auxílio na redução de erros. Para isso eu vou usar esse segundo artista aqui como exemplo, vou pegar essa segunda pintura. Ela é uma pintura relativamente simples quando comparada com a primeira que a gente viu, o fundo ele é praticamente uma parede e esse cesto de peixe, e a gente tem aqui a figura feminina de corpo inteiro. Notem que mesmo ela estando em uma pose com menos movimento, ainda possui bastante dinamismo.

Nessa pose você tem uma inclinação para frente, uma inclinação do rosto, os braços estão em perspectiva, estão com uma pose diferente, a mão aqui tá jogada para trás, enquanto essa está jogada para frente. Se você tentar desenhar essa figura sem uma estrutura, provavelmente você vai acabar errando em n pontos, provavelmente pontos principais onde vão acontecer esses erros vão ser na construção dessa área do torso, o movimento dos braços, e a inclinação do rosto.

São erros que podem ser evitados se você começar a usar essa estrutura simples aqui, para planejar o posicionamento da minha figura eu vou conseguir identificar os erros, e consertar de uma forma mais rápida e prática, ou vou conseguir analisar e ver se o movimento está bom ou não.

O ponto é: se você tentar desenhar essa figura aqui sem estrutura e errar, por exemplo, aqui no braço, o braço desenhado sem estrutura vai ter muito mais detalhes, enquanto se usar essa estrutura aqui, eu vou ter dois retângulos. Então se por um acaso eu errar alguma coisa, é muito mais rápido apagar um ou dois retângulos, do que um monte de linha que já definem a estrutura e o movimento do braço.

O tempo que você vai estar perdendo também é muito maior, enquanto o tempo que você perde desenhando e apagando poses por essa estrutura, são bem menores, você ganha em tempo, e com isso você ganha em produtividade. E esse seria o segundo ponto, a redução de erro e até a visualização de forma mais rápida e fácil de erros. O terceiro ponto é mais direcionado para os artistas tradicionais, seria sobre composição e enquadramento.

Hoje em dia como na arte digital você pode redimensionar, e reposicionar qualquer elemento, esse terceiro ponto acaba não sendo um ponto positivo muito grande aos artistas digitais. Mas para quem trabalha no tradicional ele é o ponto mais importante na verdade, porque ninguém quer começar a desenhar um personagem no papel e descobrir que no final o pé não vai caber porque fez grande demais o desenho, ou que posicionou o personagem no local errado do papel e não vai caber tudo.

Então esses são problemas que você pode solucionar e resolver de uma maneira bem rápida, fazendo uso da estrutura, por exemplo: essa terceira pintura, notem essa figura masculina como ela está no centro da pintura, ela não só está no centro como também o espaçamento do topo da cabeça, essa área daqui, é igual a essa área daqui.

Então o espaçamento é quase que igual, e se eu tentar fazer isso sem o desenho da estrutura, é algo que provavelmente vai sair errado. É muito mais fácil eu vir na minha tela e já definir aqui vai ser o topo da cabeça, aqui vai ser a base dos pés, aqui vai ser o meio do corpo, e daí posicionar a minha figura nessa área que eu delimitei, do que começar a desenhar pela cabeça e tentar a sorte de onde vai sair o pé.

Parte do enquadramento da composição são bem importantes, e a estrutura vai ajudar e muito nisso. Nessa primeira pintura elaborar a composição é muito mais fácil se eu tiver fazendo uso da estrutura, e com ela eu posso marcar onde vai ficar essa figura feminina, essa figura masculina, e esse grupo aqui, onde mais uma vez se eu tentasse desenhar sem nenhuma estrutura, sem nenhuma base de linha guia, muito provavelmente a composição ia sair errada ou a pintura ia sair bem diferente disso aqui.

Esses são três pontos positivos para se estar aprendendo a estrutura. Para o próximo vídeo eu vou explicar a contagem de cabeças na hora de criar uma figura, e vou fazer o desenho da estrutura de frente. Em seguida nós vamos estar trabalhando na estrutura de lado, depois na estrutura de costas, e por último numa quarta pose que seria a pose intermediária da estrutura de frente, da estrutura de lado que seria a pose de três quartos, onde a figura fica meio que na diagonal para então estar trabalhando áreas específicas dentro para a gente entender mais.

Depois da gente pegar a estrutura de corpo inteiro, vamos ver de uma forma mais detalhada, a região da cabeça, depois a região do torso, em seguida braço e mão e vamos fechar com perna e pé. E com isso vocês vão ter um entendimento geral da estrutura da figura, o porquê de estar usando, como ela funciona, e como criar uma figura usando essa estrutura aqui.

Estrutura da figura humana - Criando as medidas

Eu acho que qualquer um que já tenha se aventurado a desenhar uma figura humana, deve ter parado para olhar um tutorial, um livro, revista, vídeo e se deparou com esse ponto de contagem de contagem de cabeça, “ah, tal figura tem 6 cabeças, tal figura tem 7, 8, 9 cabeças”, o que seria isso mais ou menos?

Contagem por cabeças você vai estar pegando a cabeça da sua figura, ou do seu personagem, e vai estar transformando-a em uma unidade de medida, e com ela você vai reproduzir ao longo do corpo, e contar quantas vezes você consegue repetir essa cabeça até encontrar a altura do seu personagem.

No caso desse personagem tem 8 cabeças de altura, significa que eu posso reproduzir 8 vezes a cabeça dele ao longo do corpo, essa seria a proporção generalizada da estrutura e é exatamente essa que nós vamos trabalhar o curso inteiro. Existem personagens com menos de 8 cabeças e existem personagens com mais de 8 cabeças, mas no momento o foco vai ser a proporção mais padrão que tiver e nesse caso vai ser a estrutura de 8 cabeças.

O que eu vou pedir que vocês gravem vai ser aonde cada cabeça vai estar começando e terminando, e esses pontos vão ser bem importantes para você criar uma figura, proporcionalmente correta, e anatomicamente correta também.

Então a primeira a cabeça da figura vai ser ela mesma. A segunda vai começar na base do queixo, e vai terminar na linha do mamilo. A terceira cabeça vai começar na linha do mamilo e vai terminando na linha do umbigo. A quarta cabeça vai começar ali no umbigo, e vai terminar na base da virilha. A quinta vai começar na base da virilha e vai terminar na metade da coxa.

A sexta cabeça vai começar na metade da coxa e vai terminar na base do joelho. A sétima cabeça ela vai começar na base do joelho e vai terminar na metade da canela. E a oitava cabeça ela vai começar na metade da canela, e vai terminar no chão. Com isso, nós vamos ter a nossa figura de oito cabeças de altura.

Tendo entendido isso, vamos começar com o desenho da nossa figura. Eu vou mudar de arquivo, antes de começar com o desenho, vale lembrar mais uma vez que, para seguir esse curso inteiro você não precisa ter o Photoshop, se você tiver ótimo, mas se não tiver também não vai fazer falta alguma, você pode estar acompanhando todas essas aulas usando outro software ou até material tradicional como lápis e papel.

Se você não tiver nenhum software no computador de pintura digital, também estiver sem lápis e papel, folha de caderno e caneta, aquela folha de caderno com linha mesmo, não tem problema, ou folha de caderno e giz de cera, qualquer superfície onde você possa desenhar e qualquer material que você possa usar para desenho, já está valendo.

Então não fiquem muito preocupados com a tecla de atalho que eu estou usando, tipo de brush, cor, o que eu estou fazendo aqui no Photoshop, que na verdade não é um curso sobre pintura digital. Eu estou usando só para passar uma qualidade melhor na gravação da aula, mas o foco aqui vai ser a estrutura do personagem, e para isso você pode estar usando qualquer software ou qualquer material tradicional.

Então eu vou começar aqui criando um retângulo, e esse retângulo aqui já é bem interessante. Vocês lembram quando eu falei sobre enquadramento e composição? Aqui eu já indiquei qual vai ser a altura do meu personagem, eu coloquei um espaçamento tanto na parte de cima, quanto na parte de baixo, o espaçamento é mais ou menos igual.

A ideia quando você vai criar uma figura, é que ela ocupe quase que altura inteira do seu papel, isso se for apenas o desenho da figura em um arquivo ou no papel, Uma composição, uma ilustração, são outros pontos, pode ter variação. Mas normalmente quando está desenhando só uma figura, é interessante que ela ocupe a área inteira da folha.

Então aqui no caso eu peguei um retângulo maior exatamente para isso, e eu vou estender essa linha na horizontal, e estender essa linha também na horizontal. Então eu tenho o topo da minha figura e a base da minha figura. Ao continuar eu vou encontrar a metade dela, eu vou ligar esse ponto aqui a esse, e esse a esse.

Então eu vou ter esse X, e esse meio aqui vai ser a metade do meu retângulo. Agora tenho a metade do meio da minha figura, também já identificado, esse retângulo aqui que eu estou fazendo vocês podem estar desenhando tanto à mão livre quanto usando uma régua, também não vai fazer diferença. Usando a régua você vai ter uma precisão maior, mas também perde mais tempo, então eu acho que usando a mão livre ele não vai sair tão preciso, mas vai sair mais rápido.

Então depende muito da escolha de cada um de vocês, mas qualquer uma também está valendo. Como a ideia é criar uma figura de 8 cabeças de altura, eu vou tentar dividir esse retângulo em 8 partes iguais, enquanto tem aqui duas partes, falta encontrar mais 6, então vou continuar essa divisão.

Ligo esse ponto a esse, encontrei a metade, estendi a linha. Mais uma vez aqui, e a metade de cima já foi todo encontrado, agora eu vou repetir nessa metade aqui de baixo. E agora nós terminamos de encontrar todas as medidas para desenhar a nossa figura. Tem aqui a primeira cabeça, segunda, terceira, quarta, quinta, sétima, e a oitava cabeça. Agora eu posso começar com o desenho.

Sobre o curso Desenho: descomplicando a estrutura humana

O curso Desenho: descomplicando a estrutura humana possui 156 minutos de vídeos, em um total de 46 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Pintura Digital em UX & Design, ou leia nossos artigos de UX & Design.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Pintura Digital acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas