Primeiras aulas do curso Blockchain para Negócios: aplicações e cases reais

Blockchain para Negócios: aplicações e cases reais

Introdução ao Blockchain para Negócios - Introdução

Olá, pessoal. Bem-vindos ao curso de Blockchain para negócios. Meu nome é Bernardo Madeira e sou especialista de Blockchain permissionado, também conhecido como Blockchain privado. Trabalho na Interchains, uma empresa que se dedica ao desenvolvimento de tanto modelo de negócio, assim como também de rede de Blockchain. Considerando também a implementação e a instalação da tecnologia de Blockchain.

Dentro deste curso, iremos ver os conceitos de Blockchain, entendendo de que trata Blockchain. Conhecer um pouquinho da história de Blockchain. Conhecer os pilares tecnológicos da plataforma, aonde iremos abordar conceitos como o que é o Ledger, um ativo, consensos, contratos inteligentes e um pouco de criptografia. E vamos conhecer os diferentes tipos de negócio de business to business, business to consumer e consumer to consumer, aonde o Blockchain opera.

Vamos entender também, na primeira aula, quais são as diferenças entre as redes públicas e privadas, também conhecidas como permissionadas. Conhecer as diferentes tecnologias de Blockchain. E iremos abordar tecnologias como Ethereum, como Hyperledger como o Bitcoin, RSK, Corda e Quorum. E vamos conhecer os diferentes tipos de contratos inteligentes, as vantagens, os benefícios e o que eles vêm a resolver para o mercado.

Segunda aula, vamos trabalhar Hanson em um laboratório. Onde iremos entender na prática o que é um Hash. Visualizar o processo de mineração de um bloco, aonde iremos trabalhar com dados reais para gerar um bloco. E iremos gerar um encadeamento entre blocos, que caracteriza o Blockchain. O objetivo deste módulo é entendermos os principais benefícios que o Blockchain vem oferecer, que é a transparência e a imutabilidade da informação.

Na terceira aula, iremos conhecer os diferentes modelos de implementação como Blockchain para IoT, Blockchain para Supply Chain, Blockchain para gestão de processos e controle, Blockchain para Tokenização, ou seja, gerar para que servem os tokens e criptomoedas, também conhecida, estáveis e ancoradas, também conhecida como stable coins. E Blockchain no modelo de identidade. Entendendo que podemos implementar Blockchain para diferentes usabilidades.

Na quarta aula, iremos conhecer diferentes casos de uso e clientes que tem implementado a plataforma, e iremos enumerar os benefícios de cada um desses clientes. Iremos tratar as indústrias de varejo, de grife, de transporte e logística, de agronegócio, finanças com exemplo no Brasil e de mobilidade pública.

E para concluir, na quinta aula, iremos entender como dar kick start no nosso projeto. A primeira parte vai ser o levantamento, aonde devemos entender as prioridades e o valor que devemos gerar para um projeto, entendendo o que um líder precisa considerar. Quais são as perguntas-chave para entender o contexto e gerar o caso de uso. Mapear, de maneira eficiente, decisões que levam o cliente para esse caso de uso.

Levantar dados mediante uma pesquisa exploratória primária e secundária. E iremos ver o projeto de andorinha, que é baseado em experiência de um parceiro de negócios.

Dando continuidade na quinta aula, vamos entender como desenhar um modelo funcional, ou seja, desenhar a rede de Blockchain. Determinando de maneira eficiente o caso de uso e considerações In Chain e Off Chain. Desenhando tanto participantes ativos e a lógica de negócio dessa rede. E no Off Chain, iremos considerar quais são as pontos de contato de entrada e de saída de informação dessa rede.

Para desenhar infraestrutura, devemos entender o que é um Nó e o que é um Peer, que são conceitos básicos operacionais da plataforma. E quais são as perguntas chaves que devemos considerar em relação para realizar um Sizing eficiente e o que devemos considerar em termos de implementação para criar ou arquitetar um projeto de performance em termos de infraestrutura.

Para concluir, vamos entender o que precisamos fazer para dar kick start no nosso projeto, em termos de recursos. Sempre lembrando que implementações de Blockchain são baseadas em produtos viáveis mínimos, ou seja, é implementado mediante a tecnologia Ágil.

E obviamente devemos entender o que é um produto viável mínimo, conhecer quais são os componentes desse produto viável mínimo como um Sprint. E o que devemos considerar dentro de um Sprint. E o que precisamos considerar também de recursos como recursos humanos, que caracterizam o time Scrum.

Para participar do curso, você precisa ter uma noção geral de sistemas, conhecer um pouco do fluxo de informação. E também ter, obviamente, interagindo em diferentes camadas de consumo de informação. Este curso está direcionado tanto para você, que usa sistemas no teu dia a dia, assim como também você que é uma pessoa de tecnologia. Quem quiser participar deste curso, obviamente, precisa ter uma noção geral e de alto nível de informação. Agradeço e te convido a participar desse curso. Nos vemos na primeira aula.

Introdução ao Blockchain para Negócios - Explorando o Blockchain

Olá, pessoal. Vamos, dentro desta primeira aula, entender e explorar as características da plataforma Blockchain. As características do Blockchain são que oferece a descentralização da informação. Essa é a principal característica pela qual o Blockchain ficou famoso. O Blockchain, como vocês devem saber, ficou famoso com a plataforma de Bitcoin, que acaba oferecendo a proposta da descentralização da informação.

Mas vamos entender com um pouquinho mais de detalhes quais são as principais características que a plataforma vem a apresentar. Uma das características mais fortes é a transparência que a plataforma vem a oferecer, a transparência da informação, graças à imutabilidade de informação, ela não permite realizar mudanças não autorizadas.

A governança sobre os dados que ficam armazenados na plataforma acontece de maneira automatizada e autorregulada. Portanto, oferece as capacidades de ser compliance. Vem a trazer um grande valor para auditoria, já que os auditores conseguem verificar a informação e ter a garantia que essa informação não foi adulterada.

E a terceira das características é que transações são descentralizadas, são autônomas. Ou seja, são auto executadas, mediante um dos pilares da plataforma, que são os contratos inteligentes. E obviamente, como são autônomas e auto executáveis, não precisam de intervenção humana.

Quais são os principais modelos de redes de Blockchain? Nós conseguimos caracterizar Blockchain como o que pode se encaixar em modelos de negócios business to business, business to consumer e consumer to consumer. Ou seja, do negócio para o consumidor, de negócio para negócio e do consumidor para o consumidor.

A partir daí, nesta apresentação, vemos algumas características de como a plataforma se comporta dentro do modelo de negócios de business to consumer. Nesse caso, as características desse modelo de negócio, é que o negócio, o próprio business, transaciona bens, transaciona ativos para uma série de participantes. E esses participantes, ou seja, esses consumidores podem ser os mais variados.

Também poderá ser parte. Um participante poderá interagir dentro desse ecossistema de Blockchain, utilizando uma plataforma mobile. Ou também pode fazer desde uma aplicação cliente server. O importante é que tanto o negócio, assim como também o consumidor, estão integrados mediante uma interface.

A última das características dentro do business to consumer é que cada cliente possui uma carteira. Essa carteira tem a característica de ser individual e intransferível. Agora, entendendo um pouquinho o modelo de negócio de business to business, de negócio para negócio, entra em um formato um pouquinho diferente.

Dentro da arquitetura de business to business, todos os participantes costumam ser empresas que se reconhecem dentro desse consórcio. É uma arquitetura de B2B como um consórcio de informação entre empresas que estão trafegando, estão intercambiando essa informação. Portanto, cada participante dessa rede é registrado e consegue transacionar entre si de maneira segura e de maneira escalável, tanto em termos de infraestrutura assim como também em termos funcionais.

Agora, vamos entender de que trata um dos principais componentes da plataforma, que é o ativo. O ativo é o coração do Blockchain, é o que é transacionado. Um bom exemplo de um ativo dentro do ecossistema de Blockchain, dentro do Bitcoin, é o próprio Bitcoin. Agora, esse ativo pode ter vários tipos de ativos. Podem ser ativos tangíveis, assim como também ativos intangíveis.

Um ativo tangível, que pode ser transacionado, sempre lembrando que um ativo é um conjunto de bits and bites. Quando estamos transacionados um Bitcoin, não estamos transacionando mais do que um conjunto de bits and bites. Portanto, podemos transacionar desde um Bitcoin até uma casa. E essa casa pode ser um ativo tangível.

Mas também podemos transacionar ativos intangíveis. Assim como seria um Bitcoin, assim como também o contrato dessa casa. Ou próprias clausula do contrato dessa casa. Então, para resumir, o ativo é o principal item a ser transacionado. E, novamente, pode ser tangível ou intangível.

Outra das características do Blockchain é o Ledger. O Ledger é a plataforma. É a base de dados onde esses ativos, e as transações que governam esses ativos, são armazenados. Então, vemos aqui que o Ledger é o sistema de registro. O que significa Ledger em inglês? Ledger é o livro razão, ou seja, livro de contabilidade, onde todas as transações ficam registradas e armazenadas.

Dentro do Ledger, armazenarmos tanto a transação, assim como também o dado dessa transação. E também sobre esse status, os contratos são executados. Ou seja, nós armazenamos a informação e as mudanças que são realizadas dentro dessa informação.

Importante entender, lá no começo do módulo, eu comentei que Blockchain é uma plataforma que vem trazer uma proposta de descentralização. Então, vemos aqui que tradicionalmente os sistemas, como nós os conhecemos, são centralizados. Um sistema centralizado em uma base de dados, por exemplo, de um banco.

Podemos considerar que o Ledger, a base de dados desse banco é centralizada porque eu, quando tenho que fazer uma transação, eu tenho que confiar no banco, tenho que pedir para o banco que ele execute a transação no meu nome. É por isso que se caracteriza como uma transação ou um sistema centralizado.

Agora, quando estamos falando de Blockchain, a proposta que ele vem trazer é a descentralização dessas bases de dados, ou seja, cada participante, ou cada nó participante dentro dessa rede, contém uma base de dados, uma réplica dessa base de dados ou uma réplica dos dados envolvidos dentro desse ecossistema.

Vemos que há diferentes participantes, ou diferentes nós. Entendamos um participante, que pode ser um nó físico, que vai armazenar uma cópia dessa informação. Trazendo o benefício tanto da escalabilidade em termos de infraestrutura, mas também da alta disponibilidade em termos da informação.

Outro dos pilares de Blockchain é o consenso. O que o consenso garante? O consenso garante a estabilidade transacional. E para que serve o consenso? O consenso serve para manter uma ordem transacional dentro desse sistema, dentro dessa rede. Existem vários tipos de consenso que nós iremos ver nos próximos módulos. Mas o importante é que o consenso venha garantir a transparência, a segurança que nenhuma transação vai ser modificada fora das regras de negócio. E venha garantir auditabilidade.

Então, podemos observar que quando se submete uma transação no Ledger, todos os nós vão validar essa transação e vão dar o ok para que a transação seja gravada dentro do Ledger, e copiada dentro dos Ledgers, dentro dos nós distribuídos dentro dessa rede.

Introdução ao Blockchain para Negócios - Algoritmos de consenso

Como comentei, vamos entender um pouco quais são os principais algoritmos de consenso que hoje as diferentes plataformas de Blockchain vem oferecer. O primeiro, e mais conhecido, é a prova de trabalho. Também conhecido em inglês como Proof of Work. Que é usado, é famoso, porque a rede Bitcoin é a que é utilizada. Mas também você já deve ter ouvido que ela tem uma reputação de consumir muita energia.

Essa arquitetura do consenso é baseada em um processo chamado de mineração. Essa mineração, consideremos que é um algoritmo como se trabalhasse um quebra-cabeça computacional que serve para determinar quem vai ser o nó que vai criar um novo bloco. Ou seja, ele vai pegar todas essas transações, vai consolidá-las num novo bloco, vai validar. E logo depois, uma vez que estas transações também são validadas por outros nós, por outros participantes, essa transação é replicada entre esses outros nós.

Agora, todo consenso dentro de Blockchain, todo algoritmo de consenso trabalha de maneira muito parecida. Mas a forma da execução que o consenso é executado é o que é diferente. O consenso dentro de prova de trabalho, um consenso dentro da rede de Bitcoin, cria mais ativos. De maneira automática, ele cria mais ativos Bitcoin. Vocês já devem conhecer que muitas pessoas entram na rede como mineradores por conta dos retornos econômicos que a rede acaba produzindo e distribuindo para os participantes que mineram essa informação.

Mas o lado negativo é que esse tipo de consenso tem um grande desperdício de energia. Às vezes, é tão sério que a rede inteira de Bitcoin, do consenso prova de trabalho, acaba consumindo tanto quanto um pequeno país consome de energia.

O segundo consenso está sendo adotado por plataformas como Ethereum, está dentro do mapa para serem adotadas em um futuro próximo. Vemos que é um consenso diferente ao de prova de trabalho. Chama-se prova de investimento, ou Proof of Stake. Onde validadores são responsáveis de validar a transação. Esses validadores são aqueles que têm maior investimento dentro da rede.

Ou seja, se eu tenho mais investimento em dinheiro ou maior investimento em moedas, eu vou ser um validador, porque eu quero preservar a transparência da informação e a estabilidade da rede. Porque quanto mais investimento, mais recurso eu coloco dentro da rede, mais eu vou querer que esta rede funcione de maneira fidedigna.

Os validadores validam as transações e também ganham uma taxa. Os nós são selecionados aleatoriamente para, entre esses validadores, validar e gerar os blocos do mesmo jeito que é gerado um bloco dentro da prova de trabalho.

Obviamente, como comentei, depende do investimento. Os validadores participantes que tem maior investimento dentro da rede serão aqueles que têm mais possibilidade de minerar esse novo bloco. E garante uma maior economia de recursos computacionais e diminuindo o consumo de energia total da rede.

O terceiro tipo de consenso é o prova de tempo decorrido. Proof of Elapsed Time, também conhecido como PoET. É um tipo de consenso que foi criado pela Intel e foi implementado dentro de plataformas de Blockchain, dentro do consórcio de Hyperledger, a plataforma de Sawtooth, que está muito mais focada para a operação de transações dentro de IoT.

Podemos considerar que um consenso híbrido. O que é um consenso híbrido? É uma mistura entre uma Proof of Stake e um Proof of Work. Esse consenso determina que o algoritmo de consenso vai repartir, entre participantes, numerinhos. E esse numerinho determina quanto tempo o participante tem que esperar na fila. Aquele que tem menor número, vai ser quem vai processar as suas transações primeiro.

Seria, basicamente, como se tivesse um monte de gente dentro de uma sala, e uma pessoa estivesse repartindo números aleatoriamente e se organizando numa fila com base nesses números. Portanto, cada validador recebe um tempo de espera que simboliza sua posição dentro da fila para executar as transações.

O quarto tipo de consenso é o Byzantine Fault Tolerance, ou seja, o consenso Bizantino tolerante a falhas. De que trata esse consenso? Esse consenso está muito mais focado em redes que chamamos de redes privadas, redes permissionadas. Por que é mais eficiente do que consensos anteriores, de prova de trabalho, prova de investimento? Porque é um consenso sistêmico, onde pode ser programável.

Ou seja, dentro de um grupo de participantes, ou dentro de um grupo de nós, eu posso determinar quais serão os nós que irão validar a transação. Isso pode ser de maneira ordenada ou pode ser de maneira configurada dentro da rede. Ou seja, eu posso fazê-lo de maneira Round Robin, onde, dependendo da posição do servidor, ou do nó dentro da rede, pode executar essa validação.

Ou, pode ser de maneira pré-programada dentro da plataforma de Blockchain. Portanto, sempre um único validador é o responsável de criar o bloco e consolidar todas as transações dentro dessa estrutura. É extremamente performático. A execução das transações basicamente é em segundos.

O último tipo de consenso é a prova de autoridade, ou Proof of Autority. É basicamente um consenso parecido com uma prova de investimento, onde é um conjunto de autoridades que são as responsáveis de validar essas transações. E para submeter, ou criar um bloco validador, quem vai criar esse bloco requer a aprovação de todas as autoridades envolvidas, que são consideradas como autoridades dentro dessa rede.

Para concluir este módulo, podemos ver que realmente Blockchain não é um bicho de sete cabeças. Blockchain está formado de 4 pilares. Temos um Ledger, que é uma base de dados que armazena informação e está configurada de maneira distribuída. Portanto, esse Ledger também garante a transparência e a imutabilidade da informação.

Outro fator importante é criptografia. Cada participante dentro da rede, assim como também cada transação, é criptografada pelo próprio participante. O participante tem um certificado digital com o qual ele vai assinar essas transações. Portanto, toda transação dentro de Blockchain é de maneira privada e criptografada.

Dependendo do Blockchain, dependendo da plataforma, dados também podem ser criptografado e podemos determinar quais participantes, ou quais usuários, podem ter acesso a essa informação e desencriptá-la. Isso vai depender um pouco das tecnologias de Blockchain que iremos adotar.

O terceiro pilar tecnológico da plataforma são os Smart Contracts. E o que são Smart Contracts? Como vimos, Smart Contracts são as regras de negócio que são aplicadas sobre esses dados. Eu gosto de exemplificar Smart Contracts como a estrutura, como o Blockchain vai se comportar.

Por exemplo, se eu tenho que transacionar um carro, a venda de um carro para outra pessoa. A regra de negócio do que deve acontecer nessa transação, quando eu transfiro o nome do meu carro para essa pessoa. É o que deve acontecer depois, uma vez que eu mudo esse nome, é o que está determinado em Smart Contract. Vamos supor que eu vendo o carro e essa pessoa tem que me pagar. O pagamento, uma vez que eu faço a transferência, pode ser feito de maneira automatizada.

Porque, essa pessoa declarando a conta, e eu também declarando a conta origem e eu declarando a conta destino, o Smart Contract pode executar essa ação na hora que ele recebe a transação de transpasso ou de transferência desse carro. O quarto pilar tecnológico é o consenso que garante a estabilidade e valida as transações para garantir uma ordem transacional dentro dessa rede.

Sobre o curso Blockchain para Negócios: aplicações e cases reais

O curso Blockchain para Negócios: aplicações e cases reais possui 147 minutos de vídeos, em um total de 23 atividades. Gostou? Conheça nossos outros cursos de Computação em Programação, ou leia nossos artigos de Programação.

Matricule-se e comece a estudar com a gente hoje! Conheça outros tópicos abordados durante o curso:

Aprenda Computação acessando integralmente esse e outros cursos, comece hoje!

  • 1184 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

Premium

  • 1184 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$75
à vista R$900
Matricule-se

Premium Plus

  • 1184 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$100
à vista R$1.200
Matricule-se

Max

  • 1184 cursos

    Cursos de programação, UX, agilidade, data science, transformação digital, mobile, front-end, marketing e infra.

  • Certificado de participação

    Certificado de que assistiu o curso e finalizou as atividades

  • App para Android e iPhone/iPad

    Estude até mesmo offline através das nossas apps Android e iOS em smartphones e tablets

  • Projeto avaliado pelos instrutores

    Projeto práticos para entrega e avaliação dos professores da Alura com certificado de aprovação diferenciado

  • Acesso à Alura Start

    Cursos de introdução a tecnologia através de games, apps e ciência

  • Acesso à Alura Língua

    Reforço online de inglês e espanhol para aprimorar seu conhecimento

12X
R$120
à vista R$1.440
Matricule-se
Procurando planos para empresas?
Acesso por 1 ano
Estude 24h/dia onde e quando quiser
Novos cursos toda semana