Primeiras aulas do curso Certificação Cisco CCNA parte 1: Network Fundamentals I

Certificação Cisco CCNA parte 1: Network Fundamentals I

Compare and contrast OSI and TCP/IP models - Introdução

Olá pessoal, sejam muito bem-vindos ao nosso curso preparatório para a certificação CCNA (Cisco Certified Network Associate) da Cisco. Para quem não tem muita familiaridade com o nome, a Cisco é um dos maiores fabricantes de equipamentos de rede que existe no mercado e fornece diversos tipos de certificação para profissionais de diferentes áreas.

Um ponto importante e que comumente temos como dúvida é sobre a importância da certificação no mercado de trabalho, embora não seja possível garantir que uma certificação irá definir um cargo ou um emprego, ela acaba sendo um grande diferencial e algumas empresas optam por candidatos que possuem certificações da área. A certificação da Cisco realmente testa do candidato o conhecimento que ele tem sobre redes e o conhecimento que o candidato tem sobre a configuração dos equipamentos da Cisco.

Vamos entender um pouco mais sobre esses tipos de certificações oferecidas pela Cisco:

Tabela de Certificações Cisco

Perceba que temos uma longa lista de opções, nosso curso será focado na área de Roteamento e Switching. Tal certificação é considerada a base no mundo de redes e mesmo que o candidato opte futuramente por seguir outra linha de certificação, como por exemplo (Wireless, Design de redes, Segurança, Cloud, Data Center) será necessário possuir esse conhecimento de Roteamento e Switching.

Veja também que cada carreira de certificação possui quatro níveis, o nível de entrada (Entry), o nível associado (Associate), o nível profissional (Professional) e o nível especialista (Expert).

Para obter a certificação CCNA Routing and Switching (nome oficial) o candidato tem duas opções. A primeira opção seria o aluno realizar a prova do nível de entrada (Entry) chamada de ICND1 (Interconnecting Cisco Network Device Part 1), o aluno sendo aprovado, poderá realizar uma segunda prova chamada de ICND2(Interconnecting Cisco Network Device Part 2). O aluno sendo aprovado nessa segunda prova receberá uma certificação Associate, que teria a equivalência do CCNA.

A segunda opção seria o candidato fazer direto a prova do nível Associate. Existem vantagens e desvantagens em ambas as opções. A vantagem da primeira opção seria que o conteúdo de cada prova é menor, porém será necessário fazer dois exames. A vantagem da segunda opção é a de realizar somente uma prova, porém o conteúdo engloba tudo o que é visto no exame ICND1 e no exame ICND2.

Código e nomes dos Exames

Embora essas duas opções sejam possíveis, o que é mais comumente praticado é do candidato fazer somente a prova do nível Associate.

É recomendável que para esta certificação, o candidato tenha um conhecimento prévio básico de Redes. Caso esteja começando ou não tenha feito nenhum curso relacionado, indicamos fazer o curso Redes parte 1: Introdução, Conceitos e Prática.

Outra particularidade importante sobre as provas da Cisco, é que elas são apenas em inglês ou em japonês e não possui opção em português. Em função disso os exercícios deste curso foram criados em inglês justamente para que você possa treinar e se preparar para o exame.

Nesta primeira parte do curso abordaremos os seguintes tópicos do exame ICND1:

Assim facilitará tanto para quem prefere fazer os exames ICDN1 e ICDN2 separadamente ou prova única de nível Associate.

Encontro você nas próximas aulas!

Compare and contrast OSI and TCP/IP models - Registro Prova

Agora que já conhecemos um pouco mais sobre os níveis de certificação, veremos como realizar a inscrição para a prova. Para isso, devemos entrar no site da Pearson VUE, que seria a empresa gerenciadora dos exames de certificação.

tela de login e cadastro pearson

Se já possuir um registro no site da Pearson VUE, basta efetuar o acesso inserindo o usuario e senha. Caso não possua, será necessário realizar o cadastro clicando em Create a web account. Ao clicar, uma caixa de diálogo aparecerá solicitando que aceite os termos de privacidade, marque o checkbox na parte superior e clique em "Yes, I agree to the policies".

termos de compromisso pearson

Agora basta preencher o formulário com as suas informações, assim que completar preenchimento das informações poderá efetuar o acesso.

Com o login efetuado, clicamos em Proctored Exams.

proctored exams

Agora no campo de busca Find an Exam precisamos digitar o código da prova que queremos marcar, "100-105 para ICDN1", "200-105 para ICDN2" e "200-125 para CCNA". Após selecionar a sua opção de preferência clique em "Go".

campo de busca

No nosso caso, selecionaremos "200-125 (CCNA)". Agora devemos escolher a opção de idioma, lembrando que a prova só possui apenas duas opções de idioma, inglês e japonês, após escolher, é só clicar em "Next".

seleção de idioma

Na tela de Exame Details será apresentado os detalhes da prova, como o nome do exame, documentação de políticas, o preço e o idioma escolhido, caso as informações estejam de acordo clique em "Schedule this Exam".

detalhes prova

Uma tela de políticas de privacidade aparecerá. Recomendamos que você leia atentamente as informações, se estiver de acordo, marque a opção "Yes, I accept" e clique em "Next".

politica de confidencialidade cisco

Selecione o local de preferência para a aplicação do exame, e na tela seguinte, selecione a data e um horário. Agora é só efetuar o pagamento, depois, você receberá instruções para o dia da prova.

Agora que já vimos como agendar a prova, neste capítulo veremos como comparar e contrastar os modelos TCP/IP e OSI.

Compare and contrast OSI and TCP/IP models - Modelo OSI

O início do desenvolvimento e construção de redes de telecomunicações foi um pouco difícil, cada fabricante de equipamento de rede tinha a sua solução proprietária, o que impossibilitava a comunicação com equipamentos de outros fabricantes. Desta forma, caso optasse por um fabricante, o cliente só poderia comprar equipamentos de mesma marca, gerando assim o chamado vendor lock-in, quando ficamos presos a um fabricante.

Com o intuito de evitar esses problemas, a International Organization for Standardization (ISO) desenvolveu alguns modelos para garantir a padronização dos protocolos de comunicação, permitindo equipamentos de diferentes fabricantes se comunicarem. Um desses modelos de padronização é o modelo OSI (Open System Interconnection).

Mas como o modelo OSI faz para garantir a comunicação entre os equipamentos de diversos fabricantes? Para isso, ele pega todo o processo de comunicação e divide em sete camadas, onde cada uma fica com um conjunto de protocolos que vai ser responsável por uma função específica.

Em analogia, para se construir uma casa existem etapas a serem feitas. Por exemplo, é necessário a construção de uma base sólida, depois precisamos construir as paredes e as vigas, colocar a fiação e assim por diante. Cada etapa é responsabilidade de um grupo de pessoas que tem o conhecimento sobre aquela função. Perceba que em todas as fases da construção era necessário que a etapa anterior tivesse sido feita com sucesso, afinal, não conseguiríamos colocar a fiação na casa antes que as paredes e a base estivessem prontas. O modelo OSI trabalha de forma semelhante a essa distribuição de tarefas.

As camadas são:

Analisando as camadas

Vamos começar a análise das camadas começando pela última.

A camada de aplicação (Application - 7) engloba tudo aquilo que faz interação com o usuário final. Ela funciona como uma interface permitindo a comunicação de dados na rede. Quando acessamos um site como o blog da Alura, ou enviamos um e-mail, utilizamos protocolos como o HTTP para acesso de sites e SMTP para o envio de e-mails. Esses protocolos estão presentes na camada de aplicação.

Assim que os dados começam a ser transmitidos, eles são passados para a responsabilidade da camada de apresentação (Presentation - 6). Essa camada é responsável por formatar os dados em um padrão que é compreendido pelo dispositivo da outra ponta, além de também ser responsável por realizar a criptografia dos dados, caso exista. Um exemplo é quando acessamos um site, a página está formatada em "HTML", podemos ter imagens em formato ".jpeg" nesse mesmo site, e um anúncio sonoro formatado em ".mp3". Desta forma, a camada de apresentação transformará esses dados transmitidos pela camada de aplicação em formatos padronizados que são capazes de serem interpretados.

Com os dados formatados, eles serão transmitidos para a camada de sessão (Session - 5). Em um computador, podemos ter diversas aplicações rodando simultaneamente, como páginas web abertas ou ouvindo música. A camada de sessão é responsável pela separação dessas aplicações. Quando fazemos requisições web, a camada de sessão irá garantir que os dados voltem para a aplicação que iniciou a comunicação e não para as outras.

Essas camadas citadas até o momento (Application, Presentation, Session) são de responsabilidade do sistema operacional, como por exemplo o Windows ou o Linux, e não são de responsabilidade dos equipamentos de rede que iremos estudar durante o curso.

Chegando na camada de transporte (Transport - 4), o dado transmitido é chamado de segmento (segment). A primeira responsabilidade é a de atribuir portas de comunicação com o intuito de identificar o serviço que queremos acessar. Por exemplo, podemos ter um servidor que possua serviços web e de e-mail, como o servidor identificaria qual serviço gostaríamos de acessar? Utilizando as portas de comunicação, sendo cada uma é responsável por um protocolo, o HTTP utiliza a porta 80, o SMTP utiliza a 25.

Outra responsabilidade da camada de transporte é informar como o transporte dos dados será realizado. A primeira forma de transporte é TCP (Transmission Control Protocol), ela garante a integridade dos dados, caso algum dado seja perdido na comunicação entre o cliente e o servidor, ocorrerá uma retransmissão do dado perdido. Esse protocolo é conhecido como orientado a conexão (Connection-Oriented). Porém essa transmissão é mais lenta, e se eu estiver jogando ou conversando em uma chamada de vídeo? A forma de transporte UDP (User Datagram Protocol) não utiliza essa verificação de integridade dos dados ganhando mais velocidade. O protocolo UDP também é conhecido como não orientado a conexões (Connectionless).

Uma vez que os segmentos foram processados pela camada de transporte, os segmentos serão passados para a camada de rede (Network - 3), nesse ponto os dados serão chamados de pacotes (packets). A responsabilidade da camada de rede seria encapsular e colocar o endereçamento lógico, sendo a forma mais comum desse endereçamento lógico o endereço IP. Além dessa atribuição dos endereços lógicos, a camada de rede é responsável por definir a melhor rota para envio desses pacotes ao destinatário. Por exemplo, quando colocamos no nosso browser o endereço da Alura, esses pacotes serão transmitidos por vários roteadores intermediários até chegar ao servidor onde possui o conteúdo. Tais roteadores serão responsáveis por encontrar a melhor rota nesse percursos, dessa forma, concluímos que os roteadores são equipamentos que atuam na camada de rede.

Uma vez que a etapa da camada de rede foi concluída, os pacotes serão enviados para a camada de enlace de dados (Data-link - 2). Essa camada é responsável por encapsular esses pacotes e acrescentar o chamado endereçamento físico, nesta etapa os dados são chamados de quadros (frames). O endereço físico é uma identificação unica e vem inserido na placa de rede, são os endereços MAC (Media Access Control). Desta forma, os Switches são equipamentos que atuam na camada de enlace de dados.

Em seguida, os dados serão passados para a camada física (Physical - 1). Pense na camada física como a responsável por estabelecer a conexão e o transporte do sinal elétrico usando os cabos e conectores. Os HUBs atuam na camada física.

Para facilitar a memorização da ordem das camadas, podemos utilizar a frase abaixo. Cada letra em negrito corresponde a uma camada começando do 1 ao 7.

"Por favor, diga novamente tudo sobre o Pedro e a Amanda"

Sobre o curso Certificação Cisco CCNA parte 1: Network Fundamentals I

O curso Certificação Cisco CCNA parte 1: Network Fundamentals I possui 311 minutos de vídeos, em um total de 60 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de CCNA exame 100-105 em DevOps, ou leia nossos artigos de DevOps.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda CCNA exame 100-105 acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

Plus

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$85
à vista R$1.020
Matricule-se

Pro

  • Acesso a TODOS os cursos da plataforma

    Mais de 1200 cursos completamente atualizados, com novos lançamentos todas as semanas, em Programação, Front-end, UX & Design, Data Science, Mobile, DevOps e Inovação & Gestão.

  • Alura Challenges

    Desafios temáticos para você turbinar seu portfólio. Você aprende na prática, com exercícios e projetos que simulam o dia a dia profissional.

  • Alura Cases

    Webséries exclusivas com discussões avançadas sobre arquitetura de sistemas com profissionais de grandes corporações e startups.

  • Certificado

    Emitimos certificados para atestar que você finalizou nossos cursos e formações.

  • Alura Língua (incluindo curso Inglês para Devs)

    Estude a língua inglesa com um curso 100% focado em tecnologia e expanda seus horizontes profissionais.

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Conheça os Planos para Empresas

Acesso completo
durante 1 ano

Estude 24h/dia
onde e quando quiser

Novos cursos
todas as semanas